Posts de Revista Total

IMG-20180126-WA0087
O vice-governador Raul Henry assumiu o Governo de Pernambuco e ficará no exercício até a próxima quinta-feira (1º de fevereiro). O governador Paulo Câmara transmitiu o cargo na noite de ontem (25), no gabinete, no Palácio do Campo das Princesas, no Recife. Os secretários Márcio Stefanni, do Planejamento, Marcelo Barros, da Fazenda, e José Neto, secretário Executivo da Casa Civil, participaram do ato.

Depois da passagem da chefia do Governo, aconteceu uma reunião entre os dois gestores e os secretários. Nem o governador nem o vice falaram sobre o que foi discutido no encontro, mas fontes informaram que foram discutidos alguns aspectos das ações governamentais, principalmente na relação entre as obras futuras e o orçamento estadual.
Fotos: Roberto Pereira/SEI

IMG-20180126-WA0085

Os motoristas pernambucanos podem contar com a praticidade do uso da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e). O documento digital foi lançado pelo governador Paulo Câmara (PSB), em solenidade no Palácio do Campo das Princesas, tornando Pernambuco o primeiro Estado do Nordeste a aplicar a medida. Na ocasião, uma demonstração da nova versão foi realizada no aparelho celular do chefe do Executivo estadual, através do aplicativo CNH Digital. A iniciativa, que evita multas e pontos na carteira dos motoristas que esquecerem a CNH em casa, não anula a utilização do documento de habilitação físico, o qual continuará sendo impresso normalmente. O serviço gratuito já está disponível para cadastro no site do Departamento Nacional de Trânsito – DENATRAN, e só será válido para CNHs emitidas a partir de 22 de maio de 2017, com QR code.

Paulo Câmara disse que Pernambuco é mais uma vez, pioneiro. “O mundo está totalmente conectado, e Pernambuco, agora, é pioneiro no Nordeste com a carteira de habilitação digital. As pessoas vão ter a opção de contar tanto com o documento físico quanto com o digital, através do celular, e possuir um documento válido em todo o território nacional. Um documento que poderá ser utilizado pelo condutor quando estiver dirigindo, nas blitzes, ou em qualquer lugar que se precise comprovar sua identificação. A CNH em meio digital vai facilitar muito a vida das pessoas, e a gente quer avançar com isso: serviços públicos que possam realmente melhorar o ir e vir das pessoas e possa dar o conforto e a garantia de que o cidadão vai poder sempre estar com seus documentos em mãos”.

IMG-20180126-WA0086

Com a novidade, o documento virtual poderá ser apresentado no lugar da carteira física, e será identificada pela leitura do QRCode ou do Certificado Digital. A CNH-e tem a mesma validade do documento impresso e conta com um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade da nova versão. O serviço será gratuito até março de 2019.

O diretor-presidente do DETRAN, Charles Ribeiro, afirmou que a identificação será imediata. “É preciso ter uma CNH emitida a partir de maio do ano passado, porque esses documentos já possuem os novos códigos de segurança, inclusive o QR Code. Para aqueles que não possuem a CNH atualizada, será possível adquiri-la com a renovação da habilitação, que já será impressa com o QR Code, podendo, assim, o motorista solicitar gratuitamente sua versão digital”.

Para adquirir a CNH-e, o habilitado deve se cadastrar no site do DENATRAN, através do endereço:portalservicos.denatran.serpro.gov.br/#/cadastro. Após finalizar o cadastro, um link de ativação será enviado para o e-mail do usuário, que deve ser acessado e confirmado no aparelho em que a CNH-e será salva. Em seguida, é necessário baixar o aplicativo “CNH Digital”, disponível para os sistemas operacionais Android e IOS, digitar a senha cadastrada no portal, o CPF, o código ativação e informar o PIN (pode ser escolhido qualquer número). Depois desse registro, a CNH-e é exportada para o aparelho. Para garantir a segurança das informações, o código PIN (senha) será exigido todas as vezes em que o acesso ao documento for requisitado. O sistema ainda permite o bloqueio do aplicativo caso o celular seja extraviado.

CERTIFICADO DE REGISTRO – Na oportunidade, também foi anunciado o lançamento da versão digital do Certificado de Registro de Licenciamento (CRLV).

O secretário estadual das Cidades, Francisco Papaléo, elogiou o avanço. “Estamos trabalhando para lançar, ainda no segundo semestre deste ano, a versão eletrônica do documento do veículo, o CRLV. Quanto menos papel, quanto menos impressões, quanto menos problemas burocráticos com a perda do documento, melhor será para a população. São problemas a menos que nós teremos no nosso dia a dia. Então, eu fico muito feliz com o avanço de Pernambuco nessa era digital”.

Participaram da solenidade o deputado federal André de Paula (PSD), os secretários estaduais Márcio Stefanni (Planejamento e Gestão), José Neto (Casa Civil), Antônio de Pádua (Defesa Social) e Antônio Limeira (Chefe de Gabinete interino), além do secretário de Mobilidade e Controle Urbano do Recife, João Braga, representando o prefeito Geraldo Julio. Estiveram presentes também a presidente da Empresa Pernambucana de Transportes Intermunicipais (EPTI), Taíse Ferreira; e a presidente da Companhia de Transito e Transportes Urbanos (CTTU), Tarciana Ferreira.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

20140925_121640

O Sistema Estrutural Integrado (SEI) do Recife e Região Metropolitana será ampliado. É que no próximo sábado (27) entra em operação o Terminal Integrado Vereador Zezito de Magalhães Melo (III Perimetral), localizado na Avenida Caxangá. Esse é o 25º equipamento entregue à população e a expectativa é que ele opere, em dias úteis, com seis linhas, 20 veículos, que realizarão 365 viagens para atender a dez mil usuários. Durante os primeiros dias de operação, uma equipe de divulgadores estará esclarecendo dúvidas dos usuários dentro do terminal.

Todas as seis linhas deverão acessar o TI pela Avenida General San Martin e a saída dos veículos será realizada pela Rua Manoel Moreira. Haverá uma linha troncal (que leva os usuários do TI para o centro da cidade), que fará parte do Sistema BRT Via Livre, utilizando o corredor exclusivo, levando os usuários até a Av. Guararapes, no Centro da cidade. As outras cinco serão linhas alimentadoras, isto é, transportam os usuários do subúrbio para o terminal.

 

As linhas alimentadoras que atendem às localidades de Avenida do Forte, Sítio das Palmeiras, Roda de Fogo, Torrões e Monsenhor Fabrício, que permitiam que os usuários realizassem a integração temporal nas Estações de BRT da Avenida Caxangá (Corredor Leste/Oeste), agora passarão a integrar fisicamente no TI III Perimetral. Por isso, apesar de permanecerem com o mesmo código, as linhas terão seus nomes alterados. A nomenclatura obedecerá a seguinte ordem: nome do bairro/TI Caxangá (III Perimetral).

A ideia é que os usuários dessas linhas realizem a integração física para o BRT, dentro do TI III Perimetral. Entretanto, os passageiros que desejarem poderão, ainda, realizar a integração temporal, acessando qualquer Estação de BRT da Av. Caxangá.

Além destas linhas, o Grande Recife Consórcio ainda estuda a viabilidade da implantação de outras quatro linhas no TI Vereador Zezito de Magalhães Melo (III Perimetral), duas delas interterminal, uma circular e outra alimentadora.

Com a inauguração deste equipamento, o SEI passa a contar com os seguintes TIs: Abreu e Lima, Aeroporto, Afogados, Barro, Cabo, Cajueiro Seco, Camaragibe, Cavaleiro, Caxangá, Caxangá (III Perimetral), Cosme e Damião, Igarassu, Jaboatão, Joana Bezerra, Largo da Paz, Macaxeira, PE-15, Pelópidas Silveira, Prazeres, Recife, Rio Doce, Santa Luzia, Tancredo Neves, TIP e Xambá.

Com isso, mais usuários terão direito a se locomover por toda a Região Metropolitana, pagando apenas uma passagem.

TRABALHO – As obras do Terminal Integrado da III Perimetral, assim como outras obras que integram o Corredor BRT Leste-Oeste, foram abandonadas em 2014 pelo consórcio de construtoras que venceram a concorrência. A Secretaria das Cidades realizou a rescisão unilateral e aplicação de multa contratual ao consórcio construtor. Posteriormente, foi necessário realizar um estudo dos remanescentes das obras para, com base nesse documento, realizar licitação para a contratação da empresa que finalizou o TI.

A Secid retomou as obras em junho de 2017. Os serviços contratados para a área total de3.514,62 m², em um terreno de 7.670,25 m², foram: conclusão da coberta, plataformas de embarque e desembarque, proteção contra chuva e sol, sistema de automação e sistema de controle de bilhetagem, entre outros. O valor do investimento foi de cerca de R$ 1,8 milhão.

As obras foram finalizadas no último mês de dezembro, quando teve início o processo de transição da entrega do equipamento, por parte da secretaria, para o Grande Recife Consórcio de Transporte colocar em operação.

Durante esse processo aconteceram diversas reuniões e vistorias para que o TI, ao ser posto em operação, pudesse funcionar com segurança e oferecendo mais conforto para a população. Os encontros ocorreram entre as equipes da secretaria executiva de Mobilidade da Secid, do CTM e de outros órgãos envolvidos, tais como: a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), Compesa e Emlurb.

IMG-20180126-WA0084

O Centro Integrado de Ressocialização (CIR), localizado em Itaquitinga, está bem próximo de ter uma parte tornada presídio federal de segurança máxima. Os primeiros entendimentos começaram a ser definidos em uma reunião entre o governador Paulo Câmara e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim. Deverá ser uma Unidade de Regime Fechado (URF). O interesse do Governo Federal, através do Ministério da Justiça, no assunto foi confirmado por Paulo Câmara logo após o encontro ocorrido em Brasília.

Em dezembro, técnicos da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco receberam o corpo técnico do Ministério da Justiça para uma vistoria na área já construída, como parte dos estudos de viabilidade. Foi verificado que as edificações estão em bom avanço físico para atender aos requisitos da implantação de uma unidade prisional federal.

Também participaram da reunião no Ministério da Justiça, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico; o procurador-geral do Estado, César Caúla; e o secretário executivo da Casa Civil, José Neto.

O Centro Integrado de Ressocialização, em Itaquitinga, está funcionando desde o dia 8 passado, quando Paulo Câmara entregou a Unidade I, cujas obras estão concluídas.  As intervenções, que inicialmente foram concebidas para ser uma Parceria Público-Privada (PPP), que caducou em 2015, custaram aproximadamente R$ 10 milhões aos cofres do Governo do Estado.

Durante a visita ao equipamento, o governador aproveitou para assinar a Ordem de Serviço para o início das obras da Unidade II do Complexo Prisional.  Para a conclusão da Unidade II, deverão ser investidos pelo Governo do Estado mais R$ 10 milhões.

IMG-20180125-WA0101

 

Com uma enorme capacidade administrativa, principalmente na questão de gestão financeira, o prefeito Mário Flor (PTB) conseguiu em um ano de mandato, equilibrar as finanças públicas da Prefeitura de Betânia, realizando obras estruturais importantes e dando uma nova conotação à forma de gerir a coisa pública.

Em entrevista exclusiva à Revista TOTAL, ele revelou os grandes problemas que encontrou ao assumir a Prefeitura, em janeiro de 2017, com nada menos de dois meses de salários do funcionalismo atrasados e inúmeros débitos com fornecedores privados, como a Celpe e Compesa. “O Município vivia um verdadeiro estado de emergência”, resumiu.

“O prédio da Prefeitura estava com a maioria das salas vazias. Não havia mesas nem cadeiras para que os servidores pudessem sentar para trabalhar. Os armários estavam vazios e os computadores estavam quebrados ou com todas as informações apagadas. Os veículos não tinham condições de trafegar”, relembrou o prefeito Mário Flor, que é funcionário concursado da Caixa Econômica Federal.

Nem os arquivos contábeis tinham condições de serem acessados. Hoje, a Prefeitura Municipal está funcionando plenamente, prestando muito serviços à população nas áreas da Saúde, Educação, Assistência Social e Infraestrutura.

IMG-20180125-WA0100

RECUPERAÇÃO – Logo ao assumir a Prefeitura, Mário Flor teve como primeira preocupação, fazer um levantamento sobre todos os débitos. Rapidamente, descobriu que eram inúmeros, pois também havia os compromissos não pagos à Caixa Econômica Federal, referentes aos créditos consignados e débitos com a Previdência.

De imediato, procurou os escritórios da Celpe e da Compesa para renegociar os débitos com essas empresas para que o Serviço Médico e as Escolas, além do prédio central da Prefeitura, voltassem a funcionar normalmente. “Felizmente, conseguimos o apoio deles e redirecionamos os débitos, que agora, estão absolutamente em dia. Também renegociamos as dívidas com os prestadores de serviços”, revelou.

Para incentivar os funcionários a prestarem serviços de qualidade à população, promoveu reuniões e garantiu que os vencimentos atrasados seriam quitados o mais rápido possível e conseguiu o apoio de todos. “A compreensão dos servidores foi fundamental para que a população pudesse contar com serviços de qualidade”, contou o prefeito, ressaltando que atualmente, todas as dívidas foram saldadas.

MODERNIDADE – Como dizia seu slogan de campanha (Unidos por uma nova história), Mário Flor está focado na execução de uma administração moderna e eficiente e que permita a participação popular. “Contamos com o apoio das principais lideranças do município e, principalmente, da Câmara Municipal”, contou.

Ele lembrou que os oposicionistas o criticavam por não ter experiência política. “Construímos uma chapa com grandes nomes da política da cidade, como Joseano Nascimento, atual vice-prefeito, os vereadores Duinha (presidente da Câmara), Dário Araújo (líder do Governo), Marcos de Argemiro, Francisquinha, Lena Cazuza, Nanaka e Marciano e alcançamos uma grande vitória”.

Para que pudesse resolver os graves problemas da cidade, ele contou com o importante apoio da Câmara Municipal que tem aprovado com rapidez, os projetos encaminhados pelo Executivo. “Estamos comprometidos em cumprir com responsabilidade, honestidade e transparência nosso mandato, realizando todo nosso Plano de Governo”, asseverou.

O bancário Mário Gomes Flor Filho, apesar de ter tido intensa participação política em sua juventude, nunca imaginou que entraria em uma campanha político/partidária. Nasceu em Floresta, também no Sertão do Pajeú, filho de agricultores, tendo ido estudar no Recife, onde se formou em Agronomia, no ano de 1991.

Ainda estudante, em 89, foi aprovado em concurso público e foi trabalhar como bancário na Caixa Econômica Federal, no Recife. Ao terminar o curso universitário, pediu para ser transferido para o Sertão, sendo designado para trabalhar na agência de Betânia. Nessa cidade, conheceu uma betaniense e constituiu sua família.

Por conta de sua presteza como bancário e comprometimento com a vida e o progresso do município, teve suas atividades reconhecidas em 97, recebeu o título de Cidadão Betaniense, proposta aprovada por unanimidade, pela Câmara de Vereadores, embora não tivesse vinculação partidária no município.

IMG-20180125-WA0099

POLÍTICA – Durante 25 anos, o município de Betânia foi dominado politicamente pelo grupo liderado por Genival (Val) Araújo. Em 2011, foi iniciado um movimento oposicionista e foi convidado para compor a chapa majoritária, mas como já havia assumido um compromisso, decidiu apoiar o nome de Rogério Nogueira, que foi derrotado na eleição de 2012.

Em 2016, decide aceitar os insistentes pedidos de grandes lideranças políticas, comerciantes e produtores rurais que estavam insatisfeitos com os rumos da administração pública de Betânia. “Relutei em aceitar a proposta, mas percebi que as pessoas estavam revoltadas com os desmandos, a má gestão e a precariedade dos serviços públicos. Então, decidi aceitar e coloquei meu nome à disposição do meu partido e da coligação que estava sendo formada”.

No dia 2 de outubro daquele ano, houve uma grande mobilização popular e o grupo liderado por Mário Flor desbancou um dos mais antigos domínios políticos de Pernambuco, liderado por Genival Ferreira de Araújo, que era apoiado pelo então deputado federal Inocêncio Oliveira, com uma diferença superior a 1.800 votos.

“Foi uma vitória sensacional e muito emocionante. Durante toda a campanha, sentimos que a maioria do eleitorado estava do nosso lado, pois estava cansada de sofrer por conta dos desmandos da administração. Fizemos uma campanha limpa, prometendo apenas o que sabíamos que tínhamos condições de cumprir. Felizmente, o povo compreendeu”, afirmou o prefeito Mário Flor.

IMG-20180124-WA0116

Neste sábado (27), Serra Talhada vai sediar um encontro de lideranças políticas  que apoiam a pré-candidatura de Marília Arraes ao Governo de Pernambuco.
Liderado pelo prefeito Luciano Duque, o ato de apoio ao nome de Marília como representante do PT na disputa pelo comando do Governo Estadual, tem movimentado os bastidores da política.
Os organizadores do evento esperam receber dirigentes e representantes de mais de 70 Diretórios Municipais, além de líderes estudantis, de juventude e das  principais entidades dos movimentos sociais do Estado, como MST, CUT e FETAPE.
Também confirmaram presença a deputada estadual Teresa Leitão e o ex-deputado Fernando Ferro, que engrossam o time de apoio à postulação da neta do ex-governador Miguel Arraes, além de mais de 35 vereadores do Partido dos Trabalhadores, prefeitos, ex-prefeitos e vice-prefeitos da legenda.
O encontro acontece no Ginásio Poliesportivo Egídio Torres, com início previsto para às 15h.

IMG-20180124-WA0034
O governador Paulo Câmara (PSB) e o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) reuniram-se no Palácio do Campo das Princesas para discutirem o posicionamento dos dois partidos em relação às eleições presidencial e estadual, que acontecerão no próximo mês de outubro. Ao final do encontro, ambos disseram que não houve assuntos político-eleitorais na conversa, mas sabe-se que Ciro pediu para que Câmara aprove o apoio do PSB à sua candidatura.

Após o almoço e a conversa, Paulo Câmara disse ter apresentado o conjunto de investimentos que o Governo de Pernambuco fez nos últimos três anos. Afirmou ter destacado as ações implementadas em áreas estratégicas como educação, segurança, saúde, recursos hídricos, saneamento e desenvolvimento agrário, pontuando que as iniciativas dialogam, sobretudo, com a melhoria da qualidade de vida dos que mais precisam.

O governador elogiou a história política de Ciro. “A gente teve a oportunidade de, mais uma vez, conversar com o Ciro Gomes, que é um quadro nacional de respeito, que já disputou eleições presidenciais, que tem uma folha de serviços prestados tanto ao Estado do Ceará quanto ao Brasil”.
Demonstrando simpatia pela candidatura do PDT, que acabar de entrar em seu secretariado, fez referências positivas ao posicionamento político do pré-candidato. “Ciro conversa sobre todos os temas com muita propriedade, com muito espírito público, com um olhar para o Brasil como um todo”.

Por sua vez, Ciro Gomes elogiou a capacidade demonstrada pelo Governo de Pernambuco de enfrentar a crise econômica nacional e aproveitou para fazer críticas ao Governo Federal, especialmente em relação aos investimentos no Nordeste. “O governador Paulo Câmara, na sequência de um conjunto de boas práticas de governanças em Pernambuco, fez uma proeza que permite que Pernambuco, em plena crise, esteja investindo”.
Fotos: Hélia Scheppa/SEI

afa17b9ec98cd9d0b743d8b2009c6cca

 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE) informa que já recebeu os resultados dos exames laboratoriais (PCR e IgM) da paciente de 37 anos notificada em 07/01 como suspeita para febre amarela. O resultado deu negativo para a doença e, por isso, o caso foi descartado.

 

Em relação ao paciente de 54 anos, residente no Distrito Federal, notificado em 16/01, por não se enquadrar nos protocolos para um caso suspeito e ser vacinado, o Ministério da Saúde e a SES/PE também já o descartaram para a doença.

 

É importante ressaltar que ambos tiveram apenas quadro febril e sintomas brandos, como dores na cabeça e no corpo, e o segundo já havia sido vacinado. De acordo com os critérios da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde – reproduzidos em Pernambuco -, para se enquadrar como caso suspeito, o paciente, além da febre e ter residência ou passado por área de risco, precisa apresentar icterícia e/ou manifestação hemorrágicas e não ser vacinado ou ter vacina status vacinal ignorado – o que não ocorreu nos dois casos.
Secretaria Estadual de Saúde – PE

t015_bannerheader_25

O cadastramento para o programa “Chapéu de Palha da Fruta” para o ano de 2018, será iniciado no dia 19 de fevereiro até o dia 23. O cadastro poderá ser feito em um dos 14 polos distribuídos nas cidades de Petrolina, Santa Maria da Boa Vista, Lagoa Grande, Belém do São Francisco, Cabrobó, Orocó e Petrolândia. O programa vai beneficiar os trabalhadores da fruticultura irrigada e o novo período foi definido pela Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco (SEPLAG-PE), visando a contemplar um número maior de trabalhadores rurais, uma vez que muitos só são dispensados pelas empresas da região no segundo mês do ano.

A gerente geral de Articulação Institucional da SEPLAG, que coordena o Chapéu de Palha, Edna Claudino, disse o período foi estudado com cuidado. “O governo verificou que, realizando o cadastramento na última semana de janeiro, como ocorria até o ano passado, muitos trabalhadores ficavam de fora do programa porque ainda possuíam vínculo empregatício, sendo dispensados apenas na primeira quinzena do mês seguinte. Adiar para fevereiro foi a forma que encontramos para contemplar mais gente”.

Edna explicou que os critérios de cadastramento também foram aperfeiçoados este ano. Para ser beneficiário é necessário ser trabalhador(a) rural da fruticultura irrigada, auxiliar de câmara fria e de casa de embalagem, embalador(a) ou tratorista, no último contrato, com comprovação em carteira de trabalho e possuir o termo de rescisão contratual. Também é preciso ser maior de 18 anos e ter trabalhado, com registro em carteira, por no mínimo 30 dias corridos no período correspondente à safra da fruticultura irrigada do ano anterior à data do cadastramento.

O trabalhador rural interessado em se inscrever no Chapéu de Palha não pode possuir vínculo empregatício no ato do cadastramento e deve apresentar originais e cópias dos seguintes documentos: comprovante do Número de Inscrição Social (NIS), Carteira de Trabalho e de Identidade CPF, termo de rescisão de contrato e comprovante de residência dentro do período de seis meses anteriores à data do cadastramento. É preciso ser residente em um dos sete municípios contemplados pelo programa.

Os cadastrados deverão participar de cursos de capacitação ou indicar alguém do seu núcleo familiar para participar. “Outra novidade este ano é que o trabalhador que já tiver feito sido capacitado poderá apresentar o certificado e ser dispensado de fazer nova capacitação?, diz Edna. Serão aceitos certificados emitidos pelo Sistema S (SENAC, SENAI, SEBRAE, SENAR, SESC, SENAT, SEST e SESCOOP), por algumas secretarias estaduais ou declaração da instituição de ensino que comprovem matrícula e frequência em cursos técnicos, tecnológicos ou de nível superior (estadual ou federal), Educação de Jovens e Adultos, ProJovem, Pronatec ou a distância, no período de 12 meses anteriores à data de cadastramento.

Para mais informações, os interessados podem ligar para o número 0800.282.515 ou acessar www.seplag.pe.gov.br.

REAJUSTE – O valor das bolsas do Chapéu de Palha foi reajustado em 10% a partir de 1º de janeiro de 2018. No caso da fruta, o valor da bolsa passou de R$ 246,45 para R$ 271,10, que serão pagos em quatro parcelas complementares ao Bolsa Família. “Esse reajuste mostra a disposição do governador Paulo Câmara em não poupar esforços para melhorar o apoio que é dado ao trabalhador e à trabalhadora rural durante a entressafra, mesmo em um período de dificuldades financeiras. É mais renda e melhor qualidade de vida para a nossa gente”, afirmou Edna Claudino.

Em 2017, o Chapéu de Palha cadastrou mais de 48 mil trabalhadores e trabalhadoras rurais, dos quais 9 mil na modalidade fruticultura irrigada, envolvendo um investimento total de cerca de R$ 40 milhões. Em 2018 o programa comemora dez anos desde que foi reeditado, em 2007, pelo então governador Eduardo Campos. Originalmente criado em 1988, por Miguel Arraes, o Chapéu de Palha era exclusivo para os trabalhadores rurais da cana-de-açúcar. Em 2009, a ação chegou até os trabalhadores rurais da fruticultura irrigada. Em 2012, os pescadores artesanais foram inseridos no Programa.
Confira os locais de cadastramento do Chapéu de Palha da Fruticultura Irrigada 2018:
POLOS DE CADASTRAMENTO

ENDEREÇO

PETROLINA – Pólo 01- Centro de Convenções.

Avenida 31 de Março, Centro.

Pólo 02- Bebedouro -Escola Estadual Antonio Nunes dos Santos

Av. Principal,  N S 01.

Pólo 03- Maria Tereza -Escola Municipal José Esmerindo Ribeiro

Av. Principal,  vila km 25.

Pólo 04- Agrovila Massangano – Escola Estadual Manoel Messias Barbosa

Av. Principal,

Pólo 05-  N-04 -Escola Estadual Manoel Alves Nogueira

Rua B, Projeto Senador Nilo Coelho.

Pólo 06- N-1O -Escola Estadual Poeta Carlos Drumond de Andrade

Av: Principal, Projeto Senador Nilo Coelho.

Pólo 07- Escola Félix Manoel dos Santos

Av. Principal,, Estrada da Tapera.

LAGOA GRANDE – Pólo 08- Escola Estadual Santa Maria

Rua dos Estudantes, 188 – Centro

Pólo 09 – Escola de Referência em Ensino Médio Dom Helder Câmara

AV. Principal, Vermelhos

BELÉM DE SÃO FRANCISCO – Pólo 10 – Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

Av. Cel. Gerônimo Pires, 1124 – Centro

SANTA MARIA DA BOA VISTA – Pólo 11- Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

Rua Joaquim Nabuco, 229  – Centro

PETROLÂNDIA – Pólo12 – Sindicato dos Trabalhadores Rurais

Rua Dantas Barreto, 109 – Centro

CABROBÓ – Pólo 13 – Sindicato dos Trabalhadores Rurais

Av Presidente Castelo Branco, 558 – Centro

OROCÓ – Pólo 14 –  Sindicato dos Trabalhadores Rurais

Av Prof. Ulisses Novaes Dione, 56 – Centro

 

IMG-20180122-WA0064

Mais de 900 famílias residentes nos conjuntos habitacionais Vila Brasília, em Olinda, e Ciranda da Ilha, na Ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Grande Recife, receberam a documentação de suas residências. A ação beneficia cerca de 4.100 pessoas, que se encontram na chamada Faixa 1 do Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal em parceria com o Governo do Estado..

O governador Paulo Câmara disse que as moradias são muito importantes para as famílias beneficiadas. “É importante, sem dúvida nenhuma, estarmos em Itamaracá e Olinda inaugurando esse conjunto de casas.  O Brasil passa por um momento de dificuldade, e é muito importante que todos nós darmos prioridade ao que é fundamental E eu não vejo, em um momento como esse, motivos para não darmos prioridade máximo a obras que cheguem até à população mais carente”.

 

IMG-20180122-WA0065

O Conjunto Habitacional Ciranda da Ilha contou com um aporte de superior a R$ 31 milhões, fruto de uma parceria entre os Governos Federal, através do Ministério das Cidades, e o Estadual, por meio da Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab). Já o conjunto localizado em Olinda, é uma obra com um aporte total de R$ 25 milhões, recursos advindos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

O ministro  Alexandre Baldy destacou a importância do trabalho em conjunto entre diferentes gestões para o benefício da população. “Vamos tornar realidade essas parcerias e fazer delas uma aliança de sucesso que, com certeza, promoverá o desenvolvimento e a realização do sonho de muitos brasileiros”.

IMG-20180122-WA0063

O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, agradeceu o esforço do Governo de Pernambuco para a concretização de obras e ações que beneficiam a população do Estado. “Quero agradecer ao governador Paulo Câmara  pela sua participação, aportando recursos aqui nesse empreendimento (em Itamaracá) para que o acesso ao residencial fosse pavimentado. Essa é a grande parceria: Governo Federal, Estadual e Municipal. Esse é o nosso principal objetivo. Proporcionar, através do Ministério das Cidades e das nossas parcerias, a oportunidade de nós entregarmos essas moradias não só ao povo de Itamaracá, mas do Brasil”.

O habitacional entregue em Itamaracá é formado por 32 blocos residenciais. Desses, vinte e nove com dezesseis unidades habitacionais e outros três com doze unidades cada. Todos os prédios possuem, além do térreo, outros três pavimentos, numa área total de quatro hectares. Com 49,80m² de área privativa, os apartamentos são compostos por dois quartos sociais, um banheiro social, uma sala de estar/jantar, uma cozinha e uma área de serviços. As unidades possuem piso cerâmico em todos os cômodos, além de contar com água e energia individualizadas. A parte externa do conjunto dispõe de bicicletário, quadra poliesportiva, dois parques infantis, um centro comunitário, estacionamento, parque infantil, bicicletário, WC’s feminino e masculino, cozinha, depósito, zeladoria com WC e oficina, uma guarita e estação de tratamento de esgotos, além de possuir adaptação para portadores de deficiência.

Já o conjunto Vila Brasília, situado no bairro de Ouro Preto, em Olinda, e integrado à malha urbana, é formado por cinquenta blocos com quatro pavimentos (térreo + 03 pavimentos). São duas unidades habitacionais por pavimento, oito por bloco, além de doze unidades adaptadas para pessoas com necessidades especiais. No total, o conjunto possui 30 mil m² e é equipado com área para circulação de veículos e passeios para pedestres, além de quadra esportiva, playground e academia. O residencial conta ainda com sistema de abastecimento de água com reservatório elevado, esgotamento sanitário, pavimentação, drenagem e iluminação pública do sistema viário. A localização é próxima de escolas e creche, além de postos de saúde. Com área útil e privativa de 40,04m², os apartamentos são compostas por sala, dois quartos, cozinha, área de serviço e um banheiro social. Todas as unidades possuem piso cerâmico em todos os ambientes.
Fotos: Hélia Scheppa

Fechar