Jorge Seif e Gilson Machado participaram mais: 53 transmissões às quintas-feiras,17 em dias e horários aleatórios. No total, 104 pessoas participaram

O presidente Jair Bolsonaro exibe caixa de cloroquina durante live nas redes sociais (Reprodução/Facebook)

Por Sabrina Freire

Postado por Marcos Lima Mochila

.

O presidente Jair Bolsonaro realizou 70 lives em sua página no Facebook em 2020 para anunciar ou justificar medidas do seu governo, além de comentar outros assuntos. Dessas, 53 transmissões foram às quintas-feiras e, outras 17, em dias e horários aleatórios.

No ano, as transmissões contaram com 62 convidados. O presidente fez a live sozinho em outras 16 ocasiões. Mas, em todas, esteve acompanhado por 1 intérprete de libras. Na maioria das vezes, a interpretação em sinais foi realizada por Elisângela Castelo Branco. Outras, por Fabiano Guimarães da Rocha.

O Poder360 analisou as transmissões realizadas na página de Bolsonaro no Facebook desde quando  assumiu a Presidência da República, no início de 2019.

O secretário de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Jorge Seif Júnior, e o ex-presidente da Embratur, agora ministro do Turismo, Gilson Machado, lideram a lista de participações em 2020. Cada 1 deles esteve em 10 transmissões do presidente no Facebook.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, foi o 3º mais presente em 2020: esteve em 9 ocasiões. Sua presença se tornou mais frequente a partir de março deste ano, quando passou a ser acionado por Bolsonaro para falar sobre o auxílio emergencial pago aos mais vulneráveis durante a pandemia de covid-19.

Nas transmissões, Bolsonaro costuma falar em um tom mais informal e comemorar resultados positivos da área econômica, além de comentar medidas anunciadas pelo governo naquela semana. Também rebate reportagens críticas a ele ou ao seu governo e faz ataques à esquerda.

Em 2020, o presidente também usou seu tempo ao vivo para criticar as medidas restritivas estabelecidas pelos governos dos Estados para evitar a propagação do coronavírus. Em outras vezes, aproveitou também para defender o uso de medicamentos no tratamento da covid-19, mesmo sem a eficácia comprovada, como a hidroxicloroquina.

Ranking Geral

Ao todo, desde que assumiu a Presidência, Jair Bolsonaro realizou 120 lives no Facebook. Foram 94 às 19h de quintas-feiras e 26 em dias e horários aleatórios. Houve 104 participações. Em 25 vezes fez a live sozinho.

Participaram das transmissões 104 pessoas, entre ministros (23), autoridades (31), congressistas (13), especialistas (3), indígenas (9), líderes evangélicos (11), candidatos em 2020 (6) além da primeira-dama Michelle Bolsonaro, do empresário Luciano Hang, do mestre em jiu-jitsu Renzo Gracie, de Manoel Cardoso de Araújo (pedreiro e pastor, 100 anos de idade) e de Ester Castilho (repórter mirim, 10 anos).

Dentre os ministros, Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) é o que mais participou das transmissões. Ele apareceu em 10 lives, 7 das quais em 2020.

Em 2º está o ministro Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional). No entanto, não participa desde outubro de 2019.

O presidente só não fez lives em duas quintas-feiras em 2020:

24.out.2020 – estava na China, 11 horas à frente do horário de Brasília. Às 19h daquele dia em Brasília, eram 6 horas da manhã em Pequim.

30.jan.2020 – passou por exames no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, logo depois de voltar de uma viagem a Minas Gerais. No hospital houve rumores de que teria se submetido a uma vasectomia (cirurgia para esterilização). O procedimento, no entanto, não foi confirmado pelo Planalto.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar