(Foto: Arte da Equipe do Mochila)

(Foto: Arte da Equipe do Mochila)

O MODUS VIVENDI QUE SE ESPERA DE PAULO CÂMARA

Por Marcos Lima Mochila

 

Durante as eleições, geralmente, perdemos algumas amizades. Isso acontece, porque o ser humano não aceita atitudes e pensamentos de outros que sejam diferentes dos seus.

No caso dos políticos, esses gestos são mais acirrados porque se trata de luta pelo poder, que não será só do candidato, mas de todo um grupo que, na maioria das vezes, é formado por vários partidos e, consequentemente, por vários interessados.

O que é necessário é que, passada a contenda, conhecidos os vencedores e os vencidos, ambos se entendem e voltem a ter uma convivência civilizada… pelo menos até o próximo embate.

É isso que esperamos do nosso governador e é isso que estamos começando a ver.

Em prol de Pernambuco, Paulo Câmara terá que agir racionalmente. Porque é oque se espera de um Chefe de Estado e, mais ainda, porque o Estado vai precisar – e muito -, da ajuda do Governo Federal.

São muitos os nossos problemas, são muitas ações que tiveram que ser suspensas por promessas não cumpridas pelos governos anteriores, sobretudo nos últimos quatro anos, após a tragédia que atingiu a todos os pernambucanos, com a morte de Eduardo Campos: nem Dilma, nem tampouco Temer, cumpriu ¼ das promessas que fizeram. E Pernambuco, e seu povo, ficou a ver navios e sofrendo um sofrimento que seria maior não fosse o governador um grande técnico que soube, mesmo em face de toda crise, tantas dificuldades, sair-se bem nesses últimos quatro anos, inclusive com a realização de uma grande quantidade de obras.

PC COM MIN EDUC 1

Por isso, como estamos atentos a todas essas movimentações, deixam-nos satisfeitos essas andanças de Paulo, já tendo mantido encontros com dois importantes ministros de Bolsonaro: o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez e o superministro da Economia, Paulo Guedes que, aliás, refuta este título.

PC COM PAULO GUEDES 2

Errar mesmo, nesta sua segunda gestão, errou apenas em não ter participado do encontro dos governadores com Bolsonaro.

Mas há muito tempo para isso, pois, afinal de contas, estamos ainda no segundo mês dos próximos quatro anos.

E Paulo Câmara, que de bobo não tem nada, provavelmente irá preparar o seu modus vivendi com Jair Bolsonaro.

Pelo bem de Pernambuco.

___________________________________________

Modus vivendi é uma frase em latim que significa um acordo entre partes cujas opiniões diferem, de tal maneira que elas concordam em discordar.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar