A Orbis Verdi do Brasil, empresa sediada em Foz do Iguaçu/PR e especializada em créditos de carbono a partir do reflorestamento, já está protegendo cerca de 100 mil hectares de florestas no Brasil a partir do crédito de carbono.

Além disso, a empresa iguacuense vendeu neste ano de 2023, importantes volumes de créditos de carbono, bem pactuou comercialização para compensar créditos da Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores (FENAVIST) e do Instituto Nacional da Segurança Privada – INASEP.
Juntas, as instituições contam com mais de 600 mil funcionários atuando em mais de 2,5 mil empresas, e todo este aparato atuarão na compensação ambiental.

Parecerias com a SOS Mata Silvestre, B4 entre outras empresas e entidades civis também foram firmadas.

Prova da seriedade e prestígio da Orbis no ambiente privado e público, é que neste mês, a Orbis foi selecionada e aprovada no Programa de Aceleração de Soluções Sustentáveis – INVEST PASS, da Invest Paraná. Cujos seus projetos, passarão a compor o banco de projetos do Governo do Estado do Paraná.

CRÉDITO DE CARBONO

Muita gente não sabe, mas, o crédito de carbono é um conceito que visa à diminuição dos gases de efeito estufa, que provocam diversos problemas ambientais associados às mudanças climáticas. Esses créditos fazem parte de um mecanismo de flexibilização que auxilia os países que possuem metas de redução da emissão de gases poluentes a alcançá-las. Considerados a moeda do chamado mercado de carbono, os créditos de carbono representam a não emissão de dióxido de carbono à atmosfera. Além de ser usado para compensar emissões, o crédito de carbono é um ativo financeiro.

A cada uma tonelada não emitida, gera-se um crédito de carbono. Assim, quando um país consegue reduzir a emissão dessa tonelada, ele recebe uma certificação emitida pelo Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), ou seja, recebe os créditos que estarão disponíveis para serem comercializados com os países que não alcançaram suas metas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar