Referência no combate aos maus-tratos aos animais em Pernambuco, o vereador Anderson Correia recebeu uma denúncia de um atropelamento de um cachorro, que aconteceu em Paudalho, município da Zona da Mata pernambucana. O também advogado animalista foi, então, ao local para apurar os fatos e atuar no caso, ao lado da Polícia Civil, para que fosse identificado o condutor do veículo, fazendo com que o mesmo possa ser responsabilizado pelo ato criminoso.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Paudalho, Marcos Roberto da Silva, já foi aberto um inquérito policial, onde já foram ouvidas algumas pessoas, como o tutor do animal, e o acusado já foi identificado e será intimado até esta sexta-feira (14), para se apresentar e dar esclarecimentos à Polícia Civil, que está com imagens de uma câmara de segurança, mostrando como foi o atropelamento.

“O que aconteceu em Paudalho foi um absurdo. Uma maldade humana inacreditável. As imagens são claras e mostram que o acusado atropelou o animal por querer, e isso não pode ficar impune. Parabéns ao trabalho da Polícia Civil, na pessoa do delegado Dr. Marcos, que se empenhou em identificar o acusado. Agora é seguir os trâmites do inquérito policial, lembrando que esse crime é considerado maus-tratos, que dá de três a cinco anos de reclusão, mas como o animal morreu, essa pena aumenta para seis anos. Estamos aqui para coibir os maus-tratos seja aonde for”, destacou Anderson.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar