IMG-20180919-WA0271

As propostas da dobradinha Fernando Monteiro (PP), para deputado federal, e do ambientalista Manoel Tabosa (PHS), para estadual, foram ouvidas atentamente, na noite desta terça-feira (18), por comunidades e defensores dos animais de Jaboatão dos Guararapes. Na ocasião, os candidatos falaram dos motivos da parceria e das propostas de ambos pela causa.

“Defendo o meio ambiente há mais de 20 anos. Não sou um paraquedista que pegou um animalzinho e colocou embaixo do braço dizendo que é protetor e foi ser candidato. Precisamos de políticas públicas focadas na causa. Assumimos o compromisso de trabalhar para mudar este cenário em conjunto com a sociedade, buscando pela aplicação de recursos que são liberados pelo Governo do Estado para os municípios, mas que, em muitos deles, não são usados como deveriam”, atestou Manoel Tabosa.

Segundo o ambientalista, só de janeiro a julho deste ano foram liberados R$ 51 milhões de ICMS Ecológico, fora as taxas de licenciamento ambiental e multas arrecadadas. “Para onde isso vai? Falta conhecimento e comprometimento. Tratar de animais também é uma questão de saúde pública”, completou.

Ainda de acordo com Manoel Tabosa, para fazer os projetos funcionarem, como a proposta do hospital público veterinário pioneiro no Estado e a criação da primeira casa de passagem para abrigar os animais que estão nas ruas, doentes e mutilados, dando assistência em um local adequado, é preciso o envolvimento e articulações de pessoas sérias. “Junto com o Fernando Monteiro, lá em Brasília, uma pessoa honesta, ficha limpa, vamos mudar este cenário”, concluiu.

Para Fernando Monteiro, em tempo de campanha, muitos dizem abraçar a causa para conseguir votos. “Conquistado pelo empenho ferrenho de Manoel Tabosa no que mais ele defende, fomos juntos recentemente a São Paulo conhecer o projeto pioneiro de um dos maiores hospitais veterinários do País. Fiz questão de não fazer uma foto sequer, porque, em tempo de eleição, tem quem faça isso para publicar nas redes sociais para conseguir votos, sem compromisso nenhum. Não faço parte desse grupo. Fomos conhecer o local e ver como podemos adaptá-lo à realidade de Pernambuco. Esta foi nossa meta”, afirmou.

IMG-20180919-WA0270

“O mundo mudou. Hoje, a relação do ser humano com a natureza é mais direta. E é essa uma das razões que me fazem admirar este trabalho. Ele vai para a rua, ajuda no resgate dos animais, acompanha tudo de perto e não se deixa calar, numa maneira de agir muito nobre. Manoel Tabosa é um amigo que luta por uma causa importante. Vamos, juntos, trabalhar pela defesa dos animais e do meio ambiente, com projetos viáveis e urgentes”, pontuou Fernando Monteiro.

Fotos: Juana Carvalho/Divulgação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar