IMG-20180612-WA0031
Até o final do mês, os consumidores vão dispor do chamado “Plantão do Milho”, no Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco CEASA-PE), onde deverão ser comercializados cerca de 13 milhões de espigas. Devido ao bom invernos nos municípios de Bonito, Chã Grande, Ibimirim e Barra de Guabiraba, os principais produtores do Estado, a qualidade do produto melhorou bastante e o preço do “mão de milho” é o mesmo do ano passado, entre R$ 25,00 e R$ 35,00.
Durante a abertura dos tradicionais festejos de São João no CEASA, comerciante e consumidores participaram de um típico dia de festa no interior, com apresentação de quadrilhas juninas, 600 bacamarteiros, muito arrasta-pé e uma canjica gigante, que já se tornou tradicional.
O secretário de Agricultura e Reforma Agrária do Estado, Wellington Batista. participou da abertura e ressaltou a importância dos serviços prestados pelo CEASA aos consumidores pernambucanos. “O CEASA é importante para os produtores, que têm onde comercializar suas mercadorias, para os negociantes que têm produtos em quantidade e qualidade excelentes e os consumidores em geral, que podem adquirir os hortifrutigranjeiros com excelentes preços”.
O gestor da pasta da Agricultura foi recebido pelo presidente do Ceasa, Gustavo Melo, e demais diretores do centro. “O Ceasa, vinculado à nossa secretaria, é o maior centro de comercialização de alimentos do Nordeste e o quarto maior do País, movimentando de maneira positiva a economia do Estado, com 80 mil pessoas circulando diariamente apenas no período junino. São dados expressivos, que destacam a importância do centro para a população pernambucana”.
Gustavo Melo ressaltou que, depois de seis anos de seca, os pernambucanos vão poder aproveitar produtos de grande qualidade por preços muito bons. “Depois dos problemas causados pela paralização dos caminhoneiros, tomamos todas as providências necessárias e todo mundo já está podendo aproveitar e comprar os milhos de excelente qualidade e ótimos preços”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar