Posts de Revista Total

220195,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0O Corpo de Bombeiros procura de um menino de 2 anos e sete meses que está desaparecido desde das 23 horas do último domingo (23), na Zona Rural de Goiana, na Mara Norte de Pernambuco. Os bombeiros foram acionados por familiares do garoto, que moram no Sítio Alecrim, na Zona Rural de Goiana.

Segundo os pais, a criança estava com um cão e desapareceu após seguir em direção a um canavial. Equipes de buscas e salvamento estão no local, com cães, há mais de oito horas em busca do menino.

Cadernetas dos passaportes voltam a ser produzidas pela Casa da Moeda nesta segunda-feira (24). O serviço estava suspenso há quase um mês devido à insuficiência do orçamento federal Foto: Ed Machado/ Folha de Pernambuco
Cadernetas dos passaportes voltam a ser produzidas pela Casa da Moeda nesta segunda-feira (24). O serviço estava suspenso há quase um mês devido à insuficiência do orçamento federal
Foto: Ed Machado/ Folha de Pernambuco

Os passaportes voltam a ser produzidos nesta segunda-feira (24) após quase um mês sem expedição do documento. Eles haviam parado de ser feitos por falta de recursos no orçamento destinado às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem.

De acordo com a Polícia Federal (PF), na tarde da última sexta-feira (21), o órgão recebeu do Ministério da Justiça a verba extra de R$ 102 milhões para regularizar a emissão. Ainda segundo a PF, os postos de atendimento para dar entrada no passaporte não tiveram paralisação, mesmo com a interrupção do serviço, e continuaram a receber solicitações e fazer as entrevistas para a emissão do documento, o que acarretou em 175 mil pedidos acumulados.“Em nenhum momento as pessoas foram prejudicadas nesse período, de mais ou menos um mês, em que a Casa da Moeda não expediu as cadernetas de passaportes, pelo menos no sentido de dar entrada aqui na polícia Federal, porque o agendamento e atendimento continuou normal”, afirmou Giovanni Santoro, da Polícia Federal.

Diante disso, a Casa da Moeda pretende trabalhar 24h por dia e sete dias por semana para compensar os pedidos acumulados a partir desta segunda e arcará com os possíveis custos extras. As entregas devem seguir de forma cronológica, ou seja, quem pediu primeiro recebe primeiro. Também de acordo com a PF, cada posto tem uma demanda diferente, então, o prazo de entrega vai variar de acordo com o local de emissão. A Casa da Moeda consegue imprimir em um dia aproximadamente 15 mil passaportes.

logoBlogTotal

Com o tema “A cidade que precisamos”, a Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE) promove o  4º Congresso Pernambucano de Municípios, de 25 a 27 de julho de 2017, no Centro de Convenções de Pernambuco. Esta edição conta com a parceria do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco (CAU) que realiza o Fórum Implementando Cidades Sustentáveis, dentro da programação do Congresso. O evento inclui apresentações de especialistas com diferentes abordagens em planejamento urbano, desenvolvimento sustentável, social e econômico, assinatura do memorando de Entendimento do CAU com a ONU/Habitat e o Lançamento do Plano Safra 2017/2020.

O presidente da AMUPE, José Patriota (PSB), disse que o objetivo do encontro é provocar a discussão entre autoridades que estudam soluções para os problemas municipais e os gestores públicos, assessores e técnicos interessados no assunto. Explicou também que um dos assuntos de relevância é o relacionamento dos prefeitos com os profissionais da área de Comunicação.
Após a solenidade de abertura, às 10 horas, com a presença do governador Paulo Câmara, haverá a palestra “Planejamento Integrado como Estratégia de Transformação Urbana”, com Gustavo Restrepo, arquiteto e urbanista colombiano, ex-gerente de Projetos e Planos de Desenvolvimento Urbano da cidade de Medellín, na Colômbia. Restrepo é referência internacional na recuperação de áreas degradadas.

No dia 26, os participantes terão à disposição diversas palestras, oficinas e painéis.

Oficinas Temáticas – Como em outras edições, a programação traz temas como questões de segurança, saúde e comunicação. Destaque para Reforma da Previdência Social e os Impactos nos Municípios, A Comunicação e a Arte do Poder, A Equidade de Gênero, o Federalismo e os Obstáculos ao Direito à Educação Básica e A Contribuição dos Municípios para a Efetivação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). (Confira a Programação em anexo).

Consórcios – Este ano a novidade é o Encontro Regional de Consórcios Públicos do Nordeste, que acontece também no dia 26. O primeiro painel discorrerá sobre Legislação, destacando: regime de contratação, contrato de rateio x contrato de programa e responsabilização jurídica. O segundo painel vai tratar de financiamento, gestão e funcionamento. O encontro ainda contará com a participação de José Patriota, presidente da Amupe, falando sobre os Consórcios Públicos como instrumento de fortalecimento da gestão pública e em outro momento sobre as estratégias de ação regional. (Confira a programação detalhada do Encontro em anexo).

Arena Sebrae – O público também terá oportunidade de conferir as palestras da Arena Sebrae, com temas como Políticas Públicas para o Microempreendedor Individual e o Desenvolvimento dos Municípios, A Desburocratização como Ferramenta do Desenvolvimento Econômico do Município, a experiência de Fortaleza e a REDESIM e a integração de processos de licenciamento empresarial, entre outras.

No último dia, os destaques serão a apresentação das práticas urbanas selecionadas pelo Fórum Implementando Cidades Sustentáveis, com experiências do Amazonas, São Paulo e Pernambuco e ainda o lançamento do Plano Safra 2017.

 

IMG-20170721-WA0019

Repost: Edmar Lira

Nas articulações que estão sendo discutidas sobre as eleições de 2018, em relação a debandada do PSB, as contas apontam para pelo menos 40 prefeitos do partido deixando a sigla em abril de 2018 para migrar para o projeto da oposição. Das 10 maiores cidades do estado onde estão aproximadamente 4 milhões de habitantes e 3 milhões de eleitores, apenas Geraldo Julio de Recife e Júnior Matuto marchariam com a reeleição de Paulo Câmara. Matuto inclusive, corre o risco de ficar sem mandato, pois seria cassado até a eleição segundo corre nos bastidores.

Prefeitos de Fernando Bezerra Coelho:

Professor Lupércio (Olinda), Anderson Ferreira (Jaboatão dos Guararapes), Raquel Lyra (Caruaru), Miguel Coelho (Petrolina), Lula Cabral (Cabo de Santo Agostinho), Demóstenes Meira (Camaragibe), Izaías Régis (Garanhuns) e Aglaílson Júnior (Vitória de Santo Antão) cogitam, de acordo com um observador atento da política pernambucana, apoiar a candidatura de Fernando Bezerra Coelho ao governo junto com Bruno Araújo, Mendonça Filho e Armando Monteiro.

Outros municípios menores, mas bastante relevantes como Belo Jardim, Ipojuca, Serra Talhada, Araripina, Gravatá, Santa Cruz do Capibaribe, São Lourenço da Mata, Timbaúba, São Bento do Una e Salgueiro, também possuem prefeitos que não marchariam em hipótese alguma com a reeleição do governador, que juntos possuem cerca de um milhão de habitantes e 700 mil eleitores e podem figurar no palanque de Fernando.

Este mesmo observador lembra que somente em duas ocasiões se viu tamanho levante contra o Palácio do Campo das Princesas, que foi em 1998 na reeleição de Miguel Arraes quando os prefeitos pularam feito pipoca pro palanque de Jarbas e em 2006 na reeleição de Mendonça Filho quando a maioria pulou pra Eduardo Campos. A diferença é que o movimento que está sendo costurado para uma debandada está ocorrendo com um ano de antecedência, numa prova inequívoca de que a hegemonia do PSB em Pernambuco está se exaurindo.

Na conversa ele diz que não é culpa do governador, pois é um homem íntegro e decente, e sim a muitos de seus auxiliares. Outro fator é o de o governo ser concentrado no PSB que tem mais de dez secretários, o PMDB quatro mais Suape, e PSD, PCdoB, PR e Rede Sustentabilidade com um secretário cada um. Pra quem foi eleito com 21 partidos, é inaceitável apenas seis legendas estarem contempladas no primeiro escalão que é composto por muita gente que não tem um voto sequer.

FB_IMG_1500603417472
Participei durante os dias 19 e 20 de Julho da VIII Conferência Municipal de Assistência Social, que aconteceu no Clube Abanadores O Leão, em Vitória de Santo Antão. Este evento tem como objetivo avaliar a Política de Assistência Social, definir diretrizes para o aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), bem como fortalecer os programas de políticas públicas no nosso município.

Contamos com a participação de usuários da política de Assistência Social, trabalhadores do SUAS, entidades e organizações ligadas à Assistência Social, além de representantes da esfera governamental e autoridades municipais, como o Secretário Municipal de Educação, Jarbas Dourado, Secretária Municipal de Saúde, Tereza Priori, e o Presidente da Câmara de Vereadores da Vitória, Edmilson Zacarias (Novo da Banca).

IMG-20170720-WA0172

A Secretaria de Defesa Social (SDS) do Ipojuca realizará a Operação Temporada de Praia a partir do dia 1º de setembro e seguirá até março de 2018.

Em uma reunião realizada nesta quarta-feira (19) na sede da Secretaria de Turismo e Cultura, em Porto de Galinhas, representantes da Prefeitura Municipal, policiais civis e militares – além de profissionais da área do turismo – começaram a discutir estratégias de reforço na segurança na orla do Ipojuca, durante a alta temporada.

De acordo com o secretário municipal de defesa social, George Barros, um esquema de policiamento específico será organizado, de forma integrada entre as secretarias municipais, para este período. Agentes de segurança da SDS, da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMTTRANS), além de policiais civis e militares serão enviados para localidades onde costuma haver maior concentração de público durante a temporada.

Lançamento em Ipojuca do Projeto Filho Seguro. Consiste em ações que visam facilitar e organizar o encontro de criança perdidas.

As crianças são identificadas com pulseiras inteligentes com QR Code, que além de conter dados de contatos dos responsáveis, foto, idade, tipo sanguíneo, alergias e demais informações que o responsável achar conveniente.

Agentes de segurança atuarão em todas as frentes de serviço, tanto no policiamento ordinário que continua de forma efetiva, quanto no policiamento nas entradas e saídas das localidades.

 

fernando-de-noronha

A ilha de Fernando de Noronha vai servir de laboratório vivo para projetos inovadores de empresas privadas voltados às práticas de baixo carbono. Além da implantação das novas tecnologias, os projetos devem buscar também analisar regulações do setor elétrico e discutir políticas públicas. A decisão foi tomada durante reunião entre o governador Paulo Câmara (PSB) e o cônsul geral dos Estados Unidos, John Barret, no Palácio do Campo das Princesas, com a assinatura de memorando formalizando as intenções.

O projeto piloto, que prevê investimentos na ordem de R$ 26 milhões, será conduzido pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), a partir da implantação de sistemas de geração de energia renovável com armazenamento. “A ideia é integrar empresas pernambucanas e brasileiras com empresas americanas, no sentido de criar uma economia que foque nas energias renováveis, na utilização de veículos elétricos, da Internet das Coisas e de sistemas de gestão de água e energética mais eficientes. Todo esse conjunto de produtos e soluções cria emprego, gera renda e aponta para um caminho da economia de baixo carbono”, afirmou o secretário Sérgio Xavier, de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

 Os projetos testados e aprovados em Fernando de Noronha poderão ser replicados no Recife e em outros municípios de Pernambuco e do Brasil. O prazo para que as apostas saiam da Ilha e desembarquem no continente vai depender das empresas, no entanto, o secretário da pasta assegurou que haverá celeridade e que, ainda este ano, os resultados aparecerão.

 O cônsul John Barrett registrou o histórico de parcerias entre Pernambuco e os Estados Unidos e destacou a experiência pernambucana no que diz respeito à energia renovável, fato que fez com que empresas norte-americanas de alta inovação e tecnologia passassem a se interessar em investir em projetos no arquipélago. “Fernando de Noronha é modelo em energia renovável para Pernambuco, para o Brasil e para os Estados Unidos. Vale a pena investir na Ilha e preservá-la. É uma parceria que faz sentido”, frisou Barrett.

 Para atender as necessidades das empresas interessadas em investirem em projetos em Fernando de Noronha, a secretaria de Desenvolvimento Econômico ficará encarregada de receber as possíveis demandas. “As empresas vão dizer quais os incentivos fundamentais para que os projetos avancem e se os programas que já existem no Governo de Pernambuco atendem ou se precisam de adaptações”, esclareceu o gestor Sérgio Xavier.

Fotos: Roberto Pereira/SEI

IMG-20170720-WA0152

Pelo 5º ano consecutivo, a Prefeitura de Agrestina participou da Feira Nacional de Negócios do Artesanato – Fenearte, que aconteceu no Centro de Convenções, em Olinda.  Este ano, o estande do município contou com obras de vários artesãos do município, entre eles o artesão Valmir Reginaldo, que confecciona suas peças a partir da reciclagem de ferragens, e o artesão Eliaquim Antônio que produz peças em madeira, além de peças de outros artesãos do município, do Centro de Convivência do Idoso, e APAE de Agrestina.

Além desses, mais de 40 artesãos da Vila Santa Tereza estiveram representados na feira com as vendas dos chocalhos produzidos na comunidade, que fica na zona rural. O artesanato rendeu a vila o título de Capital Nacional do Chocalho, objeto de grande procura por parte dos outros expositores e artesãos na 18ª Fenearte, que compraram diversas unidades, principalmente, miniaturas para agregar valor a suas peças, como o artesão Emerson Silva de Petrolina que confecciona miniaturas de caprinos e bovinos, e Aloísio, artesão do Armazém Mineiro que produz réplicas de animais a partir da madeira.

Além dos visitantes de todo país, também prestigiaram o estande da Prefeitura de Agrestina, equipes da Empetur e Fundarpe, a primeira-dama do Estado, Ana Luiza Câmara,equipe da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco – AD Diper,  do Sebrae além de outras autoridades como secretários de Cultura e Turismo de outros municípios  além do Prefeito de Agrestina, Thiago Nunes e da primeira-dama do município Renata Linhares, do vereador Givaldo Leite e dos secretários Josué Mendes, Joelma Leite, Marizete Diodato e Emília Alves e os artesãos Eliaquim Antônio e  Valmir Reginaldo.

O secretario de Cultura e Turismo de Agrestina, Josenildo Santos, ressaltou a importância de participar de eventos como este. “É essencial que os municípios invistam em participar de feiras e eventos que possam levar adiante o nome dos artesãos da região e a cultura dos seus municípios. A Fenearte é uma das melhores vitrines para promover a valorização da cultura de uma cidade”, disse

20150309153113788453e

Depois de seis anos de seca provocada pelo efeito El Nino, em Pernambuco estão se registrando altos índices de chuvas nos últimos dois meses. Alguns casos de gravidade, como os ocorridos em cerca de trinta municípios na Zona da Mata Sul e Agreste, estão acontecendo e para orientarmos os leitores do Blog TOTAL, procuramos o coronel Manoel Cunha, comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE), para informar como devemos agir nessas ocasiões.
Ele disse que as chuvas são absolutamente necessárias, mas podem causar danos irreparáveis caso não tenhamos os cuidados devidos. Afirmou que as pessoas devem se preocupar durante todo o tempo, não jogando lixo nos canais e rios e evitando plantar árvores de grande porte nas barreiras e encostas. “Com ações permanentes, evitaremos muitos casos de gravidade”, adiantou.

Para os dias de chuvas, o coronel Cunha deu algumas orientações, como não atravessar lugares alagados e com correntezas, não mexer em pontos de eletricidade e se afastar de locais onde haja ameaça de deslizamento de barreiras, desmoronamento de residências ou alagamentos. “Nessas situações, deve-se procurar lugares fora de perigo e pedir orientação de integrantes das Comissões de Defesa Civil Municipais”, afirmou.
Para depois das chuvas, o oficial disse que ao sair de casa, deve-se usar botas ou sapatos para proteção dos pés e não mexer em equipamentos elétricos. “É importante não voltar para casa antes das águas baixarem e de verificar as condições estruturais das residências. Também é muito importante ter cuidado com os alimentos que tenham ficado dentro dágua, descartando os que mostrarem algum problema, fervendo os demais, inclusive água.
Finalmente, o coronel Manoel disse que em caso de qualquer emergência, as pessoas devem pedir ajuda ao Corpo de Bombeiros, através do telefone 193. “Os bombeiros estão sempre prontos para socorrerem as pessoas em qualquer situação”, concluiu

 

renata-campos

Durante mais de 50 anos, a Frente Popular de Pernambuco manteve-se unida com a liderança dos ex-governadores Miguel Arraes (PSB) e Eduardo Campos (PSB), reunindo os partidos de esquerda do Estado e conseguindo vitórias importantes. Com a morte de Eduardo Campos, o grupo político está muito disperso, sem contar com uma liderança forte que seja capaz de comandar todos os setores partidários.
Sem experiência política, o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife Geraldo Julio não têm encontrado o caminho correto para manter a união da coligação. Os dois políticos, apesar de terem acompanhado Eduardo em diversas campanhas, nunca participaram de eleições e ao menos, de reuniões em que suas opiniões tivessem sido solicitadas e apoiadas.
Essa inexperiência tem feito com que os cerca de vinte partidos que participaram da última coligação articulada por Campos comecem a ser desunir. O exemplo mais evidente desse descontentamento é o grupo chefiado pelo senador Fernando Bezerra Coelho. A votação das últimas propostas do Governo Michel Temer tem mostrado que FBC está mais disposto a seguir seus pensamentos do que o que é determinado pelo estatuto do PSB.
Os socialistas mais ortodoxos, embora não falem abertamente, reconhecem que o posicionamento de FBC não é de estranhar por ser um político que teve seu início partidário no PFL, um partido de direita.
Por conta desse vácuo na liderança do grupo, o nome da ex-primeira dama Renata Campos vem sendo ventilado como o único capaz de manter a unidade da Frente Popular de Pernambuco já nas próximas eleições em 2018. Em diversas ocasiões, a viúva de Eduardo ressaltou não ter interesse em seguir a carreira política e tem dito aos amigos que vai trabalhar pela eleição do filho, João Campos, que tem mostrado vocação para seguir a carreira do pai e do bisavô Miguel Arraes.
Se a Frente Popular não conseguir resolver os seus problemas internos, terá sérias dificuldades no próximo pleito, especialmente, como o Revista TOTAL já antecipou em matéria de capa, se o ex-presidente Lula (PT) conseguir manter sua candidatura.
Não se pode esquecer que as últimas pesquisas de opinião pública indicam que Lula tem mais de 60 por cento das intenções de votos dos pernambucanos.

Fechar