Mais um acordo firmado na 31° Promotoria do Ministério Público do Estado de Pernambuco, onde solucionou mais um conflito agrário por meio do ITERPE (Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco) e do Crédito Fundiário na Fazenda Camaragibe, localizada em São Joaquim do Monte, que já se arrastavam por mais de 14 anos.

A assinatura da documentação por Cléodon Ricardo, gerente do Crédito Fundiário do ITERPE, Promotoria, Compradores e Vendedores no Ministério Público de Pernambuco, representa uma significativa conquista para os agricultores e agricultoras familiares. Este marco ressalta a colaboração entre instituições na promoção da reforma agrária e no apoio às comunidades rurais, destacando o comprometimento em proporcionar condições favoráveis para o desenvolvimento sustentável dessas áreas.

A ação evidencia o papel ativo do Ministério Público na promoção da justiça social e na busca por soluções que beneficiem comunidades rurais. O envolvimento do ITERPE e do Crédito Fundiário, destacam a importância de políticas públicas que visam a igualdade no acesso à terra, fortalecendo a agricultura familiar e contribuindo para o desenvolvimento sustentável da região.

A audiência foi comandada pelo promotor Dr. Leonardo Brito e contou com a presença do Gerente do Programa Nacional do Crédito Fundiário, Cleodon Ricardo, além do proprietário da fazenda Camaragibe, João Florêncio dos Santos, e dos agricultores representantes dos ocupantes, Josefa Maria da Silva, Maria Tereza do Nascimento, José Alexandre da Silva Filho, Maria Regina da Silva, que estavam acompanhados dos advogados, Tomás Agra Celino de Melo e Lara Campos Dorini Mansi.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar