A comunidade do sítio Pedra Fina, localizada no município de Machados, distante cerca de 18 km da sede, está vivenciando a festa do seu Padroeiro São Sebastião, com fé e tradição. A capela pertence à Paróquia de São Sebastião de Machados. Além da programação religiosa, organizada pela Igreja, também haverá a cultural por parte da gestão municipal. A coordenação da festa está sobre o comando da família PAI, tendo a frente o senhor Carlinhos Pai. Para o gestor municipal, Argemiro Pimentel, o clima de fé, cultura e tradição se tona um convite para a festa. “Pedra Fina é uma comunidade querida e que tem um povo aconchegante, que acolhe bem seus visitantes. Com esforço e responsabilidade, juntamente com o vice-prefeito Juarez da Banana, preparamos através da Secretaria de Cultura Esportes e Turismo, uma programação com shows de artista do município e atração regional”, declarou Argemiro.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Domingo, dia 19/01: A partir das 21h – Shows com Forró na Fama e Tãozinho Show.

PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA: TEMA: “PÃO EM TODAS AS MESAS”

Domingo, dia 19/01:06h – Girândola.17h – Acolhida e procissão com as imagens, do padroeiro e de nossa Senhora da Conceição, saindo da residência do casal Paulo César e Claudiane, encerrando com a celebração da Santa Missa em frente à Capela, presida pelo pároco de Machados, Padre Luís Jorge.

UM POUCO DA HISTÓRIA DA FESTA

Devotos e admiradores da cultura participam da programação festiva, que sempre acontece de 11 a 19 de Janeiro, encerrando na véspera do dia dedicado a São Sebastião. Além dos filhos da terra que vem para a comunidade de origem nessa época, pessoas de comunidades adjacentes e cidades vizinhas também visitam a comunidade de Pedra Fina, nesse período.

A devoção a São Sebastião teve indício quando o município de Machados pertencia a Bom Jardim. Depois da emancipação, parte de Pedra Fina, ficou sobre o comando da “Terra da Banana”, tendo marco divisório, o Rio Orobó. Segundo relatos de pessoas mais antigas, houve no lugar um surto de varíola que assolou a região. No local que foi construído a primeira Capela, antes era um cemitério. Devotos fizeram promessas ao santo e por intercessão dele alcançaram as graças de Deus, sendo curados. A partir daí, foi crescendo a devoção ao mártir São Sebastião. Com o passar do tempo, houve várias reformas no santuário, atualmente, a capela tem um tamanho maior do que a primeira construção.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar