O grupo político que apoia o candidato Mendonça Filho está animado com a campanha do democrata a prefeito do Recife e já faz conjecturas visando a disputa de 2020 e até mesmo 2022 quando estarão em jogo uma cadeira de senador e o governo de Pernambuco.

A avaliação é que uma vitória de Mendonça, que tem 54 anos, além de derrotar a hegemonia do PSB no Recife, evidenciará a manutenção da geração política de Mendonça que compreende o senador Fernando Bezerra Coelho e o ex-senador Armando Monteiro.

Fernando é senador, tem em seu radar a renovação do seu mandato, a postulação do seu filho Miguel a governador ou até mesmo uma candidatura sua ao governo, sonho acalentado desde que deixou a prefeitura de Petrolina em 2007 para ser secretário de Desenvolvimento Econômico de Eduardo Campos. Uma vitória de Mendonça justificaria uma candidatura de Fernando a governador em 2022, pois seria a vitória dos experientes, e possibilitaria ao ex-senador Armando Monteiro o desejo de disputar novamente uma cadeira no Senado, que será a de Fernando em jogo.

O fato é que a oposição tradicional vencendo com Mendonça dará uma nova roupagem à política de Pernambuco e possibilitará movimentos mais robustos de Armando e Fernando visando 2022.

blog do Edmar Lyra

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar