Posts de Revista Total

downloadO governador Paulo Câmara passou o dia em Brasília para conseguir mais recursos para Pernambuco do dinheiro que veio do Exterior, onde estava depositado de forma irregular. Ele esteve no Supremo Tribunal Federal (STF) para acompanhar o andamento da ação do Governo de Pernambuco que pede a partilha da multa moratória cobrada pelo Governo Federal no programa de regularização de ativos mantidos no Exterior e não declarados à Receita Federal, a chamada repatriação. 
Paulo Câmara defendeu a vinda de mais recursos para Pernambuco. “Diante da relevância do tema para os Estados foi importante ter essas reuniões com as ministras. Acredito que possamos ser bem sucedidos. É urgente uma definição, diante da difícil situação fiscal dos Estados e dos municípios brasileiros. Será um reforço de caixa importante para ajudar nas contas deste final de ano”, afirmou.
O governador participou de duas reuniões. A primeira, no início da tarde, com a ministra Rosa Weber, relatora da ação de Pernambuco, e a segunda, já no final da tarde, com a presidente do STF, ministra Carmen Lúcia. Dessa, participaram todos governadores que têm ações questionando o critério de partilha. A expectativa é que o Estado de Pernambuco receba em torno de R$ 220 milh ões. Se a Justiça aprovar a divisão da multa, o valor pode até dobrar.
Além de Pernambuco, vinte e três Estados e o Distrito Federal recorreram ao Supremo com o mesmo objetivo de obter a partilha da multa moratória da repatriação. não recorreram ao Judiciário, São Paulo e Paraná. 
O procurador-geral do Estado de Pernambuco, César Caúla, disse que o entendimento dos Estados é o de que a multa cobrada pelo Governo Federal é a confissão, por parte do contribuinte, de que existe um débito com a Receita Federal, portanto, uma multa moratória. Caúla explicou que toda multa moratória decorrente do não recolhimento no Imposto de Renda &ndash ; seguindo as regras do Fundo de Participação dos Estados – deve ser partilhada com os governos estaduais.
O entendimento do Governo Federal é o de que se trata de uma multa punitiva, não cabendo partilha com os Estados.

Por Márcio Maia

640x0-4901-3578-jato-eduardo-camposHá muito tempo que o BLOG REVISTA TOTAL tornou pública sua opinião sobre as suspeitas que foram postas sobre o ex-governador Eduardo Campos quando a Polícia executou a “Operação Turbulência”. Pouco depois da prisão de alguns empresários apontados como laranjas de Campos, muitos setores da Imprensa passaram a apontar a compra do avião em que o ex-governador e cinco outras pessoas morreram em trágico acidente, como um trambique com base na sonegação de impostos.
Desde o primeiro momento, afirmamos não acreditar na hipótese de que Eduardo estivesse envolvido com o que era considerado como ilegalidade. Esse BLOG publicou três artigos em que defendemos nosso posicionamento.
Agora, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região decidiu por dois votos a um, que as acusações não tinham consistência e que o processo deveria ser arquivado por não constar base legal para continuação e nem denúncia dos apontados como culpados. Os desembargadores federais consideraram que não havia como continuar com o processo.
Além do trágico acidente, o caso também causou a morte do empresário Paulo César Morato, um dos apontados como envolvidos com o grupo. Ele foi encontrado morto em um motel no Grande Recife, e ficou comprovado que ele havia se suicidado.
Mais uma vez, a Revista TOTAL e o Blog Revista TOTAL mostram que têm compromisso com a verdade e fazem um jornalismo com seriedade e, sobretudo, coragem para se posicionar, mantendo sua tradição de sempre defender os interesses de Pernambuco.

Por Thainá França – Secom/Cabo

unnamedO Cabo de Santo Agostinho vai receber, entre os dias 12 e 15 deste mês, a 1&or df; Copa Afia Brasil Pernambuco de Futebol. O evento será realizado no Estádio Gileno D’ Carli, no bairro da Destilaria, e vai reunir equipes de diversos estados, como Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Distrito Federal, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Espírito Santo. A grande final será no dia 16, na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata.

O evento, que conta com o apoio da Prefeitura do Cabo, é promovido pela AFIA, uma entidade especializada em organização de Copas de Futebol Internacional para atletas amadores com idade entre 35 e 70 anos, associados a clubes, academias, condomínios ou outras instituições que organizam futebol amador.

O projeto é realizado pela primeira vez em Pernambuco, e tem como objetivo o desenvolvimento do turismo e do futebol amador, proporcionando, além do campeonato, uma programação de turismo planejada por diversos municípios. A Copa já passou em mais de 10 países, como Argentina, Chile, Espanha, México, Panamá, Paraguai, Portugal e República Dominicana.

A solenidade de lançamento da Copa acontecerá nesta quinta-feira (10), às 9 horas, no auditório Luiz Alves Lacerda, ao lado da escola-modelo de Garapu, e contará com uma programação especial de apresentações culturais.

Na ocasião, quatro jogadores consagrados do futebol participarão contando histórias pessoais que nunca contaram na época em que foram profissionais. Eder Aleixo e Paulo Sérgio (jogadores da Seleção Brasileira de 1982); Flávio Assunção (campeão da Champions League e do Mundial Interclubes com o Real Madrid; bicampeão da Copa América com a Seleção Brasileira e bicampeão Brasileiro pelo Palmeiras), e Cláudio Adão (foi jogador nos maiores clubes do Brasil, sendo artilheiro em todos eles).

O secretário de Cultura e Lazer do Cabo, Rinaldo da Costa, destacou a importância do município receber um evento como este. “A Copa Afia é internacionalmente conhecida, e o Cabo ser escolhido dentro do Estado de Pernambuco para sediar esse campeonato rico em tradição, é um imenso prazer. O prefeito Vado da Farmácia se colocou totalmente à disposição para receber a todos com prazer”, declarou.

Os jogos terão partidas classificatórias e semifinais no estádio Gileno Di Carli, com abertura oficial, neste sábado (12), às 11 horas. 25 equipes se inscreveram em três categorias (Bronze, Gold e Diamond) sorteados em sete chaves (A, B, C, D, E, F e G).

INGRESSOS – Os ingressos para a Copa estarão disponíveis nas bilheterias do Gileno Di Carli nos horários dos jogos. Os interessados em adquiri-los deverão levar uma bolsa de leite (200 gramas) e trocar por um ingresso. O leite arrecadado será doado a instituições e abrigos de crianças e idosos.

 

PSB3 BSB 01/06/2001 - POLITICA - MIGUEL ARRAES (PRES.PSB) DURANTE REUNIAO DA EXECUTIVA DO PSB. FOTO DIGITAL 5.7 MB:JOEDSON ALVES/AE
PSB3 BSB 01/06/2001 – POLITICA – MIGUEL ARRAES (PRES.PSB) DURANTE REUNIAO DA EXECUTIVA DO PSB.
FOTO DIGITAL 5.7 MB:JOEDSON ALVES/AE

A Revista Total, única publicação impressa especializada em política em Pernambuco, irá produzir uma edição especial no próximo mês. A Revista Total, que tradicionalmente sai com duas capas invertidas, será dedicada ao PSB e sua história. de um lado, uma reportagem especial, com vinte páginas, retratando a vida e o legado do ex-governador Miguel Arraes de Alencar, que faria 100 anos no dia 16 de dezembro, Uma edição para ler e guardar. Na outra capa, teremos uma matéria sobre o espetacular desempenho dos socialistas, especialmente em Pernambuco, estado onde elegeu 70 dos 184 prefeitos. Duas grandes matérias, que falam sobre o passado e o futuro de Pernambuco.

Por Marcelo Mesquita

Le Congrès National de Brasilia. Brasilia, symbole de la ville moderne, idéale et avant-gardiste des années 1950, fête ses cinquante ans d'existence. cf fiche d'actualité scientifique n° 264.

A representação política é fundamental para o fortalecimento de qualquer cidade ou região. Um bom exemplo desta afirmação pode ser visto quando comparamos as realidades de Caruaru, no Agreste, e Petrolina, no Sertão do São Francisco. Caruaru tem mais habitantes, uma economia mais forte e é a principal economia do interior. No entanto, a cidade conta com apenas um deputado federal, Wolney Queiroz (PDT). Já Petrolina, tem três federais, um deles o atual ministro de Minas e Energia e um senador. Resultado? A cidade sertaneja tem conquistado muito mais atenção e recursos, estaduais e federais, por conta de sua força política.

A Zona da Mata é uma das mais importantes de Pernambuco, com grandes cadeias produtivas, indústrias, milhares de habitantes e muitos negócios. Vitória de Santo Antão é a mais importante cidade de toda a Zona da Mata, mas há bastante tempo não conta com nenhum representante na Câmara Federal. Esta ausência de representatividade prejudica não apenas Vitória, mas toda a região. Emendas parlamentares e obras importantes demoram bem mais a chegar e falta, em Brasília, quem conheça de perto os problemas diários da população.

Prefeito eleito de Vitória, o deputado estadual Aglaílson Júnior chegou a ter o nome cogitado como possível representante do município na Câmara Federal. Porém, acabou sendo o indicado do PSB para disputar as eleições municipais saindo o vencedor. Com grande tradição na política estadual, a família Aglaílson pode ter um candidato na disputa em 2018. Aglaílson Neto, filho do prefeito eleito, é o nome mais bem cotado entre o grupo. Bastante jovem, com pouco mais de 24 anos, ele coordenou a campanha do pai, dialogando com diversos setores da sociedade.

“Acreditamos que Vitória de Santo Antão precisa de um representante entre os deputados federais. Temos força e dimensão para isto, pois aqui estão alojados empreendimentos importantes para todo o Estado e há muitas demandas por mais água, energia, estradas, que não serão resolvidas apenas com a ação do Governo do Estado”, afirma Aglaílson Neto. No entanto, ele garante que não é o momento de debater candidaturas. “Precisamos agora focar na gestão que vai se iniciar em janeiro. A cidade convive muitos problemas que precisam ser resolvidos e esta é a prioridade”, garante.

Outra candidatura dada como certa na família é a de Aglaílson Victor, que pode herdar a cadeira do pai na Assembleia Legislativa, mantendo a representatividade de Vitória no parlamento estadual. “Como afirmou meu irmão, o tempo agora é o de lutar por Vitória. O Brasil vive um momento difícil e precisamos unir forças para realizar o que o povo pede”.

O pai também não quer falar ainda em candidatura, apesar de admitir que os dois jovens têm interesse pela vida pública. “Eles gostam de politica e podem ter um grande futuro pela frente, mas, como dizia Eduardo, este não é o momento de falar sobre isto. Agora é hora de trabalhar para cumprir os compromissos que assumimos nas ruas”.

bruno-araujo-psdb-peO ministro das Cidades Bruno Araújo (PSDB) garantiu que irá entregar todas as obras paradas do Governo Federal que estejam orçadas em até R$ 10 milhões. A declaração do ministro foi dada durante entrevista ao programa Passando a Limpo, da Rádio Jornal. Segundo Bruno, este foi um compromisso assumido pelo próprio presidente Michel Temer.  No entanto, o ministro foi além e afirmou que, no caso de Pernambuco, as obras da transposição serão entregues até o final do primeiro semestre de 2017.

“Há uma situação emergencial, que atinge não apenas Pernambuco mas os vizinhos, como  é o caso da Paraíba. Estas dificuldades precisam ser enfrentadas e superadas pelo país”, afirmou Bruno Araújo. Na entrevista ele foi questionado sobre a popularidade que tem experimentado, especialmente no meio político, graças à atuação à frente da pasta.

Bruno tem anunciado muitos recursos para os estados brasileiros, entre elas o Cartão Reforma, que prevê a liberação de até R$ 5 mil para as pessoas investirem em reformas de moradias. “É preciso que a gente possa entender a diferença entre popularidade e populismo. O Governo Federal tem feito as obras que o Brasil pede e precisa”, afirmou o ministro, que vem sendo apontado como um nome forte para disputar uma vaga majoritária em 2018, seja na composição para o Senado (que terá duas vagas) seja para o Governo. “Ainda é cedo demais para falar em eleições. Temos que trabalhar para realizar as obras e as entregas que as pessoas querem”, disse.

7a7a4fd3-af15-478d-b5f9-58ed1c10f691Está acontecendo neste momento, em Gravatá, o Encontro de Prefeitas e Prefeitos Eleitos 2016 do PSB. O evento reuniu mais de 50, dos 70 prefeitos eleitos pela legenda em Pernambuco. Participam da agenda o presidente nacional Carlos Siqueira, o estadual Sileno Guedes, o governador Paulo Câmara, o senador Fernando Bezerra Coelho e o prefeito da capital Geraldo Júlio.

9aadb337-9336-405c-b927-37260b98295cfa61f340-4274-4662-897e-16fc2c1e906d

 

prefeito-elias-gomesApós perder as eleições em Jaboatão dos Guararapes e no Cabo de Santo Agostinho, Elias Gomes (PSDB) terá que se reinventar enquanto liderança política. Ele foi o condutor do processo que levou à candidatura de Heraldo Selva (PSB) no segundo mais importante colégio eleitoral do Estado. O socialista terminou o primeiro turno na terceira colocação. Na etapa final das eleições, Elias e Heraldo apoiaram Manoel Neco (PDT), que terminou derrotado nas urnas por Anderson Ferreira.

Ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Elias tentou mais uma vez eleger o filho, o deputado federal Betinho Gomes (PSDB) para chefiar o executivo da cidade. Novamente perdeu a parada para Lula Cabral (PSB), eleito para ser prefeito mais uma vez. Nas eleições passadas Betinho havia sido derrotado por Vado da Farmácia, candidato lançado e apoiado por Lula. De quebra, Elias também viu o atual prefeito Miguel ser derrotado em Bom Jardim.

Sem nenhuma cidade importante como base, Elias praticamente dá adeus ao sonho de ser indicado para uma das vagas na disputa pelo Senado em 2018. Também fica num dilema, pois para manter o filho na Câmara Federal terá que disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, lugar que já ocupou décadas atrás. Dentro do PSDB, legenda que preside, viu sua influência diminuir, perdendo importantes espaços para o ministro das Cidades Bruno Araújo, cada vez mais poderoso em Pernambuco.

aniver-29-luciano-vasquez

O PSB de Pernambuco parece caminhar para um racha jamais visto em sua história. Após as críticas de Antônio Campos, endereçadas à cunhada Renata, um novo foco de conflito está surgindo com o afastamento de Luciano Vasquez do grupo que cerca Paulo Câmara e Geraldo Júlio. Vasquez, que é vice-Presidente estadual do PSB, foi exonerado do cargo que ocupava em Suape, mostrando que ele e o Palácio não falam a mesma língua.

Muito amigo do ex-governador João Lyra Neto, Luciano Vasquez criticou abertamente a cúpula socialista, que no segundo turno em Caruaru esteve ao lado de Tony Gel. Vasquez fez campanha para Raquel Lyra, filha de João, que saiu vencedora da disputa eleitoral. “O PSB errou e o povo corrigiu”, disse Luciano Vasquez sobre a posição do partido na capital do Agreste.

A demissão dele só expõe as diferenças entre os muitos grupos existentes hoje no PSB. Em 2017 haverá eleições para a presidência nacional socialista e Paulo Câmara é o nome preferido do grupo majoritário em Pernambuco. No entanto, se ele não conseguir resolver os problemas internos chegará fragilizado à disputa, abrindo espaços para o PSB de São Paulo, que sonha em controlar a sigla

Da Redação 

logo_psb

Nesta segunda-feira pela manhã, no Hotel Potral em Gravatá, o PSB promove um seminário para os 70 prefeitos eleitos pela legenda em Pernambuco. O evento será coordenado pelo presidente nacional da legenda, Carlos  Siqueira, e vai contar com as principais lideranças socialistas no estado, como o governador Paulo Câmara e o senador Fernando Bezerra Coelho.

No seminário serão abordados temas como a crise econômica e as perspectivas para 2017, educação, saúde e infra-estrutura. Do ponto de vista político, o evento servirá para reforçar a imagem de Paulo Câmara como o principal nome do PSB em Pernambuco, afinal, durante a campanha ele não esteve em todas as cidades e muitos prefeitos do PSB foram eleitos sem a presença dele no palanque. No plano nacional, o seminário busca aproximar a direção nacional dos novos gestores. A Revista Total irá fazer a cobertura do evento.

download

Fechar