BRUMADINHO VALE

(*) Por Nerílson Buscapé

Postado por Marcos Lima Mochila

Esse mote, essa história, que acontece no mundo inteiro, mas o Brasil está chorando

O Brasil sendo engolido

Pela ganância, por dinheiro

Pela falta de respeito,

Sofre o País inteiro,

Com pergunta sem resposta,

Quanto VALE um brasileiro?

O progresso de desespero,

Ordem sem ser cumprida,

Obras de bomba-relógio,

Aprovações desconhecidas,

Gente marcada pra morrer,

O povo precisa saber,

Quanto é que VALE a vida?

Em busca do lucro,

Do defeito sem medida,

São muitos acordos fechados,

A natureza destruída,

Riqueza nunca vai ter,

O povo precisa saber,000

Quanto é que VALE a vida?

O silêncio da covardia

Se negando uma guarida

De quem não faz manifesto

Pela pessoa atingida

Vendo a tragédia acontecer

O povo precisa saber,

Quanto é que VALE a vida?

Não culpe Deus

Pelo mal feito que você fez

Sem medida,

Seu projeto destruidor

De uma base destruída

Você me pode responder?

O povo precisa saber,

Quanto é que VALE a vida?

Amanhã pode acontecer

Você também pessoa inserida

Pode ter uma barragem

Que passe na sua avenida

Com a gente pode acontecer

O povo precisa saber,

Quanto é que VALE a vida?

(*) Nerílson Buscapé é um poeta popular, compositor e cantor, nascido e criado em Olinda

1 Comentário

  1. Nerílson Buscapé é um artista de um potencial criativo imenso e que ainda não foi conhecido e reconhecido pelo grande público pernambucanos, embora os que já tiveram a sorte e o privilégio de assistir suas apresentações, o aplaudem. Na realidade, Buscapé nasceu em Caruaru, a Capital do Agreste e do Forró, e atualmente, mora em Olinda.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar