O suposto atentado aconteceu em outubro de 2020. A o Blogo do Alberes Xavier teve acesso às informações que a perícia concluiu que os tiros foram efetuados de dentro para fora do veículo. Dois seguranças do casal também foram denunciados. Mário Filho concorria para prefeito e Aline Vieira ao cargo de vereadora.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), apresentou denúncia em desfavor do ex-candidato a prefeito Mário Alves de Lima Filho, da sua esposa e ex-candidata a vereadora, Aline Vieira, e os seguranças, Jairo Nascimento da Silva e Diego Leandro da Silva Cavalcanti, no caso de suposto atentado durante a campanha eleitoral no município de Santa Maria do Cambucá em 2020.

A perícia realizada pela Polícia Civil no carro comprovou que todos os tiros foram efetuados de dentro do veículo, nenhum de fora para dentro, e concluiu que tudo se tratou de uma simulação.

Para o Ministério Público eles cometeram os crimes de falsa comunicação de crime, falsidade ideológica, porte ilegal de arma de fogo, disparo de arma de fogo e falso testemunho.

Na época do suposto atentado a deputada Alessandra Vieira pediu “apuração” sobre o atentado. Aline Vieira é irmã do ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira, e cunhada da deputada.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar