IMG-20180407-WA0177

Uma chapa que está sendo montada por setores da oposição ao governador Paulo Câmara (PSB) tem amplas chances de sair vitoriosa nas eleições do próximo mês de outubro. Ela é formada de nomes fortes e tradicionais da política pernambucana e tem condições de conseguir um bom tempo no horário da televisão e unir os candidatos dos mais importantes partidos oposicionistas.
O candidato ao Governo do Estado é o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), que já comunicou ao presidente Michel Temer (MDB) sua disposição de deixar o Ministério para concorrer a uma vaga. O candidato a vice-governador seria o deputado estadual André Ferreira (PSC), que exerce uma forte liderança política em vários municípios na Região Metropolitana e no Sertão e na comunidade evangélica. Os candidatos ao Senado Federal seriam o senador Armando Monteiro Neto (PTB) e o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), tendo como suplentes o ex-governador João Lyra Neto (PSDB) e o escritor Antônio Campos (Podemos), irmão do ex-governador Eduardo Campos.
A chapa com essa formação engessaria Paulo Câmara, que ficaria obrigada o formalizar a coligação com o PT e prejudicado pelo pequeno espaço no horário do Guia Eleitoral no Guia Eleitoral. Fernando Bezerra segue pra o ministério da integração para turbinar e dá suporte ao grupo, o seu filho Fernandinho será candidato a deputado federal com promessa de ser futuro candidato a prefeitura do Recife em 2020.

Esta decisão está tomada pelo impasse do PMDB.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar