ELEIÇÕES 2018

 

 

 

 

PAULO CÂMARA COM GERALDO FREIRE

Por: Márcio Maia

Depois de ter sido reeleito governador do Estado, derrotando pela segunda vez consecutiva, o senador Armando Monteiro (PTB), o governador Paulo Câmara (PSB) retomou sua agenda de trabalho no Palácio do Campo das Princesas. Ele tece o apoio de 13 partidos que formaram a Frente Popular de Pernambuco e foi reeleito com 50,7 por cento dos votos válidos.

De manhã, ele concedeu várias entrevistas quando agradeceu ao eleitorado pernambucano e afirmou que vai continuar trabalhando duro para resolver os problemas.

Voltou a criticar o presidente da República, Michel Temer (MDB), ressaltando que Pernambuco vem sofrendo retaliação e que as verbas necessárias para a conclusão de diversas obras estão sendo retidas em Brasília. Explicou que espera contar com o apoio dos senadores Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (MDB) para destravar a liberação dos recursos.

Em conversa com Geraldo Freire na Radio Jornal, adiantou que vai procurar Temer para conseguir mais dinheiro para concluir as Adutoras do Agreste e do Sertão, pois o povo está sofrendo muito com a falta d’água.

Ele disse que tem plena consciência do que tem de fazer e adiantou que os setores da Saúde e da Segurança Pública serão as prioridades nos próximos quatro anos. Afirmou estar otimista com a diminuição dos índices de violência registrada desde o início do ano, principalmente, na questão dos homicídios. Garantiu que vai continuar com o reaparelhamento das Polícias Militar, Civil e Científica, contratando mais policiais e adquirindo mais equipamentos.

No ano passado, os assassinatos passaram de 5 mil e esse ano deverá ter uma diminuição de cerca de 20 por cento, ficando em torno de 4 mil casos.

Acentuou que a área de Saúde também vai receber especial interesse e que as prioridades serão a conclusão das novas unidades hospitalares (Unidades de Pronto Atendimento Especializado – UPAE) e a contratação de mais profissionais. Garantiu a conclusão do Hospital Regional de Serra Talhada e o início do Hospital da Mulher, em Caruaru.

Também garantiu o pagamento do 13º salário para os beneficiados do Bolsa Família em 2019, cujos recursos serão oriundos do Fundo de Erradicação da Pobreza, que deverá ter mais dinheiro com o aumento da arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS).

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar