Evento realizado em Recife, neste sábado (01/01) recolheu mais de 3 mil fichas de apoiamento

Por Marcos Lima Mochila

O II Encontro de apoiadores à criação do partido Aliança pelo Brasil, que tem como principal criador o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), realizado neste sábado (01), no Centro de Convenções, foi considerado um sucesso de público e de coleta de assinaturas, tendo inclusive, segundo os coordenadores do evento, ultrapassado as expectativas estabelecidas.

A Justiça de Pernambuco havia proibido a participação de cartórios de Recife e Olinda mas, no sábado pela manhã, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), através do Corregedor Geral de Justiça, ministro Humberto Martins, autorizou a participação dos cartórios no evento. Segundo o magistrado, os cartórios poderão atuar “em prol da democracia e da cidadania, trazendo inestimável proveito a toda a sociedade brasileira”.

“Os funcionários dos cartórios não irão participar do evento como apoiadores, mas atuarão, de forma excepcional, praticando atos que lhes são propícios”, completou o ministro.

Mesmo diante de todas as dificuldades, o encontro, que já estava forte, ganhou mais força após a autorização do CNJ e, sem intimidação, o público bolsonarista respondeu (à altura) às convocações feitas por Gilson Machado Neto e pelo Coronel Meira – comparecendo em grande quantidade ao Centro de Convenções de Pernambuco que estava lotado dentro e fora.

“Nossa expectativa era atingirmos a casa das duas mil fichas de apoiamento. No entanto, coletamos mais de 3 mil delas, enquanto que o público presente girou em torno de 4 mil pessoas”, informou o Coronel Meira, coordenador geral do Aliança Pelo Brasil em Pernambuco.

Quando o pernambucano Gilson Machado, presidente do Instituto Nacional de Turismo (Embratur), futuro presidente do Aliança pelo Brasil em Pernambuco, foi chamado para compor a mesa, ele foi bastante ovacionado pelo público que lotou o Teatro Guararapes, que o recebeu aos gritos de “Prefeito! Prefeito!”

“Todo poder que se repete por vários anos cansa. E vemos isso acontecer no Brasil há mais de cem anos. Mas agora temos um novo partido fundamentado pelo nosso presidente, um homem honesto, o outsider de tudo isso que vemos até hoje em nosso País. Por isso temos tanta força”, afirmou.

Em diversos discursos feitos durante o encontro foi expressada intenção do grupo em lançar candidatos a vereadores e prefeitos em todo o país. Gilson Neto foi bastante enfático sobre essa intenção.

Gilson Neto conversa com o redator deste blog, após receber um exemplar da Revista Total, que cobriu a viagem do presidente Bolsonaro aos EUA

“Se o nosso partido estiver pronto, montado, aprovado, nós teremos candidatos a prefeitos e vereadores nas mais importantes cidades do Brasil. E teremos um candidato puro sangue em Pernambuco. Esta é a nossa vontade. E se tivermos um candidato a prefeito no Recife, iremos ganhar de lapada. Temos certeza disso”, afirmou aos jornalistas e, em seguida, ao público.

Para participar das eleições municipais de 2020, o Aliança pelo Brasil precisa estar criado e homologado pelo Tribunal Superior Eleitoral(TSE) até o próximo mês de abril e são necessárias 500 mil assinaturas em nove estados brasileiros. Pernambuco deve apresentar cinco mil assinaturas e já teria recolhido duas mil somente ontem, segundo os organizadores do evento.

Às 17h em ponto, conforme prometido pelos organizadores, o presente Bolsonaro apareceu no telão, recebendo muitos e calorosos aplausos dos presentes, que em coro gritavam “Mito! Mito!”. Na live que, inclusive, foi a grande atração do encontro, o presidente falou e respondeu a perguntas do público e convidados.

“Estou muito feliz neste momento. São muitos problemas, mas estamos vencendo-os e estamos trabalhando para o Aliança pelo Brasil ficar pronto em marco. Se não conseguirmos, em 2022 com certeza ele estará pronto”, afirmou o presidente na live.

“Eu quero, sim, cada vez mais ajudar o nosso Brasil e vou me empenhar muito, colaborando com a formação desse partido, pra chamar de nosso”, encerrou o presidente enquanto os presentes ao evento gritavam “Mito!, Mito!”.

O público também, em vários momentos, gritou em alto e bom som: “Eu vim de graça, sem dinheiro e sem mortadela!”.

O II encontro do Aliança Pelo Brasil em Pernambuco contou com a participação dos deputados estaduais Cabo Bebeto (AL), Cabo Gilberto (PB), Delegado Cavalcante (CE), além de Sílvio Nascimento e Osvaldo Matos (Embratur), Sérgio Lima (publicitário do Aliança), Manoel Linhares (presidente da Abih), além de Antônio Campos (presidente da Fundação Joaquim Nabuco) – que mereceu elogios de Gilson Neto -, a policial civil Sandra Queiroz e dos empresários Robson Ferreira e Gedeão Pontes,

O ato também contou com orquestra de frevo e bonecos gigantes de Olinda (Jair Bolsonaro, Michele Bolsonaro e Donald Trump). Show da Banda Brucelose, com a participação de Gilson Machado Neto, na sanfona, encerrou o encontro no Teatro Guararapes, por volta das 19h e, lá fora, ainda era muito grande a fila de apoiadores que esperavam a sua vez de entregar a ficha de apoiamento.

Com informações de Bruno Cantarelli – Assessor de Imprensa do Aliança Pelo Brasil/PE

Fotos: Henrique Lima

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar