Por Márcio Maia
O público amante de músicas de boa qualidade interpretadas por um cantor de voz potente e afinada perdeu hoje, um de seus preferidos.
Agnaldo Timóteo, um dos últimos grandes cantores surgidos na metade do século passado, morreu depois de passar várias semanas lutando contra o Coronavirus.
Como fez durante toda a vida, lutou bravamente contra o perigoso vírus, mas terminou derrotado.
Timóteo nasceu em 1936, em Caratinga, Minas Gerais, e ainda jovem, começou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria, grande sucesso na época.
Logo, sua voz forte e afinada foi descoberta e gravou um LP, com o sugestivo nome de “Surge um astro”. A partir daí, foi um sucesso atrás do outro.
Além de seu destaque como intérprete, Timóteo se tornou um contestador e foi eleito deputado federal.
Nós, que fazemos a Revista TOTAL, agradecemos a este excepcional artista da Música Popular Brasileira, pelas enormes alegrias ao povo pernambucano e brasileiro.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar