_20180403_125504
Evento aberto ao público ocorre na sexta-feira, seis de abril, véspera do Dia Mundial do Combate à doença.
Em virtude do Dia Mundial do Combate ao Câncer, em oito de abril, o Instituto Cristina Tavares de Apoio ao Adulto com Câncer (ICT) promove o Seminário “Câncer: prevenir e enfrentar é possível”. Na ocasião será abordada a importância da prevenção e do enfrentamento à segunda doença que mais mata no mundo, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). O evento, aberto ao público, ocorre na sexta-feira, seis de abril, no auditório da Uninassau, bairro das Graças, área central do Recife-PE, no horário das 13h30 às 17h30. A entrada é mediante doação de uma fralda descartável para adulto tamanho G, com inscrição realizada previamente pelo e-mail ict.inscricao@yahoo.com.br. Ao término, serão concedidos certificados a todos os participantes.
O seminário contará com palestras referentes aos temas sobre cidadania, garantias de direitos, prevenção e formas de enfrentamento à enfermidade. Todas serão guiadas por profissionais de diversas áreas, entre advogados, médicos oncologistas, psicólogos, estomatologista, nutrologia e gerontologia (conferir programação completa abaixo). “É fundamental estarmos sempre atentos à saúde por meio da adoção de hábitos saudáveis, atitudes de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento, visto que é preciso conviver com a realidade de que quanto mais a população envelhece, maior a probabilidade de desenvolver a doença”, explica a presidente do ICT e médica Oncologista, Christiane Violet, que também coordena o evento.
Segundo Christiane, outro fator importante que precisa ser levado em consideração quando se trata do paciente com câncer é o apoio a ele próprio e aos seus familiares. “A aceitação, a revolta e o preconceito desestruturam a pessoa adulta diante de um diagnóstico desta natureza, com reflexos diretos sentidos por toda a família. Muitas vezes, por exemplo, a pessoa diagnosticada com um tipo de neoplasia é obrigada a se afastar do trabalho, implicando em um comprometimento imediato da renda familiar e dos recursos domésticos com medicação, transporte para tratamentos médicos, aumento nos gastos de higiene, limpeza, entre outros”.
Diante desta realidade, o Instituto Cristina Tavares de Atenção ao Adulto com Câncer surgiu e ainda é a única instituição na cidade do Recife que busca contribuir, de forma integral, com estas pessoas e suas famílias. “As causas para o surgimento da doença podem ser as mais variadas possíveis, desde motivos externos – como o ambiente, costume ou hábitos que o indivíduo possui – até fatores internos, como características geneticamente predeterminadas. Seguir um tratamento médico adequado é o mais importante. No entanto, além disso, é preciso oferecer aos pacientes todo apoio, carinho e amor neste momento”, enfatiza Christiane Violet.
O Dia Mundial de Combate ao Câncer foi criado pela OMS para que organizações ao redor do planeta se reúnam em prol da prevenção dos vários tipos de neoplasias, além de dar força aos pacientes que lutam contra esta doença. A data também serve para conscientizar a população mundial sobre os cuidados com a prevenção e na hora da recuperação. Somente em 2018, segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil terá quase 500 mil casos de câncer. Os mais comuns em todas as regiões do país serão os de pele não melanoma, próstata e mama feminina. Esses dois últimos tipos são prevalentes em pessoas adultas.

 

SOBRE O ICT – Organização sem fins lucrativos, criada em novembro de 2005, que atua na cidade do Recife e Região Metropolitana, buscando promover a cidadania do adulto com câncer, provenientes, em sua maioria, dos segmentos sociais mais vulneráveis. O Instituto tem como foco acolher, orientar e encaminhar o paciente para a busca da promoção e defesa dos seus direitos e consolidar sua condição cidadã, merecedora de uma atenção integral devido às especificidades das doenças neoplásicas. O público beneficiado compreende adultos encaminhados pelo Serviço Social, Médico e Psicológico, setor oncológico adulto, do Hospital Universitário Osvaldo Cruz e da Clínica Barão de Lucena, além de demanda espontânea. De forma indireta, seus familiares.
Atividades Desenvolvidas:

– Atendimento Jurídico: orientação à pessoa com câncer e à sua família, referente aos direitos garantidos por lei, uma vez que muitos desses pacientes não têm conhecimentos relativos à aposentadoria, retirada do FGTS, isenção do Imposto de Renda, gratuidade em alguns serviços públicos, assistência médica pública e privada.

– Atendimento Psicológico: assistência ao paciente e a seus familiares, uma vez que a confirmação do diagnóstico é de difícil aceitação por parte do paciente e da sua família.

– Distribuição de Lanche: disponibilização aos usuários do Ambulatório Oncológico do Hospital Osvaldo Cruz, e aos seus acompanhantes, durante a manhã e a tarde. Esta atividade é de grande importância, uma vez que, para muitos, esta é a primeira alimentação do dia e, mais sério ainda: para alguns, esta é a única refeição.

– Distribuição de Cestas Básicas: às pessoas em situação de vulnerabilidade social, encaminhadas pelo Serviço Social Médico e Psicológico, setor oncológico adulto, dos seguintes estabelecimentos: Hospital Osvaldo Cruz; Hospital das Clínicas; Hospital Barão de Lucena.

– Distribuição de Fraldas Descartáveis de uso adulto: às pessoas em situação de vulnerabilidade social, encaminhados pelo Serviço Social Médico e Psicológico, setor oncológico adulto, dos seguintes estabelecimentos: Hospital Osvaldo Cruz e Hospital das Clínicas.

– Banco de perucas e lenços: O ICT estimula pacientes a doarem perucas e lenços de cabeça, que são repassados a outras mulheres que necessitem.

– Bazar Solidário: comercialização de diversos artigos novos e semi novos na sede do ICT, que fica na avenida João de Barros, 366, térreo.

GRADE DE PROGRAMAÇÃO DO SEMINÁRIO

13h30: Credenciamento

14h: Abertura

14h30: Palestra – Luta pela Cidadania e a Garantia de Direitos
Palestrante: Ana Karla Dias Rocha – advogada
15h30: Mesa Redonda – “Prevenir e Enfrentar é Possível”

Participantes: Cristiana Tavares – médica oncologista, Thereza Motta – psicóloga, Rita de Cássia Cavalcanti Gonçalves – estomatologista

17h: Palestra – Hábitos Saudáveis Na Prevenção Do Câncer

Palestrante: Eduardo Magalhães – Nutrologia e Gerontologia. Medicina Funcional e do Estilo de Vida

SERVIÇO

SEMINÁRIO “CÂNCER: PREVENIR E ENFRENTAR É POSSÍVEL”

LOCAL: Auditório da Uninassau – Bloco B – Rua Guilherme Pinto, n 400, Graças, Recife-PE

DATA: 06.04.18

HORÁRIO: 13h30 às 17h30

INSCRIÇÃO PELO E-MAIL: ict.inscricao@yahoo.com.br

ENTRADA: um pacote de fralda descartável (adulto)

INFORMAÇÕES: 81. 3222.7936

APOIO: Uninassau, Roche e Onkos
INSTITUTO CRISTINA TAVARES DE APOIO AO ADULTO COM CÂNCER

ENDEREÇO: Avenida João de Barros, 366, térreo

CONTATO: 81. 3222.7936

IMG-20180403-WA0065

O Estado de Pernambuco terá um grande prejuízo político com a reforma administrativa no Ministério que o presidente Michel Temer (MDB) vai promover por conta do prazo de descompatibilização estipulado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Dois pernambucanos, Mendonça Filho (DEM) e Fernando Bezerra Filho (MDB) serão exonerados, além de Bruno Araújo (PSDB), que pediu afastamento no início do ano. Apenas Raul Jungmann (que deixou o PPS) vai se manter no Ministério da Segurança Pública, onde vem se destacando, tendo desistido de concorrer a uma vaga na Câmara Federal.
Até a próxima sexta-feira, nada menos de 14 ministros serão exonerados a pedidos para disputar cargos eletivos.
O senador pernambucano Romero Jucá (MDB) tem sido um dos mais importantes assessores de Temer e adiantou que os entendimentos estão sendo mantidos com o objetivo de ampliação da base política do presidente da República no Congresso Nacional.

 

IMG-20180403-WA0066

A Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE) vai promover nos próximos dias 5 e 6, no Centro de Convenções, em Olinda, o 5º Congresso Pernambucano de Municípios, que abordará o tema “Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”. Na oportunidade, será lançado o Prêmio Prefeito Empreendedor, que visa reconhecer os gestores municipais que mais se destacaram em obras relacionadas à conservação do meio ambiente.
A abertura do conclave terá a participação do governador Paulo Câmara (PSB), do presidente da AMUPE e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota (PSB), que falarão sobre a importância dos assuntos a serem abordados durante as mesas redondas.
No encerramento, acontecerá a palestra proferida pelo professor Jaboby Fernandes, da UFPE, sobre a relevância das compras sustentáveis. O professor é um dos idealizadores das modificações que estão sendo elaboradas sobre as Leis de Licitações.
Participarão dos debates os secretários estaduais Márcio Stefanni, do Planejamento, Frederico Amâncio, da Educação, e Felipe Carreiras, do Turismo, além de Roberto Tavares, presidente da Compesa.
Entre os debatedores estão confirmadas as presenças do cantor Silvério Pessoa, do desembargador do Tribunal de Justiça Bartolomeu Bueno e dos prefeitos João Alfredo Bertolucci, de Gramado (RS), e Antônio Carlos Vilaça, de Barcarena (PA), município onde aconteceu o desastre ecológico provocado pelo derramamento de material químico por uma empresa da Noruega.

IMG-20180402-WA0003

Por José Nivaldo Junior*

Caríssima amiga,

Ter tido oportunidade de conviver com você e os seus filhos, João Vicente e Denise, constitui um dos orgulhos da minha vida.

Você é a personalidade brasileira atual mais simbólica e emblemática, tendo sido a mais bela, expressiva e participativa primeira-dama de todos os tempos.

Você e o seu marido, João Goulart (Jango) além de belos, ricos e famosos, eram preocupados com os destinos do País e a libertação do povo.

João Goulart foi presidente da República até o fatídico 1o de abril de 1964.

Vice-presidente eleito, chegou ao poder com a renúncia de Jânio Quadros. Submetido a um plebiscito, ganhou com mais de 80% dos votos.

No dia 13 de março de 1964 você estava ao seu lado quando ele propôs, no Comício da Central do Brasil, as chamadas “reformas de base”.

Um conjunto de medidas capazes de modernizar a economia e a sociedade e estabelecer a verdadeira promoção social, a partir de uma Reforma Agrária planejada para dar certo.

A reação das elites conservadoras, da ala reacionária das forças armadas e da igreja obscurantista foi fulminante. Taxaram o plano de “comunista”, uma das mentiras mais ridículas de todos os tempos.

Com o apoio dos Estados Unidos, deram um golpe, rasgaram a Constituição. Instituíram uma ditadura e um estado terrorista que cassava mandatos, prendia, censurava a imprensa e as artes, torturava e/ou matava quem ousasse discordar ou reagir.

No dia 1o de abril de 64, há 53 anos, o Brasil renunciou à independência e ao desenvolvimento.

Quando a longa noite da ditadura acabou, você tinha sofrido perseguições, amargado o exílio, perdido o marido.

Retornou sem destilar mágoas nem ressentimentos.

Vive discretamente, ajudando a cultivar e preservar a memória de Jango e do sonho que vocês sonharam juntos.

Você é uma das maiores mulheres que o século XX produziu.

O não reconhecimento coletivo da grandeza do seu papel só revelam o quanto a nossa sociedade tem que avançar em matéria de consciência e valores históricos.

Você é a personificação da esperança que um dia nosso País acalentou.

E que, esperamos, um dia renasça.

Pois o sonho não morre nunca.

Receba um abraço carinhoso e emocionado.

*Publicitário, historiador e membro da Academia Pernambucana de Letras

IMG-20180402-WA0002

Na véspera do feriado de Páscoa havia rumores de que o Palácio estava buscando um nome que saísse do óbvio para a segunda vaga de senador na chapa de Paulo Câmara, uma vez que a primeira vaga esta pacificada que é de Jarbas Vasconcelos, que inclusive deverá oficializar a sua entrada no PSD ao longo desta semana devido a confusão envolvendo o MDB. Foram sondados alguns nomes como Janguiê Diniz, mas avançou muito a tese de Maurício Rands ser o nome que faltava para fechar a chapa de Paulo Câmara.

Rands tinha profunda relação com Eduardo Campos, sendo inclusive o seu nome preferido para disputar pelo PT a prefeitura do Recife em 2012, naquela confusão que acabou tirando João da Costa da disputa, indicando Humberto Costa e culminou na sua saída da política, inclusive com a sua renúncia ao mandato de deputado federal conquistado em 2010. Fora da política há seis anos, Rands circula no meio empresarial e no meio político com muita desenvoltura e poderia significar a unidade da Frente Popular no sentido de preterir outros nomes como André Ferreira, Eduardo da Fonte, Sebastião Oliveira e Humberto Costa que são lembrados para o posto.

O ex-deputado e ex-petista teve uma conversa na semana passada com o deputado federal Augusto Coutinho e o prefeito de Olinda, Professor Lupercio, e praticamente sacramentou a sua entrada no Solidariedade, um partido neutro que está bastante fortalecido junto ao governador Paulo Câmara, inviabilizando qualquer possibilidade de o partido rumar para a oposição.

Com a conta de Rands e Jarbas confirmada na chapa majoritária, ficaria a vaga de vice-governador em aberto, certamente para ser dada a alguém do Agreste ou do Sertão que oscilaria entre Odacy Amorim, caso seja do PT a indicação, José Queiroz do PDT ou Sebastião Oliveira do PR. O governador teria uma chapa eclética, leve e robusta para buscar a reeleição e jogaria a pressão para a oposição que até agora não sabe que rumo tomar para as eleições deste ano.

Fonte:Blog do Edmar Lyra

IMG-20180330-WA0066

Blog do Elielson

Depois de ficarem em cima do muro e valorizar o passe, tanto com o Palácio quanto com o Grupo das Oposições, os Ferreiras bateram o martelo com a Frente Popular e vão anunciar isso nos próximos dias. Mesmo sonhando em ser senador, André Ferreira terá que esperar até maio ou junho, quando será fechada a chapa governista e ele poderá integrar a mesma como candidato ao Senado. Os Ferreiras farão uma composição no Governo, assumindo uma pasta importante de Paulo, como a do Desenvolvimento Econômico. O prefeito de Jaboatão Anderson Ferreira sonha grande. E com eventual reeleição de Paulo, o socialista só teria mais quatro anos na cadeira, abrindo margem para uma oxigenação depois do segundo mandato. Governando uma das maiores cidades do Estado, Anderson ser se cafifar politicamente para ser o nome ideal para a sucessão. Com o apoio dos Ferreiras o favoritismo de Paulo amplia, pois ele fecha cidades importantes da Região Metropolitana, além do Recife, Jaboatão, Cabo (viria por gravidade) e Olinda, que já está na conta palaciana.

IMG-20180330-WA0068IMG-20180330-WA0067

IMG-20180329-WA0113

Por Alceu Valença

Bato palmas para sua boa intenção.
Infelizmente, você não percebe que a ideologia que nos sobrou, domina o mundo e é aquela que promove a ganância, o acúmulo e o individualismo.
Sou e serei sempre contra as grandes corporações.
Nunca, o poeta chegará perto de ideologias mesquinhas como muita gente, sem notar, vai se engajando.
Precisamos ficar atentos porque Hitler está renascendo das cinzas.
Lembram da campanha contra Marielle?
-“Ela era a favor do tráfico”.
-“Ela era a favor da legalização das drogas”.
Ninguém pode ter essas duas posições ao mesmo tempo. São antagônicas.
Lamento, mas não sou a favor da mão de ferro do Estado.
Por outro lado, o poeta nunca será a favor do Estado Mínimo.
No mínimo, o Estado tem que ser equilibrado. Senão, nunca existirá a meritocracia.
Sou mais Lisboa do que Orlando, viu amiguinha?
Escola, saúde, educação, moradia para todos.
Jesus, o humanista e revolucionário, é o meu guia.
Foi crucificado entre dois ladrões.
Pilatos lavou as mãos.
Salve a transposição imaginada desde Dom Pedro II. Salve a água no sertão.
A Justiça também é dominada pelas grandes corporações? Claro. Existe algo por trás da cortina do teatro.
Cuidado com Rússia, China e o Tio Sam? Cuidado com quem nos domina.
Cuidado com Facebook! Olha a eleição de Trump!
As grandes corporações adoram…privatizações !!!
O último apagão foi promovido por uma empresa de energia chinesa.
Água…
Metais.
Natureza.
Valeu a pena privatizar a Vale?
Virou um mar de lama.
Afogou Mariana. Sabias que a Samarco é Australiana? A culpa foi do canguru?
A Vale do Rio Doce empurra com a barriga uma dívida ao IR que se fosse paga e usada na saúde e educação, resolveria esse crucial problema.
O Judiciário é corrompido o induzido para empurrar o processo com a barriga. Daqui a dez anos, não tenhas dúvidas, a dívida será perdoada.
BILHÕES, BILHÕES e BILHÕES !!!!

A internet, nos transforma em mulas e repassadores de mensagens enviadas por marqueteiros que nos usam e nem sequer desconfiamos. Cuidado com os marqueteiros…
Como não pertenço a grupos virtuais, me salvo da “Bolha do Domínio.”
Felizmente, permaneço menino, traquino…
Já falava, há muito que estávamos sendo usados, escravizados como mulas e, por isso, sempre foi contestado por aqueles que argumentam:
– “Ele é um adepto da Teoria da Conspiração”.
Acredite, não sou não.
Sempre fui um questionador.
A minha professora de filosofia, Bernadete Pedrosa, me ensinou a raciocinar com lógica.
O silogismo é a salvação. Mas, cuidado com as premissas! Quando uma delas é falsa, a conclusão também se torna falsa.
Estávamos em tournée na Europa, no fim da década de 80, e ao passar pela Alemanha Oriental, previ a queda do Muro de Berlim.
Por quê?
Por causa do papel higiênico.
Falei:
-A bunda dos comunistas não aguenta mais essa lixa.
O saudoso Clávio Valença ouviu, sorriu e não acreditou na afirmação do primo doidão.
Conclusão:
Acertei!!!!
O Muro caiu, logo após minha louca afirmação.
Cagada? Não!
Sou chegado ao uso de metáforas e por isso, não agrado a quem não se permite soltar a imaginação. Práticos, retilíneos, dogmáticos!
Sempre levei porrada de todos os lados.
Não, não tenha pena de mim. Já estou acostumado.
Na faculdade de Direito era tido como meio torto.
Doido.
Fui preso no DOPS e nunca vesti a camisa de herói.
Devo confessar que não fui torturado fisicamente, mas aquilo parecia coisa da ditadura do Diabo.
Não gosto do Super-Man.
Prefiro João Grilo.
Lampião para mim é uma metáfora.
O que existe por trás do Cangaço e da Justiça?
Malícia. Milícias.
– O Poder é irmão da policia que é prima carnal do Estado e de uma cega chamada Justiça…
Cega não, dissimulada. Tem um olhinho aberto, que por vezes, só enxerga os inimigos do donos do Poder e do cifrão $$$$$.
Morro de pena dos moradores do Morro.
Olha a previsão:
Um dia desses eu tive um sonho
Que havia começado a grande guerra entre o morro e a cidade,
E meu amigo Melodia era o comandante em chefe
Da primeira bateria lá do Morro de São Carlos.
Ele falava, eu entendia:
Você precisa escutar a rebeldia!
Pantera Negra, FM Rebeldia,
Transmitindo da Rocinha primeiro comunicado:
Por pão e circo e o poder da maioria,
O país bem poderia ter seu povo alimentado.
E era um sonho ao som de um samba tão aflito
Que eu quase não acredito, não queria acordar…
Profecia? Não.
Pensar livremente.
Escola, Saúde, Educação.
Eis a solução para diminuir a violência.
Cuidado com a Bancada da Bala!!!
Cuidado com o boato.
Eu era tido como drogado e nunca fumei um baseado.
Na Ditadura fui Censurado pelo Cenimar,
Continuei a compor e a me expressar.
Segui em frente sem Medo e sem Ódio.
Finalizando, minha doce e querida amiga, atente para isso:
O pré-sal que há pouco era ridicularizado, como inviável, hoje está sendo explorado pela Chevron, EUA
Sheel, Holandesa
Companhia Norueguesa e de outros países …
Estranho, não é?
Você devia
deveria adivinhar
Que atrás do Samba havia o Semba
Que atrás do Semba havia a África
Que atrás de tudo havia o Açúcar
E a Companhia das Índias Ocidentais.
Primeira multinacional do Planeta.

Açucar é doce,
Doce, doce, doce
como mel
Doce, doce
Doce como o fel
Não acredite,
não tem mistério
O velho é novo
e o novo é velho
É como o Ovo e a Galinha
Se a culpa é nossa
A culpa é minha

Mas que nunca
é preciso DESCONFIAR
Eu desconfio no sentido estrito
Eu desconfio no sentido lato
Eu desconfio dos cabelos longos
Eu desconfio do Diabo a Quatro.

Alceu Valença

IMG-20180329-WA0112

1. Não há saída fora da Constituição e da democracia.
O brasileiro vive um momento de grande descrença na política e até mesmo na democracia, mas não há saída fora dela. Esse fenômeno não é só brasileiro. Vivemos a era de líderes fortes, que o diga a Rússia, a China e os Estados Unidos, entre outros. Tivemos agressões a caravanas, ameaças a ministros, o radicalismo cresce nas redes sociais, se não pensa igual ao outro é inimigo, caracterizando tempos de intolerância. Para crise de democracia mais democracia. Que 2018 seja uma grande festa da democracia, livre e soberana, em que os brasileiros saibam escolher bem o seu destino e haja um reencontro entre o Brasil oficial e o Brasil real. A verdadeira política é um exercício de esperança.
Esse ano celebramos 30 anos da Constituição Cidadã e que ela seja uma bússola perene para vencermos a crise e que cumpramos o compromisso de respeitá-la. O compromisso com a democracia e a convivência com o contrário é um princípio básico.
2. Pernambuco quer mudar. O Governo Paulo Câmara não é de continuidade política e de gestão de Eduardo Campos.
Paulo Câmara descuidou do Pacto Pela Vida e quando acordou ele já tinha saído do controle e Pernambuco mergulhou numa grave crise de segurança sem precedentes. Pernambuco tem taxa de desemprego recorde, chegando a 17,9%, sendo o segundo do país. O Estado está estagnado, com mais de 1.500 obras inacabadas, segundo dados do TCE. O Estado vive uma situação de crise fiscal, tendo o pior desempenho fiscal entre os estados nordestinos no ano passado, tendo sua nota rebaixada, perdendo o direito de aval da União para novos empréstimos. Quem discorda ou não reza na cartilha da situação é tratado como inimigo, nem mesmo como adversário político.
Como considerar o atual governo estadual a continuidade da obra social de Arraes e desenvolvimentista social de Eduardo? Não será a benção de herdeiros ungidos pelos beneficiários que conseguirão vencer os fatos e apagar a história.
3. O Brasil necessita de um Estado Social e não um Estado policial e militar.
O Governo Federal interveio no Rio de Janeiro e lançou um pacote de segurança, que possui aspectos importantes, com resultados ainda tímidos. O Brasil não pode se transformar num narco-país. O Brasil já o maior consumidor de crack, o segundo de cocaína e a principal passagem de drogas do mundo. Precisamos fortalecer as nossas fronteiras, o serviço de inteligência e combater isso fortemente. Colocar em prática um plano de segurança nacional.
Contudo, o verdadeiro Estado que o Brasil reclama é o Estado Social, com mais investimentos na área social, em programas de educação e emprego para nossos jovens, em geração de renda.
O Brasil é marcado por uma profunda desigualdade social. A luta de Joaquim Nabuco pela abolição da escravatura, foi a luta de Arraes pelos direitos no campo e nos projetos de inclusão social. Arraes fez de Pernambuco um dos maiores laboratórios de programas sociais do Brasil. Muitos beberam na sua água imorredoura.
Precisamos de um pacote e um conjunto de medidas de proteção social de nossos jovens, dos nossos idosos, dos brasileiros, que certamente contribuirá de forma decisiva na diminuição da violência, por mais respeitáveis e necessárias que sejam as atuações policiais e militares.
Se vencemos 50 anos de inflação com o Plano Real, precisamos um plano social urgente e de geração de empregos, fortalecendo e aperfeiçoando alguns já existentes, criando novos.
Por mais que alguns critiquem, o Bolsa Família foi e é um plano de distribuição de renda que salvou muitas vidas, a um custo de 0,5% do PIB.
Temos 52 milhões de brasileiros na linha de pobreza, com renda familiar de cerca de R$ 400,00, sendo 13 milhões em extrema pobreza, com renda de R$ 85,00 mensais, cerca de R$ 3,00 ao dia.
São essas desigualdades que precisamos enfrentar e não fazer o velho jogo das elites e do cartel dos grandes bancos que dão as cartas do jogo.
Todos que enfrentaram essa luta muito sofreram, mas certamente ficaram em paz com as suas consciências e escreveram seus nomes na história.
4. A educação é o projeto de desenvolvimento social que pode transformar a nossa realidade e redefinir a sociedade brasileira para os desafios do século XXI.
A revolução da educação e o seu poder transformador é o projeto nacional que precisa ser implantado no Brasil. Aliar a esse projeto inovação e tecnologias que sirvam a população.
Arraes criou o MCP com outros valorosos companheiros. O método Paulo Freire é referência mundial e mostra a nossa capacidade de pensar e que é possível fazer diferente, sem necessariamente fazer cópias estrangeiras.
O grande legado de Eduardo Campos foi na educação. Pernambuco ter o melhor IDEB, no ensino médio no Brasil, o Programa Ganhe o Mundo, são orgulhos para os pernambucanos e para o Brasil.
A educação tem que ser um compromisso nuclear para qualquer frente política que queira transformar e melhorar a realidade de seus conterrâneos. Esse é um dos compromissos que venho pedir.
É de se registrar, também, importantes iniciativas do Ministro Mendonça Filho em sua gestão e a sua preocupação em trazer recursos para Pernambuco.
Um projeto de desenvolvimento social baseado na educação deve ser a base de uma renovada agenda para Pernambuco e o Brasil para termos o país que sonhamos.

5. Água para todos. O Sertão está em calamidade pública.
A questão da água em Pernambuco é crucial. A causa da água é uma questão global. Em 2050, a demanda de água no mundo superará a oferta em mais de 40%.
No último dia 22 de março, celebrou-se o Dia Mundial da Água e levei ao 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília, juntamente com entidades vinculadas a causa da água, proposta à Unesco de tornar o Rio São Francisco Patrimônio Natural da Humanidade, tendo já outros 7 biomas e ecossistemas brasileiros esse reconhecimento. O Velho Chico, que atravessa o Nordeste, marcado por 64% de semiárido, é um patrimônio dos nordestinos inalienável.
Tenho defendido também um Consórcio Intermunicipal Público para Revitalização da Bacia do Rio Capibaribe e a retomada da Hidrovia do Rio Capibaribe, no Recife, que poderá beneficiar 400 mil pessoas na sua mobilidade.
Recentemente, o Governo do Estado lançou um decreto com 52 municípios do Sertão em calamidade pública em razão da seca. O Sertão está em calamidade pública. Tal desafio é superável. Um exemplo é o trabalho feito por Israel.
6. Um novo municipalismo
Nos próximos dias 05 e 06 de abril, teremos o 5º Congresso Pernambucano de Municípios realizado pela Amupe, tendo como tema o desenvolvimento sustentável.
Precisamos criar, na prática, um novo municipalismo, baseado em um novo modelo de gestão mais eficiente e transparente e uma plataforma inovadora de educação nos municípios.
Defenderei, no evento, a criação do Consórcio de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Capibaribe.
7. Diálogos, divergências e convergências. Colocar Pernambuco acima dos partidos e dos interesses pessoais. #MovimentoPernambucoQuerMais.
Pernambuco quer mudar e quer voltar a liderar o Nordeste. As forças políticas das oposições, se souberem colocar a causa de Pernambuco acima das divergências e traçar um projeto que coloque o interesse do povo e da nossa soberania acima de interesses menores, certamente poderão liderar um movimento para mudar Pernambuco, que quer mais e está vivendo em câmara lenta e tem pressa em mudar, com mais emprego, mais saúde, mais educação e segurança para os pernambucanos.
Coloco-me como um soldado nessa luta, tendo a dimensão da história e da importância do momento político que vivemos.
Estarei lançando o #MovimentoPernambucoQuerMais, no próximo dia 07/04, no ato das oposições. Pernambuco quer mais segurança, quer mais saúde, quer mais emprego. Pernambuco quer mais liderança. Tal movimento vai além dos partidos políticos e vai dialogar com a sociedade civil, intelectuais, sindicatos, sendo uma força viva de diálogos.
Poderemos dar uma nova largada e trilhar o caminho que devolverá a esperança aos nossos irmãos pernambucanos.
Pernambuco quer mudar. Pernambuco quer mais. Pernambuco vai voltar a liderar o Nordeste e ter esperança!

Recife/ Olinda, 29 março de 2018.

Antônio Campos

amendonaça-1
Uma chapa que está sendo montada por setores da oposição ao governador Paulo Câmara (PSB) tem amplas chances de sair vitoriosa nas eleições do próximo mês de outubro. Ela é formada de nomes fortes e tradicionais da política pernambucana e tem condições de conseguir um bom tempo no horário da televisão e unir os candidatos dos mais importantes partidos oposicionistas.
O candidato ao Governo do Estado é o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), que já comunicou ao presidente Michel Temer (MDB) sua disposição de deixar o Ministério para concorrer a uma vaga. O candidato a vice-governador seria o deputado estadual André Ferreira (PSC), que exerce uma forte liderança política em vários municípios na Região Metropolitana e no Sertão e na comunidade evangélica. Os candidatos ao Senado Federal seriam o senador Armando Monteiro Neto (PTB) e o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), tendo como suplentes o ex-governador João Lyra Neto (PSDB) e o escritor Antônio Campos (Podemos), irmão do ex-governador Eduardo Campos.
A chapa com essa formação engessaria Paulo Câmara, que ficaria obrigada o formalizar a coligação com o PT e prejudicado pelo pequeno espaço no horário do Guia Eleitoral no Guia Eleitoral. Fernando Bezerra segue pra o ministério da integração para turbinar e dá suporte ao grupo, o seu filho Fernandinho será candidato a deputado federal com promessa de ser futuro candidato a prefeitura do Recife em 2020.

Esta decisão está tomada pelo impasse do PMDB.

IMG-20180324-WA0124

Na tarde de sexta feira 23/03/2018, enquanto o Presidente Temer e grande caravana visitavam a fábrica da Fiat em Pernabuco, o Deputado PASTOR EURICO, defensor do povo pernambucano, prestava sua solidariedade aos CEGONHEIROS que estão acampados há 235 dias ao lado da fábrica da Fiat, esperando que a Justiça resolva a questão dessa categoria, vítima do “Cartel dos transportes de veículos novos” no Brasil.
Cerca de 100 empresas de transporte de pernambuco, estão sem poder trabalhar vitimizadas pelo esquema cartelista que impera causando dificuldades até as montadoras de veículos.
Os verdadeiros cegonheiros de Pernambuco, acampados no local por esse longo período, aguardam uma solução pacífica da justiça, junto à Fiat e ao Governo de Pernambuco.
O Deputado PASTOR EURICO sempre aguerrido na defesa dos pernambucanos, já fez pronunciamentos diversos na Câmara dos Deputados e disse não se vender aos esquemas dos que estão por trás de tudo isso.
Sua luta lhe rendeu alguns processos no STF impetrados por quem estar por trás desse esquema
“Ninguém vai me comprar, o meu preço é a vitória dos pernambucanos” concluiu.

(Assessoria de imprensa)

IMG-20180324-WA0125IMG-20180324-WA0125

Fechar