IMG-20180417-WA0115

As chuvas caídas nas últimas semanas no Sertão do Pajeú, fez com que a Barragem de Brotas, localizada em Afogados da Ingazeira, a principal da região, começasse a sangrar e se transformou em um ponto turístico. A COMPESA informou que o manancial tem capacidade para acumular cerca de 19,6 milhões de metros cúbicos dágua, volume suficiente para abastecer as cidades de Afogados e Tabira por dois anos.

Os moradores de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, já estão recebendo mais água nas torneiras. A melhoria foi possível graças as últimas chuvas registradas na região, o que permitiu a recuperação  total da Barragem de Brotas que agora está vertendo.

IMG-20180417-WA0116

Em função do enchimento da barragem, a COMPESA teve condições de reduzir o calendário de abastecimento da cidade, que passou para o rodízio de cinco dias com água e dois dias sem. Anteriormente, o calendário era o inverso. Brotas é a principal fonte hídrica que alimenta o sistema integrado que atende Afogados da Ingazeira e Tabira, e atingiu a sua capacidade máxima de armazenamento, na última segunda-feira (12).

O gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Gileno Gomes, informou que o  manancial tem capacidade para atender a população das duas cidades, cerca de 83 mil pessoas, dentro do atual regime de abastecimento, pelo período de dois anos, mesmo que não ocorram mais chuvas. “A chuvas trouxeram tanta alegria aos moradores de Afogados da Ingazeira que a imagem da Barragem de Brotas sangrando está sendo motivo de festa”.

A Barragem de Brotas, que entrou em colapso em fevereiro de 2017, estava com 11% da sua capacidade no começo deste ano. De lá para cá, período oficial da quadra chuvosa na região do Sertão, o manancial apresentou uma boa recuperação até chegar a sangrar. Além da Barragem de Brotas, o sistema também recebe uma pequena contribuição dos Poços de Vila de Fátima, que ficam localizados na divisa dos municípios de Flores e Carnaíba.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar