O Tribunal de Contas de Pernambuco votou pela aprovação das contas do ex-governador Paulo Câmara referentes a 2020. O relator, conselheiro Marcos Loreto, recomendou essa aprovação à Assembleia Legislativa, destacando a necessidade de controle de gastos e endividamento do Estado.

O voto foi unânime, exceto pelo impedimento do conselheiro Rodrigo Novaes, e a recomendação será enviada à Alepe para avaliação final. A sessão reconheceu os desafios enfrentados devido à pandemia de Covid-19 no primeiro ano, demandando esforços adicionais para manter as contas em equilíbrio.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar