Um conglomerado de veículos de comunicação criado pelo Grupo TOTAL para cobrir o Brasil de ponta a ponta

Por Marcos Lima Mochila

.

            A Revista Total, desde que foi lançada, há 17 anos, com a impressão de sua Edição 001 ocorrida em 2004, até hoje, mantém o mesmo desejo: crescer.

            É que seu criador, o hoje diretor-presidente Marcelo Mesquita, desde que a concebeu já pensou em algo muito grande.

            Como filho de Vitória de Santo Antão, município da Zona Mata Sul de Pernambuco, distante a apenas 50 km da capital, Recife, ele poderia ter se contentado em criar uma revista na qual pudesse contar lorotas ou, querendo ser mais sério, falar da política local, da sociedade vitoriense, das grandes indústrias de lá, como a mundialmente famosa Pitu e ficar por ali, já que a revista desde que nasceu é distribuída gratuitamente. Mas ele não queria só isso, não criou o seu veículo apenas para isso. Ele a queria como a concebeu: um grande veículo de notícias, que se fundamentasse na publicação de informações sérias e verdadeiras.

Visão Premonitória

            Marcelo Mesquita, desde cedo, mostrou-se portador de uma grande visão premonitória. Após dois anos de lançamento de sua revista, ele se meteu no meio da grande imprensa pernambucana, em 2006, e já chegou contradizendo todo mundo: jornalistas afamados, institutos de pesquisas, cientistas políticos, estudiosos, que prognosticavam que um ‘tal’ de Eduardo Campos, neto de Arraes, queria ser governador, mas não tinha a menor chance para isso. Afinal, as pesquisas apontavam que aquele outro ‘enxerido’ tinha menos de 3% das intenções de voto. E alguns, sarcasticamente, até faziam piadas, gozavam o ‘pobre’ candidato – como fizeram com Bolsonaro, em 2018, por exemplo.

            Aí o matuto vitoriense saiu na frente de todo mundo, estampou uma matéria de capa que, a alguns, fez rir e, a outros, fez chamá-lo de doido varrido, dizendo que “Eduardo Campos ganhará as eleições de 2006 e será o próximo governador de Pernambuco”.

            E sabem o que aconteceu? O homem ganhou mesmo e repetiu a dose 4 anos depois, sendo um dos melhores governadores do Estado.

Reconhecimento

            Como grande estadista e um homem público que sabia reconhecer o valor das pessoas realmente capazes, o aí então já governador de Pernambuco, Eduardo Campos, afirmou:

“… e há um detalhe importante que eu gostaria de frisar: destaco o potencial do grupo da Revista Total e, no Palácio do Campo das Princesas, quero aproveitar o potencial de Marcelo Mesquita, um jovem que faz um trabalho como este não pode ficar de fora do meu governo”.

O surgimento da ‘Revista dos Municípios Brasileiros’

            Passaram-se os anos mas não passou o desejo de Marcelo fazer a sua revista se incluir entre as maiores do país. Correndo sempre por fora, ele conquistou Pernambuco e transformou seu veículo na “Revista dos Municípios Pernambucanos”.

            Em 2018, um ano de eleições majoritárias, a revista já contava com uma grande equipe de profissionais da Comunicação, tendo entre eles o competentíssimo Márcio Maia; o conhecido jornalista esportivo Marcos Lima Mochila (que ele incentivou a escrever sobre Política); um dos maiores designers do Brasil, Sandemberg Pontes; e diversos colaboradores espalhados pelo Brasil inteiro.

            Marcelo colocou a sua equipe em campo que, através dos Estudos Técnicos – um método a que ele teve acesso na Europa e nos Estados Unidos, conhecido como Futurismo -, pressentiu que o Brasil inteiro queria mudanças, queria afastar a velha política e trazer gente da nova política embora, em Pernambuco, o povo quisesse continuar com a herança de Eduardo Campos.

            Marcelo, novamente, lançou edições históricas: numa dessas, ele e sua equipe produziram uma matéria de capa de 16 páginas, com 8 contando tudo sobre o homem candidato e 8 mostrando uma lista de todas as obras que realizou em Pernambuco na 1ª gestão e, com coragem, afirmou que Paulo Câmara, então com um alto índice de rejeição, seria reeleito. E no 1º turno.

            Resultado: o homem foi reeleito no 1º turno, com 50,7% dos votos válidos. Além disso, nessa edição, a 101, a equipe da Revista Total teve 98,9% de acertos, com os prognósticos de vitória do governador (Paulo Câmara), dos dois senadores (Jarbas Vasconcelos e Humberto Costa) e a maioria dos deputados federais e estaduais de Pernambuco.

            Na outra edição, ele garantiu que o outro candidato – a presidente -, que não teria condições de ser nem vereador, segundo os maiores críticos e cientistas políticos de todo o país, um deputado do baixo clero chamado Bolsonaro, ganharia a eleição. E o homem ganhou.

            Esses seus acertos premonitórios, começou a chamar a atenção do Brasil inteiro e ele passou a ser chamado para proferir palestras, aconselhar candidatos, a assessorar outros e foi descoberto – até que enfim! -, como um dos maiores marqueteiros políticos do país.

            No final de 2018, Marcelo foi para Brasília (DF), acompanhar a posse do pernambucano José Mucio Monteiro, no cargo de presidente do TCU.

            Aproveitou a mesma viagem para montar um escritório de representação na Capital Federal e aí começou a conquistar o Brasil.

            Passou a distribuir a Revista Total em Brasília, depois em São Paulo, em várias cidades dos Estados brasileiros e a transformou n“A Revista dos Municípios Brasileiros”.

            Uma das coisas que Marcelo também faz questão de sempre citar é a gratidão a todos que ajudaram a revista a crescer, inclusive de muitos políticos e empresários da sua cidade natal que foram focados em matérias e em matérias de capa da Revista Total, como os Ferrer, Aglailson Jr, José Aglailson Querálvares, Elias Lira, Paulo Roberto – o atual prefeito -, Henrique Queiroz e muitos outros. Henrique Queiroz, inclusive, foi o 1º político a abrir as portas para a Revista Total, tendo sido entrevistado e gerado uma grande matéria.  

            Bem, em termos de História, com H MAIÚSCULO, já basta, já podemos parar por aí.

            Basta não!!!

            Ele, que já tinha lançado um blog (Blog Revista Total) e um Portal (Difusão Brasil), para acompanhar esses tempos de alta tecnologia e de força das redes sociais, inventou agora de juntar tudo isto e está lançando um conglomerado de veículos de comunicação, numa nova empresa do grupo, a REDE TOTAL DE COMUNICAÇÃO BRASIL DE REVISTA, TV, RADIO, BLOG E PORTAL.

            Esta nova empresa, que agora se inclui também nos segmentos de rádio e tv, já dá os primeiros passos com uma rede de rádio e televisão em diversos pontos do país.

            E quer atrair parceiros, principalmente desses novos veículos, para cobrir o Brasil e desfazer o que dizem que Cabral fez há 521 anos.

            Cabral descobriu o Brasil.

            Marcelo Mesquita quer cobrir o Brasil de ponta a ponta, com vários veículos noticiosos e aumentar a história da revista pernambucana que nasceu na “Terra da Pitu” e também se espalhou pelo Brasil.

            Para tanto, ele – que já conta com dois importantes parceiros, representantes e distribuidores da Revista Total em Brasília –  DF (o empresário Joaquim Pereira Neto) e em São Paulo – Capital (o presidente da API-Associação Paulista de Imprensa, Dr. Sérgio Redó), também se aliou a um novo parceiro, o Dr. Túlio Marcelo Denig Bandeira, um dos maiores advogados do país, titular do escritório Bandeira Advogados Associados – Advocacia e Consultoria, que assume o cargo de diretor jurídico do Grupo Total, passando a representar a revista e sendo o responsável pela sua distribuição em Curitiba – PR, Foz do Iguaçu – PR, Santo Antônio do Sudoeste – PR, Cuiabá – MT, São Paulo – SP e Brasília – DF.

            Ao mesmo tempo, visando um mercado novo, mas dentro do mesmo segmento – a Comunicação -, está negociando a parceria com o presidente da ABLOJ – Associação Brasileira dos Locutores Lojistas e Comunicadores de Eventos, o radialista Jota Ferreira.

            E, sendo um indivíduo de poucas palavras, quando perguntamos como outros parceiros poderão se associar a esta nova empresa, ele é rápido e direto: “Basta apenas entrar em contato conosco pelo e-mail revistatotalmunicipios@gmail.com . A partir daí, a gente conversa e acerta o que é preciso. Um dos pontos principais é que os parceiros aceitem seguir os nossos termos de compromissos e princípios de ética perante a sociedade em geral. ”.              

Simples assim.

2 Comentários

  1. Pedro Roberto da Silva Sobrinho - Responder

    Muito boa a reportagem! Parabéns!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar