O presidente Lula anunciou que nenhum município brasileiro receberá menos do Fundo de Participação dos Municípios em 2023 em comparação com 2022. O governo propõe uma compensação total de R$ 26 bilhões até 2026, incluindo restituições do ICMS. Eles pedem a antecipação de R$ 10 bilhões, que pode ser transferida ainda este ano se o projeto for aprovado. Também consideram compensar municípios com R$ 2,3 bilhões devido à queda no FPM de julho, agosto e setembro.

A prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado, elogiou a união dos municípios e a sensibilidade de Lula. No caso do ICMS, houve quedas significativas devido a um teto na arrecadação aprovado em 2022. A maior queda no FPM ocorreu em setembro, com um déficit de 34,49% em relação ao ano anterior.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar