IMG-20180811-WA0037

Defensor de arma para todos, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) tem muito a explicar. O percentual de homicídios no país cometidos com armas de fogo subiu de 40% para 71% do total, entre o início dos anos 1980 e 2016

O levantamento é do Atlas da Violência 2018 divulgado em junho pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

Entre 1980 e 2016, 910 mil pessoas foram mortas por perfuração de armas de fogo no país, enquanto que as mortes por outros meios se manteve com números estáveis desde o início dos anos 1990.

As vítimas das armas de fogo são negros (40,2 para cada 100 mil pessoas), homens e jovens entre 15 e 29 anos (94,6% dos homicídios).
Entre as mulheres negras, a taxa de homicídio foi 71% superior à de mulheres não negras, diz o estudo do FBSP.

Com informações da Agência Brasil

 

Blog do Ismael

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar