Na reta final de filiação partidária, que se encerra neste sábado, alguns vereadores do Recife estão na dúvida entre o PSB, o PP e outros partidos. Os dois primeiros são os que realmente montaram chapas competitivas, já os demais não possuem nem cabeça (vereadores de mandato) nem cauda porque ficou mais difícil de angariar pretendentes nas eleições deste ano.

A conta do PSB é que para garantir a vaga, que deve ficar entre 14 e 16 vagas da Casa José Mariano, serão necessários 9 mil votos, podendo com pouco mais de 8 mil disputar as últimas vagas, enquanto no PP, há uma boa chance de eleger entre 6 e 8 vereadores sendo necessários 6 mil votos, podendo com mais de 5 mil disputar as últimas vagas.

É importante lembrar que os partidos não terão mais a oportunidade de coligar na convenção, como foi até 2018, portanto as legendas que não montarem chapas competitivas não terão mais como mudar o panorama depois de amanhã, consequentemente apostar em siglas com chapas frágeis será suicídio eleitoral.

Blog do Edmar Lyra

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar