Por Marcos Lima Mochila

.

A Política é uma ciência muito complexa e muito frágil, ao mesmo tempo.

Fatos inesperados, às vezes, mudam um panorama que, para muitos, já estava decidido.

É o que se configura, neste momento, em Belo Jardim, cidade da Região do Agreste pernambucano, localizada a 187km da capital, Recife.

Apontado, em recentes pesquisas, como o 3º lugar na preferência popular, na corrida para ser o próximo prefeito desta cidade, Wilsinho (PTB) vem crescendo e se capilarizando para conquistar a vitória em 15 de novembro próximo.

Jovem aguerrido e entusiasta, Wilsinho já é detentor de 4 mandatos de vereador, já tendo ocupado os cargos de secretário de Educação e Tecnologia e secretário de Gestão Pública. É conhecido como o ‘pai do piso salarial do magistério’, tendo como marca indelével a valorização desses profissionais e foi por seu intermédio a chegada da tecnologia e da internet, com instalação de telecentros de informática que, além de capacitar milhares de jovens, levou dezenas deles ao mercado de trabalho, através da qualificação.
Wilsinho também foi presidente da AEB (Autarquia Educacional do Belo Jardim) e sempre se destacou por ser um político corajoso, moderno e muito dinâmico e um potencial representante da nova política belo-jardinense.

A Revista Total sentiu essa mudança de paradigmas, em relação à migração de Wilsinho em direção ao aumento da preferência da população, desde o início dos trabalhos técnicos que está realizando em Belo Jardim, há 15 dias, através de sua equipe de colaboradores. Nos próximos dias, o diretor-presidente do Grupo Total, Marcelo Mesquita, estará coordenando pessoalmente os estudos, que deverão confirmar que Wilsinho será o próximo prefeito da cidade

Aliás, ressalte-se que os prognósticos levantados pelos estudos técnicos da revista têm um alto percentual de acerto e é por isso que Marcelo tem a certeza de que, mais uma vez, eles se confirmarão, resultando na grande vitória de Wilsinho.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar