unnamed (1)
Postado por Marcos Lima Mochila

O Presidente Estadual do PSL, o vereador Chico Carvalho, passou a semana em Brasília, em reuniões com a cúpula do partido, quando diversas decisões foram tomadas. Uma delas é a decisão de tirar Maura Jorge, ex-candidata ao governo do Estado do Maranhão, dos planos do partido para 2020.

A postura adotada por Maura Jorge na eleição passada acabou criando atritos entre ela e Chico Carvalho, que chegou inclusive a processá-la.

Maura Jorge fez toda sua pré-campanha no PODEMOS, partido que tinha como pré-candidato a presidente o senador paranaense, Álvaro Dias. No entanto, no apagar das luzes, vendo o vertiginoso crescimento de Bolsonaro, a Galega do Sertão – como é conhecida – pulou para o PSL , abandonando o seu candidato.

Ela chegou o partido acreditando que poderia tomar a direção do antigo presidente e botou os seus “Paquitos” pra detoná-lo, motivo pelo qual a convivência dos dois passou de mal pra pior.

Essa semana, ela este nos gabinetes de vários políticos de mandatos, inclusive de um senador, pedindo a eles que fizessem a reaproximação dela com Chico Carvalho.

Várias reuniões foram feitas e a direção nacional bateu o martelo: Chico Carvalho continuará mandando no partido no Maranhão e, agora, ele está mais forte do que antes.

Maura Jorge armou, deu-se mal e vai ter que cantar em outra freguesia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar