Tag: Cozido

Do Blog de Jamildo

O deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB) mantém, neste sábado (22), uma tradição de muitos anos e reúne amigos para almoço, comemorando seu aniversário. Quem não deve comparecer ao encontro é o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB). Rumores apontam uma possível ruptura entre os dois.

Como de costume, Jarbas garante que o encontro é social e não tem caráter político, entretanto com a proximidade da sucessão municipal, é claro, que as especulações sobre a possível candidatura do peemedebista à Prefeitura do Recife em 2016 vão estar em todas as rodas.

Embora Jarbas evite se posicionar como pré-candidato, algumas movimentações vêm sendo costuradas nos bastidores. Quando questionado sobre a eleição, o peemedebista costuma repetir que não vai desmentir o que não disse.

Geraldo não deve comparecer ao almoço. Segundo sua agenda oficial, o prefeito participa da 5° Meia Maratona de Revezamento TV Jornal, às 16h30 deste sábado. Nos bastidores a informação é de que Geraldo está evitando o encontro com o ex-governador.

A possível candidatura de Jarbas em 2016 pode ter criado uma ruptura dos laços do deputado com o prefeito. Nas eleições de 2012 o PMDB tinha uma pré-candidatura posta que era a do então deputado federal Raul Henry. Com a ruptura entre o PT e o PSB, a Frente Popular se reaglutinou em torno de Geraldo Julio abrigando o PMDB de Jarbas. A vitória ocorreu no primeiro turno.

Quando questionado, Jarbas nega qualquer intenção de romper com o PSB no próximo ano para se candidatar pela terceira vez à prefeitura do Recife. Isso pode ser visto como um alívio para Geraldo Júlio porque com o ex-senador no páreo a eleição deve ser decidida no 2º turno.

Durante entrevista recente concedida à Rádio Jornal, o prefeito respondeu aos boatos de “ruído” na relação com Jarbas. “Eu tenho uma excelente relação com o ex-governador Jarbas, uma relação muito positiva, estivemos juntos em 2012, na minha eleição, e de lá para cá temos uma relação muito próxima e muito positiva”, disse.

PASSADO

Vale lembrar que, em 1992 o então candidato derrotado a governador, Jarbas Vasconcelos, rompeu com Miguel Arraes porque não chegaram a um acordo sobre a chapa PMDB/PSB à Prefeitura do Recife. Jarbas recompôs-se com o PSB em 2012 para apoiar Geraldo Júlio, e pode ser candidato contra ele.

 

Fechar