Por Márcio Maia

O importante projeto de construção do Arco Metropolitano, que vai resolver o grave problema de engarrafamentos no Recife, Jaboatão, Olinda, Paulista e Abreu e Lima, começa a sair do papel.
O Arco deverá ter pouco mais de 45 km e vai ligar as cidades de Goiana e Cabo de Santo Agostinho, sem que os veículos passem pela capital.
O governador Paulo Câmara (PSB) autorizou a publicação de edital para elaboração dos projetos para o Trecho Sul, que liga a BR 408, em Paudalho, à BR, no Cabo, no valor de R$ 4 milhões. São projetos de impacto ambiental e sócioeconômico. Os estudos devem estar concluídos até o final do ano.
Os mesmos projetos para o Trecho Norte já estão sendo elaborados. Esse trecho vai da BR 408, em Paudalho, à BR 101, em Goiana.
Paulo Câmara considera essa a principal obra viária de seu governo. “Essa é uma velha aspiração de quem precisa atravessar a Região Metropolitana e nós vamos construi-la”, afirmou o governador.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar