Recentemente, na edição 112, a Revista Total publicou uma grande matéria sobre o grande empresário, de autoria de nosso redator-chefe Marcos Lima Mochila, que trabalhou com o empresário por oito anos, no segmento de transporte rodoviário de cargas

Por Redação

.

Morreu na noite deste sábado (29) o empresário e ex-deputado federal Camilo Cola. O empresário morreu de causas naturais, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim (ES).

Camilo ganhou notoriedade nacional por fundar a Viação Itapemirim, em 1953. Após décadas sendo administrada pela família Cola, a empresa foi vendida para outro grupo empresarial em 2017. Além de empresário, Camilo Cola foi deputado federal pelo Espírito Santo entre 2007 e 2015.

Em 2020, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o homenageou com a Medalha de Mérito Mauá. A comenda simboliza o reconhecimento das personalidades por sua contribuição ao desenvolvimento e progresso do setor de infraestrutura e do país. Esta homenagem foi registrada pela Revista Total, em sua edição 112, em matéria assinada pelo redator-chefe Marcos Lima Mochila, que teve a honra de trabalhar com o empresário, como coordenador de vendas dos Estados de Alagoas ao Rio Grande do Norte, por 8 anos, na década de 1990.

No Twitter, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, lamentou a morte de Cola e anunciou luto oficial de três dias no estado.

Filho de imigrantes italianos, Camilo nasceu em Conceição do Castelo, na região Serrana do Espírito Santo. Aos 18 anos se alistou ao Exército e integrou o pelotão de combatentes que lutou na 2ª Guerra Mundial. Ao retornar ao Brasil, Camilo conseguiu um empréstimo para comprar seu primeiro caminhão dando início a Viação Itapemirim, criada oficialmente em 1953.

A Revista Total apresenta as suas condolências à família e amigos de ‘seu’ Camilo, e lamenta o seu falecimento.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar