Humberto Martins, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu nesta sexta-feira (9), suspender a medida do Tribunal Regional Federal da 1ª Região que determinava lockdown no Distrito Federal.

Segundo o ministro, não cabe ao Judiciário decidir sobre as medidas tomadas pelo Executivo local no combate à pandemia da covid-19 e no reforço à economia.

“O Distrito Federal tomou decisão político-administrativa conciliatória dos relevantes interesses em conflito, com suporte em estudos técnico-científicos, sem descurar dos cuidados com a saúde pública e a importante preocupação com proteção da população contra a doença, mas também sem deixar de ter responsabilidade com relação ao regular funcionamento da economia na medida do possível, que, ao final, também diz respeito ao bem-estar dos cidadãos, o que ratifica a legitimidade de sua postura administrativa”, declarou o ministro.

Fonte: DFmobilidade

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar