IMG-20180804-WA0059

O vereador Fred Ferreira, do PSC, acaba de ser escolhido pelo grupo de Oposição para o posto de vice na chapa majoritária. O martelo foi batido em uma reunião agora à noite. O PSC abandonou o palanque de Paulo Câmara, depois de tentar negociar espaço na majoritária, com uma das vagas ao Senado.

O nome do vereador será anunciado oficialmente neste sábado, quando a frente de oposição “Pernambuco Vai Mudar” realiza a convenção que vai sacramentar o nome do senador do PTB Armando Monteiro como candidato ao governo e dos deputados federais Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) como postulantes às duas vagas no Senado.

A convenção será realizada no Classic Hall, em Olinda, a partir das 9h.

Fred Ferreira é formado em Administração de Empresas e se engajou na política ao coordenar as três últimas campanhas eleitorais dos cunhados André Ferreira (deputado estadual, mas que foi vereador do Recife por três mandatos) e Anderson Ferreira (atualmente prefeito de Jaboatão dos Guararapes, mas que antes exerceu dois mandatos de deputado federal).

“O sobrenome “Ferreira” foi incorporado porque esta família tem feito política de forma diferenciada e Fred faz parte dela”, explica, a seu modo, em sua página na Câmara Municipal.

O vereador tem 39 anos, nasceu no Recife, é casado com Alessandra Ferreira e pai de duas filhas.

Priscila Krause

O outro nome que estava na disputa era a deputada estadual Priscila Krause, do Democratas. No entanto, a parlamentar resistia ao desafio, buscando uma reeleição na Alepe. Nos bastidores, o que se dizia era que a parlamentar achava o risco elevado, diante da necessidade de abrir mão da atividade parlamentar. Além disto, a família também não apoiava a mudança, apenas para se contrapor à pré-candidata do PT no Recife.
O nome esteve mais em alta quando a vereadora Marília Arraes apresentava-se como pré-candidata pelo PT, antes de ser rifada por Lula, em um acordo com Paulo Câmara.

Ao todo, 12 partidos dão sustentação à frente: PTB, DEM, PSDB, PRB, Podemos, PSC, PPS, PSDC, PV, PSL, PHS e PRTB – os últimos quatro integram a chapa proporcional “Avança Pernambuco”. Eles se gabam de ser a maior frente de oposição de toda a história de Pernambuco.

Além de Mendonça Filho, mais quatro ex-governadores de Pernambuco se juntaram para dar suporte à chapa majoritária oficializada neste sábado: Roberto Magalhães (DEM), Joaquim Francisco (PSDB), Gustavo Krause (DEM) e João Lyra (PSDB). Outro aliado que está com a frente de oposição desde o início é o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB).

Paulo Câmara

No próximo domingo (05/08), o Partido Socialista Brasileiro em Pernambuco (PSB-PE) homologará a pré-candidatura à reeleição do governador Paulo Câmara, durante convenção estadual, que ocorre das 10h às 17h em seu horário regimental, no Clube Internacional, no Recife. O horário previsto para chegada de Paulo Câmara, acompanhado da chapa majoritária, é às 13h, quando terá início o ato político.

 

Blog do Jamildo

Um dia após anunciar que será candidato a deputado federal, o senador Aécio Neves também fala sobre palanque de Anastasia e candidatura de Alckmin à Presidência da República.

IMG-20180803-WA0140

Em sua primeira entrevista após anunciar que disputará uma vaga na Câmara dos Deputados, o senador Aécio Neves (PSDB) voltou a afirmar, nesta sexta-feira, que é “vítima de uma armadilha política”, sem apontar nomes, “daqueles que não queriam a ascensão de Minas ao governo federal’.

Áudio vazado no ano passado, revela Aécio pedindo R$ 2 milhões a Joesley Batista, um dos donos da JBS. O senador nega ilegalidade no pedido, alegando tratar-se de um empréstimo para pagamento de advogados.

Aécio também negou, em entrevista à Radio Itataiaia, que disputará um mandato de deputado para obter foro privilegiado. “O foro acabou, isso é uma declaração de quem desconhece a nossa legislação. Não existe mais foro para ninguém”, reagiu o senador.

Em maio passado o Supremo Tribunal Federal (STF) restringiu o foro privilegiado para deputados federais e senadores. Os ministros definiram que os parlamentares só podem responder a um processo na Corte do STF se as infrações penais ocorreram em razão da função e cometidas durante o mandato.

Palanque

Aécio se esquivou de comentar se subirá em palanques da campanha do senador Antonio Anastasia (PSDB) ao governo de Minas. “Todos nós enfrentaremos incompreensões, tanto ele, como eu, acusações infames”, disse o senador, acrescentando que “minha trajetória é que me estimula a andar de cabeça erguida”.

Voto útil

Para o senador Aécio Neves, o ex-governador de São Paulo “tem tudo para ser o próximo presidente da República” .

Aécio avalia que o tucano será beneficiado já no primeiro turno pelo voto útil. “Aqueles que rejeitam uma disputa de Bolsonaro, por um lado, e o candidato apoiado pelo PT ou pelas esquerdas, de outro, tenderão a caminhar pelo centro”, afirmou..

 

Blog Em.com.br

IMG-20180803-WA0139

O pré-candidato a deputado federal Odacy Amorim(PT) está numa condição mais confortável para se consolidar como o primeiro deputado federal do Partido dos Trabalhadores, no sertão do estado, depois do fechamento da aliança PSB e PT.

Já para o deputado Adalberto Cavalcanti (Avante), que sonhava com a candidatura de Marília Arraes numa aliança com o Avante ao governo do estado, ficou a situação mais complicada, tendo que concorrer a reeleição no chapão da morte de Armando Monteiro(PTB) e concorrer com fortes nomes da região metropolitana.

Blog do Banana

IMG-20180803-WA0133

Após receber o apoio do Patriota, o pré-candidato à reeleição Paulo Câmara (PSB) teve mais um partido confirmado na coligação Frente Popular de Pernambuco, também nesta sexta-feira (03), na sede do PSB, no Recife. Aliado dos socialistas em outras eleições, o Partido Republicano Progressista (PRP) confirmou apoio ao projeto que vem transformando Pernambuco nos últimos 12 anos. A convenção da legenda está marcada para este sábado, às 13h, no clube Espaço Aberto, Imbiribeira.

Acompanhado do deputado estadual Paulinho Tomé e de membros da Executiva estadual, o presidente do PRP, Ernesto de Paula, afirmou porque optou pela candidatura de Paulo Câmara ao Governo de Pernambuco. “Nós sempre fizemos parte da Frente Popular, desde Eduardo Campos. Participamos, inclusive, da campanha presidencial de Eduardo, em 2014. Não seria agora que não estaríamos juntos com a Frente Popular. Essa gestão fez muitas coisas em Pernambuco, sobretudo na área de Educação. Na área da segurança melhorou muito com os investimentos feitos. Então, temos que continuar com esse projeto vitorioso de Paulo Câmara”, destacou o dirigente.
Paulo Câmara lembrou o histórico de aliança entre PSB e PRP, destacando que a contribuição de todos que compõem a Frente Popular é primordial para a vitória em outubro. “Campanha é sempre campanha e sabemos que não é fácil, mas nosso time está formado, com um grande conjunto de lideranças. A continuidade do PRP é muito importante para nós, pois temos um objetivo comum, que é continuar avançando em Pernambuco”, disse o socialista. O PRP apoiou o PSB em Pernambuco nas eleições de 2006 (2º turno), 2010, 2012 em 2014 (também nacional).

IMG-20180803-WA0132

O deputado federal Wolney Queiroz, presidente estadual do PDT, anunciou agora há pouco que o seu partido não integrará mais a Frente Popular. A expectativa recai sobre o caminho do partido nestas eleições. José Queiroz está cotado para integrar uma chapa majoritária da oposição.

 

Blog do Edmar Lyra

 

IMG-20180803-WA0098

Pré-candidato ao Senado na chapa do governador Paulo Câmara (PSB) na convenção estadual do MDB, no Recife, nesta sexta-feira (3), o deputado federal Jarbas Vasconcelos negou que espere uma retaliação do MDB nacional, comandado pelo senador Romero Jucá (RR), por causa da briga envolvendo a presidência do partido em Pernambuco. “Não acredito porque a executiva me conhece sabe que, tomando uma iniciativa como essa, estapafúrdia, eu não ficaria calado. Não passa pela minha cabeça que a executiva faça isso”, afirmou.

Cabe à executiva nacional dividir os recursos dos fundos partidário e eleitoral entre as campanhas do partido no País.

No dia da convenção que oficializou Jarbas Vasconcelos, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski negou o pedido de urgência feito pelo MDB Nacional para a análise do conflito envolvendo o diretório de Pernambuco.

Jucá tenta entregar o comado no Estado ao também senador Fernando Bezerra Coelho, ligado a Armando Monteiro Neto (PTB), adversário do socialista nestas eleições. Na convenção, um membro do partido, ligado a FBC, pediu que a decisão do MDB local seja alinhada com a nacional, não coligando com Paulo Câmara, como querem Jarbas e Raul Henry. Além disso, solicitou oficialmente o apoio ao candidato do MDB à presidência, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles. Jarbas já declarou apoio ao ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, presidenciável do PSDB.

Agora, comenta-se nos bastidores que Jucá deve contestar o resultado do evento em Pernambuco – que deve ser a oficialização do nome de Jarbas esta tarde – na Justiça.
Entenda o caso
Opositor de Paulo Câmara, FBC se filiou ao partido em setembro do ano passado, com a promessa de Jucá de assumir a presidência no Estado. Para isso, seria feita uma intervenção, dissolvendo o diretório local. Depois da chegada de FBC, o atual presidente do partido, o vice-governador Raul Henry, levou a briga à Justiça e em outubro conseguiu a primeira liminar do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), impedindo os dois processos de dissolução instaurados. Após um imbróglio ainda no Estado, o MDB nacional levou a questão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que concedeu decisão favorável a Jucá.

Com isso, o partido conseguiu intervir em Pernambuco, dissolvendo o diretório estadual e instalando uma comissão provisória que tinha Fernando Bezerra Coelho como presidente. O cenário ficou assim por três dias. Lewandowski, porém, acatou o argumento de Raul Henry de que há conflito de competência e que caberia ao TJPE decidir sobre a questão, não ao TSE. Jucá recorreu ao próprio ministro.

Esse mês, com a proximidade da convenção, o MDB nacional pediu urgência na análise do caso. Com o STF em regime de plantão, no entanto, a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, decidiu deixar o caso para ser analisado por Lewandowski, quando retornasse aos trabalhos.

 

Blog do Jamildo

 

IMG-20180803-WA0090
O Diretório Estadual do partido Patriota decidiu apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara (PSB). O Pastor Eurico, presidente estadual da sigla, fez o anúncio ao governador, durante reunião da qual participaram o vereador Davi Muniz, presidente do diretório do Recife, e Sileno Guedes, presidente do PSB. Após o encontro, o Pastor Eurico anunciou que o Patriota não fará coligações para as eleições proporcionais, preferindo disputar com uma chapinha.
Para a Câmara Federal, o partido deverá eleger pelo menos três deputados federais, pois Eurico, com forte influência entre o eleitorado evangélico, deverá receber cerca de 280 mil votos e será o primeiro colocado. O segundo mais votado será o atual vereador do Recife, Davi Muniz, enquanto quatro ou cinco outros candidatos irão disputar a terceira ou a quarta vaga.
O Pastor Eurico afirmou ao Blog Revista TOTAL que decidiu apoiar a reeleição de Paulo Câmara por entender que ele tem mostrado muita competência ao governar Pernambuco, em uma época difícil, pois além da crise econômica e política que o País vive, o Estado vem há seis anos sendo atingido por uma das maiores secas. “Paulo Câmara tem superado todas as dificuldades e mostrado ser um gestor eficiente”.
Davi Muniz também saiu bastante satisfeito da reunião, adiantando que o governador Paulo Câmara é merecedor do voto dos eleitores do Patriota porque tem se mostrado comprometido com os interesses dos pernambucanos, especialmente, atuando fortemente no combate à falta dágua nos municípios do Agreste e do Sertão.
Paulo Câmara elogiou o trabalho que os dois políticos vêm realizando na Câmara Federal e na Câmara de Vereadores do Recife e mostrou-se agradecido com o reconhecimento dos dois políticos pelo seu trabalho e prometeu continuar se esforçando para resolver os graves problemas da população pernambucana. ´É muito bom ouvir de parlamentares representantes dos recifenses e pernambucanos, elogios ao trabalho que estamos realizando. Vamos continuar nos esforçando para merecer a confiança do eleitorado pernambucano”.

IMG-20180803-WA0020O governador Paulo Câmara (PSB) recebeu, no Palácio do Campo das Princesas, uma visita de cortesia do novo presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), o deputado Eriberto Medeiros (PP). O parlamentar foi eleito no último dia 1º de agosto e substitui o deputado Guilherme Uchoa, que faleceu em julho deste ano. Na visita ao governador, Eriberto estava acompanhado do também deputado estadual Diogo Morais (PSB), primeiro secretário da Mesa Diretora da ALEPE.
Eriberto Medeiros disse que a visita, apesar de ser praxe, teve o objetivo de mostrar que os Poderes Legislativo e Executivo estão juntos na luta para melhoria das condições de vida dos pernambucanos. “O governador Paulo Câmara tem se mostrado um gestor muito eficiente e,mesmo enfrentando muitos problemas por conta da crise política e econômica do Brasil, tem superado os obstáculos, realizando uma gestão séria e produtiva”.
Paulo Câmara disse que a visita é o reconhecimento de que a política deve ser exercida com seriedade e que o relacionamento entre o Governo do Estado e a Assembleia Legislativa continuará com o pensamento voltado para o progresso e o desenvolvimento de Pernambuco.

IMG-20180803-WA0019

Fotos: Aluísio Moreira/SEI

 

 

IMG-20180803-WA0009Depois de uma completa requalificação na estrutura original do século XVII, o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, entregou o novo Forte Orange na Ilha de Itamaracá. Com a proposta de fomentar o turismo no Litoral Norte, a fortificação foi transformada em um museu, com exposição dos achados arqueológicos descobertos durante o período de obras. A cerimônia de inauguração do equipamento foi realizada com a participação da secretária executiva do PRODETUR, Manuela Marinho, da superintendente do IPHAN, Renata Borba, e do prefeito, Mosar Tato (PSB).

O Forte Orange recebeu restauro das muralhas, nas rampas de acesso aos baluartes, revestidas com pedras fabricadas manualmente, nas cercaduras de portas e janelas, com a cantaria livre de pinturas, e nas telhas das salas do museu. Durante o processo, os arqueólogos localizaram a porta de entrada do Forte Orange sob 1,2 mil toneladas de areia no terrapleto, a casa de pólvora e a cacimba que abastecia a tropa do período holandês. Todo o material encontrado agora está exposto aos visitantes.

Todas as pedras usadas no revestimento das rampas e no piso dos baluartes, do corredor de entrada e do terrapleno (área aterrada entre a muralha e a contramuralha) foram preparadas no “canteiro de obra” montado no Forte Orange. Desenterradas do entorno da edificação, as pedras foram cortadas e preparadas manualmente. As telhas canal da sala foram retiradas, lavadas e devolvidas aos locais. A contramuralha, antes escondida nas salas, está aparente em todas elas.

Nas muralhas, que foram lavadas com água e um detergente especial, foi retirado o cimento de obras anteriores e aplicada biocida, substância para inibir fungos. Os organismos provocam porosidade na pedra e, consequentemente, perda de resistência. Outra medida adotada é uma contenção de rip-rap (sacos de cimento de areia) no terrapleno para evitar que a areia deslize e a muralha fique vulnerável.

A secretária executiva do PRODETUR, Manuela Marinho, ressaltou a relevância do trabalho realizado para o turismo do Litoral Norte. “Transformamos um ícone da arquitetura e da história do Estado em referência também para o turismo local. O Litoral Norte de Pernambuco ganhou mais um importante equipamento turístico, que junto a outros grandes investimentos estruturais realizados pelo Governo do Estado na região – como o Paço Municipal de Goiana e a Casa do Artesão e o Museu Histórico de Igarassu, formam um conjunto de atrativos turísticos para além do sol e mar”.

Com o término da obra, orçada em R$ 11,8 milhões com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o equipamento passa a ser gerido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

IMG-20180803-WA0007
Será iniciada na próxima segunda-feira e vai até o dia 31, em Pernambuco, a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo. Pernambuco completa 30 anos sem a circulação da poliomielite em seu território, além de 4 anos sem ocorrências de sarampo. Para continuar sem registros das doenças, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) chama a atenção da população para a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo, que ocorre a partir desta segunda-feira (6.08) até 31 de agosto, com o Dia D em 18 de agosto.

A campanha é voltada para crianças entre 1 ano e menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), independente da situação vacinal. No Estado, o objetivo é imunizar, no mínimo, 95% dos 544.180 meninos e meninas pernambucanos inclusos na estratégia. Importante destacar que o Dia D da Campanha é voltado exclusivamente para as crianças da faixa etária atendida pela iniciativa.

No Brasil, há surtos de sarampo confirmados em Estados do Norte, além de casos isolados em localidades do Sul e do Sudeste. Em outros países das Américas e da Europa também se observa a ativa circulação da doença. Já em relação à poliomielite, Afeganistão e Paquistão já confirmaram casos neste ano.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Ana Catarina de Melo, ressalta a importância da vacinação. “O trânsito de pessoas entre Estados e países intensifica o risco da reintrodução desses vírus em Pernambuco. Além disso, estamos vivenciando um período de baixa cobertura vacinal em todo o Brasil. Precisamos chamar a atenção do público para a vacinação, que é a melhor maneira de proteger nossa população contra essas e outras enfermidades, muitas delas potencialmente graves. Essa campanha é importante para ampliarmos nossas coberturas e continuarmos sem a circulação do sarampo e da poliomielite em nossas cidades”.

A coordenadora lembra também que diversas reuniões foram realizadas com os municípios para treiná-los e para tirar as dúvidas sobre a campanha. As cidades ainda foram incentivadas a criarem estratégias para chegar até o público da iniciativa.

Durante a campanha, poderão ser aplicadas a vacina inativada da Poliomielite (VIP – injetável) ou a vacina oral da poliomielite (VOP). A injetável deve ser feita em criança sem histórico vacinal. Com uma ou mais doses de qualquer tipo de vacina contra poliomielite, deve ser feita a dose oral. É importante levar a caderneta de vacinação para avaliação pelo profissional de saúde e registro da nova dose.

No caso do Sarampo, o imunizante é a vacina tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola. “A tríplice deve ser aplicada em todas as crianças com ou sem histórico vacinal, exceto se a última dose tenha sido há menos de 30 dias”, explicou Ana Catarina.

Se a criança tomou a tríplice viral recentemente, a dose da campanha só deve ser feita 30 dias após esta aplicação. No momento da campanha, de acordo com as informações contidas nas cadernetas de vacinação, o profissional do serviço de saúde informará aos pais ou responsáveis da necessidade de reforço dessa vacina.

PARALISIA INFANTIL – Doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principais características a flacidez muscular, com sensibilidade preservada, e falta de reflexo no segmento atingido. A transmissão ocorre por contato direto pessoa a pessoa, pela via fecal-oral (mais frequentemente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores, ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções da orofaringe (ao falar, tossir ou espirrar).

As campanhas de vacinação contra a poliomielite começaram no país em 1980. Em Pernambuco, o último caso foi em 1988, enquanto que no Brasil foi no ano seguinte, na Paraíba. A doença permanece endêmica em três países: Nigéria, Afeganistão e Paquistão, com casos confirmados em 2018 apenas nos dois últimos.

O esquema vacinal do Calendário Nacional de Vacinação é composto por três doses da vacina inativada da poliomielite (VIP), administradas aos dois, quatro e seis meses, sendo necessários dois reforços com a vacina oral da poliomielite (VOP) aos 15 meses e aos 4 anos de idade, além das doses ministradas durante as campanhas.

 

IMG-20180803-WA0008

Fechar