GLEIDE COM SIMONE SANTANA

Publicado por Douglas Fernandes em Notícias

Postado por Marcos Lima Mochila

 

Com o dobro de representantes na Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) nessa legislatura, as 10 integrantes da bancada feminina devem seguir unidas apesar das suas diferenças ideológicas. É o que afirma a deputada estadual delegada Gleide Ângelo (PSB), eleita para o seu primeiro mandato com a maior votação da história para o cargo no Estado. O primeiro passo, aparentemente, já foi dado com um encontro das parlamentares na casa da deputada Simone Santana (PSB), reeleita em outubro.

As representantes resolveram comemorar na ocasião a primeira semana de trabalhos na Alepe nessa nova legislatura, além de reforçar a união da bancada e discutir projetos. “O que nos une é muito maior do que o que separa”, afirmou Gleide Ângelo. A reunião, realizada na Praia de Muro Alto, em Ipojuca, uniu no mesmo ambiente, por exemplo, o mandato coletivo Juntas (PSOL) e a deputada Alessandra Vieira (PSDB), mulher do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB). A cidade do Agreste foi a única onde o presidente Jair Bolsonaro (PSL) venceu no segundo turno o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) no Estado.

Também participaram do encontro as deputadas Roberta Arraes (PP) e Fabíola Cabral (PP), filha do prefeito licenciado do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral (PSB). O socialista passou 87 dias preso na Operação Abismo acusado pela Polícia Federal de envolvimento em um esquema de desvio de R$ 92,5 milhões do instituto de previdência do município da Região Metropolitana. Além delas, as ex-deputadas Laura Gomes (PSB) e Terezinha Nunes (MDB), que deixaram a Alepe na última legislatura, foram outras políticas a prestigiar a reunião.

Por três vezes, ele poderia ter trocado Curitiba por sua casa e não quis

Lula levado preso (Heuler Andrey/AFP)
Lula levado preso (Heuler Andrey/AFP)

Por Ricardo Noblat

Postado por Marcos Lima Mochila

 

Na solidão de sua cela de 15 metros quadrados na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, é bem possível que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sob o peso de sua segunda condenação por corrupção e lavagem de dinheiro, tenha ido dormir de ontem para hoje depois de lembrar que por três vezes recusou-se a sair dali.

Da primeira vez, ele ainda estava entrincheirado na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo para onde seguiu depois saber no início da noite da quarta-feira 5 de abril do ano passado que o juiz Sérgio Moro ordenara sua prisão. Ele deveria se entregar à Polícia Federal até o fim da tarde do dia seguinte.

Naquela mesma noite, a chamado de Lula, entrou em cena o advogado Sigmaringa Seixas, seu amigo do peito, ex-deputado federal pelo PT de Brasília. Vozes moderadas do partido aconselhavam Lula a se entregar. Vozes mais radicais, mas não só do PT, também do PSOL, exigiam que ele resistisse. Lula hesitava.

Entre a quinta-feira e a noite do sábado quando Lula finalmente se entregou, Sigmaringa e outros advogados negociaram com Moro e com ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) para que a prisão em regime fechado desse lugar à prisão domiciliar. Moro admitiu a hipótese, mas só após o cumprimento de sua ordem.

A negociação esbarrou na recusa de Lula de ficar preso em casa com tornozeleira eletrônica. Ele alegou que aceitar a tornozeleira seria admitir que era culpado no processo do tríplex do Guarujá, e que ele não era. O tríplex jamais fora seu. Sigmaringa foi escolhido por Lula para acompanhá-lo no avião que o levou para Curitiba.

Semanas depois da prisão de Lula, Sigmaringa foi outra vez acionado por pessoas próximas ao ex-presidente para retomar a negociação que poderia lhe devolver a liberdade. Sigmaringa achou que a pessoa indicada para isso seria o ex-presidente do STF, o jurista José Paulo Sepúlveda Pertence, também advogado de Lula.

Pertence e Sigmaringa visitaram Lula no cárcere. Foi a primeira das três visitas que Pertence lhe fez num período de seis meses. Lula estava convencido de que acabaria solto e candidato à sucessão do presidente Michel Temer. Foi contra a retomada de conversas com ministros do STF para que trocasse a cela pela prisão domiciliar.

Um outro visitante ilustre, o ex-presidente uruguaio José Mojica, tentara, em vão, estimular Lula a negociar. “Se você sair daqui e for para casa será melhor para você, sua família e seus amigos”, dissera Mojica. Resposta irritada de Lula: “Você não conhece o Brasil. Se negociar darei a impressão de que reconheço minha culpa”.

No final de julho último, não só Pertence já se desentendera com advogados que cuidavam mais de perto da defesa de Lula, entre eles Cristiane Zanin e Roberto Teixeira, como esbarrara novamente na má vontade de Lula em aceitar as condições possíveis para que fosse mandado para casa. As condições haviam endurecido.

Lula, o PT e Zanin tinham se excedido nos ataques à justiça. Ministros do STF, um deles Dias Toffoli, ainda admitiam tirar Lula de Curitiba, mas desde que ele, com tornozeleira eletrônica, não deixasse seu apartamento em São Bernardo do Campo. Sequer lhe seria permitido, da sacada do apartamento, acenar para ninguém.

Àquela altura, até os filhos de Lula achavam que isso seria melhor do que a vida quase solitária do pai na prisão. Seria melhor para a estabilidade emocional de Lula, mas também para eles. Antes de morrer, Marisa Letícia, mulher de Lula, pedira muitas vezes ao marido para que se afastasse da política e salvasse a família. Em vão.

Pertence falou em abandonar a defesa de Lula, mas não o fez por completo. Retomou o trabalho no seu escritório de advocacia em Brasília. Sigmaringa retraiu-se. Em 25 de dezembro passado, morreu depois de um transplante de medula. Lula quis comparecer ao seu enterro, mas a justiça não consentiu.

 

Saiba quais cuidados devem ser tomados para não adquirir a doença

CONJUNTIVITE 2

Por Fernanda Durão

Postado por Marcos Lima Mochila

 

Verão. Época de sol, mar, piscina e também da famosa conjuntivite. Doença causada por um processo inflamatório da conjuntiva (membrana transparente e vascularizada que reveste o globo ocular). Com a chegada da estação mais quente do ano os cuidados com a higiene dos olhos devem ser redobrados. É que nesta época o contágio acontece principalmente nos usuários de piscinas e em locais turísticos onde há um grande aglomerado de pessoas frequentando o mesmo local.

“A doença pode ser química, alérgica e infeciosa. A forma de contágio mais comum é o direto, ou seja, contato mais próximo, como beijo, abraço, passar as mãos sujas nos olhos”, explica a oftalmologista do Instituto de Olhos do Recife, Marília Medeiros.

Os sintomas da doença são variados e vão desde sensação de coceira nos olhos, vermelhidão, secura, edema nas pálpebras e secreção (que pode ser esbranquiçada ou amarelada).

“Nessa época do ano é comum os surtos de conjuntivites virais em virtude das viroses, mudanças e temperatura e aglomerações”, explica a oftalmologista.

Marília Medeiros explica ainda que qualquer pessoa pode ser acometida pela doença e que não existe uma forma de prevenção, mas que evitar passar as mãos nos olhos, separar travesseiros e toalhas dentro de casa e lavar sempre as mãos, ajudam a evitar o contágio”.

Ao notar qualquer sintoma da doença o ideal é procurar um oftalmologista que irá prescrever o colírio que deverá ser usado e a forma correta do tratamento.

Serviço:

Instituto de Olhos do Recife

www.ior.com.br

(81) 2122.5000

FERNANDO MONTEIRO COM MINISTRA 1

Postado por Marcos Lima Mochila

FERNANDO MONTEIRO COM MINISTRA

O deputado Fernando Monteiro (PP) reuniu-se na quarta-feira (06), com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, para tratar das demandas dos produtores do Vale do São Francisco. Além de destacar o potencial agrícola da região, ele mostrou a necessidade de investimentos tecnológicos, bem como no sistema de irrigação na região.

Na reunião, o deputado falou também da situação dos produtores de coco irrigado, especialmente em relação ao baixo preço do produto, bem como discutiu projetos para o incremento da produção. Segundo ele, é importante o incentivo a novas culturas no Vale do São Francisco, atualmente focado na fruticultura, em especial na manga e na uva.

A ministra afirmou não ter conhecimento sobre particularidades da agricultura do Nordeste, mas que está disposta a traçar um diagnóstico das áreas agrícolas para negociar linhas de crédito acessíveis aos produtores da região junto ao Banco do Nordeste.

 

IMG-20190207-WA0196

Ocupando o espaço
Por Arthur Cunha
A possível indicação do senador Fernando Bezerra Coelho para a liderança do Governo no Congresso Nacional é o que falta para consolidar a aproximação do emedebista com Jair Bolsonaro, movimento que, dizem, está na mira de FBC desde que o atual presidente ganhou a eleição. Para além da tarefa de melhorar a interlocução entre Senado e Câmara, FBC vai usar o cargo, e a natural proximidade com o presidente que dele deriva, para ocupar um espaço vago em Pernambuco: o de representante do Bolsonarismo.

Desejado por muitos aqui nessas bandas, o posto está vago; menos pela falta de pretendentes, mais pela dimensão necessária para envergar tal posição em tempos de alta. Armando Monteiro não quis, motivo pelo qual os entendidos avaliam que ele não subiu nas pesquisas. Mendonça Filho parecia que seria o agraciado. Chegou a surfar na onda e ganhar votos para senador depois que declarou apoio ao então candidato. Os mesmos estudiosos argumentam que, se ele tivesse feito o movimento antes, poderia ter ultrapassado Jarbas Vasconcelos na corrida. Depois do pleito, contudo, nada veio para o ex-ministro.

Derrotado para o Senado a exemplo do colega de chapa, Bruno Araújo foi outro que ensaiou cair nas graças do Bolsonarismo, o que acabou por não se concretizar. Os deputados federais André de Paula, Silvio Costa Filho e Fernando Rodolfo também já acenaram para o mandatário, ainda que de forma sútil; afinal, ninguém sabe se Bolsonaro vai vingar. O presidente está prestes a enfrentar a sua primeira guerra no cargo, quando tentará aprovar a reforma previdenciária em um Congresso renovado, com muita gente querendo aparecer, e sem a garantia de que o texto será o ideal.

Pois é justamente nessa brecha que Fernando Bezerra Coelho pode entrar, ajudando a tropa de choque do governo na aprovação da reforma. Se ele ganha a simpatia do presidente já pode correr para o abraço. Habilidade para tal não lhe falta. Ele foi de Dilma para Temer em um piscar de olhos. Aproveitou um cochilo do PSB nacional e fez o filho ministro de Minas e Energia. Este jogo não é para iniciantes. FBC está aí, olhando o cavalo passar selado. Não tenham duvidas, amigos: ele vai pular!

IMG-20190207-WA0194

 

Petrolina no cálculo – O cálculo político do senador Fernando Bezerra Coelho passa ainda pela reeleição do filho Miguel, em Petrolina, ano que vem. Pela primeira vez a cidade terá segundo turno. E FBC não quer correr riscos de perder a disputa. Para isso, precisa ajudar o prefeito a manter o alto nível de investimentos que fazem a gestão dar resultado e ser bem avaliada. Pragmático, o senador também está de olho no comando da Codevasf. Quem é do São Francisco sabe que o órgão tem mais força política e capacidade de realização que muita prefeitura.

Lucas no páreo – No terceiro dia da nova Legislatura da Alepe, Lucas Ramos já mostrou serviço e conseguiu aprovar a criação da Frente Parlamentar em Defesa do Rio São Francisco. Além de discutir os riscos ambientais que o Velho Chico corre por conta do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, o socialista terá a chance de marcar território em Petrolina, seu reduto eleitoral. Lucas quer fortalecer sua liderança na maior cidade do Sertão para se tornar “indicação natural” do partido na disputa pela prefeitura do município.

Lossio e Odacy também – Outro que também deve ir para a disputa é o ex-prefeito Julio Lossio, cuja certidão de filiação ao PSD saiu ontem. Lossio preside o partido de André de Paula na cidade – o diretório municipal é composto por seus aliados. Com a legenda garantida, Lossio vai para o embate. Assim como o presidente do Ipa, Odacy Amorim, que, hoje, representa o governador na cidade. Odacy tem disposição para entrar na disputa.

IMG-20190207-WA0195

Afinados – O eterno presidenciável Ciro Gomes não esconde de ninguém a admiração que nutre pelo deputado federal Túlio Gadelha, como vimos em uma sequência de fotos postadas no Instagram do cearense. Túlio teve papel de destaque na campanha de Ciro. Ciro terá papel de destaque no mandato de Túlio. Os dois são afinados no discurso e nas ideias. É possível, também, que Ciro estimule Túlio a disputar a Prefeitura do Recife no ano que vem, já com o olhar em 2022.

Curtas

VICE-LIDERANÇA – Como este blog antecipou, o deputado estadual Sivaldo Albino chega à Alepe com uma tarefa importante: será vice-líder do Governo Paulo Câmara na Casa. O parlamentar combativo, que tem a experiência Legislativa de já ter sido vereador em sua cidade, Garanhuns, também integrará como titular duas comissões: Finanças, Orçamento e Tributação; e Ciência, Tecnologia e Informática.

PRONUNCIAMENTOS – Muito aguardado, o primeiro pronunciamento da deputada-sensação Gleide Ângelo na tribuna da Alepe aconteceu ontem. A parlamentar agradeceu os mais de 412 mil votos e destacou a sua bandeira de luta conta o Feminicídio. Também chegando à Casa, Wanderson Florêncio rememorou sua trajetória política e comentou sua primeira ação. O deputado distribuiu em, um sinal do Recife, panfletos com seu número de WhatsApp para quem quiser sugerir algo.

COM DIGNIDADE – Tomara que os senadores, que têm feito questão de depreciar a Casa Alta criando muita confusão, tenham um pouco de bom senso nessa CPI de Brumadinho, que será instalado na próxima terça-feira. Que os culpados sejam exemplarmente punidos, e que suas excelências, os senadores, façam seu trabalho com dignidade.
Perguntar não ofende: a família Bolsonaro está escondendo algo sobre a saúde do presidente?

 

 

Na tarde desta quinta-feira (07), a deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) realizou uma visita surpresa ao Hospital da Restauração (HR). Na rápida circulada por alguns andares e corredores do maior hospital do Estado, a parlamentar verificou diversos problemas estruturais e também falta de conservação.

Na madrugada da última quarta-feira (06), parte do forro do teto de uma enfermaria do HR desabou. A ocorrência foi registrada na enfermaria 506 do setor de Neurologia. “Estive no local do desabamento e constatei que, de forma emergencial, só após o incidente estão fazendo o reparo. Essa situação não poderia ter acontecido. Um descaso total com a saúde pública dos pernambucanos. Conversei com pacientes e acompanhantes que precisaram ser removidos às pressas para outras enfermarias”, revelou a parlamentar.

Durante a visita, Clarissa também filmou corredores superlotados com pacientes aguardando atendimento, sem a mínima dignidade. “Só os pernambucanos que precisam do serviço púbico de saúde sabem da realidade que enfrentam. Faltam leitos, cadeiras, remédios… Fiquei sabendo que nem banho morno os internados podem tomar. Idosos, mulheres e crianças tomando banho com água gelada nesse tempo frio, de chuva. Que maldade. No entanto, o governador foi à ALEPE esta semana e assegurou que estava tudo bem com a saúde do Estado. Imaginem se não estivesse. O que revolta mais ainda é saber que recursos para o carnaval não irão faltar, mas para saúde e educação …”, lamenta a deputada.

Confira o vídeo da visita no link:

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2070192266402226&id=100002344188659

AGLAILSON VICTOR NA ALEPE

Postado por Marcos Lima Mochila

 

O deputado estadual Aglailson Victor (PSB), estreante na Alepe, foi escalado para assumir a 1ª vice-liderança do Governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Ele fará companhia ao líder Isaltino Nascimento, também do PSB.

A escalação de Aglailson Victor para o posto demonstra o seu prestígio e de sua família com o governo do Estado.

Victor estará, nos próximos quatro anos, na linha de frente em defesa do governo.

Aglailson Victor tem tudo para ser um ferrenho defensor do governo, uma vez que não faltam exemplos em sua família de parlamentares bons de tribuna. Ele é neto de José Aglailson e filho de Aglailson Júnior, dois pessebistas históricos, que sempre foram grandes aliados do governo.

“É com muita honra e responsabilidade que recebo, já no meu primeiro mandato como deputado estadual, a indicação para assumir a vice-liderança do Governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco. É uma grande missão que irei cumprir com muita determinação, sendo porta-voz do Governo do Estado na Casa de Joaquim Nabuco e, ao mesmo tempo, sempre defendendo os interesses do povo de Pernambuco”, discursou orgulhoso o parlamentar que, aos poucos vai vencendo a timidez dos iniciantes em cargos públicos.

PREFEITO ROLPH JR BELÉM DE MARIA

Postado por Marcos Lima Mochila

 

Prefeito Rolph Junior anunciou a reabertura do Banco Postal (Banco do Brasil) em Belém de Maria, o que era desejo de toda a população.

O fato será concretizado na próxima segunda-feira, (11/2).

“Essa vitória é do povo de Belém de Maria e também do nosso governo, porque lutamos muito para que isso acontecesse o mais depressa possível”, acentuou o prefeito.

A cidade de Belém de Maria ficou sem serviços bancários por completo desde o final de maio de 2017, por ocasião das enchentes que devastaram a cidade.

O Banco Postal é a marca dos Correios que designa sua atuação como correspondente na prestação de serviços bancários básicos em todo o território nacional, com o objetivo de levar serviços de correspondente à população desprovida de atendimento bancário e proporcionar acesso ao Sistema Financeiro.

“Estávamos aguardando a reabertura do Banco Postal na inauguração dos correios, mas houve um atraso do Banco do Brasil que só veio a ser autorizado agora. O Banco Postal recebe pagamentos de água, luz, boletos bancários, além de prestar atendimento aos aposentados e pensionistas. Estaremos levando também a Folha de Pagamento da Prefeitura para lá. Ficamos muito felizes com tudo isso porque o dinheiro vai circular com mais facilidade no comércio da nossa cidade” explanou  secretário de Governo Rolph Casale.

De acordo com médicos, presidente teve episódio isolado de febre na noite de quarta-feira

BOLSO PNEUMONIA

Por Estadão Conteúdo

Postado por Marcos Lima Mochila

 

São Paulo – O presidente Jair Bolsonaro (PSL) apresentou na noite da quarta-feira, um episódio isolado de febre sem outros sintomas associados, informou nesta quinta-feira, o Hospital Israelita Albert Einstein. Em boletim, a equipe médica ressaltou que ele foi submetido a tomografia de tórax e abdômen “que evidenciou boa evolução do quadro intestinal e imagem compatível com pneumonia”. As visitas seguem restritas.

“Foi realizado um ajuste na antibióticoterapia e mantidos os demais tratamentos.(Bolsonaro) Continua sem dor, com sonda nasogástrica, dreno no abdômen e recebendo líquidos por via oral em associação à nutrição parenteral”, ressaltou o boletim.

De acordo com a equipe médica, Bolsonaro realizou exercícios respiratórios e caminhou no corredor.

O boletim médico é assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo.

HENRIQUE QUEIROZ 3

UM GRITO DE ALERTA AO GOVERNADOR

Por Marcelo Mesquita

 

A amizade, o respeito e a admiração que tenho pelo Governador Paulo Câmara me concedem o direito de tecer algumas críticas, quando necessário, no intuito de vê-lo acertar em todos o segmentos.

Muitas vezes, as pessoas que estão ao nosso redor não se dão conta de algumas nuances que alguém que está de fora percebe.

É praxe, em todos os governos – municipais, estaduais e federais -, abrir espaços para parceiros que não conseguiram se eleger – ou se reeleger, dependendo da situação.

Em Pernambuco, todos os governos fizeram isso e Paulo Câmara também o fez: na 1ª gestão e nesta agora, que se iniciou há pouco mais de um mês.

Por isso, causou surpresa que um grande aliado do governo, desde os tempos de Miguel Arraes, não tenha sido lembrado na composição da equipe dessa nova gestão de Câmara.

HENRIQUE QUEIROZ COM PCTrata-se do ex-deputado estadual Henrique Queiroz.

Numa pesquisa realizada pela equipe de analistas da Revista Total, foi constatado que mais de 90% da população, sobretudo de Vitória de Santo Antão e toda Mata Sul, esperava por esse gesto do governador.

Afinal, Henrique Queiroz tem uma história política riquíssima. É detentor de 10 mandados consecutivos na Alepe, que podem se traduzir em 11, se levarmos em consideração que ele elegeu o seu filho nas últimas eleições.  É, portanto, o deputado de mais mandatos consecutivos no país.HENRIQUE QUEIROZ 1

Foi Henrique Queiroz quem primeiro acompanhou a ideia de Eduardo Campos sobre a escolha de Paulo Câmara para ser seu sucessor.

E ele também, respaldado na própria força de liderança, como um dos deputados de mais mandatos na Alepe, que reuniu um grupo de deputados e os convenceu a também apoiar Eduardo na escolha do nome de Paulo Câmara.

Como ainda estamos no início dessa segunda gestão, ainda é tempo de se corrigir erros e realizar ajustes, acreditamos – e torcemos – para que o governador compre essa ideia e tenha junto de si um grande companheiro e um dos maiores defensores do seu nome para governador.

Fechar