IMG-20180227-WA0062
O livro Memorial do dia seguinte, a Revolução de 1817 em documentos da época, edição conjunta da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e Arquivo Público Estadual Jordão Emereciano, será lançado no próximo dia 1º de março, a partir das 18h30, no Arquivo, na Rua Imperador, no Centro do Recife. Além do livro, o Arquivo abre exposição com os documentos históricos originais que deram origem ao livro.

Organizado pelo jornalista Evaldo Costa e pelos pesquisadores Hildo Leal da Rosa e Débora Cavalcante de Moura, o livro reúne 106 documentos raros de vários acervos do próprio Arquivo Público que permitem compreender de que forma se deu o cotidiano das pessoas no pós-revolução e a brutal repressão da Coroa portuguesa aos revolucionários.

A publicação é o resultado de um minucioso trabalho de pesquisa que durou mais de um ano. A equipe do Arquivo dedicou meses de trabalho árduo à missão, manuseando documentos seculares, transcrevendo-os, interpretando caligrafias e resgatando sentidos de texto produzidos em ortografia da época.

Pela primeira vez estão sendo disponibilizadas de forma ordenada e classificada, transformando-se em fonte de valor inestimável desse importante momento da história de Pernambuco e do Brasil, assegura o diretor do Arquivo Público Estadual, jornalista Félix Filho.

O lançamento do livro Memorial do dia seguinte integra a programação oficial do bicentenário da Revolução de 1817.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar