CESTA DE NATAL

 

Nada menos de 22 produtos entre os 35 pesquisados que fazem parte da Cesta Natalina, subiram de preços no Grande Recife em relação a 2017.

A pesquisa foi realizada pelo PROCON-PE e indicou que nenhum produto manteve o valor e apenas 13 tiveram os preços reduzidos.

O PROCON alerta que é importante pesquisar, pois de uma loja para outra, existem produtos com a diferença de 261,70%. O objetivo da pesquisa de preços de itens da Cesta Natalina é oferecer ao consumidor pernambucano um instrumento para auxiliá-lo nas compras.

Os fiscais pesquisaram 73 produtos em 12 estabelecimentos comerciais de Olinda e Recife divididos nas seguintes categorias: queijos e salames; panetones; carnes e peixes; biscoitos, bolos e chocolates; frutas secas e em calda; e vinhos e espumantes.

Os produtos que apresentaram maior diferença de preço foram os vinhos tinto e seco, com uma diferença de 261,70%. O mesmo produto pode ser encontrado por R$ 7,99 e R$ 28,90.

Outro produto com grande diferença é o biscoito do tipo Champanhe, uma diferença de 198,21%.

O órgão de defesa do consumidor separou os 35 itens mais procurados e comparou com os valores de 2017, desses 22 ficaram mais caros. O que mais aumentou foi o quilo do peru que, no ano passado era encontrado por R$ 10,68, hoje está sendo vendido por R$ 13,98, uma diferença de 30,90%.

O que apresentou maior redução de preço foi o quilo do queijo tipo Provolone.

Em 2017, o queijo saía por R$ 44,80 e atualmente por R$ 32,80, uma queda 26,79%.

(Foto do arquivo particular)
(Foto do arquivo particular)

 

Não são apenas os municípios mais longínquos e mais carentes do Brasil, mas a maioria das cidades, em todos os estados brasileiros, sofre pela falta de um saneamento básico eficiente.

A falta de vontade política aliada a uma burocracia ineficiente faz com que as obras não avancem da maneira esperada e a demora na obtenção do licenciamento ambiental são entraves para a expansão do serviço.

Para debater o assunto, o Blog da Revista TOTAL entrevistou, em Brasília, o Dr. Leandro Mello Frota diretor de administração da Fundação Nacional de Saúde.

Dr. Leandro tem um vasto conhecimento acerca do assunto, sendo um das pessoas mais conceituadas para tratar do tema(*).

  1. Considerando-se o saneamento básico como umas das grandes carências do país, qual o papel da Funasa?

A Funasa fomenta o saneamento básico em municípios com até 50 mil habitantes, ou seja, estamos falando de um número significativo, cerca de 87% das cidades brasileiras.  A Funasa é o órgão do Governo Federal responsável pela implementação de saneamento em áreas rurais de todos os municípios brasileiros, inclusive no atendimento às populações remanescentes de quilombos, assentamentos de reforma agrária, comunidades extrativistas e populações ribeirinhas

Esta Fundação, ao longo de sua história tem se caracterizado por trabalhar em parceria com estados, municípios e outras instituições que atuam frente ao saneamento, especialmente nas comunidades em maior vulnerabilidade social.

Em resumo, o nosso principal papel é atender os pequenos municípios que juntos formam a maior parte do Brasil.

  1. Quais são as ações da Fundação para melhorar a oferta de Saneamento Básico?

A Funasa atende e “ataca” em várias frentes. O papel primordial é a busca pela universalização do saneamento básico no país. São vários os programas de fomento ao saneamento, desde “Melhorias Habitacionais para o Controle da Doença de Chagas” até o “Controle da Qualidade da Água”, totalizando em torno de 12 programas.

Recentemente, a Fundação desenvolveu uma Solução Alternativa Coletiva Simplificada de Tratamento de Água para Consumo Humano (SALTA-z), que transforma água em saúde, respeita o direito das pessoas ao acesso de uma água de qualidade, bem como promove a inclusão social. A SALTA-z tem mudado a vida de muitos brasileiros, especialmente em comunidade ribeirinhas, quilombolas e rurais, que muitas vezes a única fonte de água é a do rio, normalmente contaminada.

Trabalhamos em parceria com os gestores municipais, pois eles conhecem de fato as carências das suas cidades. A Funasa também auxilia junto das Universidades Federais na elaboração dos projetos e dos planos municipais de saneamento, já que muitos municípios não conseguem transmitir para o papel a sua necessidade e a Funasa está sempre de portas abertas a ajudar.

  1. Quais são os gargalos que o país enfrenta no quesito saneamento básico?

São vários os problemas. A falta de vontade política aliada com uma burocracia ineficiente faz com que as obras não avancem da maneira esperada. A demora em obter o licenciamento ambiental é um entrave importante para a expansão do serviço. Não existe infraestrutura mais atrasada no Brasil do que a falta de saneamento básico.

Para piorar, hoje os estados e municípios vivem uma grave crise fiscal e financeira. Os recursos estão escassos para investimento em obras de infraestruturas. A descontinuidade das políticas públicas pelos novos governantes e bem como a corrupção são problemas graves que devem ter uma atenção redobrada.

O Brasil tem aumentado os índices dos serviços de saneamento, mas temos muito ainda a caminhar. Através de estratégias e maior planejamento de gestão estamos suprindo carências e assegurando a saúde pública.

4.Para finalizar, qual a visão do Sr. sobre a importância da Funasa para o país?

A Funasa é a instituição que dispõe da mais antiga experiência em saneamento básico do país. Esta Fundação é essencial para levar dignidade a milhões de famílias que não tem acesso a água encanada e a esgoto tratado.

O trabalho da Funasa é fundamental para que consigamos avançar com o saneamento básico e saúde ambiental, especialmente frente as comunidades expostas a maior vulnerabilidade social, melhorando não só a saúde da população, mas o desenvolvimento do país como um todo.

Trabalhar tanto o saneamento básico como a saúde ambiental é fundamental e ao mesmo tempo é lamentável, pois estamos falando de um tema que já não deveria existir em nosso país, uma vez que é debatido desde 1640 no Brasil. O Saneamento Básico é avanço civilizatório e infelizmente a falta de saneamento ainda é uma das grandes carências do Brasil.

Diante desse quadro o nosso objetivo é levar o saneamento cada dia mais a sério e avançar. Se o trabalho for levado a sério, tenho certeza que no futuro não vamos precisar mais em nosso país de uma Fundação de fomento de saúde ambiental e bem como de saneamento básico e rural.

(*) Advogado Ambiental desde 2007. Doutorando em Ciência, Tecnologia e Inovação pela UFRRJ, Professor de Direito Advogado Ambiental da Emerj. Professor do Ibmec Agro. Coordenador e Professor de Direito Ambiental da Esa. Foi Diretor de Relações Institucionais da OAB RJ. Especialista do Instituto Millenium. Palestrante e Autor de Livro.

Por falta de quórum a sessão marcada pelo presidente da Câmara não aconteceu
(Foto: Rafael Bento/Ascom CMC)
(Foto: Rafael Bento/Ascom CMC)

 

A Câmara de Camaragibe, através do presidente Roberto da Loteria (PTC), convocou reunião na última quinta-feira (13), durante a 80ª Reunião Ordinária, para votação dos projetos de lei de autoria do Executivo, referentes à Lei Orçamentária Anual (LOA), para o exercício de 2019, e ao Plano Plurianual (PPA). A LOA 2019 do município de Camaragibe prevê aproximadamente R$ 334 milhões em orçamento para o próximo ano.

Diante dos escândalos envolvendo o prefeito de Camaragibe e da insatisfação dos munícipes com a atual gestão, o presidente Roberto da Loteria alega que o Executivo vem interferindo nas atividades do Legislativo. Matérias importantes como a LOA e o PPA, que são de natureza orçamentária, correm o risco de não serem aprovadas neste mês de dezembro resultando em problemas financeiros para o município. “Através de manobra política, o prefeito tem se preocupado mais em anular a eleição da Comissão Executiva da Câmara para o biênio 2019/2020, mesmo com a decisão judicial na esfera de 2ª instância, provocando um conflito de interesse, em vez de se preocupar com o futuro da cidade”, afirma.

O presidente já havia convocado uma reunião ordinária no dia 11 de dezembro, no entanto mais da metade dos parlamentares não compareceram, em virtude de uma manobra do prefeito. “Gostaria de pedir a compreensão dos pares desta Casa para contribuir na votação em trâmite normal da LOA e PPA, tendo em vista que o município precisa dessa aprovação para que os serviços básicos da cidade como Saúde, Educação, ação social, pagamentos de servidores não paralisem”, enfatiza Roberto da Loteria.

O total da Dotação Orçamentária é de R$ 333.443.440,00.

Na quinta-feira em que estava prevista a Reunião Ordinária da Câmara, no Plenário José Lapenda, , apenas compareceram o presidente Roberto da Loteria (PTC), o vice-presidente Leo Família (PRP) e o 1º secretário Toninho (PTB). Diante da falta de quórum a sessão foi encerrada.

Com o objetivo de realizar a votação da LOA, PPA e emenda supressiva da LOA, o presidente Roberto da Loteria e os demais membros da Mesa Diretora, em conformidade com o Art. 7, § 3 do Regimento Interno, convocaram todos os vereadores para as REUNIÕES EXTRAORDINÁRIAS que serão realizadas nos dias 18 (hoje), 19 (quarta-feira) e 20 (quinta-feira) de dezembro, às 9h, na sede da Câmara Municipal de Camaragibe.

Créditos: Rafael Bento/Ascom CMC

PRESÍDIO ITAQUITINGA

 

 

A III Unidade de Regime Fechado de Internação (URFI), do Centro Integrado de Ressocialização (CIR), localizado no município de Itaquitinga, vai ser administrado pelo Governo Federal. O termo entre o Governo do Estado e o Ministério da Segurança Pública foi formalizado entre o governador Paulo Câmara e o ministro Raul Jungamnn, em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas.O equipamento está em fase de obras e tem expectativa de conclusão para 2019. Com a nova gestão, passa a contar com um aporte de R$ 47 milhões, podendo chegar a R$ 50 milhões.

A partir de agora com a assinatura do contrato de doação, o Governo Federal passa a ser responsável pela finalização das obras, além da administração e a manutenção da unidade, que se torna a primeira instalação carcerária federal no Estado.

O governador Paulo Câmara disse que a federalização vai permitir melhores condições financeiras para a ressocialização dos internos. “A partir dessa parceria com o Ministério da Segurança Pública, nós temos a certeza da conclusão de mais uma etapa do Centro de Ressocialização de Itaquitinga. Nós já temos um bloco pronto, o segundo ficará pronto no próximo mês de fevereiro. Esse terceiro, que está sendo federalizado, vai abrigar presos de alta periculosidade, que precisam de um lugar adequado de segurança máxima. Uma parceria com o Ministério e a ONU, que também vai tocar esse projeto. E isso é um passo importante dentro de uma estratégia essencial que é dar cada vez mais condições de ressocialização, diminuindo a superlotação existente nos demais presídios, através de Itaquitinga e Araçoiaba”.

Paulo ressaltou os avanços na área, nos últimos anos. “Estamos primeiro desafogando as lotações, construindo mais vagas. Pernambuco tinha 12 mil vagas quando nós assumimos, em 2015. Nos próximos meses devemos chegar a 15 mil, com a expectativa de aumentar para 18 mil vagas, até o final de 2019. Dessa forma, esperamos possibilitar os remanejamentos necessários e desafogar aqueles presídios que hoje têm superlotação, como o do Curado”.

O ministro Raul Jungmann garantiu a conclusão das obras pelo novo presidente Jair Bolsonaro. “Nós vamos concluir a terceira unidade e, para isso, serão investidos aproximadamente entre R$ 47 e R$ 50 milhões. Será a primeira penitenciária de segurança máxima de Pernambuco. Ela será construída nos moldes da chamada super max, que é um modelo americano de altíssima segurança. Assim teremos maiores garantias e condições de poder retirar os criminosos mais perigosos das ruas e colocá-los em um lugar adequado de segurança e ressocialização. Isso é uma conquista do nosso Estado que me deixa muito feliz”.

CAPACIDADE – A Unidade III terá capacidade para acolher cerca de 300 detentos do regime fechado. Já a Unidade I, entregue no último mês de janeiro, abrigará, gradativamente, um total de mil detentos também do regime fechado. A estrutura de 1 mil metros quadrados contou com investimentos na ordem de R$ 9,6 milhões do Tesouro Estadual. Tem celas de vários tamanhos, administração e recepção de visitantes, pavilhão destinado aos concessionados (presos que exercem atividades laborais), 12 salas de aula, áreas jurídica e de saúde, refeitório, três pavilhões de convivência coletiva, instalações para a Polícia Militar (vestiários e sanitários), oito guaritas e muros com alambrados.

Seguindo um novo conceito de arquitetura prisional, as paredes internas da administração são de gesso e toda a área externa e demais áreas são de concreto.

A Unidade II, que está em fase de finalização das obras, segue a mesma estrutura da Unidade I, inclusive com o mesmo número de vagas ofertadas (1 mil). Com um investimento total na ordem de R$ 10,6 milhões, a Unidade II será entregue no início de 2019.

Para o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, a ressocialização é o caminho mais efetivo para combater as chances de reincidência. “Esse ato é muito mais do que a doação de um patrimônio público. Muito mais do que isso, ele aponta no sentido de que nós temos que unir forças para buscar enfrentar a questão da criminalidade. Não vai ser só com a força da arma bruta que nós vamos enfrentar essa chaga nacional. Nós precisamos de equipamentos modernos que venham a melhorar as condições de ressocialização dos detentos, oferecendo a todos uma segunda chance e reintegração à sociedade, para que eles não voltem a cometer crimes”, salientou.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

COMPAZ ASSINATURA

 

 

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), recebeu a garantia do ministro da Segurança Pública, Raul Jungamnn, que até o final do ano o Governo Federal vai liberar cerca de R$ 20 milhões para a construção de três novos Centros Comunitários da Paz (COMPAZ). Com os novos recursos, o prefeito poderá cumprir sua promessa de campanha de construir cinco equipamentos antes de concluir o seu segundo mandato em dezembro de 2020.

Os novos COMPAZ serão construídos nos bairros do Pina, Várzea e Ibura, onde os índices de violência continuam altos. O do Pina, será construído na frente do quartel do 19º Batalhão da PM, próximo à Via Mangue. O do bairro de Várzea ficará localizado na Rua Cruz Macedo, próximo às avenidas Caxangá e Afonso Olindense, enquanto o do Ibura vai funcionar na ladeira de acesso ao bairro.

Geraldo Julio explicou que, com os recursos oriundos do Governo Federal, a Prefeitura vai construir os três prédios, enquanto a Municipalidade ficará com a responsabilidade de adquirir os equipamentos necessários para o perfeito funcionamento.

Em cada COMPAZ, os moradores das proximidades contam com Ensino Profissionalizante e de Idiomas, Laboratórios de Informática, Bibliotecas, Salas de Estudo, Quadas Poli-esportivas, aulas de Natação e Hidroginástica.

No Recife, existem dois COMPAZ em funcionamento, onde estão inscritos cerca de 30 mil jovens, adultos e idosos. No Ariano Suassuna, na Av. General San Martin, no Bongi, utilizam os equipamentos cerca de 16 mil pessoas, enquanto no Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha, estão matriculados mais de 14 mil moradores das proximidades.

Para Geraldo Julio, a liberação das verbas será fundamental para que sejam elaboradas o mais rápido possível, as licitações para o início das obras..

O ministro Raul Jungmann, por sua, vez, elogiou o trabalho que vem sendo feito pela Prefeitura do Recife e que é fundamental para a diminuição das ocorrências policiais.

COMPAZ EDUARDO CAMPOS 1

Os Centro Comunitários da Paz (Compaz) foram concebidos sob a ideia de difundir a Cultura de Paz, garantir inclusão social e o fortalecimento comunitário. Baseado na experiência COMPAZ ARIANO SUASSUNAcolombiana das Bibliotecas Parques e também de outras fontes de espaços de cidadania. Conhecidos como “Fábricas de Cidadania”, os equipamentos se destacam tanto pela qualidade da estrutura, quanto pela quantidade dos serviços e atendimentos oferecidos. Os Compaz fazem parte da Secretaria de Segurança Urbana da Prefeitura do Recife. Hoje, os dois Compaz abertos no Recife tem cerca de 30 mil pessoas cadastradas e fazem cerca de 80 mil atendimentos por mês.

Com um investimento de R$ 1,4 milhão a nova estrutura atenderá mais de mil pacientes por mês

 

PC CARUARU 4

 

 

Caruaru – Reforçando o compromisso com a saúde pública no Estado de Pernambuco, o governador Paulo Câmara inaugurou, neste sábado (15.12), a Unidade de Oncologia do Hospital Mestre Vitalino, situado em Caruaru, no Agreste Central. Com R$ 1,4 milhão investidos na construção do prédio e na compra de equipamentos, a nova unidade contemplará a II Macrorregional de Saúde, que abrange 53 municípios. O chefe do executivo visitou ainda o Hospital São Sebastião, reinaugurado em agosto deste ano, após 14 anos fechado.

“A gente tem buscado, nesses tempos difíceis, ampliar os serviços e esse equipamento é muito importante para o avanço da saúde no interior de Pernambuco. São trinta leitos que vão permitir um atendimento humanizado às pessoas que precisam de tratamento e atenção especial”, garantiu Paulo.

PC CARUARU 3A estrutura da Unidade de Oncologia conta com 4 consultórios, 30 leitos, 2 salas para procedimentos emergenciais, 2 salas de fluxo para manipulação de insumos para quimioterapia, 20 ambulatórios médicos e enfermaria. O novo centro atenderá uma média de 1.200 pacientes por mês, realizando cirurgias oncológicas e ampliando o tratamento de quimioterapia, implantado no Hospital Mestre Vitalino no meio deste ano.

O secretário de Saúde, Iran Costa, reiterou a importância da inauguração para a população e para o Estado. “Essa unidade é um marco para a região e para Pernambuco. Marca tanto a interiorização da oncologia como prepara nosso Estado para lidar com essa doença. É um serviço que desafoga os grandes centros do Recife e faz com que o paciente precise de menos deslocamento”.

Quando atingir sua capacidade integral o atendimento será realizado por uma equipe multiprofissional, contando com médico cirurgião oncológico, mastologista, cirurgião de cabeça e pescoço, enfermeiro, nutricionista, assistente social, psicólogo e farmacêutico. Além disso, a previsão é de que futuramente o serviço seja cadastrado pelo Ministério da Saúde como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Ucacon) e esteja apto para realizar cirurgias de câncer.PC CARUARU 6

“Eu acredito que a chegada desse centro aqui em Caruaru é de essencial importância, porque agora quem precisava se deslocar para o centro do Recife não vai mais precisar. Agora é possível a gente ter essa assistência aqui”, disse Júlio Henrique, paciente em tratamento oncológico no Mestre Vitalino.

Hospital São Sebastião – Ainda no município de Caruaru, o governador visitou o Hospital São Sebastião, reaberto no final de agosto deste ano, após ser fechado devido a fortes chuvas que interditaram a unidade em 2004. Ao todo foram investidos mais de R$ 10 milhões para a requalificação do serviço.

Atualmente o equipamento está em pleno funcionamento, com um total de 60 leitos, e é destinado a atuar como retaguarda, recebendo pacientes encaminhados pelos hospitais de alta complexidade da região. Desde sua reinauguração até o último dia 30 de novembro, o São Sebastião atendeu cerca de 300 pacientes e realizou mais de 9 mil exames laboratoriais.

PC CARUARU 2

Estiveram presentes no evento os deputados federais Wolney Queiroz e Luciana Santos; os secretários estaduais Marcos Baptista (Planejamento e Gestão), Cloves Benevides (Criança e Juventude), Antônio Figueira (Assessoria Especial) e o secretário executivo Marcelo Canuto (Casa Civil); os deputados estaduais Tony Gel, Laura Gomes, João Eudes, Nilton Mota, Aluísio Lessa, Enrique Lessa; o presidente da Alepe Eriberto Medeiros; a prefeita de Caruaru Raquel Lyra; o ex-prefeito de Caruaru José Queiroz; e demais autoridades políticas da região.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI
Uma das pastas cuidará das relações de trabalho e fiscalização, enquanto a segunda ficará responsável por políticas de qualificação profissional

MINISTÉRIO DO TRABALHO

Agência Estado

Com a extinção do Ministério do Trabalho no futuro governo Jair Bolsonaro, grande parte da atual estrutura da pasta será fatiada entre duas secretarias especiais do Ministério da Economia, segundo apurou o Estadão/Broadcast, plataforma de notícias em tempo real do Grupo Estado.

O secretário especial de Previdência, Rogério Marinho, vai ficar responsável pelas áreas que cuidam das relações do trabalho e da fiscalização. Marinho também cuidará das negociações para aprovar a reforma da Previdência.

Já o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa, responderá pelas competências da atual Secretaria de Políticas Públicas de Emprego, que cuida de qualificação profissional.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Costa antecipou que o próximo governo vai lançar o Plano Nacional de Qualificação de Capital Humano para elevar a qualidade da mão de obra do País.

A área que cuida dos registros sindicais — recentemente alvo de investigações — ficará sob o comando do futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, como já havia informado o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni.

O desenho final das estruturas ainda está sendo fechado pela equipe de transição, mas já está decidido que o Ministério da Economia terá sete secretarias especiais. Antes, a denominação usada era secretaria-geral, mas a mudança foi feita porque o termo já é historicamente usado com outro sentido em pastas como Relações Exteriores.

Secretarias ficarão no ministério de Paulo Guedes (Foto: Sergio Moraes/Reuters)
Secretarias ficarão no ministério de Paulo Guedes (Foto: Sergio Moraes/Reuters)

Inicialmente, Guedes previa seis secretarias em seu ministério, mas acabou desmembrando a Previdência da Arrecadação para sinalizar a importância da reforma nas regras de pensão e aposentadoria no País.

No novo desenho, a Receita Federal manterá o status atual no segundo escalão do Ministério da Economia, em vez de ficar sob o guarda-chuva de uma das secretarias. Com isso, Guedes quer evitar a insatisfação da categoria, que poderia trazer consequências para a arrecadação do governo. O economista Marcos Cintra será o secretário especial da Receita Federal e terá um secretário adjunto.

A PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional), órgão de assessoria jurídica do Ministério, deve continuar se reportando diretamente ao ministro da Economia, como é hoje no organograma do Ministério da Fazenda.

A Secretaria Especial de Fazenda, que terá como titular Waldery Rodrigues Junior, vai comandar as atuais estruturas do Tesouro Nacional, Secretaria de Orçamento Federal (hoje no Planejamento) e Secretaria de Política Econômica.

O futuro governo precisará editar uma Medida Provisória no dia 1.º de janeiro de 2019 para estabelecer os novos ministérios. Bolsonaro vai reduzir das atuais 29 pastas para 22.

Na Economia, Guedes já indicou que pretende cortar 20% dos cargos atuais. Segundo apurou o Estadão/Broadcast, esses cortes devem ocorrer sobretudo em áreas de apoio ao trabalho da pasta, já que haverá redução nas estruturas de gabinetes.

O número total de secretarias que ficarão abaixo das secretarias especiais pouco deve mudar. A estrutura física dos ministérios também deve ter pouca alteração. Com cerca de 3.000 funcionários por prédio, será difícil reorganizá-los de maneira ágil.

Mais de 200 crianças participaram da ação e receberam presentes de Natal

ONG1

Por Marcos Lima Mochila

 

A ONG Sonhar Acordado é uma organização internacional que atua junto a instituições, orfanatos, casas de apoio e hospitais e que busca transformar a vida de crianças carentes por meio de uma relação de amizade com o jovem voluntário.

Desde o ano 2000 no Brasil, o projeto tem como objetivo agregar pessoas dispostas a fazer o bem, criar elos de responsabilidade social e ajudar na formação e no desenvolvimento da sociedade em benefício da infância de crianças de baixa renda.

ONGO Sonhar Acordado atua em duas frentes de projetos, sendo eles Programas Contínuos e Grandes Festas.

Os projetos contínuos (Amigos para Sempre, Sonhando Juntos e Preparando para o Futuro) realizam suas atividades um sábado por mês. Seus voluntários se comprometem a participar por, pelo menos, seis meses, fortalecendo o envolvimento com o projeto e gerando benefícios visíveis às crianças e jovens atendidos.

As Grandes Festas têm como objetivo despertar em um grande número de jovens o desejo e o gosto pela atuação social, tornando-os mais conscientes e engajados na busca de uma sociedade mais justa e , na criança carente, a capacidade de sonhar. É um dia inesquecível com atividades esportivas, culturais e recreativas, que tornam esse momento mágico.

ONG 1

Neste sábado, foi realizada uma grande ação social da ONG, em parceria com a Universo, no Campus Recife da instituição.

Mais de 200 voluntários passaram o dia acolhendo, brincando, orientando e alimentando mais de duas centenas de crianças de várias comunidades.

As crianças se divertiram a valer, lancharam, receberam presentes de Natal e tiraram muitas fotos com o Papai Joel.ONG 2

“É muito gratificante ver nos olhos das crianças a alegria, além de poder presenciar a satisfação nos rostos dos voluntários, cansados depois de um dia estafante, porém realizados por terem a oportunidade de proporcionar felicidade a tantas crianças”, comentou o Dr. Ubirajara Tavares, diretor geral da Universo – Campus Recife.

“De todos os projetos que tocamos na Universo, este é um dos mais prazerosos”, finalizou Dr. Tavares.

Papo de juízes

O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC)  (Fernando Frazão/Agência Brasil
O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC)  (Fernando Frazão/Agência Brasil

Por Mauricio Lima

 

Numa conversa a sós com Sergio Moro, Wilson Witzel disse ao ex-colega de toga que vai criar no Rio um grupo de 120 policiais especializados no combate e investigação de lavagem de dinheiro. Moro aprovou a ideia.

O horário especial tem o objetivo de facilitar as compras do feriado do Natal
Lojas terão horário especial para compras de clientes para o Natal / Foto: Heudes Régis/JC Imagem
Lojas terão horário especial para compras de clientes para o Natal / Foto: Heudes Régis/JC Imagem
JC Online

 

Os shoppings pernambucanos abrirão mais cedo a partir deste domingo (16), devido ao horário de funcionamento especial para as compras de Natal. A mudança tem o objetivo de facilitar as compras para os clientes interessados em presentes, enfeites e em apreciar os eventos natalinos. Também foi criado um horário para o funcionamento das lojas na véspera de natal e da praça de alimentação no feriado. Após o natal, os estabelecimentos continuarão com um horário diferente até 30 de dezembro.

Confira os horários:

Shopping Rio Mar e Shopping Recife

As lojas do Shopping Rio Mar Recife abrirão às 9h da manhã e fecharão uma hora mais tarde, às 23h. O Shopping Recife também usará o mesmo horário especial. No feriado, as lojas de ambos os shoppings abrem às 9h e fecham às 18. No feriado, o funcionamento do Shopping RioMar é facultativo para alimentação e lazer das 12h às 20h, enquanto no Shopping Recife, abre às 12h e fecham às 21h, apenas os serviços de alimentação e lazer.

Shopping Plaza

O Shopping Plaza abrirá no horário especial de 9h às 23 até o dia 23 de dezembro. Na véspera do feriado, as lojas abrirão às 9h e fecharão às 19h. No Natal, as lojas estarão fechadas e só funcional os serviços de alimentação e lazer a partir das 12h até às 21h. De 26 de dezembro até 30 de dezembro, o funcionamento estará normalizado, com o horário de abertura às 10h e fechamento às 22h (de quarta a sábado) e no domingo, às 12h até 20h, enquanto a praça de alimentação fecha uma hora mais tarde, às 21h.

Shopping Boa Vista

O funcionamento do Shopping Boa Vista será das 8h até às 23h. Em 23 de dezembro, as lojas abrem às 9h e fecham às 22h. Na véspera de Natal, o horário é de 8h até às 18h. No feriado, as lojas estarão fechadas, mas o Game Station e a Praça de Alimentação devem funcionar a partir das 11h até às 19h. Em 30 de dezembro, o shopping abre às 11h e encerra às atividades às 19h, enquanto no último dia do ano, abre às 8h e fecha às 17h. Em 1º de janeiro, funcionará no mesmo esquema do feriado de Natal.

Shopping Tacaruna

O Tacaruna, terá o horário ampliado para às 9h até 23h de segunda a sábado e das 10h às 22h aos domingos, até o dia 23.

Shopping Guararapes

As lojas do Shopping Guararapes funcionam a partir das 9h às 23h até o dia 18. De 19 ao 23, as portas abrem às 9h até a meia-noite. No Natal, a abertura é facultativa para as praças de alimentação e lazer (12h às 21h). No dia 31, o shopping funciona das 9h às 18h, e, no dia primeiro dia do ano, a abertura é facultativa para as praças de alimentação e lazer, das 12h às 21h.

Shopping Camará

O Shopping Camará, em Camaragibe, no Grande Recife, funciona das 9h às 22h. A partir do dia 20, abre da 10h às 23h. No dia 23, das 9h às 22h e na véspera de Natal, às 9h até 18h.

Shopping Patteo Olinda

O Shopping Patteo Olinda também usará funcionará em horário diferenciado para o Natal. De segunda a sábado, as lojas, serviços de alimentação e de lazer funcionam das 9h às 23h. Aos domingos, as operações abrem às 9h e fecham às 22h.

Fechar