Posts da Categoria: Artigos

Esta é a 2ª Edição a ser distribuída diretamente do Distrito Federal para todo o país

CAPA 104 FRENTE

Por Marcos Lima Mochila

 

Tendo o presidente Jair Bolsonaro e o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) como matérias de capas, a Edição 104 da Revista TOTAL – a segunda a ser distribuída para todo o país a partir de Brasília, começará a circular no início da próxima semana.

Na matéria do presidente Bolsonaro, a equipe da Revista TOTAL traça a trajetória do Capitão desde abril de 2015, quando ele se desfiliou do PP, já com a intenção de seguir o “sonho” de ser presidente. ‘Vou ser candidato a presidente gostem ou não gostem’, disse ele na época e poucos acreditaram que el conseguisse realizar esse sonho.

EDIÇÃO 104

 

Quanto à matéria do atual governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, ela relata desde a decisão que ocorreu na tarde de 28 de julho de 2018, num pequeno palanque improvisado de dois degraus, coberto por um tapete vermelho já envelhecido, quando três políticos experimentados da cidade anunciaram a candidatura do homem que, 90 dias depois, viria a ser eleito governador do Distrito Federal. Na ocasião, Ibaneis Rocha comemorava a escolha como cabeça de chapa do MDB com um tímido aceno de punho cerrado direcionado aos pouco mais de 40 presentes na convenção do Avante, partido do futuro vice-governador, Paco Britto.

MICHELE HOMENAGEM

A revista também traz duas matérias especiais sobre as primeiras-damas do Brasil e do Distrito Federal, respectivamente, Michelle Bolsonaro e Mayara Albuquerque. Ambas têm em comum o desejo de não serem primeiras-damas decorativas. Querem ser também protagonistas das novas histórias, do Brasil e de Brasília.

MAYARA NORONHA

Vale a pena conferir esta edição que vem recheada de matérias importantes, que deve ser guardada para que se compare as realizações do presidente Bolsonaro e do governador Ibaneis, ao fim de suas gestões, em 2022.

FAUSTÃO DANÇOU

FAUSTÃO ENTRA NA DANÇA DOS FAMOSOS

Luiz Carlos Nemetz (*) – Jornal da Cidade Online

 

Sem negar uma certa satisfação íntima, foi legal assistir ao vídeo, feito nesta segunda-feira (7), pelo apresentador Fausto Silva, o Faustão do “Domingão”, tentando desdizer o que efetivamente disse.

Parecia minhoca rebolando no álcool.

É que no programa do último domingo (6), o apresentador, em tom das suas costumeiras críticas sem direção ou alvo certo ou conhecido, feitas sempre de forma aleatória, difusa, demagógica, fortuita e confusa, usou a seguinte frase para expressar sua opinião sobre a conjuntura nacional:

“- E o imbecil que tá lá e não devia estar pode até ser honesto, mas é um idiota que tá lá e tá ferrando todo mundo”.

Por lealdade intelectual, é verdade que o falastrão indiscreto, inconveniente e tagarela, não citou o nome do Presidente Jair Bolsonaro. Mas deixou de forma absolutamente implícita, a bola quicando. E a reação veio, como virá doravante, sempre na mesma intensidade e sentido contrário. Lei da física…

Quem está acostumado a análise dialética dos textos e das falas alheias, pode ter certeza que a ideia contida nas expressões expostas pelo Faustão buscou definir e distinguir claramente o governo que ora se inicia. Só não foi explicito – como não costumam ser os argumentos deste artista. Um sabonete…

Mas, desta vez, ele encontrou barreiras. E que barreiras! E mais uma vez, a outrora fortaleza da TV Globo e dos seus partícipes, têm um duro encontro com a realidade.

A fala pegou mal Brasil afora e fez um tsunami na internet. Sempre tenho dito e repito: o Governo Bolsonaro tem base social, sólida, atenta, participativa e responsável. E quer respeito!

Até tempos atrás, ninguém levava a sério as estapafurdices do Faustão. Mas, agora, a realidade é outra. Estamos diante de um novo tempo. A esmagadora maioria da nação adotou comportamento diverso. E para esse time, agora a leitura funciona assim:

– A única saída possível foi o Bolsonaro. Mexeu com ele, mexeu com o Brasil. Mexeu com o Brasil, me ponho guerreiro.

Quem diria que um dia viveríamos para ver que você, eu, ou qualquer outra pessoa pudesse colocar a Globo e o poderoso e arrogante Fausto Silva no córner, gravando um vídeo todo mal produzido, em visível e constrangido desconforto, para se explicar dizendo que não disse o quê disse?

Hoje, não somente os eleitores de Bolsonaro percebem do que o Brasil se livrou. E todos sabem o grande trabalho que deu e que ainda está dando…,

Mas grande parte da classe artística ainda não acordou para a realidade. Vivem no mundo da lua, do faz de conta, da fantasia, da representação. E muitos, também do dinheiro fácil… Como diria minha mãe: “Fazem crochê em cima dos dedos”.

Em defesa do Brasil, milhões de brasileiros até então anônimos, viraram templários. Militantes gladiadores. Tendo o celular como arma.

Depois de o Faustão gravar um vídeo com a boca seca, foi veiculada uma notícia nas mídias sociais (que não sei se é verdadeira ou não) dando contas que o apresentador ameaçou “não voltar ao Brasil se seguissem as agressões contra ele nas redes sociais”.

Olha, quer saber a verdade? Faria muito bem para ele, fazer um sabático para reciclagem. Para nós, espectadores de domingo, uma dádiva messiânica. Embora tenhamos que respeitar o profissional,  trata-se de um chato confeitado e condecorado. Metido a engraçadinho. Decadente. Ele sim, imbecil a zoar de todo mundo. Semeando a idiotice em horário nobre. Um desperdício numa concessão de TV aberta. Uma aberração intelectual e cultural. Uma negação. Durante muitos anos pensou ter o monopólio da graça. Na verdade, atualmente não passa de um cômico démodé, gritão, mal-educado, saliente e inconveniente. E comanda um programa que é um lixo.

E que não se atualiza nem se moderniza.

Pensam que ele fez um vídeo se retratando em respeito ao Bolsonaro? Ou ao seu público?

Qual o que!? Nada disso! Nunca fez e nunca faria isso se não fosse na marra! O vídeo veio pelo fato de a unanimidade dos seus anunciantes serem simpáticos ao Bolsonaro.

Que anunciante quer se indispor com um governo legítimo, forte e com apoio popular?

Tomou uma prensa. Com a perda da audiência, “bau bau” patrocinadores…

Essa gente não é boba…

O vídeo também veio, por pressão da Globo que está tal qual Dâmocles com a espada sobre a cabeça, presa por um fio de cabelo, pronta para sofrer um corte nas polpudas verbas públicas com as quais vem sendo agraciada há mais de 4 décadas. Tudo indica que os poderes, privilégios, benefícios e vantagens da “venus platinada” vão acabar.

Bolsonaro já anunciou: a distribuição da verba publicitária será reduzida e equitativa. Acabou o privilégio… A Globo tem qualidades? Claro que tem. Eu também teria com o uso abundante do dinheiro público… Só faltava não ter…

O homem do Perdidos na Noite se viu perdidinho da Silva, numa tarde de domingo.

Com o mais sincero e absoluto pedido de perdão pelo uso da expressão chula (e com certa vergonha), como diria a Dona Dica, a costureira que alinhavava sabedoria:

– O Faustão cagou-se no peidar!

LUIZ CARLOS NEMETZ

 

 

(*) Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia

2018 TOTAL

 CAPA BOLSONARO

 

Balanço mostra crescimento da Revista TOTAL e do Blog da Revista TOTAL

Por Marcos Lima Mochila

 

2018 foi um ano difícil, mas, ao mesmo tempo, de muita positividade para os veículos do Grupo TOTAL: a Revista e o Blog.

A Revista TOTAL, que este ano completou 15 anos, já passou por grandes momentos, desde o seu lançamento, tendo sido o primeiro veículo noticioso a anunciar que Eduardo Campos seria eleito em 2006, num momento em que ele tinha menos de 3% de intenções de voto.

Durante os 8 anos das duas gestões de Eduardo, a revista foi uma parceira fidedigna do governador, sempre mostrando em destaque as obras realizadas por ele. E tinha, da parte dele, uma confiabilidade irrefutável.

A partir de 2006 – principalmente após o acerto da vitória de Eduardo Campos -, o prestígio da revista cresceu e Marcelo Mesquita e equipe passaram a realizar, um ano antes de cada eleição, estudos técnicos em que se confirmaram os acertos em torno de 95%. Isso se tornou algo tão axiomático que chamou a atenção do cientista político, pesquisador e professor da Universidade Federal de Pernambuco ((UFPE), Clóvis Miyachi que, a partir de então, tornou-se um grande parceiro da revista, firmando uma grande amizade com Marcelo Mesquita, presidente do Grupo TOTAL.

“A Revista TOTAL vem realizando um trabalho excepcional no levantamento dos apoios que os candidatos estão recebendo durante as campanhas eleitorais. A competência e a seriedade que praticam são responsáveis pelo percentual superior a 90 por cento que vem alcançando nos últimos dez anos. É um trabalho de fôlego e que merece os elogios de políticos e profissionais da área. É o verdadeiro desempenho da Futurologia”, afirmou Miyachi. Esta afirmação foi feita pelo cientista logo após a confirmação da vitória do candidato Hélio dos Terrenos (PTB), como vencedor da eleição suplementar no município de Belo Jardim.

Os pontos positivos da Revista e do Blog, neste ano, foram desde grandes matérias a grandiosas conquistas, ratificando a sua condição de “revista dos municípios”, incentivando o seu presidente e equipe a projetarem lançar-se em voos mais altos, conforme poderá ser constatado no tópico Grandes Momentos, que encerra este artigo.

Que venha 2019 e, embalado por esse positivismo e por tantas conquistas de 2018, consagre-se definitivamente, não mais como a “revista dos municípios”, mas, positivamente, como “A Revista do Brasil!”, com o Blog também alcançando grandes vitórias e consolidando-se, cada vez mais, como um grande canal de notícias e de consultas.

A todos os nossos amigos leitores, parceiros, patrocinadores e fornecedores, um grandioso Ano Novo e que, cada dia de todos seja sempre uma Edição Especial!

 BALANÇO TOTAL

Janeiro

O ano começou com uma grande festa, com várias personalidades do mundo político, empresarial e artístico sendo homenageadas com o prêmio Destaque TOTAL. Ainda no mês de janeiro, mais de 4 mil integrantes de famílias residentes nos conjuntos habitacionais Vila Brasília, em Olinda, e Ciranda da Ilha, na Ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Grande Recife, receberam a documentação de suas residências.

DESTAQUE TOTALPERSONALIDADES RECEBEM PRÊMIO DESTAQUE TOTAL

As personalidades mais importantes do Estado receberam ontem, em solenidade no Restaurante Spettus, no Derby, Recife, o prêmio Destaque TOTAL, promovido pela Revista e Blog TOTAL. Os homenageados foram escolhidos pela equipe, por conta de suas atuações nos diversos campos, como político, médico, empresarial e cultural.

Marcelo Mesquita, diretor presidente, disse que a entrega desse prêmio já se tornou uma tradição e é esperada com ansiedade pela sociedade pernambucana. “Sentimos muito orgulho em realizar esse evento, pois verificamos no semblante dos homenageados, a importância que é dada ao prêmio, que já acontece há dez anos. Todo o esforço para realizá-lo é compensado”.

Leia a matéria completa: https://blogrevistatotal.com.br/2018/01/19/personalidades-recebem-premio-destaque-total/

MAIS DE 900 FAMÍLIAS DE ITAMARACÁ E OLINDA GANHAM NOVAS MORADIAS900 FAMÍLIAS

Mais de 900 famílias residentes nos conjuntos habitacionais Vila Brasília, em Olinda, e Ciranda da Ilha, na Ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Grande Recife, receberam a documentação de suas residências. A ação beneficia cerca de 4.100 pessoas, que se encontram na chamada Faixa 1 do Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal em parceria com o Governo do Estado..

Leia a matéria completa: https://blogrevistatotal.com.br/2018/01/22/mais-de-900-familias-de-itamaraca-e-olinda-ganham-novas-moradias/

Fevereiro

Em pleno mês da maior folia pernambucana, o carnaval, que aconteceu de 19 a 14 de fevereiro, a política local, assim como a nacional, entrou num ritmo mais forte, mais movimentado.

Como sempre, nessas épocas, a Revista TOTAL saiu na frente e, novamente mostrando muita coragem, começou a divulgar os nomes dos candidatos que seriam eleitos em outubro.

E também mostrou o grande crescimento da candidatura de Marília Arraes, que começou a empolgar seus eleitores.

RT VAI DIVULARREVISTA TOTAL VAI DIVULGAR NOMES DOS VENCEDORES DAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES

A Revista TOTAL vai começar a divulgar os resultados dos levantamentos que estão sendo feitos por sua equipe, em todo o Estado de Pernambuco, sobre as próximas eleições que acontecerão em outubro. Além dos levantamentos que a TOTAL vem realizando há cerca de doze anos, com um percentual de acerto superior a 92 por cento, a publicação deverá publicar também pesquisas de opinião pública, através de convênio com a empresa de Tonico Araújo.

Os levantamentos da TOTAL são esperados com ansiedade pelo mundo político do Estado por conta da competência e seriedade com que é feito, o que fica demonstrado pelo alto percentual de acerto verificado nos últimos anos.

Leia a matéria completa: https://blogrevistatotal.com.br/2018/02/27/revista-total-vai-divulgar-nomes-dos-vencedores-das-proximas-eleicoes/

MARÍLIA ARRAES EMPOLGA ELEITORES E SOBE NAS PESQUISASMARÍLIA EMPOLGA

A vereadora do Recife Marília Arraes (PT) tem se destacado como uma excelente oradora e uma forte personalidade política, além de ter sua imagem vinculada à do ex-governador Miguel Arraes, principalmente nas reuniões que estão sendo promovidas pelas pessoas que apoiam sua candidatura do Governo do Estado. Recentemente, em Serra Talhada, ela reuniu mais de 2 mil pessoas que aplaudiram entusiasmadamente, seu discurso. Muita gente chegou às lágrimas.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/02/27/marilia-arraes-empolga-eleitores-e-sobre-nas-pesquisas/

Março

No terceiro mês do ano, o que mais chamou a atenção do mundo político pernambucano o anúncio da família Ferreira de que marcharia com Paulo Câmara nas eleições 2018.

OS FERREIRA BATEM O MARTELOOS FERREIRA BATEM O MARTELO COM PAULO CÂMARA

Depois de ficarem em cima do muro e valorizar o passe, tanto com o Palácio quanto com o Grupo das Oposições, os Ferreira bateram o martelo com a Frente Popular e vão anunciar isso nos próximos dias. Mesmo sonhando em ser senador, André Ferreira terá que esperar até maio ou junho, quando será fechada a chapa governista e ele poderá integrar a mesma como candidato ao Senado. Os Ferreira farão uma composição no Governo, assumindo uma pasta importante de Paulo, como a do Desenvolvimento Econômico. O prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, sonha grande. E com eventual reeleição de Paulo, o socialista só teria mais quatro anos na cadeira, abrindo margem para uma oxigenação depois do segundo mandato. Governando uma das maiores cidades do Estado, Anderson quer se cafifar politicamente para ser o nome ideal para a sucessão. Com o apoio dos Ferreira o favoritismo de Paulo amplia, pois ele fecha cidades importantes da Região Metropolitana, além do Recife, Jaboatão, Cabo (viria por gravidade) e Olinda, que já está na conta palaciana.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/03/30/os-ferreiras-batem-o-martelo-com-paulo-camara/

Abril

Enquanto o mundo inteiro falava em crise, em Pernambuco o Estaleiro Vard Promar Lnçava ao mar o navio Skandi Recife.

NAVIO

PERNAMBUCO SUPERA CRISE E LANÇA AO MAR NAVIO DE R$ 1 BILHÃO

O navio Skandi Recife, produzido pelo Estaleiro Vard Promar, no Complexo Industrial e Portuário de Suape, avaliado em R$ 1 bilhão, foi lançado ao mar. A embarcação, que contou com 1.100 colaboradores na sua produção, dentre os quais centenas de pernambucanos, irá operar em águas brasileiras quando entregue à DOFCOM Navegação, nos próximos meses. Com um alto valor agregado de tecnologia, atingindo padrões internacionais, o Skandi Recife é o primeiro do tipo PLSV (Pipe Laying Support Vessel) produzido no Estaleiro Vard Promar.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/04/30/pernambuco-supera-crise-e-lanca-ao-mar-navio-de-r-1-bilhao/

Maio

A greve dos caminhoneiros que durou dez dias e paralisou serviços como fornecimento de combustíveis e distribuição de alimentos e insumos médicos, levando o país à beira do colapso. Por conta disso, muitos prazos de diversas ações tiveram que ser prorrogados. Foi o que aconteceu com o prazo para vacinação contra a febre aftosa.

PRORROGADO PRAZO PARA VACINAÇÃO CONTA FEBRE AFTOSAPRORROGADO

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (ADAGRO), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária anuncia aos criadores que a primeira etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa será prorrogada até o dia 15 de junho para a compra da vacina e até o dia 30 do mesmo mês para declarar o rebanho.

O motivo da prorrogação visa atender às centenas de criadores que não tiveram condições de concluir o processo de comprovação da vacinação por conta da greve dos caminhoneiros.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/05/30/prorrogado-prazo-para-vacinacao-conta-febre-aftosa/

Junho

Antes de completar três meses o casamento foi desfeito. Os Ferreira, que juraram, no final de março, amor eterno a Paulo Câmara, romperam politicamente com o governador. E se passaram, de imediato, para o grupo da oposição, liderado por Armando Monteiro Neto.

OS FERREIRA ROMPEMOS FERREIRA ROMPEM COM PAULO CÂMARA

Em nota enviada à imprensa, o prefeito Jaboatão, Anderson Ferreira, e o deputado está estadual André Ferreira, presidente estadual do PSC, comunicam rompimento político com o governador Paulo Câmara.

“Há alguns meses o nosso grupo vem dialogando com vários segmentos da sociedade sobre a necessidade do Estado de Pernambuco iniciar um novo ciclo de mudança. A este Governo falta diálogo, capacidade administrativa e, principalmente, liderança”.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/06/21/ferreiras-rompem-com-paulo-camara/

Julho

Com a política fervilhando, e ponta a ponta do país, muitos acontecimentos foram notícias neste mês, porém, não poderia passar ao largo, o fato de dois pernambucanos fazerem parte do núcleo forte da campanha de Bolsonaro: Luciano Bivar, presidente do PSL, que abriu as portas do partido para Bolsonaro concorrer à presidência, e a escolha do profissional de marketing Lucas Sales para compor a equipe desse candidato a presidente.

 LUCAS SALES VAI FAZER A CAMPANHA DE BOLSONAROLUCAS SALES

​O profissional de Marketing Lucas Sales está sendo escolhido para fazer parte da equipe que fará a campanha política do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), na disputa pela Presidência da República. Lucas Sales é um profissional de grande qualidade técnica e no ano passado, foi homenageado pela Revista TOTAL como Destaque do Ano, como profissional de Marketing.

​Lucas Sales tem excelente formação profissional tendo se formado na Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo, em Marketing e Publicidade, tendo estudado ainda no SENAI SP, onde formou-se em Tecnologia da Informação, com especialização em Tecnologia para Internet, e na Escola Técnica estadual de São Paulo. Como profissional, trabalhou na LBA Shop e na Focus Telecom Brasil.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/07/31/lucas-sales-vai-fazer-a-campanha-de-bolsonaro/

Agosto

O mês de agosto foi o mês de uma verdadeira guinada em minha vida. Após 35 anos atuando no segmento esportivo, a convite do presidente do Grupo TOTAL, Marcelo Mesquita, eu voltaria a uma mesa de redação para voltar o fazer o que sempre gostei: escrever.

COLUNA MOCHILACOLUNA DO MOCHILA : UM NOVO CAMINHO

A partir de hoje, atendendo a um convite do diretor-presidente da Revista TOTAL e Blog Revista TOTAL, Marcelo Mesquita, passo a fazer parte do Grupo TOTAL , como 2º. redator dos informativos.

COLUNA DO MOCHILA

Na verdade, é uma volta às minhas origens jornalísticas, já que meu início profissional foi como Revisor do Jornal do Brasil, no Rio de Janeiro, também fazendo algumas reportagens para o JB e alguns jornais de bairros da Cidade Maravilhosa.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/08/24/coluna-do-mochila-um-novo-caminho/

Setembro

Eleição se aproximando e a Revista TOTAL lança a Edição 101, fazendo um balanço de todas as obras realizadas por Paulo Câmara, nos quatro anos de sua 1ª gestão que, durante toda a campanha foi acusado de não fazer nada por Pernambuco. Numa matéria de capa de 16 páginas, a história da vida do governador e a relação das obras realizadas.

Nessa mesma edição, a Revista TOTAL garantiu que Paulo Câmara seria reeleito e elegeria seus dois candidatos a senador. Além disso, também expôs a relação dos candidatos a deputados federais e estaduais que seriam eleitos – ou reeleitos.

Nº 101 DA REVISTA TOTAL ESTARÁ NAS BANCAS NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA (3/10) COM PREVISÕES DOS EDIÇÃO 101CANDIDATOS QUE SERÃO ELEITOS NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES

Após o lançamento da Revista TOTAL nº 100, onde mostramos na matéria de capa a evolução e as obras de Paulo Câmara, durante os 3 anos e 9 meses de governo, lançaremos na próxima semana, na quarta-feira (3),  a Revista TOTAL de nº  101, onde afirmamos, mais uma vez, que segundo nossos estudos técnicos, Paulo Câmara vencerá a eleição majoritária, no 1º turno, com 52% a 58% dos votos válidos. Além disso, anunciamos as vitórias de Jarbas Vasconcelos e Humberto Campos, candidatos a senadores da Coligação Frente Popular de Pernambuco.

Na mesma edição, anunciamos a lista dos 25 deputados federais e dos 49 estaduais que, conforme identificamos em nossos estudos técnicos, serão eleitos no próximo pleito.

Leia a matéria completa: https://blogrevistatotal.com.br/2018/09/30/no-101-da-revista-total-estara-nas-bancas-na-proxima-quarta-feira-310-com-previsoes-dos-candidatos-que-serao-eleitos-nas-proximas-eleicoes/

Outubro

Chegou outubro – Finalmente!, para os políticos candidatos à eleição ou à reeleição.

Outubro chegou e, com ele, vieram as eleições. Que aconteceram e confirmaram os prognósticos da Revista TOTAL, com mais de 97,3% em média (100% de acerto na eleição de governador: Paulo Câmara venceu, e no 1º turno; 100% na de senadores: vitórias de Jarbas Vasconcelos e Humberto Costa; 92% na eleição de deputados federais e estaduais). Ainda houve o acerto de que João Campos se elegeria com a maior votação do Estado.

REVISTA TOTAL ACERTOU EM CHEIO: PAULO CÂMARA SE REELEGE NO 1º TURNO E FAZ CHAPA COMPLETART ACERTOU EM CHEIO

Como já vem acontecendo há 12 anos, as previsões da equipe da Revista TOTAL se confirmam em mais uma eleição, com 100% de acerto, nas previsões para governador e senadores.

É preciso ter coragem para, num cenário como o que vinha se apresentando, uma revista anunciar, 60 dias antes das eleições, que um determinado candidato ganharia a eleição, como aconteceu.

Leia a matéria completa: https://blogrevistatotal.com.br/2018/10/07/revista-total-acertou-em-cheio-paulo-camara-se-reelege-no-1o-turno-e-faz-chapa-completa/
(Arte do Blog do Mochila)
(Arte do Blog do Mochila)

REVISTA TOTAL TEM NOVAMENTE UM ALTO ÍNDICE DE ACERTOS DOS CANDIDATOS ELEITOS

Mais uma vez a Revista TOTAL mostrou coragem, ao anunciar, mais de 30 dias antes, a vitória do governador Paulo Câmara – Acertou 100% -, dos senadores Humberto Costa e Jarbas Vasconcelos – Acertou 100% -, dos deputados federais – Acertou 92% – e dos deputados estaduais – Acertou 87,4%.

Isso é o resultado de muito trabalho, fazendo de um jeito diferente do que, geralmente, fazem os institutos de pesquisa. A equipe da Revista TOTAL não se limita a perguntar em quem o eleitor vai votar ou mandar optar entre um e outro candidato.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/10/08/revista-total-tem-novamente-um-alto-indice-de-acertos-dos-candidatos-eleitos/

 

Novembro

O penúltimo mês do ano iniciou com a matéria da grande vitória do cientista político Clovis Tatsumi Miyachi: parceiro da revista total, que foi peça fundamental para a vitória do governador do Rio Janeiro. Vitória que foi comemorada efusivamente por toda a equipe do Grupo TOTAL, pelo grande carinho que todos sentem pelo professor Miyachi, que está sempre tecendo os maiores elogios para os veículos de notícia do Grupo TOTAL e para os componentes da equipe.

CLOVIS TATSUMI MIYACHI: PARCEIRO DA REVISTA TOTAL TEVE IMPORTÂNCIA FUNDAMENTAL NA VITÓRIA

O governador eleito do RJ, Wilson Witzel, emocionado, abraça o Prof. Clóvis
O governador eleito do RJ, Wilson Witzel, emocionado, abraça o Prof. Clóvis

DO GOVERNADOR DO RIO JANEIRO

Por Marcos Lima Mochila

Dono de um invejável currículo, o cientista político Clóvis Miyachi, um dos grandes parceiros da Revista TOTAL, teve um relevante papel na vitória do Juiz Wilson Witzel na eleição para governador do Rio de Janeiro.

CLÓVIS COM MARCELOO professor Miyachi recebe o abraço emocionado do Juiz Witzel, após o resultado da eleição no RJ

Leia a matéria completa: https://blogrevistatotal.com.br/2018/11/01/clovis-tatsumi-miyachi-parceiro-da-revista-total-teve-importancia-fundamental-na-vitoria-do-governador-do-rio-janeiro/

 

REVISTA TOTAL É HOMENAGEADA EM SÃO PAULO E EM JABOATÃO SIMULTANEAMENTE

(Arte do Blog do Mochila)
(Arte do Blog do Mochila)

Numa mesma noite, a Revista Total foi homenageada duas vezes, em duas cidades distintas

HOMENAGEM RTEm SÃO PAULO

Em São Paulo, a homenagem foi prestada pela API – Associação Paulista de Imprensa, com a chancela da Federação Nacional da Imprensa e da Federação das Associações de Imprensa do Brasil, no primeiro dia (23/11) do XX ENCONTRO BRASILEIRO FENAI – FAIBRA e do I FÓRUM DA API PARA RECONHECER OS PROFISSIONAIS DE MÉRITO DA IMPRENSA PAULISTA, que se encerrará hoje (24).

………………………………………………………

Em JABOATÃO DOS GUARARAPESPÊMIO MULHER EVIDÊNCIA

O Salão Esplanada do Hotel Golden Beach ficou pequeno para a grande noite da 8ª Edição do PRÊMIO MULHER EVIDÊNCIA.  O evento é o grande momento de concretização da Lei 1204/2015, criada pelo político jaboatanenses Manoel Pereira Neco, que foi inserida no calendário oficial da cidade de Jaboatão dos Guararapes.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/11/24/revista-total-e-homenageada-em-sao-paulo-e-em-jaboatao-simultaneamente/

Dezembro

REVISTA É SUCESSO TOTAL NO LANÇAMENTO EM BRASÍLIA

RT SUCESSO TOTAL

Por Marcos Lima Mochila

Após uma terça-feira de muitas atividades, visitas, encontros com empresários e políticos, no dia de hoje o diretor-presidente do Grupo TOTAL, Marcelo Mesquita e equipe, também começou a todo vapor.

E a primeira parada se deu no centro de transição onde fica a equipe do presidente da República eleito, no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) de Brasília. O espaço é localizado no Setor de Clubes Norte, próximo ao Palácio do Planalto.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/12/12/revista-e-sucesso-total-no-lancamento-em-brasilia/

REVISTA TOTAL É LANÇADA NACIONALMENTE EM BRASÍLIA (DF)

RT É LANÇADA

Por Marcos Lima Mochila

RT É LANÇADA 1Foi uma festa pernambucana, com certeza!

O TCU foi assumido por 2 pernambucanos, recifenses – José Mucio Monteiro Filho, como presidente e Ana Lúcia Arraes de Alencar, como vice-presidente -, e Marcelo Mesquita, pernambucano, vitoriense, diretor-presidente da Revista TOTAL, lançou a revista nacionalmente.RT É LANÇADA 2

Presente à posse dos ministros, juntamente com seu filho, Mickaell Mesquita e o novo diretor da Sucursal da Região Centro-Oeste, Joaquim Pereira de Paulo Neto, Marcelo Mesquita foi parabenizado por políticos, empresários e amigos, também presentes ao evento. Todos ressaltaram a qualidade, a seriedade e o valor da Revista Total, bem como o espírito empreendedor e a coragem de seu presidente em lançar um veículo de notícias, impresso, a nível nacional, a partir do Distrito Federal, num momento tão importante para o mundo político nacional.

Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/12/12/revista-total-se-lanca-nacionalmente-em-brasilia-df/

 

BRASÍLIA SE RENDE À REVISTA TOTAL

Ponte J K - Brasília/DF
Ponte J K – Brasília/DF
Por Marcos Lima Mochila

Comprovando o acerto do presidente da Revista TOTAL, Marcelo Mesquita, ao ter a ousadia e a coragem de lançar a revista nacionalmente, a partir de Brasília, o sucesso dessa empreitada foi maior do que ele mesmo esperava.

Contando com a parceria – no sentido mais profundo – do empresário Joaquim Pereira de Paulo Neto, o diretor da Região Centro-Oeste da revista, que não mediu esforços em prover todas as condições necessárias para esse projeto, esta foi uma semana de conquistas grandiosas para o Grupo TOTAL, a começar da aprovação de todos que tiveram a oportunidade de conhecer.

ACM Neto (DEM) – Prefeito de Salvador
ACM Neto (DEM) – Prefeito de Salvador
Esperidião Amin (PP) – Senador de Santa Catarina e esposa, Ângela Amin (PP-SC), deputada federal
Esperidião Amin (PP) – Senador de Santa Catarina e esposa, Ângela Amin (PP-SC), deputada federal
Ibaneis Rocha (MDB-DF) – Governador do Distrito Federal eleito
Ibaneis Rocha (MDB-DF) – Governador do Distrito Federal eleito
Marcos Pontes (PSL-SP) – Astronauta, futuro ministro da Ciência e Tecnologia
Marcos Pontes (PSL-SP) – Astronauta, futuro ministro da Ciência e Tecnologia
Luciano Bivar (PSL-PE) – Presidente do PSL Nacional , deputado federal eleito, um dos fortes candidatos a presidente da Câmara. Como pernambucano, já conhece e admira a revista, “pela sua credibilidade, pela sua competência” e reconhece que o Grupo TOTAL chegou no momento certo a Brasília.
Luciano Bivar (PSL-PE) – Presidente do PSL Nacional , deputado federal eleito, um dos fortes candidatos a presidente da Câmara. Como pernambucano, já conhece e admira a revista, “pela sua credibilidade, pela sua competência” e reconhece que o Grupo TOTAL chegou no momento certo a Brasília.
Leia a matéria completa: http://blogrevistatotal.com.br/2018/12/14/brasilia-se-rende-a-revista-total/
Mensagem de quem conhece Wilson Witzel
 GOV RJ 3
Por Prof. Clovis Miyachi e Nelcy Campos (*)
 

Wilson Witzel sai de casa todos os dias para empreender o sonho de trazer de volta à cidade do Rio de Janeiro a dignidade do “ser-humano” para: viver e trabalhar, receber educação, saúde e segurança. Agora, para que tanta esforço, se nem sempre é compreendido e sua luta correspondida.

Realmente não faz sentido, mas o desafio de conhecer as carências, necessidades e desejos das pessoas, fez pensar na “Política” para mudar o país onde os filhos possam estudar, a família e amigos viver e trabalhar em paz, e não de mudar de país como alguns fizeram e, hoje voltam e andam dizendo o que vão fazer e, não tem condição de dizer o que já fizeram.

Conhecer a história de superação de Wilson Witzel, 17 anos juiz federal, sempre julgando para o bem da sociedade é motivar as pessoas a terem compromisso com a ética, combaterem à corrupção e o desvio de conduta, mostrar que a vida é recompensada com prazer e felicidade, isto é, o sonho de um novo desafio que dá sentido a vida.

Portanto, rezar e meditar é fortalecer a alma. É bom para quem tem fé, é bom para quem quer ter fé, é bom para quem quer a paz onde vive. É bom para quem quer ter foco e discernimento no momento de “Tornar um Político”.

Pois, quando a pessoa reza ou medita, foca, concentra, reúne forças, toma o controle da sua vida. Toma o controle da ” Besta Fera”, como a voracidade, avareza, luxuria, ódio, ganancia, malandragem e arrogância. Sem a oração e a meditação desembesta a pensar com o fígado em vez de pensar com a cabeça, com o coração e a alma.

Agora, acreditar em ” Deus” é bom inclusive porque evita que as pessoas se achem “Deus” e evita que as pessoas sejam movidas pela “Besta Fera” que estão hoje incorporados nos “Maus Políticos”.

Pois, neste momento de crise, “do jeito que está não pode ficar”, onde há descrença na política e nós políticos, a necessidade de tomadas de decisões “Duras e Inadiáveis” demandam sacrifícios individuais para salvar o coletivo contra o desemprego e insegurança, é preciso   de pessoa que motive outras pessoas, mostrando por tudo que já fez e passou pela vida, pessoa humana, governante humano que contínua acreditando em “Deus”.

Portanto, Wilson Witzel eleito Governador pelo “Sonho da Mudança”, faz do seu sonho, o sonho de 18 milhões de pessoas. Ele fez, ele faz o que é preciso fazer para que a população volte a acreditar que “Um novo Rio começa agora” e a “Política tem jeito”.

(*) Contextualição dos artigos “O porquê disso tudo” e “Rezar”.

GOV WILSON WITZEL PSC

Por Prof. Clovis Miyachi e Nelcy Campos

 

CONSTRUÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Todos conhecem   o “Rio de ontem” e o “Rio de hoje”, portanto:

A população do Rio de Janeiro manifestou em outubro de 2018 o desejo de contar com disciplina e julgamento certo, escolhendo ex-juiz federal Wilson Witzel – Governador, pois, “do jeito que está não pode ficar”, “a política não tem jeito” e “não voto em ninguém”.

Wilson Witzel, faz do seu sonho o sonho de 18 milhões de pessoas. O combate a corrupção e a criminalidade, compromisso com a ética, trazer de volta a dignidade do ser-humano em viver e trabalhar em paz no Rio de Janeiro (Sandoval).

Wilson Witzel foi juiz federal por 17 anos, sempre julgou para o bem da sociedade, hoje como governador vai julgar para os fluminenses as boas políticas públicas (Rua) voltadas para as carências e desejos da população.

Agora, o “Rio de amanhã”. A construção (Fukuyama) de um novo Rio começa agora. O Rio da paz, paz no discurso entre conservador e liberal, direita e esquerda, na relação executivo-legislativo-judiciário, nas diferenças religiosas e na intolerância de gênero, paz entre outras divergências da sociedade.

No contexto de cenário em tempo de crise econômica-política-social, o “Rio atual” onde o dinheiro sumiu e a perda da capacidade de pagamento (falência total da instituição). O “Estado falido e quebrado”, salários atrasados, inadimplência com fornecedores e prestadores de serviços, hospitais sem médicos e medicamentos, desvios de verbas, corrupção, dilapidação do patrimônio público, caos na segurança, desvio ou desequilíbrio entre o que deveria estar acontecendo e o que realmente está acontecendo no Rio (Kepner).

Agora, o “Rio possível e real” necessita de tomada de decisão, criação, avaliação e escolha de ações alternativas para solução dos problemas, isto é, “montar no cavalo selado, pegar as rédeas e esporar o cavalo”. Já iniciando a gestão retomando a capacidade institucional de pagamento e de segurança e para isso, fazendo o ajuste fiscal e reforma administrativa necessárias (Elster, North, Coase, Williamson): cortando na carne, isto é primeiro pensar nas pessoas que “quer que fique – imprescindível” e depois nos funcionários que “quer que não fique”.

Considerando as “forças efetivas do governador – Wilson Witzel (mandatário) e do ambiente instituição (estado do Rio)” no resultado da ação (ajuste fiscal e reforma administrativa) consideramos o governador, capaz e preparado (Heider), pois:

  • Wilson Witzel “tentará” fazer o ajuste fiscal e a reforma administrativa;
  • Wilson Witzel “deseja” fazer o ajuste fiscal e a reforma administrativa;
  • Wilson Witzel “pode” fazer o ajuste fiscal e a reforma administrativa;
  • Wilson Witzel “é capaz” de fazer o ajuste fiscal e a reforma administrativa;
  • Wilson Witzel “agora é hora” de fazer o ajuste fiscal ea reforma administrativa;

Os fatores acima referem-se a: (i) forças pessoais existentes – tentar e poder e as forças ambientais – ser capaz e poder (montou no cavalo celado, pegou as redeas e vai esporar o cavalo).

Wilson Witzel – “fará” o ajuste fiscal e a reforma administrativa porque é capaz, tem experiência de mais de 20 anos na administração pública, já ocupou vários cargos: procurador de município e estado entre outras atividades na gestão pública.

Wilson Witzel – “fará” o ajuste fiscal e a reforma administrativa porque tem permissão (foi eleito com 59,87% dos votos), o povo espera (diz, montou no cavalo que passou selado e agora só falta puxar as rédeas e esporar o cavalo) que Wilson Witzel tome uma atitude, pois, “do jeito que está não pode ficar”.

Ser capaz, se Wilson Wiltzel tentar, conseguira com o ajuste fiscal e a reforma administrativa construir o “Rio de amanhã, o Rio ideal” a partir de 01/01/2019, ele é o governador, é democrata, é de família e vai mostra que é diferente de todos que passaram pelo governo (quatro ex-governador preso por corrupção) do Rio de Janeiro, isto é, ausência de forças ambientais restritivas e impostas, tais como aliança políticas, compromissos de campanha, compromissos pessoais entre familiares e amigos, lideranças comunitárias e políticas, entre outros compromissos assumidos para a conquista do mandato, considerando a forças restritivas imposta menores do que o poder da pessoa (o homem muda a instituição – Sérgio Moura).

Ter permissão, se Wilson Witzel (59,87% dos votos válidos) fizer, terá aprovação da população (Neumann), terá credibilidade e boa reputação – todos os dias ao levantar pede a “Deus” fazer aquilo que ele determinar, sempre respeitando a lei, aos valores morais e ético entre outras posturas sociais. Outras pessoas, que tem poder sobre ele, ou a ordem objetiva (leis morais, valores éticos etc.) desejam que ele faça o ajuste fiscal e a  reforma administrativa. “UM NOVO RIO COMEÇA AGORA – WILSON WITZEL GOVERNADOR”.

VÊNUS ENFERRUJADA

Por Luiz Carlos Nemetz (*)

 

A Rede Globo amarga dias de dificuldades. Derrete a olhos vistos e passo a passo perde seu poder de comunicação e sua força econômica.

No Brasil isso não é novidade. Assis Chateaubriand Bandeira de Mello (o Chatô), já havia vivido a mesma experiência na segunda metade do século XX. E os Diários Associados não foi o único império a desmoronar como um castelo de cartas. A Última Hora, o Jornal do Comércio, a Gazeta Mercantil, O Jornal do Brasil, a Manchete, a Tupi, o Grupo Abril e RBS que o digam.

O poder e glória para sempre não se coadunam com a absoluta dependência dos cofres públicos; nem com o descontrole ideológico das redações; nem mesmo com o aluguel das linhas editoriais ao mandatário da vez.

A Globo definha. Seus donos? Ah, os seus donos não estão nem aí. Esquartejado por herdeiros de Roberto Marinho (o maior malandro que a imprensa brasileira já conheceu) o grupo teve os cofres raspados para retiradas polpudas aos acionistas a título de “distribuição de resultados”. A Globo está encalacrada em dívidas. Perde a cada dia a audiência e, por conseguinte, a receita advinda de publicidade.

Seus erros editoriais estão custando caro. Obrigada a apertar os cintos, vê-se na iminência de perder seus melhores talentos. Já não se renova e não agrada com os modelos de programas que cansaram o público.

Do esporte, ao jornalismo. Do Domingão do Faustão ao Fantástico e às novelas. Sempre a mesma coisa. Um andar em círculos que causa enjoos. Acusa a concorrência acirrada das mídias sociais e de novas estruturas de entretenimento, como os portais de notícias e o NETFLIX.

Suas afiliadas em todo o Brasil, que compunham a maior estrutura de monopólio da informação do planeta, já perceberam o despencar do negócio. A Globo já não tem importância, já não dita a cultura e nem influencia mais o comportamento. A Globo já era! Ficou velha. Está caindo de madura. A “Vênus Platinada” enferrujou.

Foi uma máquina. Estrela de primeira grandeza. Caminha para se tornar lamparina de pescador de manjubas.

O golpe de misericórdia virá daqui a alguns dias, com os novos governantes (federal e estaduais). Vai pagar o preço das opções erradas dos seus dirigentes, que não perceberam que os brasileiros querem mudança; e fizeram as coisas acontecer, atropelando a arrogância do leão que se achava invencível e de repente se viu sem dentes e com o rugido rouco que já não põe medo nem assusta mais ninguém!

Hoje, é um novo dia, de um novo tempo… É só querer, todos nossos sonhos serão verdades!

(*) Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.

ENTÃO É NATAL!

REIS MAGOS

Por Marcos Lima Mochila

 

É Natal e, com certeza, durante todo este mês o comércio teve um lucro muito maior do que comumente acontece. E, decerto, com preços acima do que vinha sendo comercializando. Afinal, é hora de dar presentes e a humanidade cumpre fielmente este ritual. Aqui no nosso mundo, ainda tem o 13º salário para  injetar um dinheirinho extra nos bolsos dos compradores e aumentar as vendas.

COMÉRCIO DE NATALAh! E é certo também que, por quase todo este mês de dezembro – e isto vai aumentando à medida que se aproxima o Dia de Natal – as pessoas estão mais fraternas. E lembram-se dos parentes, dos amigos e até dos que não são tão amigos assim, que foram esquecidos por todo ano, e ligam ou mandam mensagens, cartões e, até, presentes também.

É Natal e, portanto, é o momento exato para se perdoar. Perdão não precisa nem pedir, pois, é Natal e já estão todos perdoados, por todos os erros e crimes que cometeram e pelo que foram amaldiçoados, culpados, renegados, o ano todo. E o perdão é tão imenso que até criminosos perigosos recebem indulto e podem passar o Natal com os familiares – alguns até não voltam mais para a prisão, mas isto parece que é raro. Mas recebem o indulto, assim como as detentas Suzane von Richtofen e  Anna Carolina Jatobá, que deixaram na manhã deste sábado (22) a prisão em Tremembé (SP), beneficiadas pela saída temporária para festas de fim de ano. Elas ficarão 10 dias em liberdade e voltam no dia 3 de janeiro para continuar cumprindo suas penas. Dará bastante tempo para Anna Carolina curtir com os familiares e suas crianças, quem sabe até relembrar os bons tempos vividos com Isabella Nardoni. Quanto à Suzane, poderá até passar alguns desses 10 dias com amigos que tenham pais vivos, pra ela curtir um pouco com eles e matar as saudades dos seus.

Teve até um juiz que pretendeu dar um indulto definitivo a mais de 170 mil pobres inocentes que se encontram, injustamente, presos.

É NATAL

É Natal, afinal, tempo de Amor, de Paz, de Fraternidade, de Presentes, de Promessas e de tempo também de um Mundo Maravilhoso. é tempo de desejar Feliz Natal e Próspero Ano Novo! pra todo mundo, quer a gente conheça ou não.

É Natal…. Afinal, para que lembrar o motivo que originou essa data?

Para que lembrar aquele menino pobre que, no capítulo 2 de Lucas, lemos que Maria O deitou numa manjedoura, em Belém, para onde pastores foram enviados por anjos para vê-Lo e a José e Maria. Lá, eles receberam os 3 Reis Magos que, segundo Mateus (2,1-12),  visitaram o Menino Jesus, trazendo para ele presentes: ouro, incenso e mirra. O evangelista deu a eles os nomes de Melquior, Baltasar e Gaspar. Que, por acaso, não eram Reis nem Mágicos, eram astrólogos.

Mas nada disso interessa. É Natal e é tempo para outros assuntos mais profundos. Pra que lembrar que aquele Menino veio ao Mundo para salvar a Humanidade? Que morreu e foi crucificado – por conta de nossos pecados – e, assim nos salvar.

Para que lembrar que aquele Menino, que nasceu humildemente e viveu na maior humildade, é o Rei dos Reis, o Salvador da Humanidade e o que Ele mais quer é que nos amemos uns aos outros como Ele nos ama. E que este Amor seja duradouro e não apenas nas festividades do Natal.

Então? É Natal. E o que você fez?

Então é Natal

Então é Natal, e o que você fez?

O ano termina, e nasce outra vez

Então é Natal, a festa cristã

Do velho e do novo, do amor como um todo

Então bom Natal, e um Ano Novo também

Que seja feliz quem souber o que é o bem.

 

Então é Natal, pro enfermo e pro são

Pro rico e pro pobre, num só coração

Então bom Natal, pro branco e pro negro

Amarelo e vermelho, pra paz afinal

Então bom Natal, e um Ano Novo também

Que seja feliz quem, souber o que é o bem.

 

Então é Natal, o que a gente fez?

O ano termina, e começa outra vez

Então é Natal, a festa cristã

Do velho e do novo, o amor como um todo

Então bom Natal, e um Ano Novo também

Que seja feliz quem, souber o que é o bem.

 

Harehama, há quem ama

Harehama, ha

Então é Natal, e o que você fez?

O ano termina, e nasce outra vez

Hiroshima, Nagasaki, Mururoa, ha…

É Natal, é Natal, é Natal.

 

(Música de Cláudio Rabello, gravada por Simone).

FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO

Por Márcio Maia

 

Estamos vivendo um momento em que as pessoas do Ocidente têm, quase, a obrigação de enviar para seus amigos mensagens de “Feliz Natal e Próspero Ano Novo”. Além das mensagens, existe ainda o costume de presentear. A prática é fomentada pelos comerciantes e industriais com o principal objetivo de incrementar as vendas e consequentemente, o faturamento.

O período, no entanto, é motivado pelo nascimento de uma criança há mais de 2.000 anos. Entretanto, o aniversário dessa criança vem a cada ano, sendo esquecido. O nome do Menino Jesus parece que tem como único sentido, a venda dos, ainda, preparados em residências, tradicionais presépios. Outro ponto bem relevante é a exigência da compra de roupas novas. Quem ousa romper o ano com uma roupa usada? Ou sem a roupa branca? Ou vermelha, ou amarela?

Por isso, esperamos que as pessoas analisem bem essas questões e que não encaminhem apenas de maneira formal, as tradicionais mensagens de FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!

ALVÍSSARAS

Por Jose Adalberto Ribeiro – Jornalista e escritor

 

Montanhas da Jaqueira – Alvíssaras, Capitão Marvel! Os clarins anunciam: haverá um freio de arrumação. O efeito do dia seguinte funciona de antevéspera. O Capitão Marvel bota moral e o Brazil respeita.

Vai começar a entressafra nas glândulas mamárias que alimentam os parasitas de ONGs. Os vândalos e novos bárbaros do MST e congêneres baixam a crista.

O partido da estrela virou a seita dos zumbis vermelhos. Isto, dito com gentileza. Noutros termos virou organização criminosa. Em sendo devotos de uma seita, os zumbis vermelhos se tornaram fanáticos. Tentar dialogar com fanáticos é a luta mais vã, como diria o bem-aventurado Drummond.

Apesar de tanta corrupção e patifarias, da eclosão dos ovos da serpente do mal, a seita do guru vermelho foi derrotada. O segundo turno passou na janela e só Carolina não viu. Criatura tão distraída, Carolina também não percebeu quando os brasileiros estavam sendo subtraídos pelos zumbis da seita vermelha em tenebrosas transações.

Na linguagem siciliana, Il capo di tutti capi, o chefe de todos os chefes, está preso em Curitiba. Dezenas de capi da família mafiosa também estão na cadeia, o que não é pouca coisa, nem aconteceu por acaso.

Assim se passou mais de uma década de tenebrosas transações. Falar nos assaltos aos cofres públicos da Petrobras e do BNDES é pleonasmo, é conjuntivite na vista. Roubaram os sonhos do Brazil.  Defloraram o coração do Brazil. Saquearam e aparelharam as estatais e os fundos de previdência.

Nesta fase de transição de governo somos informados de que a camarilha criou na direção do Banco do Brasil 1.048 cargos de “confiança” com salários acima de 50 mil, nove cargos de vice-presidente com salários de 61,5 mil, 27 novas diretorias e outros 27 cargos de gerentes-gerais remunerados a 47,7 mil reais.

Em tempos recentes os famigerados Programas de Demissão Voluntária, os nefastos PDVs, foram implantados em nome da “oxigenação” da máquina e da modernidade. Diretores especialistas em terrorismo psicológico feito ervas juremas do mal, se compraziam em alcançar a meta de demitir, perseguir e prejudicar  milhares de funcionários e seus familiares. Faz parte da maldade humana.

As metas de patifarias também foram multiplicadas na Caixa Econômica Federal, o banco público mais ineficiente do Brazil, onde foram criadas 35 diretorias com salários na faixa dos 50 mil reais,  dezenas e centenas de sinecuras com remunerações milionárias.

O Brazil sobreviveu à era da degradação política, da corrupção e da demagogia. Graças a Zeus, às urnas e à Internet. Ó glória!

MAIS MÉDICOS 2

AS CONTRADIÇÕES DE BOLSONARO CONTRA OS MÉDICOS CUBANOS

Por Márcio Maia

 

O presidente da República eleito pelo PSL, Jair Bolsonaro, já fez várias declarações sobre a permanência e o trabalho dos médicos cubanos, que estão no Brasil dentro do programa Mais Médicos. Desde que a Medida Provisória encaminhada ao Congresso Nacional, pela então presidente Dilma Rousseff (PT) começou a ser discutida, Bolsonaro e seu filho, Eduardo Bolsonaro, também deputado federal fizeram diversos pronunciamentos sobre o assunto.

No dia 8 de agosto de 2013, ele afirmou que a chegada dos médicos ao Brasil iria servir para a implantação do regime comunista em nosso País, pois os médicos iriam trazer cada um, 10, 20 ou 30 agentes, que iriam se infiltrar no meio da população para disseminar as teorias de Karl Marx e Lenin.

No dia 9 de outubro, ele fez outro pronunciamento e mostrou-se contrário ao programa com a alegação de que os irmãos Raul e Fidel Castro ficariam com 90 por cento dos salários dos profissionais, o que ele considerava na época um regime de escravidão.

No dia 4 de maio de 2016, quando a MP estava em tramitação para que o prazo de permanência fosse prorrogado, ele apresentou um emenda proibindo os dependentes dos cubanos de trabalharem com carteira assinada.

Durante a campanha eleitoral e após ser eleito, Bolsonaro fez severas críticas ao programa e declarou que iria revogá-lo. Disse também que era um absurdo o governo de Cuba não permitir que os parentes dos médicos viessem para o Brasil, pois permaneciam na ilha como reféns.

Agora, no dia 14 de novembro passado, ele postou uma mensagem na Internet, lamentando que “infelizmente, o governo de Cuba não aceitou suas exigências para que os médicos continuassem trabalhando no Brasil”.

É muita contradição.

Fechar