Em reunião com comerciantes do ramo de confecções e representantes de outros setores da economia de Santa Cruz do Capibaribe, a deputada Clarissa Tércio (PSC) ouviu as demandas, necessidades e dificuldades que eles vêm enfrentando em virtude aos impactos da pandemia e das novas medidas restritivas decretadas pelo Governo do Estado.

“Falta de água para atender à demanda dos moradores, falta de leitos de UTIs nos hospitais e de ambulâncias, assim como a falta de estrutura na área de saúde, já que os hospitais são insuficientes para suprir às necessidades da cidade e do seu entorno, foram alguns dos problemas apontados pelas pessoas com quem me reuni ontem. Sem falar nos prejuízos econômicos que a população vem sofrendo por conta das medidas restritivas na cidade”, destacou a deputada, acrescentando que Santa Cruz do Capibaribe é um município referência para Pernambuco por ser a maior produtora têxtil de Pernambuco e a segunda maior do Brasil, segundo o SENAI.
A parlamentar também se reuniu com o Síndico do Moda Center Santa Cruz, José Gomes Filho, conhecido como Menininho, que ressaltou a ausência de diálogo do Estado ao decretar as medidas restritivas no município, gerando impactos negativos nas vendas. A deputada conheceu todo o funcionamento do maior centro atacadista de confecções do Brasil. Ela também recebeu algumas demandas do Síndico do Moda Center, como os problemas da BR-104, em virtude da não conclusão das obras que estão paradas há anos, a cobrança pela permanência da operação Feira Forte e a inclusão do Moda Center em uma rota de turismo de compras, com divulgação apoiada pelo Governo estadual, como acontece em outros locais turísticos.
 
“Fiquei impressionada com o vazio do Moda Center Santa Cruz, que representa fonte de renda para milhares de pessoas e famílias que tiram das compras das feiras de Confecções o seu sustento.

De acordo com a assessoria do Moda Center, as feiras de confecções no Polo auxiliam na geração de mais de 150 mil empregos diretos e estima-se que mais de 1 milhão de pessoas tirem, de alguma forma, seu sustento a partir do comércio realizado nos centros de compras, a exemplo do Moda Center Santa Cruz.
O povo de Santa Cruz precisa retornar ao trabalho e às suas atividades urgentemente. Sabemos que esse isolamento social rígido não funciona como forma de controle ao vírus”, disse a parlamentar.
Na opinião de Clarissa, Pernambuco precisa de medidas mais eficazes voltadas ao enfrentamento da pandemia.

Foto: Daniel Robles.

Pernambuco em Pauta

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar