O presidente Lula destacou a importância da preservação ambiental e da relação entre capital e trabalho para reduzir desigualdades sociais. Em seu discurso na sessão de encerramento do fórum inaugural da Coalizão Global para a Justiça Social, parte da 112ª Conferência da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em Genebra, Lula enfatizou a relevância da OIT frente aos desafios atuais no mercado de trabalho.

Aceitando co-presidir a coalizão ao lado do diretor-geral da OIT, Gilbert Houngbo, Lula afirmou que a iniciativa será crucial para a implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, especialmente o ODS 8, que trata de trabalho decente para todos. Ele apontou que a informalidade, a precarização e a pobreza continuam prevalentes.

Lula também criticou a crescente concentração de riqueza, citando que 3 mil bilionários detêm quase US$ 15 trilhões, um valor que poderia ser usado para enfrentar a mudança climática. Ele ressaltou a necessidade de cuidar da Terra, em vez de buscar soluções em outros planetas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar