Deputado estadual, secretário, deputado federal, vice-governador, governador e ministro, Mendonça Filho possui um currículo que poucos políticos apresentam no Brasil, pois além da experiência em cargos públicos, Mendonça é administrador de empresas pela UPE com especialização em Gestão Pública em Harvard.

Quando muitos deram sua carreira política como encerrada quando não se elegeu senador nem conseguiu voltar à Esplanada dos Ministérios, eis que Mendonça conseguiu o apoio formal de pelo menos quatro partidos, o PL, PTB, PSDB e Democratas e poderá receber mais alguns apoios até o próximo dia 16.

Diferentemente de 2008 e 2012 quando tentou a prefeitura contando apenas com seu partido na primeira ocasião e com o nanico PMN na segunda, Mendonça vai para o jogo com a expertise de ter sido ministro da Educação e com uma ampla frente política. Será uma oportunidade ímpar de virar o jogo em relação aos quatro pleitos majoritários anteriores e fazer jus a sua persistência, que é uma virtude na política, uma vez que time que não joga não tem torcida.

Mendonça apostará na experiência como gestor e na capacidade de ser o prefeito do pós-Covid-19, que exigirá da próxima gestão muita capacidade de fazer mais com menos e manter a roda girando depois de um ano péssimo para o mundo e no Recife não foi diferente.

blog do Edmar Lyra

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar