IMG-20191022-WA0032
Atento às necessidades da população de Floresta, o deputado estadual licenciado e secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, conseguiu viabilizar mais três novas ambulâncias para prestar atendimento aos moradores do município.

A conquista foi alcançada graças ao esforços de Rodrigo Novaes por meio de uma emenda ao orçamento do Estado. Os recursos já estão na conta da prefeitura desde o dia 17 de setembro.

“A saude é um dos assuntos que demanda maior atenção para as pessoas mais necessitadas. O povo florestano merece ser atendido com mais rapidez, cuidado e conforto, por isso juntei esforços para conseguir essas ambulâncias, que muito ajudarão no socorro aos pacientes e no trabalho dos profissionais de saúde”, destacou Rodrigo Novaes.

IMG-20191021-WA0080
Ex-candidata ao Senado em 2018, a advogada e professora de Direito Constitucional Adriana Rocha pediu desfiliação da Rede Sustentabilidade, legenda pela qual ela disputou o pleito no ano passado. Adriana, que é pré-candidata à Câmara Municipal do Recife, enviou, nesta segunda-feira (21), uma carta à direção do partido em Pernambuco agradecendo a oportunidade e a acolhida que teve na Rede. Quanto ao novo partido, a professora adianta que não há nada fechado – ela tem conversado com algumas legendas, mas ainda está avaliando a melhor opção.
_Segue íntegra da carta:_

Ao Porta Voz Nacional da Rede Sustentabilidade em Pernambuco Roberto Leandro

E aos demais companheiros e companheiras do Partido:
Em 2018, tive a honra de ser convidada para me filiar à Rede Sustentabilidade e disputar uma vaga ao Senado Federal pelo Estado de Pernambuco.

Durante minha trajetória em prol da defesa dos direitos da cidadania e do desenvolvimento social responsável que promova a igualdade, como professora universitária e constitucionalista, e, sobretudo, como ex-Vice-Presidente da OAB/PE e ex-Conselheira do Conselho Federal da OAB, sempre valorizei o fortalecimento da participação política de todas as pessoas através da indispensabilidade de partidos políticos orgânicos, democráticos e que representassem verdadeiramente os anseios e aspirações dos variados segmentos de nossa sociedade.

E assim, por identificar na Rede Sustentabilidade uma coerência programática com os princípios políticos que defendo, e por reconhecer a seriedade e a representatividade de uma liderança política feminina com a expressão da ex-Senadora Marina Silva, aceitei o convite. Apesar das dificuldades do último pleito eleitoral, dediquei todo o esforço possível para honrar da melhor maneira os nossos compromissos partidários.

Embora não tenha havido êxito no alcance da vaga pretendida ao Senado Federal, entendo que os mais de 90.000 votos alcançados significaram que a candidatura foi amplamente vitoriosa, sobretudo considerando os recursos materiais disponibilizados para a campanha, e sendo a minha primeira experiência no cenário de disputa política nacional.

Cumpre esclarecer que as mencionadas dificuldades materiais foram de caráter geral  e em decorrência das novas regras de financiamento eleitoral, atingindo em maior grau as novas agremiações partidárias como a Rede Sustentabilidade; e que, apesar disso, não faltou o apoio do diretório estadual e federal à minha candidatura.

E é principalmente em função do redesenho das forças políticas nacionais após o pleito eleitoral de 2018, que trouxe novos contornos na  luta política e ideológica mostrando que, para além da ampliação de direitos e da própria defesa e preservação do modelo institucional democrático, é preciso pensarmos em uma construção nacional viável e necessária para conduzir nosso País dentro de parâmetros éticos, jurídicos e humanos que infelizmente vêm sendo flagrantemente deteriorados. Essa construção (ou reconstrução) será responsabilidade de todo o eleitorado nacional, em suas futuras escolhas municipais, estaduais ou federais.

Diante dessas ponderações, e sempre com a verdade e sinceridade que reputo fundamentais em todas as estruturas sociais coletivas e de interesse público, chego à conclusão de que  melhor caminho a seguir no momento é requerer a minha desfiliação da Rede Sustentabilidade, na certeza de que as boas sementes plantadas ao lado de todos e todas que compõem o Partido em meu Estado continuarão produzindo bons frutos e uma relação de eterna amizade e respeito recíproco.

*Adriana Rocha*
_Advogada e Professora de Direito Constitucional_

Foto: Alan Santos/PR - Flickr Palácio do Planalto
                                                                                                                  Foto: Alan Santos/PR – Flickr Palácio do Planalto

O que o Brasil pode esperar da viagem do presidente Jair Bolsonaro

à Ásia e ao Oriente Médio?

 

Por Marcos Lima Mochila

 

O presidente Jair Bolsonaro chega na tarde deste domingo (20/10) a Tóquio para um giro pelo Leste da Ásia e do Oriente Médio.

Além de apresentar ao mundo o interesse do Brasil e o compromisso com a abertura e com o programa de reformas, o presidente viajou com a expectativa de que muitos acordos serão assinados.

“A expectativa é a melhor possível. Realizamos vários contatos e, com certeza,  muitos acordos serão assinados. O interesse não apenas nosso, mas da parte deles também. E vamos mostrar-lhes que o Brasil está aberto para o mundo. Não temos mais o viés ideológico para fazer negócios e a gente espera que seja uma viagem bastante proveitosa”, disse.

O presidente visitará o Japão, a China, os Emirados Árabes, o Catar e a Arábia Saudita e, entre outros acordos, o aumento das exportações da agro estão entre os objetivos de Bolsonaro.

Entre os compromissos do presidente durante a viagem está agendada a participação, no dia 22 de outubro, da cerimônia de entronização do imperador Naruhito, que se realizará no Palácio Imperial, na capital japonesa (Tóquio). “É um evento tradicional deles e eu quero sinalizar, com nossa presença, que nós temos carinho e consideração, que eu sempre tive particularmente com o Japão”, afirmou Bolsonaro.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores a viagem à China marca os 45 anos de retomada das relações diplomáticas entre os dois países e se insere em três áreas prioritárias na relação bilateral: ampliação e diversificação das exportações brasileiras; atração de capital e investimentos chineses para o Brasil, especialmente para os projetos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI); e cooperação na área de ciência e tecnologia.

Já na passagem pelo mundo árabe, com escalas nos Emirados Árabes Unidos, Catar e Arábia Saudita, a pauta brasileira, de acordo com o Itamaraty, também tem um viés comercial com destaque para o aumento das exportações da agropecuária brasileira, a atração de investimentos para os projetos de concessão e privatização de ativos do PPI e o interesse árabe na indústria de defesa do Brasil.

“Vamos dividir nossas riquezas com aqueles que acreditam no Brasil. Precisamos expandir as parcerias do nosso país. Só assim aumentaremos as opções e as oportunidades de negócios internacionais”, esclareceu o presidente Bolsonaro.

O retorno ao Brasil será no fim do mês.

Presidente visitará cinco países, com foco em pauta comercial

20 10 BOLSO IAGEM 1

Por Agência Brasil  Brasília

Postado por Marcos Lima Mochila

 

O presidente Jair Bolsonaro iniciou ontem (19) uma viagem de dez dias na busca de reforçar laços comerciais com parceiros do Leste da Ásia e do Oriente Médio. Ele terá compromissos no Japão, na China, nos Emirados Árabes Unidos, no Catar e na Arábia Saudita. Segundo integrantes do governo, o presidente quer sinalizar para o mundo que o Brasil está comprometido com a abertura econômica, com o ambiente de negócios e com o programa de reformas.

Bolsonaro saiu da Base Aérea de Brasília às 22h deste sábado. Depois de escalas em Lisboa (Portugal) e Nursultan (Cazaquistão), ele chega a Tóquio, às 13h de hoje (20), horário local. A programação do presidente brasileiro inclui o evento de entronização do imperador Naruhito, na terça-feira (22).

Na quarta-feira (23), Bolsonaro participará de um banquete oferecido a todos os presidentes pelo primeiro-ministro japonês Shinzo Abe. No mesmo dia, haverá uma reunião de Bolsonaro com os membros do grupo de notáveis, formado pelos dirigentes das principais empresas do Japão (Mitsui, Toyota, Honda, Mitsubishi, dentre outras).

Na quinta-feira (24), a delegação brasileira segue para Pequim. Na China, Bolsonaro cumprirá programa de encontro com autoridades do país asiático, em 24 e 25 de outubro. Na visita à China, o presidente dará prosseguimento a uma extensa agenda de visitas mútuas de autoridades dos dois países.

Juntos, Japão e China têm um estoque de US$ 100 bilhões em investimentos no Brasil. A Ásia lidera as exportações e importações brasileiras. Só nos primeiros nove meses de 2019, 40% das exportações brasileiras foram destinadas à região, ao mesmo tempo em que 33% das importações brasileiras vieram da Ásia.

Em seguida, no sábado (26), Bolsonaro segue para Abu Dhabi, dando início à metade árabe da viagem. Depois da visita aos Emirados Árabes Unidos, o presidente segue para Doha. Ele passa a manhã e a tarde do dia 28 na capital do Catar e, em seguida, embarca para Riad, na Arábia Saudita, onde fica até o dia 30.

Na passagem pelo mundo árabe, a pauta brasileira também tem um viés comercial, de acordo com o Itamaraty. Nesse sentido, o destaque fica para o aumento das exportações da agropecuária brasileira, a atração de investimentos para os projetos de concessão e privatização de ativos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), além do interesse árabe na indústria de defesa do Brasil.

Edição: Wellton Máximo

IMG-20191019-WA0106

Bolsonaro inicia neste sábado viagem de 2 semanas para 5 países da Ásia e do Oriente Médio. Japão, China, Emirados Árabes, Catar e Arábia Saudita estão no roteiro de quase duas semanas. Viagem busca intensificar relações com países e divulgar privatizações.
[19/10O presidente Jair Bolsonaro embarca na noite deste sábado (19) para uma viagem internacional de quase duas semanas. O roteiro inclui Japão, China, Emirados Árabes, Catar e Arábia Saudita. O retorno a Brasília está previsto para o dia 31.

Segundo o governo, o giro por Ásia e Oriente Médio tem o objetivo de intensificar relações com países das regiões e de divulgar oportunidades de investimentos no Brasil, como o programa de concessões e privatizações, o PPI.

A viagem também busca ampliar as vendas de produtos agropecuários brasileiros, já que países asiáticos e árabes são grandes compradores de soja e carne, por exemplo, e de defesa. Segundo Bolsonaro, há interessados no novo cargueiro KC-390.

Durante a semana, Bolsonaro declarou que a expectativa da viagem era a “melhor possível”, com a possibilidade de assinar acordos com os países visitados.

“Há interesse da parte deles, não é nossa apenas. O Brasil está aberto para o mundo. Não temos mais o viés ideológico para fazer negócios e a gente espera que seja uma viagem bastante proveitosa”, declarou o presidente.

Comitiva

Bolsonaro tem previsão de decolar às 22h deste sábado com destino ao Japão, o primeiro dos quatro países visitados. Ao longo do giro internacional, a prévia da agenda do presidente reserva encontros com empresários, integrantes de famílias reais e líderes políticos, como o presidente da China, Xi Jinping.
De acordo com o Palácio do Planalto, a comitiva oficial do presidente durante o roteiro terá 20 integrantes, entre os quais, assessores, parlamentares, o governador do Acre, Gladson Cameli (PP), e seis ministros:

Ernesto Araújo (Relações Exteriores)
Onyx Lorenzoni (Casa Civil)
Tereza Cristina (Agricultura)
Osmar Terra (Cidadania)
Bento Albuquerque (Minas e Energia)
Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)

As capacitações acontecem nas cidades de Recife, Porto de Galinhas e Gravatá

19 10 TURISMO

Por Marcos Lima Mochila

 

Com a gradual retomada da empregabilidade no comércio e a crescente competitividade do mercado de trabalho, os cursos de capacitações são uma alternativa para se destacar. Pensando nisso, o Instituto Fecomércio-PE, a ABIH, a ABRASEL e o Sebrae estão oferecendo cursos voltados ao aperfeiçoamento e gestão no turismo. As capacitações acontecem nas cidades de Recife, Gravatá e Porto de Galinhas e são para os profissionais que querem se especializar e para quem está querendo entrar no segmento.

Divergindo do momento econômico brasileiro, o setor de turismo no país faturou R$20,4 bilhões em julho de 2019, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). “O crescimento do faturamento mensal no país está em sintonia com o momento do setor em Pernambuco. Aliado a isso, está a chegada do verão, que naturalmente impulsiona esse mercado. Como o estado está com um nível de empregabilidade baixo, os cursos oferecem especializações para esses profissionais fazerem a diferença no mercado de trabalho”, explica a diretora executiva do Instituto Fecomércio-PE, Brena Castelo Branco.

As capacitações são de camareira, aperfeiçoamento para garçom, manutenção de piscina, gestão de vendas, gestão de pessoas, manipulador de alimentos, atendimento ao cliente e liderança coach. As aulas começam neste mês e se estendem até dezembro. São 25 vagas disponíveis por curso.

Para mais informações e inscrições, os interessados podem contatar a ABIH pelos telefones (81) 3465-7903 e (81) 98599-3220.

Serviço

Capacitações para o turismo

Recife

Vendedor que dá resultado – 21 a 24/10

Camareira: Técnicas de limpeza e arrumação – 22 a 28/10

Gestão de Pessoas e Equipes Na Medida – 28/10 a 01/11

Aperfeiçoamento para garçom –28/10 a 01/11

Boas Práticas no Manuseio de Alimentos – Manipulador – 18 a 22/11

Atendimento ao Cliente – 25 a 28/11

Camareira: Técnicas de limpeza e arrumação – 25 a 29/11

Boas Práticas no Manuseio de Alimentos – Manipulador – 02 a 06/12

Atendimento ao Cliente – 16 a 19/12

Liderança Coach: desenvolvendo competências para obter resultados – 09 a 12/12

Aperfeiçoamento para garçom – 09 a 13/12

 

Porto de Galinhas

Aperfeiçoamento para garçom – 22 a 28/10

Vendedor que dá resultado – 28 a 31/11

Gestão de Pessoas e Equipes Na Medida – 18 a 22/11

Aperfeiçoamento para garçom – 18 a 22/11

Atendimento ao Cliente – 18 a 21/11

Atendimento ao Cliente – 25 a 28/11

Camareira: Técnicas de limpeza e arrumação – 25 a 29/11

Limpeza, tratamento e manutenção de piscinas – 25/11 a 06/12

Liderança Coach: desenvolvendo competências para obter resultados – 02 a 05/12

Boas Práticas no Manuseio de Alimentos – Manipulador – 02 a 06/12

Camareira: Técnicas de limpeza e arrumação – 02 a 06/12

 

Gravatá

Boas Práticas no Manuseio de Alimentos – Manipulador – 21 a 25/10

Camareira: Técnicas de limpeza e arrumação – 22 a 28/10

Limpeza, tratamento e manutenção de piscinas – 18 a 29/11

Aperfeiçoamento para garçom – 25 a 29/11

Gestão de Pessoas e Equipes Na Medida – 28/10 a 01/11

Atendimento ao Cliente – 11 a 14/11

Vendedor que dá resultado – 02 a 05/12

Liderança Coach: desenvolvendo competências para obter resultados – 09 a 12/12

Informações: Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) em Pernambuco

Av. Eng. Domingos Ferreira, 4023 – sala 302 | Boa Viagem

(81) 3465-7903 ou (81) 98599-3220

Projeto de Lei tramita na Alepe por proposição do deputado estadual Isaltino Nascimento

18 10 FESTA DO MORRO DA CONCEIÇÃO

Por Marcos Lima Mochila

 

Está em tramitação na Assembleia Legislativa de Pernambuco o projeto de lei que institui a festa do Morro da Conceição como patrimônio cultural imaterial de Pernambuco. O projeto é do deputado Isaltino Nascimento, que pretende com isso enaltecer e salvaguardar uma das maiores e mais bonitas festas religiosas do Estado.

O projeto que visa titular a Festa do Morro da Conceição como Patrimônio Imaterial de Pernambuco foi encaminhado pela CCLJ para a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco em março de 2018. Na época, a Fundarpe emitiu nota técnica fundamentando a importância da Festa do Morro para os pernambucanos concluindo que o evento “é um bem cultural que atende aos requisitos para ser considerado Patrimônio Cultural Imaterial de Pernambuco, pois é uma celebração portadora de valores, herança cultural e religiosa, e práticas que consubstanciam toda uma dinâmica ligada ao Patrimônio Cultural pernambucano nas suas dimensões material e imaterial”.

Agora serão feitas as discussões do PL nas comissões da casa e seguirá para votação no Plenário. “Estamos ansiosos porque a festa do Morro é um momento muito rico de celebração e tradição para nós, que leva milhares de fiéis ao santuário. Mais especial ainda porque sou da região, nasci e fui criado no Alto José do Pinho, aos pés de Nossa Senhora da Conceição”, explica Isaltino.

Festa do Morro

Já são 115 anos da Festa do Morro, que teve início em 08 de dezembro de 1904, quando foi inaugurado o monumento à Nossa Senhora da Conceição por cerca de 20 mil pessoas, uma multidão sem precedentes, considerando os 120 mil habitantes do Recife da época. Assim começava uma tradição secular de romarias e pagamento de promessas. Desde então, a data se tornou feriado municipal. A imagem de 5,5 metros de altura com 1806 kg foi trazida da França por navio e representa Maria Santíssima, toda vestida de branco, envolvida em um manto azul.

A Festa do Morro da Conceição, nasceu, por assim dizer, da conjugação das muitas individualidades, das mais íntimas relações com o sagrado e o profano, num cenário onde não se pode ignorar o sincretismo de culturas, de povos, de tradições religiosas, católicas ou não. É uma festa em que se avista um mar de devotos e de espontaneidades que se somam a gente agradecida, esperançosa, resignada e devota à santidade, à imagem, à santa, ao que ela representa.

O Recife recebe milhares de devotos e o morro todo se veste de azul e branco para homenagear Nossa Senhora da Conceição. Missas, procissão e shows são realizados e há toda uma mobilização para dar a estrutura para a realização do evento, incluindo fiscalização, transporte, trânsito e segurança.

“É um sentimento muito peculiar para o povo pernambucano, e nordestino, sendo um marco para toda essa região, um referencial cultural, histórico, religioso, arquitetônico, artístico e paisagístico do estado”, finaliza Isaltino.

Contato imprensa FUNDARPE: Michelle Batista (81) 3184.3118

Contato imprensa ISALTINO NASCIMENTO:

Raphaela de Paula (81) 99452.7439

IMG-20191018-WA0252
A Prefeitura Municipal de Camaragibe, por meio da Secretaria de Saúde e Diretoria de Atenção Primária, vem informar que neste sábado (19) será o Dia D da Vacinação contra o Sarampo no município. Portanto, todos os postos de saúde da cidade estarão vacinando especificamente o *grupo prioritário*, que são as crianças de *6 MESES A 5 ANOS INCOMPLETOS DE IDADE*.

Ressaltamos que Camaragibe recebeu do Ministério da Saúde apenas 900 doses da vacina, o que pode ser considerado um número pequeno, em comparação com o tamanho da cidade. Visando melhor atender a população como um todo, a prefeitura procurou abastecer com doses postos em toda a área da cidade. A vacinação começa às 8h e seguirá até às 17h.
Gratos pela compreensão.

Prefeitura Municipal de Camaragibe

Evento que abre o Circuito Cultura de Pernambuco 2019 acontecerá entre os dias 24 e 27 de outubro em Arcoverde

18 10 ARCOVERDE

Por Marcos Lima Mochila

 

Terra de cantadores e de poetas, o município de Arcoverde sediará entre os dias 24 e 27 de outubro a terceira edição da Feira Literária do Sertão (Felis), uma co-realização da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e do Coletivo Cultural de Arcoverde (Cocar). O evento é o primeiro a ser realizado dentro do Circuito Cultural de Pernambuco, que reúne ações da Cepe, Secretaria de Cultura de Pernambuco e Fundarpe nas diversas linguagens artísticas. Serão mais de 40 horas e quase 60 atividades dentro de uma programação totalmente gratuita, que abrirá espaço para lançamentos de livros de autores locais e convidados, palestras, rodas de conversas, debates, apresentações musicais, oficinas, teatro, dança e gastronomia.

A programação da 3ª Felis foi apresentada nesta quarta-feira (16), em coletiva de imprensa que aconteceu no auditório da Secretaria de Educação de Arcoverde e que contou com a participação do superintendente de Marketing e Vendas da Cepe, Tarcísio Pereira; do diretor do Cocar, Kleber Araújo; do vice-prefeito de Arcoverde, Wellington Araújo e da secretária de Educação do município, Zulmira Cavalcanti.

Com o tema Literatura, Preservação e Memória, a Felis aportará na Praça Winston Siqueira – principal espaço de lazer da cidade -, ocupando também outros espaços, como a feira livre, que receberá intervenções com a participação de poetas do município, Pesqueira e Alagoinha. “O atual momento político do Brasil e do mundo reflete uma tendência ao revisionismo da história e a literatura pode ser um grande antídoto à tentativa de se apagar o passado. Há também uma discussão local que a Felis propõem uma reflexão geral: estamos cuidando da nossa memória patrimonial?”, destacou Kleber Araújo.

Neste sentido, a Feira Literária do Sertão pretende reunir secretários de Educação, universidades e gestores do Sertão do Moxotó para debater sobre políticas públicas alinhadas à produção literária, estímulo à leitura e fomento às bibliotecas enquanto espaços de preservação do saber coletivo. Nesta terceira edição, o Arquivo Público de Pernambuco se incorpora à feira para levar documentos e registros históricos fundamentais para a região, estimulando ainda um debate em torno da memória e literatura. Na construção desse diálogo, está prevista a participação efetiva das cidades da região, bem como de outros municípios sertanejos, como São José do Egito, Pedra, Buíque.

Convidados

18 10 MIRÓMiró da Muribeca, considerado um dos mais inventivos poetas contemporâneos do Brasil, recentemente homenageado pela 14ª edição da Balada Literária (Biblioteca Mario de Andrade/SP);18 10 MARILEIDE ALVES

Marileide Alves, autora do livro Povo Xambá resiste – 80 anos de repressão aos terreiros em Pernambuco, finalista do Prêmio Jabuti; a escritora Ezter Liu (primeira mulher a receber o título máximo do Prêmio Pernambuco de Literatura), o Coco Trupé de Arcoverde estão entre as atrações da programação.18 10 ZÉ BROW

A 3ª Felis ainda acolherá debates importantes, como a oralidade e a preservação da cultura levando os rappers Zé Brown, Nix La Marge, MC Laranjão, entre outros convidados. “A Felis é um evento que a Cepe resolveu abraçar porque temos uma preocupação que vai além do livro. Queremos estimular e dar espaço a todos que criam”, disse Tarcísio Pereira.

Serviço

3ª Feira Literária do Sertão

Tema: Literatura – Preservação & memória

Local: na Praça Winston Siqueira, em Arcoverde

Período: de 24 a 27 de outubro

Programação Felis – 3ª Feira Literária do Sertão

Dia 24 – Quinta-feira

14h Abertura da feira

16h Diálogo Políticas públicas do livro, leitura, literatura e bibliotecas, troca de experiências sobre o projeto Ler Bem entre secretários de educação da região, gestores de escolas e universidades. Mediação da secretária de Educação de Arcoverde, Zulmira Cavalcanti

17h Exposição Memória (Exposição do Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano)

18h30 Palestra Projeto Remissão de pena pela leitura (Participação de representantes da Gerência de Políticas Educacionais de Jovens Adultos e Idosos: Stella Campos Socorro Santos, Liliane Siqueira e Elen Nayara)

– Lançamento do livro de poemas de Juliana Aguiar, Encadeia, confeccionado por adolescentes da Funase de Arcoverde

18h30 Exposição da oficina de encadernação, com mostra de trabalhos no estande da Cocar

19h30 Solenidade de abertura, que contará com leitura da aluna da rede pública municipal Steffany Maria, e apresentação da Orquestra Filarmônica Amusa

20h30 Lançamento do livro Nação avacalhada e pocket show com o compositor Anchieta Dali

 

Dia 25 – Sexta-feira

9h Palestra A leitura como forma de existir e não apenas de resistir, ministrada pela professora de língua portuguesa e de literatura e cultura brasileira na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Haidée Camelo Fonseca, para coordenadores de escolas municipais (Local: Auditório da Secretaria de Educação)18 10 EZTER LIU

9h30 Projeto Outras palavras – Conversa com a escritora Ezter Liu (vencedora do Prêmio Pernambucano de Literatura). Participação de alunos do Ensino Médio das redes pública e privada.

– Vivência com o MC Magoo/Ponto de cultura Eco da Periferia do Grupo Pé no Chão

16h Diálogo Mulher e literatura – leituras e diálogos de enfrentamento e resistências (Participação da Secretaria Estadual da Mulher, Gerência Regional da Mulher, Coordenadoria da Mulher – PMA, Núcleo de Estudo de Gênero da Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde (Aesa)

– Lançamento do livro Lembranças dos caminhos e descaminhos da escola na vida de mulheres negras de Buíque-PE, de 1980-1990, de Irailda Leandro

18h Bate papo sobre o livro Teresa Costa Rêgo: uma mulher em três tempos, do jornalista Bruno Albertim

18h30 Apresentação Literatura Popular, com alunos do curso de Letras – Aesa

19h Diálogo Memória x literatura com a participação de professores e alunos do curso de História da Aesa; Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano. Debatedores: diretor do Arquivo Público, Evaldo Costa, e o professor da Aesa José Nogueira

– Lançamento do livro Cadernos de pesquisas em cultura, política, educação e diferenças, dos professores Augusto Cesar Acioly e Simone Salvador

21h Lançamento-palestra do livro To be human – O gênero homo é, está, foi ou será o que não é agora?, com o autor Duda Gonçalves

21h30 Encontro Repente-Rap-Slam Oralidade e preservação da cultura, com discussão e apresentação artística (participação de Zé Brown, Nix La Marge, Renna Costa, Mc Laranjão, Markus Lee, Jessica Caitano e Andreza Kamylle

18 10 FEITICEIRO JULIÃO22h30 Apresentação musical Feiticeiro Julião

 

Dia 26 – Sábado

10h Intervenção Poética Feira Livre, com o Grupo de Poesia do Sertão

11h XI Festival de violeiros, com apresentação de duplas de violeiros

14h Bate-papo sobre o livro Povo Xambá resiste: 80 anos da repressão aos terreiros em Pernambuco, com a autora Marileide Alves

16h Grupo de leitura Ler pra que? Vai discutir sobre o livro Talvez precisemos de um nome para isso, de Stephanie Borges (participação da representante da Cepe Giselle Melo e Espaço da Palavra, coletivo literário)

17h30 Diálogo Alimentação e identidade (participação do jornalista Bruno Albertim e do chef César Santos)

18h30 Diálogo Audiovisual e literatura, com o roteirista Nelson Caldas e a cineasta Kátia Mesel

20h Lançamento do livro Teorias de um louco, com o autor Marcos Nascimento

20h30 Performance poética com Miró da Muribeca

21h Lançamento de Cd com homenagem aos 70 anos do poeta Antônio Francisco

– Lançamento do CD Cantigas do poeta – Kleber Araújo interpreta Antônio Francisco, com homenagem aos 70 anos do poeta, que estará presente. Participação de poetas convidados: Diosman Avelino, Moisés Avelino, Maira Tenório, Andreza Kamylla, Maria das Montanhas, Tayná França

22h Apresentação musical de Neudo Oliveira

Dia 27 – Domingo

15h Apresentação cultural da Banda de Pífano, Boi Cafuné, Performance Otaviano Filho e Microfone Aberto

16h30 Projeto Café em Cena / Diálogo: O papel da literatura na sociedade contemporânea, com a participação de escritores de Arcoverde: Claudiney Mendes, Clécia Pereira, Juliana Aguiar e Raul Silva

19h Mama – Mostra Arcoverdense de Música Autoral (participação de Felipe Moraes, George Silva, Noé Lira, Leandro Vaz, Orlando Melo, Neguinho Arcoverde, Cultura Urbana, Cição, O mago, Alberone, C*zar, Lula Moreira, Johsi Guimarães)

20h Encerramento com apresentação musical do grupo Coco Trupé de Arcoverde

Programação Infantil – Felisinho

Dia 24 – Quinta-feira

14h Contação de histórias (participação de Voyle Arte com a Saia Literária)

15h Samba de coco (participação Escola Freire Filho)

15h Exposição Projeto Brincadeiras da Cultura Popular (participação Aesa – pedagogia)

16h Contando e aprendendo os mitos indígenas de Pernambuco (contação de histórias (participação Márcia Moura)

16h Atividades lúdicas (participação Grupo Recriar)

18h Contação de histórias (participação Katia Katita)

Dia 25 – Sexta-feira

9h30 Outras palavras (participação de alunos das redes pública e privada)

14h Exposição Cartoneira (participação do projeto Pequenos Escritores)

14h Contação de histórias de O sapo Bocarrão

15h30 Contação em cordel: A formiga surfista e outros contos (participação Suzana Morais)

16h Atividades lúdicas (participação do Grupo Recriar)

16h30 Apresentação teatral (participação do Grupo Cardeal)

18h Espetáculo teatral A menina que corria para trás

18h30 Contação de histórias (participação Aesa – pedagogia)

19h Exposição Projeto Brincadeiras da Cultura Popular (participação Aesa – Pedagogia)

Dia 26 – Sábado

14h Exposição Cartoneira (Projeto Pequenos Escritores)

14h Visita à feira (Crianças da Comunidade do Peba)

15h Contação de histórias com Voyle Arte com a Saia Literária

15h Intervenção lúdica com o Grupo Passo Virado

15h30 Contação de histórias com Márcia Moura

16h Relato de um povo, histórias de muitas vidas – declamações com a professora indígena Clenia Suseane

16h Oficina Fabrincando, com o grupo Riso da Terra

16h30 Teatro de marionetes, com o grupo Flor de Lis

17h Jogos e brincadeiras populares (participação pedagogia Aesa)

Dia 27 – Domingo

14h Exposição Cartoneira (participação do Projeto Pequenos Escritores)

15h Exposição fotográfica: O lugar onde moro, com crianças da Comunidade do Peba

15h Intervenção lúdica com o Grupo Passo Virado

15h30 Oficina Fabrincando com o Grupo Riso da Terra

16h – 17h O cabra que calculava livros que voam, com o Grupo Pitorescos em Cena (CDCA)

Telefones para entrevistas:

Kleber Araújo (Cocar) – 81.98854-0661

Tarcísio Pereira (Cepe) 81.98628-5873

Assessoria de Imprensa CEPE: (81) 3183-2770

Fechar