IMG-20190522-WA0032

Por Márcio Maia

 

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) assinou o projeto de lei nº 13.831/19 que estabelece a anistia para todos os partidos políticos que foram multados no período entre 2010 e 2018, por descumprimento do artigo da legislação eleitoral que estabelece o percentual mínimo de 5% do Fundo Partidário a que os partidos têm direito, para o custeio das campanhas das candidatas.

Estima-se que o total devido por diversos partidos, entre eles o próprio PSL ao qual Bolsonaro é filiado, seja superior a R$ 70 milhões.

A decisão é completamente contraditória ao posicionamento do então candidato e atual presidente, Bolsonaro, referindo-se ao efetivo combate à corrupção, ao desrespeito às leis e atividade exemplar das Polícias.

É bom lembrar que Bolsonaro já mandou demitir os servidores do IBAMA que o multaram e apreenderam seus apetrechos de pesca por estarem pescando em local proibido nas águas de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Também já decidiu que vai ampliar o teto para apreensão de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) para 40 pontos e não quer mais os controladores de velocidade nas estradas federais (BRs).

Quanta contradição…

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar