Juiz determinou a ida à Procuradoria-Geral da República para apreciar a questão ante a singularidade do caso

Postado por Marcos Lima

.

Pedido de reabertura de Inquérito que apura acidente de Eduardo Campos, cujo processo tramita em segredo de justiça, é enviado pelo Juiz da 5ª Vara Federal de Santos para o Procurador-Geral da República.

O advogado Antônio Campos pediu a reabertura do inquérito policial com base em parecer técnico de 246 laudas e outros fatos. O Ministério Público de Santos opinou por não reabrir e Antônio Campos fez nova petição refutando a posição do MP,  ante provas apresentadas.

O juiz determinou a ida à Procuradoria-Geral da República para apreciar a questão ante a singularidade do caso, na forma do art. 28 do Código de Processo Penal.

“Foi uma vitória a ida do caso à Procuradoria-Geral da República, um dos pedidos da minha petição. Estou pedindo uma audiência ao Procurador-Geral da República e reiterando o meu pedido de audiência ao ministro Flávio Dino, que ainda não me recebeu sobre o caso, talvez por seu Ministério estar muito ocupado em receber outras pessoas, conforme noticiário. Estarei entregando farta documentação ao Procurador-Geral da República, na forma de memorial”, comentou o advogado Antônio Campos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar