O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco (Sinjope) vem, mais uma vez, repudiar às agressões que profissionais da imprensa pernambucana vêm sofrendo no momento em que desempenham seu trabalho. Algo que vem acontecendo em todo Brasil, em uma flagrante ameaça à liberdade de imprensa e à democracia. Jornalistas vêm sendo agredidos verbalmente e fisicamente por pessoas desconhecidas sem que nada tenha sido feito para justificar essas agressões. A vítima mais recente foi o repórter Danilo Cesar, da TV Globo.

Na última quinta-feira, ele estava gravando uma reportagem no centro do Cabo de Santo Agostinho, quando um homem se aproximou e o empurrou sem que o jornalista lhe tivesse dado nenhum motivo para a agressão gratuita. Depois do empurrão, Danilo esbarrou no cinegrafista, o que o livrou de cair no chão. Junto ao agressor, um grupo de pessoas filmando a ação, xingando os profissionais e mandando que saíssem do local.

A cena nos remete a outras que vêm se repetindo Brasil a fora, estimuladas pelas agressões que os profissionais de imprensa e os meios de comunicação vêm sofrendo diariamente das autoridades da Nação. O que esperar de apoiadores de um presidente que xinga os jornalistas de mentirosos, os acusa de fazerem perguntas idiotas e afirma que os meios de comunicação são algo pior que lixo?

Agressões contra jornalistas devem ser repudiadas pela covardia do ato, por ferir a liberdade de imprensa, o estado de direito e a democracia. Elas não podem ser toleradas em nenhuma sociedade que se diz civilizada. Cabe a nós, jornalistas, repudiarmos essas agressões e nos unirmos contra qualquer ameaça ao nosso trabalho.

Recife, 04 de junho de 2020

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar