O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo
Foto: Luis Echeverria/Reuters



Por Márcio Maia

A situação do chanceler Ernesto Araújo à frente do Ministério das Relações Exteriores está bastante complicada. O problema aumentou depois dele ter participado de uma reunião no Senado Federal, quando foi bastante questionado e criticado.
Vários senadores, inclusive do chamado Centrão, que hoje é a principal base política do presidente Jair Bolsonaro.
Araújo está sendo apontado por diversos setores da sociedade como responsável pela ausência de vacinas no País, por conta das críticas que ao Governo Chinês.
Alguns garantem que nem a amizade dele com os filhos do presidente Bolsonaro vai garantir sua continuidade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar