PE News

FREXEIRAS-1024x531A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informa aos seus usuários, que residem no Distrito de Frexeiras, que os débitos de anos anteriores a 2015 estão totalmente perdoados.

Já os débitos existentes a partir de 2015 podem ser pagos com descontos de até 90%. Para isso, o pagamento deve ser efetuado até o dia 31 deste mês de agosto. Caso contrário, haverá corte no fornecimento.
O atendimento para as pessoas que querem regularizar seus pagamentos pode ser feito diretamente na subprefeitura de Frexeiras, das 8 às 16 horas. Uma servidora da Compesa estará disponível para maiores informações.
G1
Estudo da Secretaria de Aviação Civil ouviu 64.539 usuários em 2014.
Eles avaliaram os 15 maiores terminais do país, em nove categorias.

aeroO Aeroporto Internacional dos Guararapes/ Gilberto Freyre, do Recife, foi eleito o melhor do Brasil em uma pesquisa realizada pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) ao longo de 2014. A SAC ouviu 64.539 usuários dos 15 maiores terminais aéreos do país para chegar a esta conclusão.

Na cerimônia da divulgação da pesquisa, o terminal de Pernambuco ganhou o título de Aeroporto + Brasil. Esta é a primeira vez que a classificação é concedida com base em uma pesquisa anual. Antes, a Secretaria de Aviação Civil só elegia os melhores terminais do país segundo os estudos trimestrais. Segundo a SAC, a mudança pretende estimular a melhoria da prestação de serviços aeroportuários.

A secretaria ainda informou que a pesquisa realizada em 2014 avaliou os aeroportos em nove categorias diferentes, pedindo para os usuários classificarem cada um desses itens dentro de uma escala de notas que vai de 1 a 5. Ao abrir a cerimônia, na quarta (8), o ministro da Aviação, Eliseu Padilha, comemorou o resultado geral do estudo. Segundo ele, oito dos 15 terminais avaliados receberam notas superiores a quatro.

O Aeroporto de Congonhas, localizado em São Paulo conquistou a melhor avaliação em quatro dos nove itens avaliados. Por isso, levou os títulos de check-in e raio-x mais eficientes, além de aeroporto mais cordial e mais confortável do país. Já o Aeroporto Internacional Afonso Pena, de Curitiba, foi eleito o terminal com mais facilidades aos passageiros.

O estudo realizado em 2014 ainda premiou outros três aeroportos brasileiros. O Santos Dumont, no Rio de Janeiro, teve a restituição de bagagem mais eficiente; e o Internacional Tancredo Neves, em Confins, Minas Gerais, o serviço público mais eficiente. Já o título de mais limpo do país foi para o Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, da cidade de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte.

 

O Estadão

 

1470729799619O mau desempenho da seleção olímpica vai ter reflexos naseleção principal. Uma das consequências é que Neymar não deverá ser mantido como capitão. O descontrole do atacante no jogo com o Iraque praticamente selou a perda da patente. O técnico Tite não o quer com a faixa e tem respaldo de dirigentes da CBF e do presidente Marco Polo Del Nero.

No último domingo, Neymar passou o jogo batendo boca com jogadores iraquianos, algumas vezes trocou empurrou e discutiu bastante com o juiz da partida. Além disso, em determinado momento chutou a bola para longe, de bico, irritado com o fato de o jogo ter sido parado para atendimento a um adversário após falta feita por Renato Augusto.

Naquela altura do jogo, os brasileiros estavam irritados tanto com a violência como com a cera da seleção do Iraque e no entendimento de dirigentes da CBF caberia ao capitão tentar acalmá-los e não mostrar descontrole por meio de um gesto que trouxe ainda mais nervosismo.

“Ele é fora de série, mas ainda não tem maturidade para ser capitão. Ainda não tem a experiência de um Cristiano Ronaldo, por exemplo’’, disse ao Estado dirigente com trânsito na cúpula da CBF.

O assunto da retirada da faixa será tema de discussão antes de os jogadores se apresentarem para os jogos contra Equador e Colômbia, em setembro, pelas Eliminatórias. Mas é considerado decidido.

Na entidade, a decisão de Dunga de elevar Neymar à condição de capitão ao reassumir, após a Copa do Mundo de 2014, foi considerada um erro. Avaliam até como bem-intencionada a iniciativa do ex-treinador, mas que se mostrou precipitada.

Os constantes cartões amarelos que recebeu desde então, a maioria por reclamação, e o descontrole após da partida contra a Colômbia na Copa América em 2015, quando acabou expulso por cair na provocação dos adversários e depois partiu para cima do juiz são sempre lembrados na CBF.

Tite gostaria de ter como capitão o goleiro Fernando Prass, mas a contusão do palmeirense atrapalhou os planos. O zagueiro Thiago Silva, que exerceu o posto no passado e deve ser resgatado pelo treinador, é tido como candidato natural.

Blog do Inaldo Sampaio

 Mário-Cavalcanti-Foto-Ednaldo-Lourenço-DivulgaçãoFrente Popular de Gravatá, que tem como candidato a prefeito o vereador João Paulo de Lemos (PSB) e a vice o também vereador Fernando Resende (PR), pediu registro de chapa nesta segunda-feira (8).

Ela é formada por 11 partidos, tem 68 candidatos a vereador e vai enfrentar o ex-prefeito Joaquim Neto (PSDB), que tem o apoio de 10 legendas.

Os partidos que formam a Frente Popular são: PSB, PDT, PRP, PPS, PCdoB, PP, PR, PSL, DEM, PPL, e PMB. Ela tem o apoio de 11 dos atuais 15 vereadores.

Gravatá está sob intervenção estadual devido ao afastamento do prefeito eleito em 2012 Bruno Martiniano Lins. Ele se elegeu pelo PTB e atualmente está sem partido. O interventor é o coronel PM (da reserva) Mário Cavalcanti.

O candidato do PSB seria o deputado estadual Waldemar Borges mas como não decolou nas pesquisas, o partido fez opção pelo vereador João Paulo.

Já o candidato do PR seria o também vereador Fernando Resende. Mas, para não dividir a oposição, ele aceitou ser vice de João Paulo.

O PSB está apostando na possibilidade de Joaquim Neto ficar fora da disputa por ter tido contas rejeitadas pelo TCE e confirmadas pela Câmara Municipal, mas ele garante que está elegível.

Blog do Josias Souza

Distintivo_PFMaiorA Polícia Federal intimou para prestar depoimentos a mulher e o primogênito de Lula. Marisa Letícia e Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, serão inquiridos no processo que apura a suspeita de que Lula seria o verdadeiro proprietário de um sítio em Atibaia. O imóvel está registrado em nome de dois sócios do filho de Lula: Fernando Bittar e Jonas Suassuna. A dupla também foi intimada a depor.

A PF já entrou em contato com os advogados de Marisa e Lulinha. Mas não há, por ora, definição quanto à data do depoimento de ambos. Nesta segunda-feira (8), além dos pedidos de depoimentos, a PF anexou ao processo a requisição de uma análise da evolução do patrimônio de Lulinha e dos sócios Bittar e Suassuna. A análise será estendida ao caçula de Lula, Luís Cláudio Lula da Silva. Deseja-se esclarecer se a evolução patrimonial dos personagens faz nexo com seus rendimentos.

Nos casos de Bittar e Suassuna, que dividem a propriedade do sítio usado por Lula como se fosse dele, a PF quer saber se os dois tinham caixa para adquirir o sítio. Deseja-se apurar também se os rendimentos dos sócios de Lulinha seriam suficientes para bancar as reformas que adaptaram o sítio ao gosto de Lula e Marisa, seus reais frequentadores.

Peritos da PF estimaram em R$ 1,2 milhão o custo das reformas feitas no sítio de Atibaia. Desse total, R$ 252 mil pagaram uma cozinha gourmet instalada sob supervisão direta de Marisa e Lula. A investigação colecionou indícios de que as obras foram realizadas por duas construtoras enroladas na Lava Jato —Odebrecht e OAS— e pela Usina São Fernando, de propriedade de José Carlos Bunlai, amigo de Lula e réu na Lava Jato.

Por Márcio Maia

cms-image-000489762Terminou na última sexta-feira (5) o prazo dado pela Justiça Eleitoral para que os partidos políticos realizassem suas convenções municipais para escolhas dos candidatos a prefeito e vereadores. Foram dias de muitas conversações e entendimentos entres os dirigentes partidários para a indicação dos concorrentes, uma vez em muitas cidades, existiam partidos que tinha até três interessados na disputa majoritária. Na indicação dos proporcionais, a confusão foi bem maior.
O governador Paulo Câmara (PSB) já deixou bem claro a estratégia que vai usar até as eleições. Só participará das campanhas dos candidatos a prefeito, nas cidades onde não houver disputa entre integrantes de partidos que fazem parte de sua base eleitoral. Entre as principais cidades onde ele não vai pisar estão Caruaru, Petrolina e Olinda, onde o candidato de seu partido é Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, morto em um acidente de avião em plena campanha para a Presidência da República.
Apesar da escolha já ter sido feita, os candidatos ainda não podem fazer publicidade de seus nomes, pois ainda faltam a confirmação por parte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que analisará a documentação apresentada para dar aprovação, e também a abertura das contas bancárias com o CNPJ de cada um.
Um ponto que está deixando muito candidato nervoso é a análise que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) está fazendo sobre as prestações de contas de centenas de candidatos, que exerceram cargos no executivo nos últimos oito anos e estão com pendência. São os já famosos “fichas sujas”.
TRAIÇÕES – Nesse final de semana, aconteceram inúmeras brigas e discussões por conta do que consideram traição dos que estavam de um lado e, de última hora, passaram para o outro lado. Embora não tenha acontecido nenhuma denúncia oficial até o momento, os comentários e as reclamações indicam que muita gente “virou a casaca” em troca de promessas e até de vantagens pecuniárias.
O TRE e o Ministério Público Eleitoral estão de olho em possíveis irregularidades e já adiantaram que os casos de campanha antecipada com cartazes camufladas serão apurados e, caso aja a comprovação, haverá punição rigorosa, podendo até haver a cassação de candidaturas.
O primeiro caso de violência envolvendo candidatos, aconteceu na cidade de Passira, onde a residência do prefeito Severino Silvestre (PSD), no centro, foi alvo de quatro disparos que atingiram a parede e a porta do terraço. Segundo o próprio prefeito, a casa estava vazia e ele não soube adiantar se os disparos tiveram motivação política. Ele disse que um vigia chegou a ver dois homens em uma moto passando, quando ocorreram os tiros.

Por Márcio Maia
desmontados-2GA crise ocasionada em São Paulo e que vem se espalhando por todo o Brasil, inclusive atingindo Pernambuco, tem causado uma grande modificação nos costumes e rotina de muita gente. Também está repercutindo na área do comércio de carros novos e consequentemente, de peças usadas e seminovas, que tem crescido de forma substancial nos últimos dois anos.
Por conta da alta dos preços nos veículos novos, muita gente está protelando a compra de um zero quilômetro e optando pela manutenção de seu “velhinho”. Cerca de 20 por cento, segundo informações dos próprios donos de agências. Por consequência, a comercialização de peças usadas tem crescido pois muito motoristas estão preferindo consertar o seu usado, adiando a compra de outro.
O comerciante Ivan Oliveira, proprietário da loja Central de Peças Usadas, no bairro da Iputinga, confirmou a informação e adiantou que seu estabelecimento tem sido procurado por donos de carros, que querem consertar seu veículo. “Muita gente nos procura porque temos a vantagem de oferecer um preço bem inferior ao cobrado pelas concessionárias, mais de 50% em algumas situações”.
Ele adiantou que a sua loja ainda oferece um serviço extra, que é a colocação da peça perfeita no lugar da quebrada. “Nos estabelecimentos credenciados pelas montadoras, o comprador teria que pagar pela mão de obra do serviço, o que tornaria sua compra bem mais cara”.
Ivan Oliveira explicou que a agilização de realização de leilões, tanto dos bancos quanto do próprio Detran, tem proporcionado a aquisição de carros em excelentes condições de funcionamento. “Antigamente, os carros apreendidos passavam anos ao relento, deteriorando-se. Agora, nós podemos comprá-los rapidamente, o que faz com que a maioria das peças esteja em perfeitas condições de uso”.
Ele afirmou que o comércio de peças usadas chegou a um nível de sofisticação, que tem vendido peças para proprietários residentes no Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás e outros Estados. “Em diversas ocasiões, as pessoas não conseguem comprar as peças nas lojas especializadas pois são fabricadas no Exterior e a chegada demora. Sendo assim, somos contatados e enviamos a peça com rapidez”.
SERVIÇO –
CENTRAL DE PEÇAS USADAS – Rua Mauriceia 600, Iputinga, Recife. Fones: 3274.2901 – 9.9203.6714 – 9.87.92.8435

Blog do Josias Souza

TemerDivulgacao3Nos últimos dias, Michel Temer revelou-se especialmente preocupado com o tempo. Seu relógio parece não ter ponteiros, mas espadas. O substituto constitucional de Dilma Rousseff tem pressa. Quer saltar do crepúsculo da interinidade e, sem mais demora, entrar no porvir da Presidência efetiva.

Temer alega que não ficaria bem comparecer à reunião do G-20, na China, nos dias 4 e 5 de setembro, com o rótulo de interino ainda grudado na testa. A justificativa parece frágil. Há na praça um motivo mais plausível para o interesse de Temer de imprimir ao julgamento do impeachment um ritmo de toque de caixa: a delação da cúpula da Odebrecht.

Em notícia veiculada na Veja, o repórter Daniel Pereira informou que a delação de Marcelo Odebrecht incluiu revelações sobre uma conversa ocorrida no Jaburu, palácio que tem Temer como inquilino. Deu-se em maio de 2014. Convidado para jantar, o príncipe da maior empreiteira do país foi mordido em R$ 10 milhões. Além de Odebrecht e do anfitrião, estava à mesa Eliseu Padilha, hoje chefe da Casa Civil.

De acordo com o delator, os R$ 10 milhões transitaram pelo caixa dois. Foram escriturados no departamento de propinas da empreiteira. Do total mencionado no jantar, R$ 4 milhões tiveram Eliseu Padilha como destinatário. Os outros R$ 6 milhões destinaram-se à campanha do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, que disputou o governo de São Paulo em 2014 pelo PMDB, com o apoio de Temer.

Temer e Padilha confirmam que participaram do repasto com Marcelo Odebrecht. O presidente interino confirma ter conversado com o empreiteiro sobre dinheiro. Pediu “auxílio financeiro da construtora Odebrecht a campanhas eleitorais do PMDB.” Temer alega, porém, que tudo foi feito “em absoluto acordo com a legislação eleitoral em vigor”. Nessa versão, a verba foi declarada à Justiça Eleitoral. Padilha diz que não recebeu ajuda da construtora, já que não foi candidato na eleição de 2014.

Em menos de três meses, é a segunda vez que Temer é acusado por um delator da Lava Jato de pedir pessoalmente verba de má origem para campanhas do PMDB. Em junho, o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, acusou o correligionário Temer de encomendar R$ 1,5 milhão para a campanha de Gabriel Chalita à prefeitura de São Paulo, em 2012. Temer tachou as declarações de Machado de “irresponsáveis, mentirosas, levianas e criminosas.”

Aos pouquinhos, o petróleo queimado do escândalo da Petrobras vai tocando o bico do sapato de Temer. As delações pedem provas. Mas o contexto orna com a condição do PMDB, sócio majoritário do PT no empreendimento que resultou na pilhagem do Estado. A pressa de Temer em relação à formalização do impeachment foi encampada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros. Logo ele, protagonista de nove inquéritos na Lava Jato.

IMG_20160806_195219Dra. Maria Carolina Melo Campos (Carolina Campos), 30 anos, casada com o empresário Breno Campos, filha de Paulo Sérgio Ferreira de Melo e Aldinete do Nascimento Melo, mãe do casal Breno Campos Júnior e Brenda Carolina Campos de  6 e 3 anos de idade respectivamente.

Formada em Psicologia no ano de 2010 pela Faculdade Frassinetti do Recife – FAFIRE, Pós-graduada em Psicologia do trânsito, possuidora dos títulos de Mestrado e Doutorado em Psicanálise. Atua como psicóloga clínica e psicóloga em um programa da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias, (os Mórmons) da qual é membro.

A psicóloga Carolina Campos tem longa história junto ao PSB, caminhou desde criança com seu pai, o sanitarista Paulo Melo, amigo pessoal do ex Deputado Estadual Miguelzinho Batista, sendo um dos fundadores do PSB e por sua relação partidária tiveram oportunidade de participar das campanhas de Miguel Arraes é Eduardo Campos. Ao vivenciar tudo isso, sempre teve o desejo de contribuir e agora se sente preparada e se colocou a disposição como candidata a vereadora no município de Olinda. Mesmo tendo muitas atribuições como esposa, mãe e profissional compreende a importância da participação efetiva da mulher na política. No último dia 31 de Julho, participou da convenção do PSB em Olinda, na qual foi homologada a candidatura de Antônio Campos para Prefeito, com Ceça como Vice-prefeita e a mesma para Vereadora.

A pré-candidata Carolina Campos sabe das dificuldades e o caos que se encontra a cidade de Olinda, pois a mesma nasceu em Recife e desde seu segundo dia de vida reside na cidade, e ao longo dos anos tem vivenciado o descaso que se encontra a cidade, enchentes proveniente das chuvas, problemas estruturais, tais como falta de calçamento, praças, mobilidade, saúde, segurança e acompanhou o desgoverno da gestão atual

Carolina Campos sabe o grande desafio que irá encarar pois reconhece o tamanho e importância dessa bela cidade, Olinda, patrimônio histórico da humanidade que em meio a tanta beleza na sua parte histórica está abandonada e esquecida em seu subúrbio e necessita urgentemente de pessoas que acreditem e possam realizar uma mudança real. Por amor a Olinda, É Carolina Campos.

unnamed (2)A Secretaria de Saúde do Cabo de Santo Agostinho vai intensificar um sistema de fiscalização nas estradas e ruas do munic&i acute;pio para impedir que animais de grande porte vaguem pelos logradouros oferecendo perigo de vida às pessoas e ocasionando acidentes automobilísticos.
O órgão está fazendo um alerta às pessoas que, contrariando a legislação, ainda criam animais nas áreas urbanas para que os recolham das ruas. Para recolher bois, cavalos, jumentos, porcos, ovelhas, cabras e outras espécies, a Secretaria dispõe de caminhão boiadeiro e equipe de fiscais treinada para realizar adequadamente os serviços.

O caminhão acaba de ser reformado e revisado para percorrer todas as regiões do Cabo. Os animais apreendidos serão levados para o Centro de Vigilância Animal (CVA) e somente serão liberados após pagamentos de multas e taxas.

A Secretaria de Saúde enfatiza que, além de oferecerem sérios riscos de acidentes, sobretudo envolvendo veículos, esses animais transmitem diversos tipos de doenças e por isso não podem ser criados nas áreas urbanas.

 

Fechar