No próximo mês, o diretor-presidente do veículo de comunicação nacional, Marcelo Mesquita, procederá à entrega do Troféu Leão do Norte – Brasil 2023

Por Marcos Lima

 

Renomado biólogo, professor e técnico em Rádio e TV, com graduação em Ciências Biológicas e mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Sergipe, Márcio Costa Macêdo foi escolhido como o ministro de Estado Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

As prerrogativas de sua função são de assistir diretamente o Presidente da República no desempenho de suas atribuições: na supervisão e na execução das atividades administrativas da Presidência da República e, supletivamente, da vice-Presidência da República.

Baiano de nascimento, Márcio Macêdo construiu sua carreira profissional e sua trajetória política em Sergipe, onde é professor concursado da Secretaria de Estado da Educação.

Foi deputado federal por Sergipe na 54ª legislatura (2011-2015) e na 56ª legislatura (2019-2023).Na Câmara dos Deputados, ocupou a vice-liderança do PT e integrou o Grupo de Trabalho sobre atualização do Código Florestal Brasileiro. Ali também, presidiu e foi relator da Comissão Mista Permanente de Mudanças Climáticas e participou da Delegação Brasileira na Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (CNUDS).

No Estado de Sergipe, foi superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos na gestão do então governador Marcelo Déda.

Na Prefeitura de Aracaju, atuou como secretário Municipal de Participação Popular.

Foi vice-presidente e tesoureiro do PT nacional, além de presidente do Diretório Municipal de Aracaju e do Diretório Estadual do partido em Sergipe.

Reconhecido como um político de relevante história, além de servidor fiel e dedicado em todos os cargos exercidos, o ministro será homenageado pela Revista Total, fazendo jus ao Troféu Leão do Norte – Brasil 2023, no próximo mês, o qual lhe será entregue em seu gabinete, em Brasília (DF).

Fechar