IMG-20190813-WA0229
Por Marcelo Mesquita

No dia 13 de agosto de 2014, há cinco anos, o Brasil perdeu um grande homem público preparadíssimo para assumir a Presidência da República, Pernambuco perdeu o seu mais importante líder político e popular e o Grupo TOTAL perdeu um grande amigo. Sim, Eduardo Campos era o maior amigo da Revista TOTAL. Além de nos dar imenso apoio, por entender a relevância da publicação que enaltece as qualidades do povo pernambucano, fazia questão de ser o primeiro a ler todos os exemplares da Revista.
Inúmeras vezes, eu e o jornalista Márcio Maia fomos à sua residência em Dois Irmãos, no Recife, no Palácio do Campo das Princesas ou em seu gabinete provisório no Centro de Convenções para lhe entregar o exemplar em primeira mão. Sempre elogiava, mas diversas vezes, apresentava sugestões e até fazia críticas construtivas para que pudéssemos aprimorar ainda mais o nosso trabalho.
Era um entusiasta de tudo que fosse importante para Pernambuco e para os pernambucanos. Vibrava com as conquistas de nossos alunos nas competições nacionais e com as notas que tiravam nas provas. Era um defensor incansável de que tudo que tivesse relação com o nosso Estado. Torcia pelas vitórias de nossos clubes, especialmente do seu Clube Náutico Capibaribe. As vitoriosas edições da FENEARTE o deixavam entusiasmado.
São tantas coisas que deixavam Eduardo eufórico que fica difícil relatar nesse pequeno artigo. No entanto, faço questão de deixar meu registro pela admiração que tinha por esse homem público espetacular, cheio de ideias e sonhos que nos deixou de uma forma tão bruta, que até hoje, não consigo aceitar a versão que os teóricos anunciaram sobre sua morte.
Como podemos esquecer aquela maravilhosa entrevista que concedeu no Jornal Nacional, quando deixou o povo brasileiro maravilhado e surpreso com a aparição daquele jovem desconhecido que falava com tanta profundidade sobre nossos problemas e com tanta sapiência sobre as soluções que propunha para os mesmos problemas.
Por tudo isso, vamos continuar seguindo sua ordem: Não vamos desistir do Brasil.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar