Foto: Divulgação/Blog Dantas Barreto

O apoio do PSB ao candidato do Republicanos em Camaragibe, Diego Cabral, deve garantir a vice ao vereador Paulo André. O parlamentar disputava com Ednaldo Moura quem seria o candidato do PSB, mas ambos projetos sucumbiram. Ednaldo fez uma pré-campanha com críticas à gestão da prefeita Nadegi Queiroz (Rep) e agora não tem como compor a chapa de Diego. E também não pode se candidatar a vereador porque atraiu lideranças para a chapa proporcional, assegurando que concorreria para prefeito.

A aliança entre Republicanos e PSB foi firmada, nesse sábado (6), com as presenças do prefeito do Recife, João Campos, e do ministro Silvio Costa Filho (Rep). Essa era uma questão que vinha sendo tratada diretamente entre Silvio e João, já que Camaragibe é única cidade administrada pelo Republicanos, na Região Metropolitana, e o partido quer mantê-la. O prefeito recifense acatou o pedido do ministro e justificou a decisão afirmando que Diego Cabral é um líder promissor.

Apesar de o acordo entre os dois partidos vir sendo especulado há alguns dias, tanto Paulo André quanto Ednaldo Moura continuavam a demarcar espaço. Na última  quarta-feira, inclusive, Paulo chegou a receber o apoio do ex-prefeito João Lemos, que abriu mão da candidatura pelo Solidariedade. O ato contou com as participações do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, e do deputado federal Pedro Campos. Mas ficou por aí e, três dias depois, o vereador também foi retirado da disputa pela Prefeitura de Camaragibe.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar