Posts da Categoria: Blog

FEIRA LITERATURA

 

 

Criança não deixa a literatura de lado nem na crise! O segmento infantojuvenil foi o único que não entrou na estatística da retração de 21% que o mercado editorial nacional sofreu ano passado. Por si só, essa já seria uma forte justificativa para uma feira voltada exclusivamente para o público infantil. De 22 a 25 de novembro será realizada a I Feira da Literatura Infantil (Flitin), na Academia Pernambucana de Letras (APL).

O evento, realizado pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) em parceria com APL e a Proa Cultural, será gratuito e voltado ao público de 3 a 12 anos. Na programação, além de lançamentos literários, oficinas, animações e mediação de leituras, haverá espaço para outras manifestações culturais como música e teatro. Serão cinco polos que ocuparão os oito mil metros quadrados com eventos simultâneos, além da feira permanente de livros com editoras e livrarias de todo País. A expectativa de público é de 30 mil pessoas. Haverá ônibus gratuitos para escolas de ensino fundamental.

Em coletiva de imprensa ocorrida nesta quarta-feira, foi anunciado o tema da feira: “Era uma vez…Minha História”. Trata-se de uma referência a como se iniciam muitas histórias infantis, e ainda insere a criança como protagonista, tanto do evento como da própria vida que está sendo escrita.

Na ocasião, o presidente da Cepe, Ricardo Leitão, falou do investimento da editora pública estadual no segmento infantojuvenil. “A Cepe é a editora que mais edita livros infantis em Pernambuco e no Nordeste. Além disso, temos um prêmio literário voltado apenas para esse público, o Prêmio Cepe Nacional de Literatura Infantojuvenil”, declara Leitão. O presidente ainda destacou como objetivo da feira discutir o conteúdo da literatura infantil na educação dos pequenos. O catálogo da editora pública voltado a esse segmento chega a 53 títulos, muitos deles premiados.

Já Maria Chaves, da Proa Cultural, mencionou o potencial transformador que a leitura tem sobre as crianças, “gerando cidadãos críticos”, pontua a produtora.

A presidente da APL, Margarida Cantarelli, falou da importância de aproximar o público infantil da academia. “É uma oportunidade de contato com a leitura, o que é papel da academia. No nosso museu teremos apresentação adequada ao público infantil”, declarou Margarida.

Também parceira da feira, a Fundarpe, representada pelo coordenador de Literatura José Jaime, entrará com duas ações. Uma delas chama-se “Livros Livres”, que se propõe a ‘libertar livros’ desde 2011, uma vez por mês, em todos os cantos do Estado. “Deixaremos livros em lugares da feira para que as pessoas peguem, leiam e depois devolvam”, explica Jaime. Já o “Escambo de Livros” leva um estande e propõe a troca de livros em bom estado que não sejam nem didáticos, nem religiosos.

FEIRA LITERATURA 1

I FEIRA DA LITERATURA INFANTIL – FLITIN

Tema: Era Uma Vez…Minha História

Quando: 22 a 25 de novembro

Horário: 9h30 às 20h (quinta e sexta-feiras) e das 9h30 às 17h (sábado e domingo)

Local: Academia Pernambucana de Letras (APL)

Endereço: Avenida Rui Barbosa, 1.596, Graças

Entrada franca

PROGRAMAÇÃO

QUINTA-FEIRA (22/11) – ANCESTRALIDADE

9h30 às 20h – Feira de Livros

Polo Letras Miúdas

9h às 11h – Oficina Galeria Reciclada (oficina de pintura e montagem de peças feitas com papel reciclado)

14h às 15h – Oficina Galeria Reciclada

Sala De Projeção

10h às 10h30 – Sessão de filme de animação

15h às 15h30 – Sessão de filme de animação

Auditório

11h – Cerimônia de abertura da Flitin 2018 – Apresentação do grupo Meninos do Batuque (Garanhuns)

16h – Apresentação teatral “O Pequeno Príncipe Preto” (Pé de Vento Produções -RJ)

Polo Outras Palavrinhas

14h30 às 15h30 – Mediação de Leitura – “Histórias do meu povo”, com Roma Júlia (Contação de histórias com livros de temática afro-brasileira e africana com o objetivo de valorizar autores e personagens negras)

SEXTA-FEIRA (23/11) – SONHOS E IDEIAS TRANSFORMADORAS

9h30 às 20h – Feira de Livros

Polo Letras Miúdas

9h30 às 10h30 – Oficina Galeria Reciclada (oficina de pintura e montagem de peças feitas com papel reciclado)

14h às 15h – Oficina Galeria Reciclada

16h às 17h – Oficina de Palhaçaria – “Ao amanhecer, brincar”, com Marcelo Oliveira

Sala de Projeção

10h às 10h30 – Sessão de filme de animação

15h às 15h30 – Sessão de filme de animação

Polo Outras Palavrinhas

10h às 11h – Mediação de leitura – Livro Um Novo Abraço (Cepe Editora), com grupo Tapete Voador

14h30 às 15h30 – Bate-papo com Cleyton Cabral (O Menino da Gaiola – Funcultura)

 

SÁBADO (24/11) – HERANÇAS E TRADIÇÕES

9h30 às 20h – Feira de Livros

Sala de Projeção

10h às 10h30 – Sessão de filme de animação

15h às 15h30 – Sessão de filme de animação

Auditório

10h às 12h – Seminário Flitin: “A produção literária para a infância no Brasil” – participação de Sueli Cagneti (autora e crítica literária), Wellington de Melo (editor da Cepe) e Renata Penzani (Lançamento do livro A coisa brutamontes – Cepe Editora)

14h às 16h – Seminário Flitin: “A leitura como ferramenta de transformação social”

Polo Letras Miúdas

11h – Apresentação teatral – “As aventuras de Mané Gostoso” (Cia. Meias Palavras – PE)

17h – Apresentação teatral – “Histórias da Caixola (Coletivo Tear – PE)

Polo Outras Palavrinhas

14h às 15h – Mediação de leitura – Livro Pequeninas histórias de gente pequenina (Cepe Editora), de Xico Bezerra-PE

15h às 16h – Mediação de leitura – Livro Dianimal (Cepe Editora), de Alexandre Revoredo

16h às 17h – Lançamento do livro Pedrinho e a chuteira da sorte (Cepe Editora), de Marcelo Cavalcante

DOMINGO (25/11) – DESPRINCESAMENTO

9h30 às 17h – Feira de Livros

Polo Letras Miúdas

9h30 às 11h – Oficina de Musicalização com Cacau da Mini Rock!

Polo Outras Palavrinhas

10h às 11h – Bate-papo com a autora Débora Seabra sobre o livro Débora conta histórias (Alfaguara)

11h às 12h – Mediação de leitura – Lançamento do livro Uma Festa na Floresta (Cepe Editora), com presença da autora, Lêda Selaro, e grupo Tapete Voador

14h às 16h – Oficina de Desprincesamento com a jornalista Cláudia Bettini (Rádio Matraquinha/ Corujices)

Sala de Projeção

14h às 16h – Oficina “Como ilustrar um livro infantil, da teoria à prática – Walther Moreira Santos (Fundarpe)

PROGRAMA

Contatos para entrevistas:

Ricardo Leitão (presidente da Cepe) – 3183-2704

Maria Chaves (Proa Marketing Cultural) – 98846-0373

Assessoria de Imprensa: 3183-2770

Roziane Fernandes: 9.9748-6072

Carolina Botelho: 9.8666-5106

Moema Luna: 9.9967-9743

SÃO JOSÉ DO BELMONTE

 

A empresa contratada pela Prefeitura de São José do Belmonte iniciou nesta quarta-feira (14), o asfalto das ruas no Centro da cidade. Ao todo, estão sendo investidos R$ 1.783.139,54 em aplicação de revestimento asfáltico sobre paralelepípedo em diversas de ruas, além da sinalização horizontal e vertical. Os recursos são do Ministério das Cidades e faz parte do Projeto de Apoio a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano.

O prefeito esteve acompanhando a obra de perto, nesta manhã. “É muito bom ver São José do Belmonte avançando para melhor. Esta obra já foi concluída no Distrito do Carmo. Hoje, começamos na sede, isso vai melhorar muito a qualidade de vida dos belmontenses”, disse Romonilson.

Os trabalhos são comandados pela Secretaria de Insfraestrutura e Meio Ambiente do município. “Estamos focados e trabalhando intensamente para realizar as melhorias necessárias para o município”, frisa o secretário Ronyeric Severo.

“Pedimos ainda desculpas à população pelos transtornos causados inicialmente pela obra, mas vamos organizando para que tudo ocorra bem. Pedimos também a compreensão de pedestres, motoristas e motociclistas para que não fiquem transitando por dentro da obra enquanto a empresa não liberar, pois podem ocasionar atrasos nos trabalhos e até acidentes”, disse Ronyeric.

Confira as ruas que serão asfaltadas no Centro de São José do Belmonte:

Av. Primo Lopes – Lado esquerdo

Av. Primo Lopes – Lado Direito

Av. primo Lopes – 1º Trecho (de fronte a Arnaldo Presentes)

Av. primo Lopes – 2º Trecho (Moda Jovem)

Av. primo Lopes – 3º Trecho (Hidrobel)

Trav. Luiz Gonzaga Gomes Ferraz – 1º Trecho (Casa São Luiz)

Trav. Luiz Gonzaga Gomes Ferraz

Rua Joaquim Nunes de Moura (Merc. Joba)

Rua Augusto Zacarias

Praça Sá Moraes

Praça Sá Moraes

Rua Coronel José Davi

Rua Coronel José Davi – 1º Trecho (Farmácia Tend Tudo)

Rua Severino Paraibano

Trav. Dionon Alves de Carvalho

Trav. Dionon Alves de Carvalho – 1º Trecho

Rua Leonida Pereira de Barros

Rua Landelino Pereira de Barros

Rua José Alves de Carvalho

Trav. da Praça Joaquim Leonel Pires – 1º Trecho

Trav. da Praça Joaquim Leonel Pires – 1º Trecho

Rua Coronel José Pereira Aguiar – 1º Trecho (por traz da igreja)

Rua Coronel José Pereira Aguiar

Trav. Tertuliano Donato de Moura

Trav. Luiz Gonzaga

Rua João Batista de Pádua

Rua João Lopes de Barros

Rua São José

Rua São José – 1º Trecho

Rua Coronel José Alencar

Rua Severino Paraibano – 2º Trecho

Rua Antônio Xavier Sobreira

Praça Pires Ribeiro – Lado direito

Praça Pires Ribeiro – Lado esquerdo

Praça Pires Ribeiro – Trav. 1

Praça Pires Ribeiro – Trav. 2

Praça Pires Ribeiro – Trav. 3

Av. Euclides de Carvalho

Rua José Pereira de Barros

Rua José Pereira de Barros – Trecho 1

Rua Caetano Estelita

Rua Rufino Pires da Silva

Rua Cap. Luiz Mariano da Cruz

Rua Cassiano Rodrigues de Lima

Rua Marechal

Trav. Silvino Golveia

Rua Padre Manoel Lopes

Rua Soldado Heleno

Rua Monselhor Afonso Pequeno

Rua Padre José P. dos Santos Barros

Trechos concluídos

Rua João Nunes de Barros – Carmo 1ª Trecho

Rua João Nunes de Barros – Carmo 2ª Trecho

Rua João Nunes de Barros – Carmo 3ª Trecho

Rua João Nunes de Barros – Carmo 4ª Trecho

Praça João Nunes de Barros – Carmo 1ª Trecho

Praça João Nunes de Barros – Carmo 2ª Trecho

Praça João Nunes de Barros – Carmo 3ª Trecho (por traz da igreja)

Praça João Nunes de Barros – Carmo 4ª Trecho (frente da igreja)

Rua Manoel Francisco de Souza Rolim – Lado direito

Rua Manoel Francisco de Souza Rolim – Lado esquerdo

ARARIPE

 

A Câmara de Vereadores de Araripina no Sertão do Araripe, aprovou na noite desta terça-feira (13), o Projeto de Lei que concede o título de cidadão araripinense ao engenheiro agrônomo Edésio Marques de Medeiros (Edésio do Chapada).

A proposição, de autoria da vereadora Camila Modesto, reconhece os serviços prestados pelo homenageado ao município, sendo  subscrito e aprovado por todos os vereadores presentes ontem na Casa Joaquim Pereira Lima, que é presidida pelo Vereador Evilásio Mateus (PSL).

A vereadora Camila Modesto, falou na tribuna da Câmara sobre o homenageado.

“Edésio Marques de Medeiros, nasceu em Taubaté, no interior de São Paulo. Em 1975 antes de completar um ano, foi marar em Lavras da Mangabeira, Sertão do Ceará. Em janeiro de 1998 veio morar em Araripina, onde passou no vestibular para o curso de agronomia e mora até hoje”, disse.

COLUNA DA DENISE MONTADA

 

 

 

 

 

 

 

O presidente eleito Jair Bolsonaro encontra o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (Foto: Agência Brasil/Antônio Cruz)
O presidente eleito Jair Bolsonaro encontra o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (Foto: Agência Brasil/Antônio Cruz)

EM REUNIÃO COM MAIA, BOLSONARO VAI REFORÇAR QUE NÃO HAVERÁ TOMA LÁ DÁ CÁ COM O CONGRESSO

No Congresso, Analógico versus digital

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, aproveitará a conversa, hoje, com Rodrigo Maia (DEM-RJ) para reforçar que não haverá toma lá dá cá com o Congresso. Significa que, se alguém do PSL quiser concorrer à Presidência da Câmara, algo que Bolsonaro não estimula, estará por sua própria conta e risco. Aliados do presidente eleito garantem que ele quer o Congresso na “era digital”, ou seja, do que for melhor para o país e não no “analógico sistema”, de troca de cargos por votos no Congresso. 

Mando de campo ajuda Maia

Com Bolsonaro fora do jogo de favores e relações pessoais que, invariavelmente, envolvem a disputa para presidente da Câmara, Rodrigo Maia tem mais chances de emplacar uma reeleição. Afinal, tem os cargos da Mesa Diretora para oferecer a quem quiser apoiá-lo.

BLOG DENISE LAERTE BESSABessa sobre senadores do MDB: “Esses caras precisam ir para a cadeia”

Os políticos não têm mais dúvidas de que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, terá dois pontos nevrálgicos na relação com o Congresso: os partidos do chamado Centrão (PP, PR, PTB e outros) e o Senado. Nessa terça-feira (13/11), por exemplo, o futuro chefe do Gabinete de Segurança Institucional do DF, Laerte Bessa, aliado de Bolsonaro, atacou diretamente os senadores do MDB, que compõem a maior bancada da Casa: “Eles roubaram demais o país, e a condição de eles irem para a cadeia é a Operação Lava-Jato”, citando nominalmente Renan Calheiros; Jader Barbalho, que Bessa chama de “Jarbas”; e Romero Jucá, este último não se reelegeu.

Declarações e Senado à parte, o Centrão já fez chegar ao governo de transição que, se houver mais um ministro do DEM, adeus reeleição de Rodrigo Maia (RJ). Disse isso ao próprio Maia, na semana passada, e, nessa terça-feira, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) já era chamado de ministro pelos colegas e até por integrantes do governo de transição.

Temer é de cumprir acordos

E por isso mesmo as apostas no Palácio do Planalto são de que o presidente Michel Temer vai sancionar o reajuste salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Lula na política

A expectativa é de que o ex-presidente Lula aproveitará o depoimento de hoje à juíza Gabriela Hardt para falar tudo o que não pôde dizer durante o período eleitoral. Mais uma vez, será mais político do que técnico em sua defesa.

É pra jáBANCO CENTRAL

A autonomia do Banco Central é um dos primeiros projetos que o presidente eleito pretende levar adiante. Se der, ainda neste ano. Técnicos da transição informam que esse é o jeito de sinalizar ao mercado que acabaram os tempos de intervenção política no BC promovida especialmente no governo de Dilma Rousseff.

A primeira missão do general

Antes de assumir a Defesa, o general Fernando Azevedo cuidará de pôr um fim no mal-estar com a Marinha e a Aeronáutica, que chegaram a ser cogitadas para o status de ministro, entregue ao Exército.

Constrangimento/ O embaixador Luiz Fernando Serra circulou, dia desses, pelo Itamaraty citando os diplomatas Manuel Inocêncio e Miguel Griesbach, respectivamente, como seu secretário-geral e futuro chefe de gabinete.

Sutis diferenças/ Enquanto o presidente da UDR, Nabhan Garcia, foi para casa triste depois do anúncio da deputada Tereza Cristina para ministra da Agricultura, a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) faz propaganda elogiando a indicação. Na tevê, um comercial da CNA apresenta a deputada como a voz do agro e ainda faz um agradecimento a Bolsonaro.

BLOG DE DENISE Carlos Marun#ficamarun/ Com tanto ministro de Mato Grosso do Sul, tem gente fazendo périplo ao Planalto para pedir que Carlos Marun fique em Brasília. Certamente, não será no governo, mas tem muita conversa entre Marun e Romero Jucá, o presidente do MDB, que não foi reeleito.

Por falar em Planalto…/ Parlamentares cravam que o general Augusto Heleno, tão influente na indicação dos ministros, vai terminar com funções além da parte de Segurança Institucional. É no GSI que deputados sem muita relação com Onyx Lorenzoni pensam em aportar.

 

A doença é uma das principais complicações da diabetes

RETINOPATIA

Por Fernanda Durão

 

O mau controle clínico, com altos níveis de glicemia, descontrole da pressão arterial, hiperlipidemia associado ao não acompanhamento oftalmológico podem levar a cegueira em diabéticos. No Brasil, cerca de 19 milhões de pessoas possuem a doença e, de acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, a diabetes é uma das principais causas de cegueira em adultos jovens. No dia em que é comemorado o Dia Mundial da Diabetes, 14 de novembro, o Instituto de Olhos do Recife (IOR) alerta as pessoas a observarem sintomas como a diminuição progressiva ou súbita da visão ou qualquer outra mudança nos olhos.

Apesar de grave a retinopatia diabética é muitas vezes assintomática, ou seja, não apresenta sintomas na fase inicial, podendo ter visão normal, por isso a importância de realizar o exame de retina, exame de fundo de olho, pelo menos uma vez no ano. Nos estágios mais avançados da doença, o paciente pode ter sintomas como: manchas na visão e baixa acentuada na acuidade visual, muitas vezes o levando a cegueira.

O oftalmologista do IOR, Marcelo Valença, explica que a doença é uma das causas mais frequentes de cegueira irreversível em adultos entre 20 e 74 anos. “A OMS mostra um dado preocupante: após 20 anos com a diabetes, 100% dos pacientes do tipo 1 e mais de 60% daqueles portadores do tipo 2 terão algum grau de retinopatia diabética”, disse.

Segundo Marcelo Valença, o diabetes mal controlado também pode provocar lesão nos vasos sanguíneos, causando Edema Macular Diabético, Hemorragia Vítrea, Descolamento de Retina Tracional e Glaucoma Neovascular, que muitas vezes podem levar a amaurose irreversível.

Para evitar que a doença cause a perda da visão, alguns cuidados devem ser tomados, o principal deles é a realização do exame oftalmológico anualmente, podendo ser até mais frequente de acordo com o estágio da Retinopatia Diabética. Além disso, o controle da glicemia, da pressão arterial, dos níveis de colesterol e a prática de hábitos de vida saudável contribuem para um maior cuidado com a saúde dos olhos da população.

VAI FALTAR CADEIA

 

Uma das maiores expectativas do povo brasileiro, sobretudo dos eleitores de Bolsonaro, é a decretação do fim do sigilo das operações do BNDES, decretado pela então presidente Dilma Roussef com clara intenção de proteger a turma que hoje está presa ou respondendo processo na Lava Jato.

BNDESMas não são só as operações do BNDES que estão (ainda) sob sigilo. Também os arquivos do Banco do Brasil, da Camex, da ABGF (Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores), da Secretaria do Tesouro Nacional e da Secretaria de Assuntos Internacionais, do Ministério da Fazenda.

Entre 2003 (governo Lula) e junho de 2013 (governo Dilma) o Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) concedeu financiamentos de R$ 2,4 bilhões para as nove empreiteiras investigadas pela operação Lava Jato. Ao longo dos anos, foram 2.481 operações realizadas, sendo que 2.471, ou R$ 1,6 bilhão, “financiamentos indiretos automáticos”. Todos considerados “sigilosos”. Em 2015 a Dilma decretou sigilo para 760 documentos referentes à Odebrecht, a empreiteira que mais se beneficiou dos recursos públicos.

Aos “amigos ideológicos” o BNDES emprestou U$ 8,6 bilhões de 2003 a 2013. Dos U$ 8,6 bilhões emprestados pelo BNDES, Angola levou 33%, Argentina 22%, Venezuela 14% e Cuba 7%, perfazendo 76% do montante.

A grande maioria desses empréstimos e financiamentos foram feitos com dinheiro dos nossos impostos, e sem qualquer lastro. Dilma sabia disso, e, para escapar de um processo por improbidade administrativa e gestão fraudulenta, se esforçou ao máximo para mantê-los como sigilosos, contrariando completamente o princípio da transparência administrativa.

O PT acreditou que iria se eternizar no poder e que nada disso seria “vazado”, tanto que Dilma decretou o sigilo por 15 anos, e em 2015, mesmo pressionada pelos Ministros do TCU, vetou qualquer possibilidade de colocar a público as operações.

Mas elas virão e vão mostrar que tudo o que vimos de mensalão e petrolão até agora é quase nada perto do que está pra ser descoberto.

Está justamente aí o terror da esquerda, o motivo da depressão de Dilma e Lula, e o tremendo empenho para sabotar o governo Bolsonaro. Ele vai quebrar o sigilo. Vai “degravar” a caixa-preta, e muita gente vai em cana. Todas as operações irregulares serão alvos de investigações bastante apuradas, e será feita uma auditoria geral no BNDES, BB e outros. Vai faltar cadeia para abrigar tanta gente.

Se for descoberto (e será) que houve favorecimento a ideologias, empreiteiras, políticos, com a anuência da Dilma, a ex-presidente – que até agora passou incólume pela Justiça – irá responder a um belo processo por improbidade administrativa e poderá se preparar para passar os fins dos seus dias tricotando em alguma cadeia. Muita gente desses órgãos também vai fazer uma romaria a Curitiba, mas com passagem só de ida.

Num primeiro momento a esquerda vai relinchar. Os sindicatos, movidos pela máquina política da esquerda, vão iniciar greves para tentar tirar a atenção da população. Coletivos pagarão suas dívidas criando polêmicas, na tentativa de lançar uma nuvem de fumaça sobre as investigações. Vão usar de todos os meios possíveis para proteger a camarilha que levou o país para a beira do precipício.

O governo saberá, com o nosso apoio, reagir a todos eles, e colocar cada um no seu lugar…

De preferência na cadeia.

Marcelo Rates Quaranta –  Articulista – www.jornaldacidadeonline.com.br

 

Segunda etapa do Enem foi aplicada neste domingo (11) - 11/11/2018 (Ananda Migliano/Ofotográfico/Folhapress)
Segunda etapa do Enem foi aplicada neste domingo (11/11/2018)  (Foto: Ananda Migliano/Ofotográfico/Folhapress)
Da Redação de Veja

 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização das provas do Enem, divulgou nesta quarta-feira o gabarito oficial das provas realizadas nos dois últimos domingos, dia 4 e 11 de novembro.

Confira os gabaritos das provas realizadas nos dois últimos domingos. Acesse: https://enem.inep.gov.br/

Lista tem dois generais, dois deputados federais, um economista, um juiz e um astronauta; presidente pretende reduzir número de pastas de 29 para 17
 O juiz Sergio Moro, o economista Paulo Guedes e o deputado federal Onyx Lorenzoni, futuros ministros de Bolsonaro (Lula Marques/PT/Andre Valentim/VEJA/Valter Campanato/Agência Brasil)
O juiz Sergio Moro, o economista Paulo Guedes e o deputado federal Onyx Lorenzoni, futuros ministros de Bolsonaro (Lula Marques/PT/Andre Valentim/VEJA/Valter Campanato/Agência Brasil)
Por Giovanna Romano

 

Após um pouco mais de duas semanas do resultado das eleições, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou alguns nomes que assumirão ministérios em seu governo, a partir de 1º de janeiro de 2019. Ele disse que pretende anunciar até dia 12 de Dezembro o seu gabinete ministerial completo e que a ideia é colocar pessoas técnicas nos cargos de primeiro escalão. Alguns escolhidos atuam diretamente no governo de transição.

Ele também prometeu reduzir o número de ministérios de 29 para 17, extinguindo pastas e fundindo outras. Durante a sua campanha presidencial, três nomes já eram sondados para liderar ministérios em um possível governo seu: o deputado Onyx Lorenzoni, o general Augusto Heleno e o economista Paulo Guedes.

Veja os ministros já indicados por Bolsonaro:

Onyx Lorenzoni (Casa Civil)

Onyx Lorenzoni será ministro extraordinário para a transição e futuro chefe da Casa Civil (Valter Campanato/Agência Brasil)
Onyx Lorenzoni será ministro extraordinário para a transição e futuro chefe da Casa Civil (Valter Campanato/Agência Brasil)

Em seu quarto mandato como deputado federal, o veterinário Onyx Lorenzoni (DEM-RS) será o braço-direito de Bolsonaro, ocupando o cargo de ministro-chefe da Casa Civil, responsável pela supervisão das demais pastas e pela articulação política com o Legislativo. Com 64 anos, ele foi o segundo candidato à Câmara dos Deputados mais votado no Rio Grande do Sul. Ele tem sido uma das vozes mais atuantes na transição, nomeado ministro extraordinário.

O futuro chefe da Casa Civil foi o principal articulador de Bolsonaro junto ao Congresso durante a campanha presidencial e deve ser o encarregado de formar a base aliada do futuro governo. Ele foi citado em deleção premiada da JBS e admitiu ter recebido 100 mil reais da empresa por meio de caixa dois em 2014.

Paulo Guedes (Economia)

Paulo Guedes deverá comandar um superministério da Economia a partir de 2019 (Daniel Ramalho/AFP)
Paulo Guedes deverá comandar um superministério da Economia a partir de 2019 (Daniel Ramalho/AFP)

O economista Paulo Guedes, 68 anos, foi escolhido para comandar o superministério da Economia, que, no governo Bolsonaro, reunirá Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio. Durante a campanha eleitoral, ele foi chamado de”Posto Ipiranga” pelo então presidenciável – uma referência à propaganda do posto de combustíveis em que todas as respostas são encontradas no local. O futuro ministro, mestre e Ph.D pela Universidade de Chicago, é um defensor do liberalismo econômico e da menor participação possível do estado na economia.

Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública)

 Sergio Moro, conhecido pela Operação Lava Jato, comandará Ministério da Justiça e Segurança Pública (Reprodução/TV Globo)

Sergio Moro, conhecido pela Operação Lava Jato, comandará Ministério da Justiça e Segurança Pública (Reprodução/TV Globo)

Juiz federal há 22 anos, Sergio Moro, assumirá o Ministério da Justiça incorporando a atual pasta da Segurança Pública e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que hoje é ligado ao Ministério da Fazenda.. Ele será responsável pela Polícia Federal, pelo Departamento Penitenciário Nacional e pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, entre outros. Graduado em direito pela Universidade Estadual de Maringá, é mestre e doutor pela Universidade Federal do Paraná. Moro ganhou notoriedade ao condenar à prisão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

Tereza Cristina (Agricultura)

A deputada federal Tereza Cristina, líder da bancada ruralista na Câmara e futura ministra da Agricultura (Adriano Machado/Reuters)

A deputada federal Tereza Cristina, líder da bancada ruralista na Câmara e futura ministra da Agricultura (Adriano Machado/Reuters)

Deputada federal, Tereza Cristina (DEM-MS) foi indicada pela Frente Parlamentar da Agropecuária – FPA para o cargo de ministra da Agricultura. Ela é formada em engenharia agronômica pela Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, e é a atual líder da bancada ruralista no Congresso Nacional. No Mato Grosso do Sul, foi secretária de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo entre 2007 e 2014, nos governos de André Puccinelli (MDB). Também, é a primeira mulher a ser nomeada em um cargo de alto escalão no governo de Bolsonaro.

Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia)

 Marcos Pontes, primeiro astronauta brasileiro a ir ao espaço, será ministro de Ciência e Tecnologia (//Divulgação)

Marcos Pontes, primeiro astronauta brasileiro a ir ao espaço, será ministro de Ciência e Tecnologia (//Divulgação)

Marcos Pontes (PSL) foi o primeiro astronauta brasileiro e sul-americano a ir ao espaço, foi tenente-coronel da Força Aérea Brasileira (FAB), é suplente do senador Major Olímpio (PSL) e foi escolhido pelo presidente eleito Jair Bolsonaro para comandar a pasta da Ciência e Tecnologia. Graduado em engenharia aeronáutica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Pontes já foi embaixador das Nações Unidas para o desenvolvimento industrial.

General Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)

O general Augusto Heleno, oficial da reserva, assumirá o Gabinete de Segurança Institucional (Bruno Rocha /Fotoarena/Folhapress)
O general Augusto Heleno, oficial da reserva, assumirá o Gabinete de Segurança Institucional (Bruno Rocha /Fotoarena/Folhapress)

Augusto Heleno Ribeiro Pereira (PRB), oficial da reserva de 71 anos, mesmo cotado para ser ministro da Defesa, assumirá o Gabinete de Segurança Institucional (CGI) pela proximidade ao presidente eleito. Heleno foi comandante militar da Amazônia, chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia e é um dos nomes de confiança da equipe de Bolsonaro. As principais funções do futuro ministro do CGI serão zelar pela segurança pessoal do presidente da República e pelo setor de inteligência, além de prevenir crises governamentais.

General Fernando Azevedo e Silva (Defesa)

O general da reserva Fernando Azevedo e Silva, assessor do ministro Dias Toffoli, presidente do STF (Mauro Pimentel/Folhapress)
O general da reserva Fernando Azevedo e Silva, assessor do ministro Dias Toffoli, presidente do STF (Mauro Pimentel/Folhapress)

Fernando Azevedo e Silva foi chefe do Estado-Maior do Exército e comandará o Ministério da Defesa. Desde setembro, Silva ocupa o cargo de assessor especial do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). O general da reserva tem um extenso currículo dentro das Forças Armadas, incluindo o cargo de comandante militar do Leste e a liderança de tropas em missão no Haiti. Também foi chefe da Autoridade Pública Olímpica dos Jogos Olímpicos do Rio-2016, indicado pela então presidente Dilma Rousseff (PT).  É formado pela Academia Militar das Agulhas Negras em 1976, um ano antes do presidente eleito Jair Bolsonaro.

 

PL 2024/2018 obriga órgãos estaduais a publicarem na internet a quantidade de sanções aplicadas por município, o valor arrecadado e as despesas realizadas com esses recursos. Foto: Sabrina Nóbrega
PL 2024/2018 obriga órgãos estaduais a publicarem na internet a quantidade de sanções aplicadas por município, o valor arrecadado e as despesas realizadas com esses recursos. (Foto: Sabrina Nóbrega)

 

A Comissão de Justiça aprovou, nesta terça (13), uma proposta para dar transparência à arrecadação de multas de trânsito. O Projeto de Lei nº 2024/2018, de autoria da deputada Priscila Krause (DEM), obriga os órgãos estaduais a publicarem na internet a quantidade de sanções aplicadas por município, o valor arrecadado e as despesas realizadas com esses recursos.

Conforme registra a parlamentar na justificativa da matéria, essa divulgação foi estabelecida a partir de mudança feita em 2016 no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O texto foi aprovado pelo colegiado com voto favorável do relator, deputado Aluísio Lessa (PSB). Ele apresentou, porém, uma emenda modificativa estabelecendo que a divulgação seja feita semestralmente, e não mensalmente, como propunha Priscila Krause.

“O projeto é interessante, atende à questão da transparência, do zelo pela informação e da aplicação dos recursos públicos. A emenda foi necessária porque é muito difícil a disponibilização das multas mensalmente, inclusive por conta dos prazos para recursos e apresentação do condutor”, explicou Lessa.

A proposição estabelece, ainda, a apresentação de um relatório anual detalhando o valor repassado ao Fundo Nacional de Segurança e Educação no Trânsito (Funset) no ano anterior, a projeção de arrecadação no exercício corrente e o planejamento a respeito das despesas projetadas.

Discussão – Durante a reunião, também foi aprovado o Projeto de Lei nº 1392/2017, do deputado Ricardo Costa (PP). A matéria, que recebeu um substitutivo, proíbe o corte do fornecimento de energia elétrica e de água nas unidades consumidoras inadimplentes nos feriados e finais de semana. A medida só poderá ser adotada até as 16h de sexta-feira, e a suspensão do fornecimento só deverá ocorrer mediante prévia comunicação por parte da empresa prestadora do serviço.

Outros dois projetos foram acatados e seis, rejeitados por vícios de constitucionalidade, legalidade ou juridicidade. O PL nº 1552/2017, que obriga as operadoras de saúde com sede ou filial em Pernambuco a ter regime de plantão ou atendimento físico 24 horas, nos setes dias da semana, para o acolhimento de demandas de ordem judicial, recebeu pedido de vista do deputado Rodrigo Novaes (PSD). Mais 23 propostas, sendo 21 de autoria do governador do Estado, foram distribuídas para receber parecer.

 

A licitação foi publicada no último dia 20 de setembro

JABOATÃO

 

 

Antes mesmo de acontecer as eleições de 2018, a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes publicou um edital no Diário Oficial para contratar uma empresa que fornece prestação de serviços em confecção de carimbos, chaves e consertos de fechaduras. O que chama a atenção é o valor total de R$ 599.423.48 para os cofres públicos do município. A licitação publicada no último dia 20 de setembro, foi assinada pelo Secretário Executivo de Gestão do Patrimônio e Manutenção, Rodrigo Botelho.

A empresa citada para realizar a confecção são as Safe Eletrônica e Construções LTDA, sediada no bairro de Candeias e a Luz Carimbos e Informatica EIRELI – ME, localizada em Campo Comprido, Curitiba.

Para a primeira empresa citada, ficou destinado um valor de R$ 131.642,25. Para o empreendimento localizado em Curitiba a quantia é bem maior, cerca de R$ 467.781,23.

EDITAL

SECRETARIA EXECUTIVA DE LICITAÇÕES, CONTRATOS E CONVÊNIOS
ADJUDICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO
Proc. Licitatório nº 144.2018.PE.038.SEPLAG.CPL4. Natureza do Objeto: Compras. Adjudicação e Homologação do Pregão Eletrônico nº 038/2018, para REGISTRO DE PREÇO para contratação de empresas especializadas na PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONFECÇÃO DE CARIMBOS, CHAVES E CONSERTO DE FECHADURAS, PARA A PREFEITURA MUNICIPAL DO JABOATÃO DOS GUARARAPES, da seguinte maneira: Lote 01 – Adjudicatária: SAFE ELETRÔNICA E CONSTRUÇÕES LTDA, inscrita no CNPJ sob o nº 04.342.428/0001-73 pelo valor total de R$ 131.642,25 (cento e trinta e um mil, seiscentos e quarenta e dois reais e vinte cinco centavos); Lote 02 – Adjudicatária LUZ CARIMBOS E INFORMÁTICA EIRELI – ME, inscrita sob o nº 24.484.614/0001-54, pelo valor total R$ 467.781,23 (quatrocentos e sessenta e sete mil, setecentos e oitenta e um reais e vinte e três centavos). Valor total global de R$ 599.423.48 (quinhentos e noventa e nove mil, quatrocentos e vinte e três reais e quarenta e oito centavos).
Jaboatão dos Guararapes/PE, 20 de Setembro de 2018.
Rodrigo Botelho
Secretário Executivo de Gestão do Patrimônio e Manutenção.

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes foi procurada pela reportagem, mas não atenderam às ligações.

Fechar