Posts de Revista Total


O efetivo da Polícia Militar de Pernambuco ganhou 506 novos soldados que vão começar a trabalhar em todas as regiões do Estado, o que vai aumentar a segurança e a tranquilidade da população. A solenidade de formatura da nova turma foi realizada no quartel da PMPE, no Recife. Durante a solenidade, o governador Paulo Câmara (PSB) destacou que, apesar dos desafios enfrentados nos últimos anos, todos os setores de segurança, dentro do Pacto pela vida, têm conseguido alcançar suas metas e diminuir a violência em Pernambuco.

O governador enfatizou os 25 meses de redução no número de homicídios e 28 meses de redução consecutiva no número de roubos e furtos. Agora, com o acréscimo desses novos praças, vamos ter condições de avançar ainda mais. Vamos continuar trabalhando por um Pernambuco cada vez mais seguro, onde as pessoas sintam orgulho de morar”.

Paulo Câmara deu as boas-vindas aos novos praças e ressaltou a importância do trabalho deles para a segurança dos pernambucanos. “É importante os senhores saberem a responsabilidade de honrar a farda que vestem. Façam o trabalho que vocês foram treinados para fazer. Vocês estão prontos para salvar vidas, para trazer cidadania e para garantir a paz no nosso Estado”.

Com duração de sete meses, o curso teve início em julho do ano passado e, além das aulas práticas, os alunos também foram capacitados em temas como conhecimentos jurídicos, direitos humanos, controle social, gerenciamento de crise, gestão integrada e comunitária. Também puderam conhecer o funcionamento das diversas unidades que compõem a Polícia Militar de Pernambuco, incluindo as especializadas, como BOPE, BPChoque, Rocam e CIPCães.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, disse que a nova turma é mais um reforço para a segurança de Pernambuco. “Faz parte da renovação dos quadros da Polícia Militar. Ao longo desses cinco anos, foram mais de quatro mil novos policiais militares na corporação. Se a gente contabilizar todos os servidores da área de segurança, são mais de 7 mil novos servidores, a exemplo da semana passada, quando foram contratados mais de 60 novos oficiais”.

Participaram da solenidade o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros; o chefe da Casa Militar, coronel Carlos Viana; o comandante geral da PMPE, coronel Vanildo Maranhão; a gerente geral da Polícia Científica, Sandra Santos; o subcomandante geral da PMPE, coronel Arlis Gadelha; o secretário executivo de Gestão Integrada da SDS, Flávio Duncan; o comandante do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, tenente coronel Walter Guimarães; e o bispo auxiliar de Olinda e Recife, dom Limacêdo Antônio.

Fotos: Heudes Régis/SEI

Mais uma parte do plano de governo da gestão atual que foi formulado com a participação popular não chegou à comunidade do Distrito de Vermelhos em Lagoa Grande (PE), Sertão do São Francisco.No plano de governo consta que a gestão municipal vai implantar no Distrito de Vermelhos a urbanização da orla, tornando um grande atrativo turístico para o município.Por enquanto, até agora em pleno final de governo, a orla continua abandonada, suja, bancos quebrados por ação de vandalismo.Se a prefeitura colocar em ação o que está no plano de governo, o local de fato poderá ser um ponto de turismo e claro, vai gerar emprego, renda para a comunidade local e realizar um sonho sonhado pela população que apostou no governo. É esperar para ver!

POR: FÁBIO CARDOSO

O Republicanos Pernambuco já tem um pré-candidato à Prefeitura no município de Saloá, no Agreste Meridional, o ex-vereador Wellington Freitas, e que foi candidato a vice-prefeito em 2016. A filiação vem fortalecer a campanha de filiações da legenda em todo o Estado.

O Republicanos segue crescendo no Estado com foco nas eleições municipais deste. Para o presidente estadual da legenda, o deputado federal Silvio Costa Filho, a chegada de Wellington é importante para o fortalecimento da legenda. “Ele tem realizado um belo trabalho na luta pelo povo de Saloá. Wellington tem o nosso apoio para a disputa da prefeitura do município. Vamos juntos buscar melhorias para a população da cidade”, destacou.

Segundo Wellington, a chegada dele à sigla marca o início de um novo ciclo. “É a concretização de um projeto que coloca o povo de Saloá em 1º plano. Um projeto que cuida dos cidadãos e cidadãs com respeito aos seus valores e crenças. Agradeço ao deputado Silvio Costa Filho pela confiança e aos companheiros pelo incentivo”.

Além de Saloá, o Republicanos realizará durante os próximos meses, uma ampla campanha de filiação em todas as regiões de Pernambuco.

Blog do Edmar Lyra

A comunidade do sítio Pedra Fina, localizada no município de Machados, distante cerca de 18 km da sede, está vivenciando a festa do seu Padroeiro São Sebastião, com fé e tradição. A capela pertence à Paróquia de São Sebastião de Machados. Além da programação religiosa, organizada pela Igreja, também haverá a cultural por parte da gestão municipal. A coordenação da festa está sobre o comando da família PAI, tendo a frente o senhor Carlinhos Pai. Para o gestor municipal, Argemiro Pimentel, o clima de fé, cultura e tradição se tona um convite para a festa. “Pedra Fina é uma comunidade querida e que tem um povo aconchegante, que acolhe bem seus visitantes. Com esforço e responsabilidade, juntamente com o vice-prefeito Juarez da Banana, preparamos através da Secretaria de Cultura Esportes e Turismo, uma programação com shows de artista do município e atração regional”, declarou Argemiro.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Domingo, dia 19/01: A partir das 21h – Shows com Forró na Fama e Tãozinho Show.

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA: TEMA: “PÃO EM TODAS AS MESAS”

Domingo, dia 19/01:06h – Girândola.17h – Acolhida e procissão com as imagens, do padroeiro e de nossa Senhora da Conceição, saindo da residência do casal Paulo César e Claudiane, encerrando com a celebração da Santa Missa em frente à Capela, presida pelo pároco de Machados, Padre Luís Jorge.

UM POUCO DA HISTÓRIA DA FESTA

Devotos e admiradores da cultura participam da programação festiva, que sempre acontece de 11 a 19 de Janeiro, encerrando na véspera do dia dedicado a São Sebastião. Além dos filhos da terra que vem para a comunidade de origem nessa época, pessoas de comunidades adjacentes e cidades vizinhas também visitam a comunidade de Pedra Fina, nesse período.

A devoção a São Sebastião teve indício quando o município de Machados pertencia a Bom Jardim. Depois da emancipação, parte de Pedra Fina, ficou sobre o comando da “Terra da Banana”, tendo marco divisório, o Rio Orobó. Segundo relatos de pessoas mais antigas, houve no lugar um surto de varíola que assolou a região. No local que foi construído a primeira Capela, antes era um cemitério. Devotos fizeram promessas ao santo e por intercessão dele alcançaram as graças de Deus, sendo curados. A partir daí, foi crescendo a devoção ao mártir São Sebastião. Com o passar do tempo, houve várias reformas no santuário, atualmente, a capela tem um tamanho maior do que a primeira construção.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Isenção de vistos para indianos não deve sair a tempo da viagem do presidente

A visita de Bolsonaro tem como objetivo tornar o Brasil mais atrativo a investimentos estrangeiros (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Ingrid Soares – Correio Braziliense

Postado por Marcos Lima Mochila

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deverá assinar entre 10 a 12 acordos nas áreas comércio, tecnologia e ciências em viagem à Índia. O presidente deverá embarcar para Nova Delhi no próximo dia 23. O retorno ao Brasil está previsto para o dia 27 de janeiro. Será a terceira reunião entre os líderes dos dois países, que mantiveram encontros na Cúpula do G20 em junho de 2019 em Osaka e na 11ª Cúpula do BRICS em Brasília, em novembro.

Em coletiva no Palácio Itamaraty, o embaixador Reinaldo José de Almeida Salgado, secretário de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia afirmou que a visita se insere num contexto amplo de reformas e de abertura da economia brasileira com o objetivo de tornar o Brasil mais atrativo a investimentos estrangeiros. O comércio de U$ 7 bilhões com o país deverá ser ainda mais explorado. “Estamos indo com grande delegação, teremos um seminário empresarial em que o presidente falará sobre o novo ambiente de negócios no Brasil e depois falará sobre temas específicos como energia, especialmente energias renováveis, bioenergia, teremos a assinatura entre 10 e 12 acordos. O objetivo é ter esse olhar específico para a Ásia, que é de longe a região mais dinâmica do mundo e é também uma região que tem 65% da população mundial. Com a Índia, ainda temos muito espaço para melhorar o comércio, temos um comércio de U$ 7 bilhões de dólares com eles que ainda é muito aquém do potencial que temos com a Índia”, declarou. Assim como o Brasil, a Índia faz parte dos Brics, bloco de países emergentes, formado em 2006, integrado também por Rússia, China e África do Sul.

O foco não ficará apenas na relação do BRICS, mas em aprofundar as relações comerciais Brasil-Índia. Entre os possíveis acordos que estão em fase final de negociação, e espera-se que sejam assinados estão: segurança cibernética; facilitação de investimentos em conjunto com acordo de previdência social (permite às empresas recolher uma única vez o INSS e aos empregados expatriados contabilizar o período de trabalho para a aposentadoria); pôr fim à dupla tributação; bioenergia, ciência e tecnologia, cooperação de saúde e medicinas não tradicionais.

A comitiva presidencial ainda está em fase final de composição, mas já constam o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; a ministra da Agricultura, Tereza Cristina; o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos pontes; o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno e o ministro da Cidadania, Osmar Terra. É provável que o ministro da Economia, Paulo Guedes se junte a comitiva após sair de Davos, onde participará Fórum Econômico Mundial, mas ainda não há confirmação oficial.

Bolsonaro aceitou um convite como convidado de honra para participar das comemorações pelo dia da República na Índia, no dia 26. Anualmente, apenas um chefe de Estado é convidado a participar do ato.

Segundo o cronograma inicial, o chefe do Executivo participará no dia 25, a exemplo de ex-presidentes brasileiros (FHC e Lula), de uma oferenda floral no túmulo do pacifista Mahatma Gandhi, principal líder da independência indiana. Também estão previstas reuniões com ministros, almoço com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi e um jantar oferecido pelo presidente da Índia, Ram Nath Kovind.

Já no dia 27, Bolsonaro participará de um café da manhã com empresários indianos e do seminário empresarial Brasil-Índia, que contará com três painéis sobre energia (petróleo e gás), inovação e defesa.

Isenção de vistos para indianos

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que, neste ano, poderá conceder a liberação da isenção de vistos para os indianos.  No entanto, é provável que esse acordo não saia a tempo da viagem.

“Certamente a facilitação dos vistos é algo que se enquadra no processo de modernização e da abertura da economia brasileira. Isso não é ao acaso. Tem um fundamento legal. Mas é claro que, quase sempre, quando se tem uma decisão macro, e a decisão macro é de facilitar, tem que se estudar as melhores formas de implementação nos casos específicos. Esse é o caso da Índia. No momento, estamos no processo de análise interna para definir modalidades. Não estou seguro que essa análise interna poderá ser concluída antes da visita do presidente”, apontou.

O Brasil já oferece isenção de visto para os Estados Unidos, Canadá, Japão e Emirados Árabes.

Comércio Bilateral e Investimentos

A Índia é o quarto maior parceiro comercial do Brasil na Ásia. O fluxo bilateral atingiu US$ 7,02 bilhões em 2019, com exportações brasileiras no valor de US$ 2,76 bilhões e importações provenientes da Índia no valor de US$ 4,26 bilhões. Dentre os investimentos indianos em nosso país destacam-se aqueles no setor de transmissão de energia, defensivos agrícolas e fabricação de veículos pesados. No sentido contrário, destacam-se investimentos brasileiros em setores como motores elétricos, terminais bancários e componentes de veículos pesados.

Ministro citou como exemplos de medidas que melhoraram o quadro a aprovação da reforma da Previdência e da Lei da Liberdade Econômica

Paulo Guedes (Foto: Edu Andrade/ASCOM/Ministério da Economia)

Por Infomoney

Postado por Marcos Lima Mochila

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que vai defender no Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), as reformas implementadas pelo governo Jair Bolsonaro, responsáveis por tirar o Brasil do “abismo fiscal”, segundo ele.

“Do ponto de vista econômico, nós tiramos, no primeiro ano, o Brasil do abismo fiscal, da margem de abismo fiscal que a gente estava”, disse Guedes, em entrevista a Fernando Rodrigues, do Poder em Foco, no SBT. O programa será exibido no domingo, 19.

O ministro citou, como exemplos de medidas que melhoraram o quadro das contas públicas e o ambiente de negócios, a aprovação da reforma da Previdência e da Lei da Liberdade Econômica (com o propósito de reduzir a burocracia nas atividades econômicas).

Guedes será o representante brasileiro no Fórum, realizado há quase 50 anos. O encontro reúne líderes mundiais e chefes das maiores empresas do mundo para discutir o aquecimento da economia global. A reunião deste ano acontecerá entre os dias 21 e 24 deste mês.

O ministro foi questionado se o presidente vai fazer falta. “Sempre que um presidente vai e entrega sua mensagem, evidentemente a imagem do país é fortalecida. Agora o presidente está sendo muito exigido”, afirmou. O presidente cancelou a ida levando em conta “aspectos econômicos, de segurança e políticos”, segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros.

No encontro do ano passado, Bolsonaro fez um discurso no qual afirmou que gostaria de compatibilizar a preservação ambiental e o avanço econômico.

Ao programa, Guedes disse que neste ano a economia crescerá o dobro do que cresceu antes. Nesta semana, o Ministério da Economia revisou para cima sua projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. A estimativa para a alta da atividade neste ano passou de 2,32% para 2,40%.

Para o ano de 2019, cujo resultado ainda não foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a previsão da área econômica de crescimento passou de 0,90% para 1,12%.

Da Redação

O prefeito Orlando José (PSB) está com sua reeleição garantida no próximo pleito municipal, em Altinho. Esta certeza se dá por conta de uma série de importantes obras realizadas por sua gestão, que melhoraram consideravelmente a vida dos altinenses que, em contrapartida, redundam em enorme apoio popular.

O estudo técnico que foi elaborado pela equipe da Revistar TOTAL constatou que as mais importantes lideranças políticas, comerciais, da agricultura e das comunidades do município aprovam a gestão de Orlando e garantem que vão apoiá-lo, o que garante a certeza de sua vitória.


O diretor-presidente do Grupo TOTAL, Marcelo Mesquita, que coordenou o levantamento, disse ter ficado impressionado com os comentários elogiosos feitos pelos formadores de opinião da cidade, por conta do grande número de projetos concretizados nos últimos três anos, com obras e ações voltadas para o engrandecimento da cidade e da população.

“Fiquei surpreso com a convicção com que as pessoas dizem que vão votar para a reeleição de Orlando José, embora ainda não se comente os nomes dos prováveis adversários. O prefeito, que é funcionário público municipal e um político de grande carisma, demonstrou muita habilidade política e, durante todos esses 3 anos, tem mantido um excelente relacionamento com os vereadores, conseguindo a aprovação rápida de todos os projetos encaminhados”.

Os empresários de Altinho apontam o impressionante desenvolvimento do município durante a atual gestão, que cresceu cerca de 20 por cento, como foi levantado pela equipe técnica da Revista Total que trabalhou sob o comando de Marcelo Mesquita.

Também enfatizam a expressiva melhoria na estrutura das escolas municipais, o que fez com a cidade passasse do 144º lugar para o 73º no ranking elaborado pela Secretaria Estadual de Educação.

Visando a melhoria das condições de trabalho dos criadores, o prefeito Orlando incentivou a produção de silagem de boa qualidade, garantindo a alimentação do rebanho bovino no período de seca.

Outro ponto enfatizado pelos produtores rurais foi a recuperação e limpeza de açudes e barragens, possibilitando uma acentuada melhoria da infraestrutura e o aumento dos reservatórios d’água, elevando a capacidade hídrica do município.

Nesses 3 anos, Orlando também incentivou a escavação de cisternas para amenizar o problema de abastecimento d’água nas regiões mais secas do município.

Os moradores da sede elogiam o cuidado com a cidade, com limpeza e manutenção das suas praças e ruas, constantemente, e ressaltam a pavimentação de ruas importantes, como a Dr. João Pessoa, a Professora Solange Maria de Oliveira e João Torres e as travessas Manoel Cincinato de Andrade e Menandro Figueira Filho, além de outras da periferia.

A construção da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), em terreno cedido pela Prefeitura, também foi enfatizada, além da conclusão da Creche Professora Luíza Lemos, cujas obras estavam paralisadas desde 2011.

A população que necessita de tratamento médico no Recife elogiou a instalação da Casa de Apoio, que serve de suporte para os pacientes e familiares, dando-lhes tranquilidade na capital.

Na área da Segurança Pública, que é um ponto crítico em quase todas as cidades, o prefeito Orlando José foi bastante elogiado por ter criado o Centro Integrado de Segurança Pública, que atua em parceria com as Polícias Militar e Civil, aumentando a tranquilidade da população. As ações do Centro, segundo a população, serviram para que fossem realizadas diversas ações preventivas, diminuindo sensivelmente os casos de agressões físicas e verbais contra as mulheres, principalmente as adolescentes, que dispõem de um programa que lhes permite, inclusive, uma renda extra.

As mulheres em geral, sobretudo as que são mães e avós, fizeram rasgados elogios ao Programa Criança Feliz, que promove ações voltadas à primeira infância, com orientação sobre assuntos importantes além de ações como o estímulo à Saúde para as famílias em situação de vulnerabilidade.

Após a concretização dos estudos técnicos, que são a marca da credibilidade do Grupo TOTAL há 14 anos, que resultam sempre em elevado percentual de acertos, ficou ressaltada a certeza de que Orlando José será reeleito com um percentual de votos bem maior que o registrado nas eleições de 2016, quando ele se elegeu com o percentual de 57,81% dos votos válidos.

Por Márcio Maia

O levantamento efetuado por técnicos da Secretaria de Defesa Social (SDS) indica que nada menos de 66,68%, cerca de um terço, dos homicídios ocorridos em Pernambuco, durante o ano passado, foram motivados por tráfico de drogas. Dos 3.466 assassinatos registrados no Estado em 2019, 2.311 tiveram como causa a disputa por “bocas de fumo”, vingança por “traição” de integrantes de quadrilhas e dívidas de compras de entorpecentes, além de outros acertos.

O resultado do relatório indica ainda que diversas quadrilhas têm atuação na Região Metropolitana, onde comercializam maconha e cocaína em pontos estratégicos, e outras que agem nos municípios do Agreste e Sertão, realizando o tráfico dos entorpecentes vindos de outros Estados e do Exterior, do Paraguai, principalmente.

Os policiais civis e militares que têm atuado nas ações preventivas e de investigação das quadrilhas especializadas no tráfico de drogas, não têm mais dúvidas de que o chamado “Polígono da Maconha”, formado pelas cidades à margem do Rio São Francisco, onde durante quase meio século foi o maior plantador de maconha do País, não tem mais a mesma importância.

O relatório indica que, depois dos crimes motivados por drogas, os conflitos nas comunidades são as principais causas. No período, 16,62 dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) aconteceram por conta destas questões entre pessoas conhecidas. Já os latrocínios, assaltos seguidos de morte, foram 3,98%.

REDUÇÃO – No ano passado, o número de homicídios diminuiu bastante em Pernambuco, de acordo com o relatório da SDS, que aponta uma diminuição de 16,9% em relação ao ano de 2018, quando foram cometidos e registrados 4.173 crimes. O secretário Antônio de Pádua, ressaltou que é a marca mais baixa dos últimos cinco anos, tendo sido maior apenas para o ano de 2014 no período de existência do Pacto pela Vida, instituído em 2007, pelo então governador Eduardo Campos.

No ano passado, foi registrada a segunda menor taxa de homicídios por 100 mil habitantes. O índice de 35,64 foi superado pelo registrado no ano de 2013, quando foi computado 34,13.

Também houve uma expressiva diminuição nas mortes violentas de mulheres. Houve uma diminuição na ordem de 18,2% em relação a 2018. Em 2019, foram registrados 198 e no ano anterior, aconteceram 242 dos chamados feminicídios.

Para o secretário Antônio de Pádua, a ampliação da atuação integrada entre os diversos órgãos governamentais foi fundamental para que acontecesse essa expressiva diminuição. Ele apontou a ampliação da rede de Delegacias da Mulher, como um dos principais pontos. “Hoje, existem delegacias no Grande Recife, Zona da Mata, Agreste e Sertão, além das demais delegacias que também têm pessoal preparado para atuar nesse tipo de crime. Além disso, contamos com a Polícia Militar na rede de proteção, com iniciativas como a Patrulha Maria da Penha”.

Outro ponto importante do relatório é a constatação de que no ano passado, não foi registrado crimes de mortes em doze cidades de Pernambuco, além do distrito de Fernando de Noronha. Não aconteceram crimes nas cidades de Alagoinha, Cabrobó, Cedro, Cumaru, Granito, Itacuruba, Palmeirinha, Salgadinho, São Benedito do Sul, Serrita e Triunfo.

Para Antônio de Pádua, os investimentos na área e o trabalho integrado entre os órgãos operativos são os pontos de relevância para a diminuição acima de dois dígitos percentuais registrada em 18 e 19. “A injeção de recursos em inteligência e ampliação de efetivo nos últimos quatro anos, com a chegada de 7.552 profissionais às Polícias Militar, Civil e Científica e ao Corpo de Bombeiros, deu resultados. Ainda atuamos articulados com as demais Secretarias Estaduais, com o Poder Legislativo e o sistema de Justiça”.

“É dessa forma, aprimorando as ações de prevenção e repressão, que seguiremos trabalhando pela paz dos pernambucanos no ano de 2020”, concluiu Antônio de Pádua.

OBS: O crédito das fotos é de DIVULGAÇÃO/CICOM-SDS

Uma verdadeira reviravolta está prestes a acontecer na cidade de Toritama, isso porque o atual prefeito Edílson Tavares (MDB) deverá receber em seu grupo político o apoio da ex-vice-prefeita Lucinha Pereira (PSDB).

A informação foi trazida por integrantes do grupo político liderado pelo prefeito para o Blog do Alberes Xavier, e que já se comenta nos bastidores que o anúncio acontecerá nos próximos dias. A ida de Lucinha Pereira anima os correligionários de Edílson, tendo em vista que, recentemente o prefeito foi pego de surpresa com a saída de vereadores de sua base de apoio.

Os próximos dias marcarão ainda mais novidades na política da Capital do Jeans.

Fonte blog ponto de vista

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) afirmou nesta quarta-feira (15) que Pernambuco tem a chance de iniciar um novo ciclo político a partir das eleições municipais deste ano. Segundo ele, o estado, que liderava os investimentos públicos na região Nordeste, desacelerou nos últimos cinco anos. “Pernambuco e Recife estão isolados. Pernambuco parou”, disse FBC em entrevista à rádio Custódia FM, durante visita à cidade.

Ele lembrou que, hoje, Pernambuco ocupa o terceiro lugar nos investimentos públicos entre os estados da região Nordeste. “Mas é um terceiro longe. E a gente vai sentir essa diferença, porque significa estradas, escolas e hospitais a menos. A gente vai sentir que o estado vai perdendo o dinamismo que tinha.

”Na avaliação de Fernando Bezerra, a retomada do crescimento econômico deve diminuir o peso das questões nacionais nas eleições municipais. “O ano terminou melhor. O pessoal falava que o presidente Bolsonaro não ia pagar o 13º do Bolsa Família e pagou. O governador falou que ia pagar e não pagou ainda. O Brasil voltou a crescer. A perspectiva é que, em outubro, o Brasil esteja crescendo a 2,5%, 3%. Ou seja, a questão nacional vai ter um peso cada vez menor na disputa local. O que vai prevalecer é a questão local.”

FBC acrescentou que o MDB está trabalhando para ter 100 candidatos a prefeito nas eleições municipais deste ano em Pernambuco. Se o partido sair fortalecido, poderá apresentar candidatura majoritária em 2022. “O MDB está cuidando da sua base municipal, a mais importante, mais próxima da população. Temos a ambição de poder apresentar 100 candidatos a prefeito. E se formos vitoriosos nesse projeto da eleição municipal do MDB, é evidente que o MDB estará bem posicionado para apresentar uma candidatura majoritária em 2022”, ressaltou.

De acordo com o senador, o partido mantém uma postura de unidade em torno da possibilidade de lançar o nome do presidente do MDB-PE, deputado federal Raul Henry, à Prefeitura de Recife. “Acho que, nesses últimos dias, essa possibilidade vem crescendo. A manifestação de Jarbas [Vasconcelos] foi muito positiva no sentido de dizer que Raul está liberado para poder construir a sua candidatura, caso ele entenda como sendo importante para o projeto partidário. Estive com Raul na segunda-feira, uma conversa por telefone, senti ele mais disposto, mais animado. Disse que eu poderia continuar as minhas conversas de bastidores com outras forças políticas do estado para tentar reunir o apoio que possa dar a Raul as condições para uma disputa das eleições do Recife.

”Em Custódia, FBC participou do ato de filiação do vereador Gilberto de Melchior ao MDB. “Saio daqui animado com o fortalecimento do MDB, e tenho certeza que faremos uma grande eleição municipal neste ano.

”RAMAL DO AGRESTE – Antes da passagem por Custódia, Fernando Bezerra, que é líder do governo no Senado, visitou as obras do Ramal do Agreste, que vai levar a água captada da barragem de Barro Branco para o reservatório Ipojuca e a Adutora do Agreste. Maior obra de infraestrutura hídrica do governo federal na região Nordeste, o Ramal do Agreste recebeu R$ 530 milhões de investimentos em 2019.

Segundo o senador, a obra deve estar concluída em fevereiro de 2021, quando levará a água do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco para 70 cidades de Pernambuco, beneficiando 2,2 milhões de pessoas. “Essa obra é que vai resolver o problema de água de 70 municípios do agreste. Estou muito feliz que tenha sido acelerada e priorizada pelo presidente. Isso é água, é desenvolvimento, é perspectiva de futuro que estamos construindo.”

Blog ponto de vista

Fechar