IMG-20190828-WA0046

 

EcOM O objetivo de dar total segurança aos moradores e turistas em Fernando de Noronha, a Secretaria de Defesa Social (SDS), em atuação conjunta com a Administração da Ilha de Fernando de Noronha e com o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), lançou a Operação Noronha 2019. As ações serão iniciadas no próximo mês de setembro. O trabalho, que será realizado de forma integrada, reúne órgãos estaduais, como as Polícias Militar, Civil e Científica, o Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco, o Detran, a Operação Lei Seca e o MPPE. O secretário executivo de Defesa Social, Humberto Freire, o administrador da Ilha, Guilherme Rocha, e o promotor público Flávio Falcão, adiantaram no Palácio São Miguel, sede administrativa da Ilha, que até a Operação Lei Seca vai funcionar na ilha.

Para que obtenham êxito, as ações serão divididas em duas fases. A primeira terá foco na prevenção. Com um trabalho de orientação aos proprietários de veículos, estabelecimentos comerciais e demais moradias, a expectativa é realizar ações educativas no sentido de regularizar possíveis desconformidades em automóveis e no uso de estabelecimentos na Ilha. Ainda serão desenvolvidos palestras e eventos para prevenir acidentes que possam causar afogamento, incêndio, quedas de motos, ataques de animais e outros sinistros comuns nesta época do ano, que é de grande fluxo turístico em Noronha.

Na segunda fase, entra em ação o trabalho de fiscalização, assim, as forças de segurança pública no Arquipélago serão reforçadas com o intuito de coibir os delitos de trânsito, tráfico de drogas, porte ilegal de arma, perturbação do sossego, crimes violentos contra o patrimônio e contra a vida, dentre outros.

O administrador Guilherme Rocha enfatizou que Noronha é um destino muito procurado nessa época do ano. “Por isso é essencial a atuação de órgãos e instituições que trabalham para garantir o cumprimento de regras no trânsito, nos pontos comerciais e no cuidado com a vida. Realizar esse tipo de ação na ilha é de extrema importância, porque o fluxo de turistas aumenta consideravelmente, e com isso é possível oferecer uma estadia com mais segurança para os visitantes e também para os ilhéus. A ação conjunta vai atuar também no sentido de garantir que possíveis excessos e infrações não sejam cometidos. E caso acontecem, sejam coibidos”.

Freire também ressaltou que o verão e as festas de final de ano sempre aumentam a procura de turistas por Noronha. “Assim, esperamos com esse trabalho conjunto, prevenir e combater diversos tipos de situações, como perturbação do sossego e conflitos na comunidade, garantindo assim a ordem e a tranquilidade para moradores, trabalhadores e turistas”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar