images (1)O governador Paulo Câmara vai se reunir na próxima sexta-feira, no Palácio das Princesas, com a bancada federal do Estado para tratar das ações tomadas pelo Governo de Pernambuco no enfrentamento aos impactos das chuvas que estão atingindo os municípios do Agreste e Zona da Mata Sul, desde o último final de semana.
Além das ações emergenciais, Paulo Câmara vai tratar dos esforços que estão sendo feitos para a liberação dos recursos necessários para a conclusão das quatros barragens da Mata Sul, todas com obras já iniciadas. Mas estão paralisadas por falta de recursos.
O governador passou a terça-feira em Brasília, onde se reuniu com governadores do Nordeste e com o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho.
Nesta quarta-feira, o vice-governador Raul Henry fará uma reunião prévia com a bancada em Brasília, juntamente com o presidente da Compesa, Roberto Tavares, quando serão mostrados detalhes dos projetos considerados fundamentais para proteção das cidades contra as águas. 
Hoje, o governador está novamente visitando os municípios da Mata Sul atingidos pelas chuvas, acompanhado do coronel Manoel Cunha, comandante do Corpo de Bombeiros, e outras autoridades. Estão sendo visitados os municípios de Sirinhaém, Rio Formoso, Catende e Ribeirão.
No último domingo, Paulo Câmara sobrevoou vários municípios da região da Mata Sul. Já na segunda, esteve com moradores de Belém de Maria, Palmares e Barreiros.
IMG-20170530-WA0231O Governo do Estado está realizando a distribuição de alimentos não perecíveis, água potável, roupas, colchões, lonas plásticas e materiais de higiene e limpeza. N primeiro dia, o Gabinete de Crise, instalado no Palácio do Campo das Princesas, enviou cerca de 24 toneladas de alimentos, 18 mil litros de água e 9 mil quilos de itens de higiene e limpeza. Os itens estão sendo entregues aos moradores dos 24 municípios em estado de Emergência. O governador Paulo Câmara disse que todo o esforço está sendo feito com o objetivo de amenizar os impactos sofridos pela população vítima das enchentes que acometeram municípios da Zona da Mata Sul e de parte do Agreste do Estado.
A ação é fruto do esforço dos órgãos e secretarias estaduais para oferecer todo o amparo necessário aos milhares de pernambucanos desabrigados ou desalojados. A iniciativa se enquadra no trabalho estabelecido pelo governador Paulo Câmara, que unificou o trabalho do Estado no enfrentamento às fortes chuvas que caíram no último final de semana. Os 24 municípios que estão recebendo doação são Caruaru, Ipojuca, Joaquim Nabuco, Jurema, Lagoa dos Gatos, Primavera, Quipapá, Sirinhaém, Tamandaré, Xexéu, Belém de Maria, Gameleira, Palmares, Amaraji, Maraial, Ribeirão, Cortês, Barra de Guabiraba, São Benedito do Sul, Rio Formoso, Catende, Água Preta, Jaqueira e Barreiros.
Dois helicópteros do modelo H-225M, sendo um da Marinha do Brasil e outro da Força Aérea Brasileira, chegaram a Pernambuco, e ficam por tempo indeterminado. As aeronaves, que têm condições de operar em condições climáticas desfavoráveis, têm capacidade de carga para 2 mil quilos de mantimentos. Além dos alimentos, as aeronaves também serão empenhadas em brabalhos de buscas, resgate e deslocamentos de vítimas.
 
Já foram contabilizadas 29 cidades atingidas pelas chuvas. Além dos municípios em estado de emergência, existem outras cinco atingidas: São 5O5A0026José da Coroa Grande, Cupira, Escada, Bonito e Gravatá. Ao todo, 3.081 desabrigados e 52.095 desalojados. Além do Quartel do Derby e do Quartel do Corpo de Bombeiros, o Governo de Pernambuco preparou outros diversos postos de arrecadação para o recebimento das doações, como Terminais Rodoviários de dez cidades, a sede do Detran, na Iputinga, e o Galpão do Ceasa. Confira onde estão localizados os postos de arrecadação:
 
 
QUARTÉIS DO CORPO DE BOMBEIROS:
 
QUARTEL DO COMANDO GERAL
Av. João de Barros, 399 – Boa Vista – Recife.
 
GRUPAMENTO DE BOMBEIROS DE SALVAMENTO
Av. Ingo Hering, s/n – Distrito Industrial – Abreu e Lima.
 
GRUPAMENTO DE BOMBEIROS DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR
Av. Presidente Kennedy, 145, Santa Tereza, Olinda.
 
GRUPAMENTO DE BOMBEIROS DE INCÊNDIO
Rua Arão Lins de Andrade, 1043 – Prazeres – Jab. dos Guararapes.
 
5O5A0017GRUPAMENTO DE BOMBEIROS MARÍTMO
Av. Beira Mar, 604 A – Piedade – Jab. dos Guararapes.
 
1º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS
PE 45, KM 2 – Bairro Lídia Queiroz – Vitória de Santo Antão.
 
2º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS
Rua Cel Fernando Pontes Filho, 226 – Agamenon Magalhães – Caruaru.
 
3º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS
Av. Vicente Inácio de Oliveira, s/n, BR 232, Km 415, São Sebastião, Serra Talhada.
 
5º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS
Rodovia BR 116, KM 26, s/n, Nossa Srª. Aparecida, Salgueiro
 
6º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS
Avenida Júlio Brasileiro com a Rua Pedro Rocha, s/n, Centro, Garanhuns
 
PMPE
 
Quartel do Derby e demais quartéis da Polícia Militar
 
TERMINAIS RODOVIÁRIOS:
 
Av. Cícero Batista de Oliveira, BR-232, Gravatá.
 
Rua Dionísio de Deus Lima, Araripina.
 
Av. José Bonifácio, 300, São Cristóvão, Arcoverde.
 
Av. José Pinheiro dos Santos, Pinheirópolis, Caruaru.
 
Av. Pedro Rocha, Heliópolis, Garanhuns.
 
Praça Othon Bezerra de Melo, Centro, Limoeiro.
 
Rua João Vera de Siqueira, Salgeiro.
 
Rua Monsenhor Pinto Campos, Serra Talhada.
 
Av. Nilo Coelho, 30, Gercino Coelho, Petrolina.
 
CPRH
 
Agência Estadual de Meio Ambiente
Rua Santana, 367, Casa Forte, Recife

 
ITERPE
 
Avenida Caxangá, 2200, Cordeiro, Recife
 
LOJAS ASSAÍ:
 
IMBIRIBEIRA
Av. Mar. Mascarenhas de Morais, 2180
 
JABOATÃO
Av Barreto de Menezes, 434
 
CAMARAGIBE
Av. Dr. Belminio Correia, 681
 
PAULISTA
Rodovia BR 101, Arthur Lundrgren
 
SEDE DO DETRAN – PE
 
Rua Estrada do Barbalho, nº 889, Iputinga, Recife e nas circunscrições Regional de Trânsito (CIRETRANS)
 
• Sedes da Secretaria das Cidades e do Detran/PE – Estrada do Barbalho, 889, bairro Iputinga; 
 
• lojas do Detran/PE nos shoppings Recife, Tacaruna, Guararapes, Costa Dourada e Plaza;
 
• TIP e terminais integrados de Xambá, PE-15, Aeroporto, Abreu e Lima, Rio Doce, Pelópidas, Barro, Macaxeira, Cajueiro Seco, Camaragibe, Tancredo Neves e Joana Bezerra.
 
Interior 
 
• Araripina – Ciretran e Terminal Rodoviário;
• Arcoverde – Ciretran e Terminal Rodoviário;
• Caruaru – Loja do Detran/PE no Shopping Difusora e Caruaru Shopping, Ciretran e Terminal Rodoviário;
• Garanhuns – Ciretran e Terminal Rodoviário;
• Gravatá – Ciretran e Terminal Rodoviário;
• Limoeiro – Ciretran e Terminal Rodoviário;
• Petrolina – Ciretran e Terminal Rodoviário;
• Salgueiro – Ciretran e Terminal Rodoviário;
• Serra Talhada – Ciretran e Terminal Rodoviário;
• Vitória de Santo Antão – Loja do Detran/PE no Vitória Park Shopping.
 
Horário de arrecadação 
 
• Sede do Detran/PE e nas Ciretrans – das 8h às 13h;
• Terminais Integrados na RMR – das 7h às 19h ;
• Terminais rodoviários – das 7h às 20h.
 
PERPAT
 
Rua Dr. João Lacerda, 395, Cordeiro, ao lado do DHPP. Funcionamento das 8h às 17h30 e das 7h às 13h nas sextas-feiras.
 
 
Fotos: Wagner Ramos/SEI
 


Gilberto Prazeres
Gerente de Relações com a Imprensa
imprensa.pe@imprensa.pe.gov.br
(81) 99488.3195 | 98235.1065 | 3181.2145

Cecília Ramos
Secretária Executiva de Imprensa
cecilia.ramos2007@gmail.com
(81) 99488.3194 | 99605.5566 | 3181.2227

Ennio Benning
Secretário de Imprensa
ennio.benning@gmail.com
(81) 98491.6580 | 99299.8288 | 3181.2227

Por: Portal Folha PE em 25/05/17 às 08H41, atualizado em 25/05/17 às 09H22

209303,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0

Dois homens encapuzados entraram atirando no bar onde o policial assistia ao jogo de futebol

Um policial do 4° Batalhão da Polícia Militar foi assassinado na noite desta quarta-feira (25) no bairro de Indianópolis, em Caruaru, Agreste de Pernambuco. O sargento Alberes estava em um bar quando dois homens encapuzados chegaram ao local atirando sem alvo aparente, e um dos tiros atingiu o peito do oficial.

Ainda não há informações sobre outras possíveis vítimas nem sobre os suspeitos do crime. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios de Caruaru.

Por: Portal Folha PE em 25/05/17 às 09H10, atualizado em 25/05/17 às 09H43

Veículos serão distribuídos por todo o território estadual, Região Metropolitana do Recife e Fernando de Noronha

209305,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0Serão entregues 32 novas viaturas ao Corpo de Bombeiros nesta quinta-feira (25), às 8h30. Evento acontece em frente Palácio do Campo das Princesas, Centro do Recife, com a presença do governador do Estado, Paulo Câmara, e do comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar, Coronel BM Manoel Cunha. As viaturas estarão imediatamente à disposição da população após a entrega.

Veículos serão utilizados nos diversos serviços prestados à sociedade pela corporação, tais como: salvamentos aquático, terrestre e em altura; combate a incêndios; atendimento pré-hospitalar; vistorias e comando de controle. Eles serão distribuídos por todo o território estadual, Região Metropolitana do Recife e Fernando de Noronha. O investimento foi de R$ 1.425.998,40.

Por: Folhapress em 25/05/17 às 08H42, atualizado em 25/05/17 às 08H45

Dentre os candidatos já colocados nas articulações de aliados do Planalto, Lula não fará campanha sistemática contra Nelson Jobim

206998,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0Apesar de se pronunciar em público em favor das eleições diretas, o PT já avalia como irá agir no pleito indireto que a Constituição determina caso o presidente Michel Temer (PMDB) perca o cargo.

Segundo a reportagem apurou, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou o partido a negociar o apoio ao processo indireto. Isso só mudará se os protestos de rua pró-diretas ganharem corpo, deixando a circunscrição dos sindicatos e movimentos à esquerda.

Dentre os candidatos já colocados nas articulações de aliados do Planalto, Lula não fará campanha sistemática contra Nelson Jobim. Ex-ministro de Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma Rousseff (PT), o peemedebista é hoje o nome mais palatável para o líder petista.

Alguns membros da direção do partido avaliam, contudo, que Jobim pode ser um “cavalo de Troia” do condomínio governista, do qual sairia um nome mais conservador para a disputa na hora H.

O temor maior dos petistas é que o senador tucano Tasso Jereissati (CE) acabe representando do “status quo”, a manter a espinha dorsal econômica de um eventual governo de transição.

A questão das reformas, como a da Previdência, segue unindo o partido em público e nos bastidores. Um dirigente afirmou que, seja lá quem for o presidente, o combate a elas continuará a ser dado.

Já o motivo não declarado é o risco de o governo “dar certo e vitaminar uma candidatura tucana”, como diz um outro dirigente petista. O PT continuará defendendo as diretas, até por avaliar que Lula teria mais chances hoje do que no ano que vem no pleito, devido ao desgaste pela Operação Lava Jato.

Hoje, Lula tem cerca de 30% das intenções de votos em todos os cenários de primeiro turno aferidos pelo Datafolha -mas enfrenta alta rejeição, de 45%.
Mas o PT sabe que isso depende de uma dificílima aprovação de emenda constitucional, processo que leva meses, ou de uma decisão heterodoxa do Tribunal Superior Eleitoral ao julgar a chapa Dilma-Temer, dia 6 de junho.
Assim, petistas defendem o lançamento de um nome na disputa indireta, para marcar posição e ter talvez 80 votos.

Eles defendem a união com o PSB e com a Rede, mas o partido de Marina Silva rejeita o acerto, segundo afirmou um de seus dirigentes. Foram especulados como nomes do grupo os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Lindbergh Farias (PT-RJ).

Com 58 deputados e 9 senadores, o PT não tem força para influir em um pleito indireta com 594 eleitores. Mas pode atrapalhar bastante um novo governo com sua liderança na esquerda, daí o interesse até da situação em negociar termos de convivência.

Na quarta (24), Tasso e Jobim eram os mais cotados para compor uma chapa PSDB-PMDB, ou mais provavelmente vice-versa, já que o ex-ministro tem esse trânsito com a oposição e também no Judiciário -ex-presidente do Supremo, ele mantém boas relações na corte.

Há três entraves ao nome de Jobim. Primeiro, ele foi consultor de empreiteiras enroladas na Lava Jato, após a morte do criminalista Márcio Thomaz Bastos em 2014. Segundo, é sócio do banco BTG, investigado na operação. Terceiro, o maior negócio de sua gestão na Defesa lulista, a compra de submarinos franceses em 2009, é objeto de investigação.

Já Tasso, bem visto no empresariado, tem contra si a saúde: ele é cardiopata. No PSDB, ainda é especulado o nome do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que, aos 85 anos, já disse que não quer a missão.

Henrique Meirelles (PSD), ministro da Fazenda, viu sua cotação alta nos mercados cair à medida em que o líderes no Congresso bombardearam seu nome como de difícil assimilação pelo plenário. Situação semelhante à de Cármen Lúcia, presidente do Supremo que nem filiada é.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anima os talvez 60% de membros do baixo clero no Colégio Eleitoral, mas enfrenta resistência de caciques e é investigado na Lava Jato.

G1.com/foto:Marília Falcão

marilia-falcao-585Para celebrar os 20 anos de fundação do Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer de Pernambuco (GAC-PE), do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, uma festa solidária no Recife arrecada recursos para auxiliar as ações desenvolvidas pela entidade. O evento, realizado anualmente, acontece na quinta (25), no Armazém Blu’nelle, na área central da cidade, e tem como atração principal o cantor Adilson Ramos, que também é padrinho da festa.

‘Juntos no sonho, reunidos para celebrar’ é o tema da Festa da Solidariedade, que começa às 17h. Cassius Cavalcanti abre a programação, sendo seguido pela banda Túnel do Tempo, com repertório de clássicos da MPB e da década de 1960. Os convites individuais e as mesas para dez pessoas são vendidos por R$ 200 e R$ 2.000, respectivamente, com os patronos da entidade, as patronesses e na sede da instituição, que fica no bairro de Santo Amaro, na região central do Recife.

Neste ano, a festa visa arrecadar fundos para a reforma do sexto andar do Centro de OncoHematologia Pediátrica (CEONHPE) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, que abrigará mais 13 leitos para internamento, isolamento e cuidados paliativos e semi-intensivos. Outro objetivo é tentar ampliar para 37 o número de leitos da enfermaria, que hoje conta com 24 vagas.

Também é possível fazer doações ao GAC diretamente com a entidade, ao longo de todo o ano. Cada criança assistida pelo grupo custa, em média, R$ 236,54 por mês. Informações sobre contribuições podem ser obtidas no site da instituição; nos telefones 3423-7633, 3423-7636 e 3423-7833.

 G1.com

No 24mai2017---oficiais-da-forca-nacional-cercam-o-ministerio-da-fazenda-apos-o-predio-ser-atingido-por-manifestantes-durante-protesto-em-brasilia-1495655225483_615x300dia seguinte à ocupação da Esplanada dos Ministérios por tropas das Forças Armadas, o presidente Michel Temer reúne na manhã desta quinta-feira (25), no Palácio do Planalto, ministros de seu núcleo político para discutir a eventual saída dos militares de Brasília.

Foram convocados à reunião no Planalto os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral), Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional).

Temer assinou nesta quarta (24) um decreto de garantia da lei e da ordem no Distrito Federal que autorizou o uso de tropas do Exército na segurança de prédios públicos federais.

A decisão foi motivada pelos tumultos e atos de vandalismo registrados nesta quarta, na área central de Brasília, durante a manifestação organizada por centrais sindicais para reivindicar que Temer deixe o comando do Palácio do Planalto e também para protestar contra as reformas nas regras previdenciárias e trabalhistas propostas pelo peemedebista.

 Segundo o governo, serão usados 1,5 mil militares para cumprir o decreto presidencial – 1,3 mil do Exército e 200 fuzileiros navais.

No pronunciamento no qual comunicou o envio das tropas para as ruas do Distrito Federal, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que a decisão foi tomada após o o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), solicitar a Temer auxílio federal na segurança dos prédios públicos.

A presença de tropas do Exército nas ruas da capital federal gerou polêmica, especialmente, no Congresso Nacional. Assim que foi anunciado o envioage20170524470_lNfXWOn dos militares para a área central de Brasília, deputados da oposição questionaram duramente o presidente da Câmara no plenário da Casa.

O notícia causou discussões e tumulto durante a sessão da Câmara. Maia, porém, disse que havia pedido a Temer o emprego da Força Nacional, e não das Forças Armadas.

‘Grande acerto’

Em entrevista à rádio CBN na manhã desta quinta, o ministro da Defesa analisou que a decisão de mandar as tropas do Exército para as ruas de Brasília foi um “grande acerto”.

Raul Jungmann, no entanto, destacou à rádio que, se houver uma avaliação de que o clima na capital federal é de “tranquilidade” e que não há “nenhum foco de resistência”, ele vai sugerir ao presidente da República a revogação do decreto que autorizou o uso de militares no Distrito Federal.

“Mas isso depende de uma avaliação que a gente precisa ter em toda a Esplanada dos Ministérios”, advertiu o ministro.

“Acho que foi um grande acerto. Porque o que nós estávamos assistindo ali é uma perda de controle progressiva. Nós já tínhamos incêndios em prédios de ministérios, tínhamos servidores apavorados, encurralados dentro desses mesmo prédios. Nós tínhamos uma situação que ia progressivamente fugindo ao controle e não sabíamos onde isso iria parar”, complementou.

Governo de Pernambuco

downloadEm 2017, número de transplantes cresceu 20%. Procedimentos de coração ampliaram 100%

Desde o ano passado, a Força Aérea Brasileira (FAB) tem intensificado o transporte de órgãos para auxiliar as ações da Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE). Entre junho de 2016 e abril deste ano, 71 órgãos foram transportados pelos aviões da FAB. A maior parte dos deslocamentos (51, totalizando 73%) saiu de Petrolina, além de Caruaru e dos Estados da Bahia, Piauí, Rio Grande do Norte, Maranhão, Sergipe e Alagoas.

Para celebrar esse apoio, a CT-PE dá início à Semana Estadual de Incentivo à Doação de Órgãos. A abertura do evento contará com a presença do coronel aviador Alexandre Hoffmann e das equipes de operação da instituição.

Além de homenagem à Força Aérea e sua equipe de operações, o médico Fernando Figueira, responsável pelos transplantes de coração do Imip, falará sobre a importância da FAB nesse processo. Também haverá fala da equipe de operações da FAB, de transplantados de coração beneficiados e uma palestra sobre a importância da doação de órgãos e tecidos.

“As Centrais de Transplantes de todo o Brasil já contam com o apoio das companhias aéreas, que fazem o transporte dos órgãos e tecidos em vôos comerciais, sem custo algum. Assim, a FAB tem tido papel fundamental, principalmente, no transporte de órgãos que tem menor durabilidade após a retirada do corpo do doador, como o coração”, afirma a coordenadora da CT-PE, Noemy Gomes.

Entre junho de 2016 e abril de 2017, a FAB transportou para Pernambuco 30 rins, 21 corações, 19 fígados e 1 pâncreas. Dos 21 corações, 9 foram transportados este ano. Isso representa 45% dos 20 corações transplantados no Estado esse ano. “Um paciente à espera por um rim tem a hemodiálise para fazer as funções vitais do órgão. No caso do coração, o paciente precisa encontrar logo um doador, pois não há nada que substitua esse órgão. Essa é mais uma das provas da importância dessa parceria”, reforça Noemy.

Além da solenidade na FAB, a CT-PE já realizou, na última semana, curso sobre transplantes com médicos e enfermeiros de Petrolina. Na próxima quinta-feira (25.05), haverá um curso de atualização em doação de órgãos e tecidos para os profissionais da própria Central.

NEGATIVA FAMILIAR – Em Pernambuco, cerca de 40% das potenciais doações não são realizadas por causa da recusa dos familiares. “Estamos reforçando as capacitações com os profissionais de saúde para que eles possam entender todo o processo da doação, do diagnóstico da morte encefálica até a cirurgia de retirada dos órgãos e tecidos para o transplante. Além disso, precisamos conscientizar a população da importância desse ato. No Brasil, a doação só pode ser efetivada com a autorização de um familiar de até segundo grau. Por isso, a importância de expressar nosso desejo ainda em vida e conversar sobre o assunto com nossos familiares”, esclarece Noemy Gomes.

Entre os motivos da negativa familiar, está o desconhecimento da população sobre a morte encefálica, além das dúvidas sobre a integridade do corpo após a doação. “Precisamos informar que o diagnóstico de morte encefálica segue um rígido protocolo na sua confirmação e que a família receberá o corpo do ente querido íntegro para realizar todas as cerimônias de despedida. Tirar dúvidas sobre esse processo e acabar com os mitos e preconceitos são pontos cruciais para que possamos salvar mais vidas”, frisa.

TRANSPLANTES EM 2017 – Entre janeiro e abril de 2017, Pernambuco realizou 553 transplantes. O quantitativo é 20,22% maior do que o mesmo período de 2016, com 460 procedimentos. Ao todo, foram transplantados 304 córneas, 115 rins, 67 medula óssea, 41 fígados, 20 corações, 3 rim/pâncreas, 3 válvulas cardíacas e 1 fígado/rim. O maior percentual de aumento foi no número de corações transplantados, que saiu de 10, no mesmo período de 2016, para 20 este ano, uma ampliação de 100%.

FILA DE ESPERA – Atualmente, 1.179 pessoas estão a espera de um órgão ou tecido. A maior fila é por um rim (805), seguido de córnea (259), fígado (66), medula óssea (37), coração (9) e rim/pâncreas (3).

Globo.com

agnelo250Polícia Federal prendeu na manhã desta terça-feira (23) os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT) e o ex-vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB), atual assessor do presidente Michel Temer. Eles são alvos de uma operação que investiga um esquema de corrupção na reforma do estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.

Às 11h55, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República informou que Filipelli foi exonerado. Ele foi nomeado em 22 de setembro de 2016, ficando portanto exatos 8 meses no cargo.

Também foram levados em prisão temporária, o ex-chefe de gabinete de Agnelo Queiroz, Francisco Cláudio Monteiro, o ex-presidente da Novacap Nilson Martorelli, o presidente do grupo Via Engenharia Fernando Márcio Queiroz e o suposto operador de Agnelo, Jorge Luiz Salomão.

As investigações apontam que o deputado federal Rogério Rosso (PSD-DF) também recebeu dinheiro desviado das obras.

Entenda a operação

  • A PF suspeita que a reforma do Mané Garrincha foi superfaturada em R$ 900 milhões
  • 2 ex-governadores do DF e 1 ex-vice foram presos, suspeitos de receber propina do esquema
  • O ex-governador José Roberto Arruda é apontado como quem bolou a fraude à licitação
  • O ex-governador Agnelo Queiroz atuou “retirando obstáculos” às obras, segundo a Justiça
  • O ex-vice Tadeu Filippelli, assessor de Temer, é suspeito de receber propina para o PMDB
  • A Justiça bloqueou R$ 26 milhões dos três

A operação, batizada de Panatenaico, é baseada em delação premiada de executivos da Andrade Gutierrez sobre um esquema de corrupção na reforma do Mané Garrincha. A PF diz que as obras podem ter sido superfaturadas em cerca de R$ 900 milhões, visto que estavam orçadas em R$ 600 milhões mas custou R$ 1,575 bilhão.

Agnelo, Arruda e Filippelli são alvos de mandados de prisão temporária, que tem duração de cinco dias. Além deles, a PF prendeu Maruska Lima, ex-presidente da Terracap, empresa do governo do Distrito Federal. Há ainda 3 mandados de condução coercitiva (quando alguém é levado a depor) e 15 de busca e apreensão, todos expedidos pela 10ª Vara da Justiça Federal no DF.

Segundo a decisão do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal do DF, José Roberto Arruda enquanto governador do DF em 2009 e 2010, foi quem “tramou a fraude licitatória” ao articular a saída de outras construtoras e determinar a vitória do consórcio formado pelas Construtoras AG e Via Engenharia em troca do recebimento de propinas.

De acordo com as investigações, Agnelo teve o papel de “retirar os obstáculos” que ainda houvessem para a construção do estádio e articular com a Terracap para que a estatal do DF fosse a executora da obra, “a qualquer custo”. Segundo os colaboradores, o ex-governador recebeu para esta função “propina milionária” por meio do operador Jorge Luiz Salomão, sobretudo para custear eventos.

No documento, o ex-vice-governador Tadeu Filippelli é acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e de ter pedido propina “diversas vezes” para a empresa Andrade Gutierrez. As investigações apontam há indícios de que o político recebeu propina para seu partido, o PMDB, entre 2013 e 2014, tendo recebido valores ilícitos também da Construtora Via Engenharia em razão do contrato para as obras de reforma do estádio Mané Garrincha.

O Ministério Público Federal informou que Maruska Lima, ex-presidente da Terracap, foi integrante da Comissão de Licitação para as reformas do estádio. Segundo o depoimento de um funcionário do consórcio vencedor, Maruska recebeu valores ilicitos tanto da Via Engenharia como da Andrade Gutierrez. A ex-presidente é acusada de corrupção, fraudes à licitação, associação ou organização criminosa e lavagem de dinheiro.

De acordo com o mesmo depoimento, o Ministério Público Federal informou que Nílson Martorelli, presidente da Novacap na época, recebeu propina durante as emendas que foram feitas no contrato da obra, sendo acusado dos mesmos delitos de Maruska.

Cerca de 80 policiais divididos em 16 equipes participam da operação. O nome é referência ao Stadium Panatenaico, sede dos jogos panatenaicos, competições realizadas na Grécia Antiga que foram anteriores aos jogos olímpicos.

Outro Lado

Ao G1, o deputado Rogério Rosso disse que ainda não foi informado de que é investigado na operação. “Deve ser um equívoco”, afirmou. O advogado de Arruda, Paulo Emílio, disse que ainda está “tomando pé das circunstâncias”, mas que vai tentar revogar o mandado prisão.

A defesa de Agnelo Queiroz disse que no momento está acompanhando a busca e apreensão. E que só após conhecer o inteiro teor do Inquérito e da cautelar, será possível emitir algum comentário.

A defesa de Tadeu Filippelli informou que está acompanhando a diligência e espera ter o acesso à decisão e às cópias dos autos liberado “para saber quais providências tomar”. Procuradas, as advogadas da ex-presidente da Terracap Maruska Lima, não atenderam.

Em nota, a Terracap informou que absorveu, em seu balanço de 2016, o prejuízo aproximado de R$ 1,3 bilhão e que a ausência do teste de viabilidade econômica já tinha sido apontada por auditoria independente. A empresa afirmou ainda ter encaminhado a documentação relacionada ao teste de recuperabilidade ao Tribunal de Contas do Distrito Federal, ao Ministério Público do Distrito Federal e à Controladoria-Geral do Distrito Federal e estar colaborando com a Polícia Federal.

As suspeitas

Além dos políticos, a operação desta terça tem como alvo agentes públicos, construtoras e operadores das propinas que atuaram na época. Segundo a PF, a suspeita é de que com a intermediação dos operadores, os agentes públicos tenham simulado etapas da licitação. O Mané Garrincha não recebeu financiamento do BNDES, mas da Terracap, empresa do governo do Distrito Federal que não tinha este tipo de operação prevista entre suas atividades.

Agnelo, que foi governador do DF de 2011 a 2015, foi condenado a ficar inelegível por oito anos em 2016. O Tribunal Regional Eleitoral entendeu que ele e seu vice, Filippelli, usaram a publicidade do governo para se favorecer a campanha de 2014.Em fevereiro passsado, o Tribunal Superior Eleitoral manteve a punição ao ex-governador, mas absolveu o ex-vice.

Filippelli foi nomeado assessor especial do gabinete pessoal de Temer em setembro de 2016. Antes, integrava, desde 2015, a assessoria parlamentar da vice-presidência da República. Segundo blog da Andréia Sadi, Filippelli despacha no 3º andar, onde fica o presidente, e é um dos assessores que faz a interlocução de bastidor com o Congresso e empresários.

Em julho de 2014, Arruda foi condenado pelo Tribunal de Justiça do DF por improbidade administrativa e pelo suposto envolvimento no esquema de corrupção conhecido por mensalão do DEM. No mesmo ano, ele teve o registro barrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base na Lei da Ficha Limpa e renunciou a candidatura para governador do DF.

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou à Justiça Federal do Distrito Federal as citações feitas por delatores da Odebrecht e relacionadas a obras na capital federal, em abril deste ano. As supostas irregularidades se referem às obras do estádio Mané Garrincha, do novo Centro Administrativo, em Taguatinga, e do condomínio Jardins Mangueiral.

Duas das petições citam o ex-governador do DF José Roberto Arruda. O ex-governador Agnelo Queiroz (PT) é alvo de outra petição.

temer_eraldo_peres_-_apA assessoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) informou que a entidade entregará à Câmara o pedido de impeachment do presidente Michel Temer na tarde de quinta-feira (25). O pedido vai ser protocolado no Legislativo pelo presidente da OAB, Claudio Lamachia, por conselheiros federais e presidentes das seccionais da entidade dos advogados.

No último fim de semana, representantes da OAB de 24 estados e do Distrito Federal votaram a favor da apresentação de um pedido de impeachment do peemedebista com base nos fatos relatados nas delações dos executivos do grupo J&F, dono do frigorífico Friboi. Só a seccional da entidade no Amapá se posicionou contra.

Na avaliação da Ordem dos Advogados do Brasil, independentemente de uma eventual edição da gravação entre Temer e o empresário Joesley Batista, sócio da J&F, a conversa no Palácio do Jaburu indica que o presidente da República cometeu crime de responsabilidade.

A OAB identificou crime de responsabilidade em dois trechos da conversa entre Temer e Joesley. No primeiro, o empresário diz que tinha a favor dele, dois juízes e um procurador. A entidade dos advogados afirma que o presidente deveria ter informado as autoridades imediatamente.

Em outro trecho, o delator da Lava Jato pede ajuda a Temer para resolver assuntos pendentes no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Para a Ordem, um favor pessoal é incompatível com o cargo de presidente.

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (22), o presidente da Ordem considerou grave toda a conversa entre Temer e Joesley, e chamou a atenção para a defesa feita pelo presidente da República, que nunca negou a conversa.

“Para a OAB, que o ponto central não é se a o áudio teve ou não teve uma ou outra edição. Eu não estou dizendo com isso que o áudio teve edição, que a gravação teve alguma edição. Mas nós não levamos em consideração especificamente o áudio. A Ordem tem o áudio dentro do contexto, dentro do conjunto probatório onde ele está, mas a Ordem tem, a OAB levou em consideração, o conselho pleno levou em consideração, as manifestações do senhor presidente da República, que em momento algum nega o conteúdo da conversa, que em momento algum desqualifica o que foi dito na conversa, desqualifica sim o seu interlocutor, mas não o que foi dito na conversa. E, portanto, esta colocação do presidente da República significa a confirmação da veracidade do que foi ali colocado”, explica o presidente da OAB, Claudio Lamachia.

E reafirmou que não há condições para Temer permanecer no cargo.

“Porque se o presidente da República sabia que nós estávamos diante de uma pessoa, que ele estava diante de um interlocutor, que é um fanfarrão e um delinquente, primeiro o presidente não deveria nem ter recebido. Eu se sei que alguém é um delinquente, eu não recebo aqui na OAB, eu não vou receber alguém, que sabidamente pra mim, é um delinquente e um fanfarrão numa audiência na Ordem, quiçá na minha casa, na minha residência, na garagem, no porão, seja onde for”, disse.

 

Fechar